Conecte-se conosco

Jaguariúna

Equipes da Prefeitura revitalizam praça e realizam obras de manutenção em vários pontos da cidade

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

Revitalização da Praça Mogi Mirim é um dos destaques das ações, com previsão de entrega até o final de agosto

Por Viviane Westin

As equipes da Secretaria Municipal de Obras e Serviços da Prefeitura de Jaguariúna realizaram ações em vários pontos da cidade durante a semana, cuidando da manutenção de logradouros e ruas que necessitam de reparos. Um dos destaques é a continuidade do trabalho de revitalização da Praça Mogi Mirim, espaço público dos mais conhecidos da cidade, que fica na divisa do Jardim Dom Bosco com a região central.

De acordo com o secretário municipal de Obras e Serviços, Lucas Gabriel Lopes, no local foram instalados cerca de 20 bancos novos, pois havia apenas seis em bom estado de conservação. Além disso, o quiosque existente no local, onde funcionava uma lanchonete, foi desativado e está recebendo um piso novo. Conforme o planejamento da Secretaria de Turismo e Cultura (Setuc), esse ponto será um espaço para apresentações culturais.
A praça também vem recebendo ajustes no piso de bloquetes e melhorias nas arquibancadas e no alambrado da quadra de esportes. A mudança no visual da Praça Mogi Mirim, além das melhorias estruturais e dos equipamentos, envolve também a poda das árvores cujos galhos cobriam a iluminação artificial. A previsão de entrega da praça revitalizada é até o final de agosto.

Valorização
A professora Cristiani Aparecida Roberto Pereira, 49, moradora do bairro João Aldo Nassif, fez uma parada na Praça Mogi Mirim no início da tarde da última segunda-feira (15) e sentada em um dos bancos, e sob a sombra das árvores, contou que a tranquilidade do local lhe possibilita “colocar os pensamentos em dia”. Ela está em período de férias no trabalho e sem pressa, aproveitando-se da passagem pelos arredores, fez uma pequena pausa. “Lembro-me quando aqui tinha o quiosque onde funcionava um barzinho”, recordou.
Na opinião de Cristiani, as praças são locais especiais e devem ser preservadas, inclusive por serem espaços que podem valorizar o meio ambiente. “Tem que se preservar o que tem de natureza, isso não se compra”, comentou. Apontando para as árvores, complementou: “Tem história nessas raízes”.
A professora se lembrou que na infância dos filhos os levava nas praças da cidade e destacou a importância desses espaços. “A praça é um lugar relaxante e o espaço tem que ser aconchegante. As pessoas buscam conforto nesses locais… Tem que ser preservado, tanto por quem usa quanto por quem é responsável pela manutenção. É primordial esse cuidado e coloco isso em primeiro plano”, disse Cristini.

Mureta, bueiros e asfalto
Outro ponto da cidade em que as equipes da Secretaria de Obras agiram foi a parte baixa da mureta de contenção da Avenida Marginal que dá acesso ao bairro Roseira de Baixo. Conforme o diretor interino da Secretaria, Sílvio Rogério Bento, a intervenção foi necessária devido a danos estruturais após a colisão de um veículo naquele local.
Além disso, outra equipe de Obras vem percorrendo vários pontos da cidade e executando a limpeza de bueiros. “Esse serviço é feito conforme a necessidade. Temos o mapeamento dos escoadouros e seguimos um cronograma, dando atenção aos pontos mais críticos”, explica Sílvio. Paralelo a essas ações, a Secretaria seguiu com o trabalho de recuperação do asfalto nas seguintes ruas e avenidas:  imediações do Cemitério Municipal, Rua Regente Feijó e avenidas Antônio Pinto Catão, Sílvio Rinaldi e Amazonas. (Com informações da Prefeitura Municipal de Jaguariúna).

Fotos: Viviane Westin

Jaguariúna

Pipas causam 19 interrupções de energia em Jaguariúna e Pedreira em 2021

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

Levantamento da CPFL Santa Cruz aponta que, além dos meses de férias, o brinquedo segue como uma das principais causas de interrupção de energia do sistema elétrico nos meses de abril, maio, junho e setembro

Um levantamento da CPFL Energia, em todas as cidades atendidas pela CPFL Santa Cruz, identificou 307 ocorrências de pipas na rede elétrica em 2021, uma redução frente aos 360 casos de 2020. Apenas nas cidades de Jaguariúna e Pedreira, as ocorrências chegaram a 19 no último ano, mostrando que o isolamento social não impediu a brincadeira de pipas e, consequentemente, transtornos à rede elétrica. 

Outro fato importante é que os casos não se concentraram durante os meses de férias escolares,  como em outros anos, e tiveram números expressivos também em abril, maio, junho e setembro. 

Jaguariúna é a cidade com mais ocorrência de pipas na rede elétrica (10), seguida por Pedreira (9).

Segurança sempre. Por meio da campanha Guardião da Vida, a CPFL Santa Cruz prioriza a segurança com a população e traz dicas de conscientização constantemente para evitar acidentes com a rede elétrica. Entre os assuntos, estão os perigos de brincadeiras com pipas próximo às subestações e às redes elétricas. A CPFL reforça que as pessoas nunca busquem as pipas caídas em locais com equipamentos de energia, que podem causar acidentes e até morte. 

