Conecte-se conosco

Campinas

Furtos registrados em Viracopos sobem 65%

Publicados

em

Delegacia somou 53 crimes de janeiro a junho deste ano, ante 32 no mesmo período de 2021; veja evolução desde 2017. Concessionária destaca alta de viajantes e ‘melhorias constantes’.

Furtos registrados em Viracopos – Os furtos registrados pela Delegacia da Polícia Civil no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), aumentaram 65% no primeiro semestre deste ano, no comparativo com o mesmo período de 2021, segundo a Secretaria de Segurança Pública em São Paulo (SSP-SP).

Além disso, as estatísticas também mostram que subiu a quantidade de veículos subtraídos por criminosos.

A alta ocorre no contexto em que a concessionária responsável por administrar o terminal somou o maior fluxo de passageiros desde início da gestão. Em seis meses, foram 5,5 milhões de viajantes, ante 4,3 milhões em intervalo igual do ano passado, variação de público correspondente a 26%.

Furtos registrados em Viracopos

Confira abaixo o que diz a Aeroportos Brasil Viracopos e a SSP sobre os indicadores criminais.

O levantamento da SSP mostra que 53 furtos foram registrados em seis meses pela delegacia em Viracopos, contra 32 no primeiro semestre de 2021. Os casos distribuídos mensalmente são:

Furtos registrados pela delegacia em Viracopos

  • Janeiro: 6
  • Fevereiro: 4
  • Março: 18
  • Abril: 4
  • Maio: 10
  • Junho: 11

O número é superior não somente aos contabilizados nos dois anos em que ocorreram os mais períodos mais graves da pandemia de Covid-19, o que resultou em diminuição do público, mas também de períodos anteriores à crise sanitária, em que Viracopos já trabalhava com a tendência e registros de aumento na quantidade de usuários do terminal. Veja abaixo evolução desde 2017.

Os dados da SSP apontam também que, nos primeiros seis meses deste ano, foram contabilizados nove furtos de automóveis, o mesmo número do primeiro semestre em 2020. 

No mesmo intervalo do ano anterior, contudo, este crime não foi registrado pela delegacia do aeroporto.

Furtos registrados em Viracopos
Furtos registrados em Viracopos

O que diz a Aeroportos Brasil?

Em nota, a concessionária administradora de Viracopos alegou que colabora com órgãos de segurança para realizar “melhorias constantes”, e frisou que pelo complexo transitam média de 35 mil pessoas por dia. A estrutura tem uma base da Polícia Militar, e delegacias das polícias Civil e Federal.

“Neste ano de 2022, a concessionária apoiou a realização de três operações Iter Criminis [Caminhos do Crime] realizadas nas principais vias de acesso do aeroporto pelos órgãos de segurança pública”, diz trecho da nota ao mencionar que o total de passageiros contabilizado no primeiro semestre equivale a “quase cinco vezes a população de Campinas”.

Furtos registrados em Viracopos

O que diz a Aeroportos Brasil?

Furtos registrados em Viracopos – Em nota, a concessionária administradora de Viracopos alegou que colabora com órgãos de segurança para realizar “melhorias constantes”, e frisou que pelo complexo transitam média de 35 mil pessoas por dia. A estrutura tem uma base da Polícia Militar, e delegacias das polícias Civil e Federal.

“Neste ano de 2022, a concessionária apoiou a realização de três operações Iter Criminis [Caminhos do Crime] realizadas nas principais vias de acesso do aeroporto pelos órgãos de segurança pública”, diz trecho da nota ao mencionar que o total de passageiros contabilizado no primeiro semestre equivale a “quase cinco vezes a população de Campinas”.

LEIA TAMBÉM:

Sobre o número de furtos no de janeiro a junho, maior do que o verificado nos anos impactados pela pandemia e também em anos anteriores à crise, como 2019, a concessionária considerou que 2020 e 2021 foram impactados “bruscamente pela queda de movimento gerado pela pandemia, não fazendo sentido a comparação”.