Um brinquedo inofensivo que traz transtornos quando utilizado de forma inadequada, podendo provocar acidentes graves e até fatais e corte no fornecimento de energia. Muitas pipas ficam enroscadas nos fios e causam interrupções nos meses seguintes. Isso ocorre porque a linha e a estrutura da pipa, enrolada nos cabos elétricos, se tornam condutoras de energia quando chove.

Os desligamentos e os acidentes causados pelas pipas podem ser evitados com alguns cuidados simples, indicados pela campanha Guardião da Vida. É importante escolher um local longe da fiação elétrica, como campos abertos e parques, fugindo do entorno de rodovias ou das avenidas de intenso movimento, onde também podem acontecer atropelamentos. 

Não tente resgatar uma pipa enroscada na rede elétrica, pois além de provocar desligamentos no fornecimento de energia pode causar acidentes, com vítimas fatais. O ideal é soltar pipas longe da rede elétrica. Se acontecer de o brinquedo ficar preso em um fio, a melhor atitude é dá-lo como perdido.

Além disso, vale destacar que no estado de São Paulo é crime de acordo com a lei estadual nº 12.192, de 2006, usar o cerol ou a chamada “linha chilena”. Por conduzirem eletricidade, em contato com a rede elétrica, aumentam o risco de choques. Por conta do seu poder cortante, essas linhas podem romper os cabos da rede e provocar curtos-circuitos, além de colocar em risco a vida de ciclistas e motociclistas. 

Continue lendo

Jaguariúna

Saúde aplica todas as doses da vacina contra o coronavírus até sexta

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

A Campanha de vacinação contra a Covid-19 entra em mais uma semana com a aplicação de todas as doses em Jaguariúna. A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde aplica as primeira, segunda e terceira doses na população, conforma o calendário vacinal. Para isso é preciso ir até o Parque Santa Maria.

Neste momento, podem tomar a primeira dose as pessoas que têm 12 anos ou mais. A terceira dose será aplicada nas pessoas que têm mais de 18 anos e receberam a segunda dose há pelo menos 4 meses e imunossuprimidos vacinados com a segunda dose há mais de 28 dias.

Para a segunda dose a secretaria destaca que estão disponíveis os imunizantes da Pfizer, Coronavac, AstraZeneca e Janssen.

Continue lendo

Jaguariúna

Gustavo Reis é eleito pela 3ª vez presidente da RMC

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

O prefeito de Jaguariúna e atual presidente do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Campinas (RMC), Gustavo Reis, foi eleito para mais um mandato à frente do colegiado. A eleição foi realizada durante a primeira reunião do Conselho no ano, na manhã desta segunda-feira, 17, na cidade de Campinas. O prefeito Luiz Dalben, de Sumaré, também foi reconduzido como vice-presidente do colegiado.

É a terceira vez que Gustavo Reis preside o Conselho de Desenvolvimento da RMC. A primeira foi em 2010. Em 2021, Reis foi eleito vice-presidente do colegiado, mas assumiu em definitivo a presidência após a morte do prefeito de Hortolândia, Angelo Perugini, que ocupava o posto.

“Recebi de forma unânime a votação dos demais prefeitos. É um desafio enorme a gente poder continuar realizando esse trabalho à frente do Conselho da RMC, ao lado do prefeito Luiz Dalben, reeleito como vice-presidente. Sinto-me preparado e tenho o apoio necessário para continuar o desenvolvimento desse trabalho”, comentou Gustavo Reis.

O Conselho de Desenvolvimento da RMC é um órgão deliberativo, que trata de reivindicações e projetos conjuntos dos municípios, além de convênios e da utilização de recursos do Fundocamp (Fundo de Desenvolvimento da RMC). O fundo é formado pelas anualidades pagas pelas próprias prefeituras e tem na Agemcamp (Agência Metropolitana) o braço executivo para implementar políticas e ações.
A RMC é composta por 20 municípios, é a segunda maior do Estado e a quinta maior do país, com um PIB de quase R$ 200 bilhões.

HISTÓRICO DE GUSTAVO REIS
O atual Prefeito de Jaguariúna, Gustavo Reis, foi líder estudantil e é bacharel em Direito, pós-graduado em Direito do Trabalho. Autor do livro “Cooperativa de Trabalho: Problema ou Solução?”.
Ingressou na política jaguariunense em 2000, eleito vereador com expressiva votação. Foi eleito prefeito de Jaguariúna pela primeira vez para a gestão de 2009 a 2012.

Em 2016, voltou a ser eleito prefeito de Jaguariúna, para o mandato 2017-2020. Foi reeleito em 2020 para o terceiro mandato, na gestão 2021-2024.

Em suas gestões, se destacam ações na educação, na saúde e no desenvolvimento de Jaguariúna, áreas cujos indicadores estão entre os melhores do país.

É o atual presidente do Conselho de Desenvolvimento da RMC, reeleito em 2022 para mais um mandato à frente do colegiado. Em 2021, foi eleito vice-presidente de Telecomunicações da Frente Nacional de Prefeitos (FNP) e presidente da Associação Nacional de Prefeitas, Prefeitos, Vice-Prefeitas e Vice-Prefeitos do MDB.

Continue lendo
Propaganda
Propaganda

Categorias

Propaganda

Últimas Notícias