Já sobre 2019, a assessoria também justificou apenas que houve diferença de meio milhão de passageiros com 2022, “podendo, desta forma, impactar nos casos de segurança.”

O que diz a SSP? – Furtos registrados em Viracopos

Solicitamos posicionamento da Secretaria de Segurança de São Paulo e aguarda resposta.

Processo de relicitação

O recorde no fluxo e passageiros em Viracopos ocorre em meio ao processo de relicitação do terminal pelo governo federal – o terminal foi o primeiro do Brasil a solicitar devolução da concessão.

Durante o mês de junho, o Tribunal de Contas da União (TCU) solicitou à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) um cálculo de indenização para que a relicitação do aeroporto possa avançar na corte e o edital do leilão seja publicado.

A decisão foi do ministro relator do processo no órgão, Vital do Rêgo, que retirou o objeto da pauta da sessão para votar o processo por conta desta pendência.

Sobre o número de furtos registrados em Viracopos no de janeiro a junho, maior do que o verificado nos anos impactados pela pandemia e também em anos anteriores à crise, como 2019, a concessionária considerou que 2020 e 2021 foram impactados “bruscamente pela queda de movimento gerado pela pandemia, não fazendo sentido a comparação”.

Já sobre 2019, a assessoria também justificou apenas que houve diferença de meio milhão de passageiros com 2022, “podendo, desta forma, impactar nos casos de segurança.”

A informação foi confirmada pelo Ministério da Infraestutura e pela própria Anac. Ao G1, a agência informou que, após recebimento do ofício, começou a trabalhar no pedido, “de modo que as informações serão encaminhadas ao tribunal de contas dentro do prazo previsto”.

No dia 14 de junho, o governo federal publicou uma resolução que prorroga em dois anos o processo de relicitação de Viracopos.

Anteriormente, a União tinha a expectativa de realizar o novo leilão do aeroporto entre julho e setembro. Apesar da prorrogação do prazo, que está prevista na lei de relicitações, regulamentada em 2019, e o pedido do TCU à Anac, o Ministério da Infraestrutura informou que espera a concorrência “ainda para este ano”, mas não garantiu a realização no terceiro trimestre, como era a previsão.

O cálculo da indenização solicitado pelo TCU à Anac define o valor que será pago ao atual concessionário e quem vai fazer esse acerto. Ele é o grande impasse colocado pela Aeroportos Brasil Viracopos, que administra a estrutura, durante o processo de relicitação.

Por isso, a empresa se apega a um decreto de arbitragem, ou seja, uma medida extrajudicial independente para definir regras sobre as indenizações pelos investimentos realizados, além de descumprimentos de contrato pelo governo federal, segundo a concessionária. A concessão da Aeroportos Brasil, assinada em 2012, tinha duração de 30 anos.

Furtos registrados em Viracopos – Em nota, a Aeroportos Brasil afirmou que a prorrogação do prazo do processo de relicitação é importante para que o processo de arbitragem possa chegar aos termos e valores justos e seja cumprido o direito da concessionária em “receber toda a indenização antes de deixar o ativo”.

Entre as sugestões protocoladas durante a consulta pública colocada pela Anac antes do edital do novo leilão ir ao TCU, está justamente o pagamento da indenização.

De acordo com a agência, o início do novo contrato é condicionado a esse acerto e, havendo diferença entre o lance apresentado pelo proponente vencedor e o valor dos bens reversíveis devido à atual concessionária, o aporte do novo administrador só poderá ser concretizado após o pagamento da indenização pelo poder público.

A relicitação (novo leilão) é a esperança da atual concessionária, que administra a estrutura desde 2012, para solucionar a crise econômica que gerou uma dívida de R$ 2,88 bilhões. O terminal foi o primeiro do Brasil a solicitar a devolução da concessão.

Estudos de viabilidade

De acordo com os estudos de viabilidade, o novo contrato para administração de Viracopos terá duração de 30 anos, investimentos de R$ 4,2 bilhões, valor total de R$ 13,4 bilhões, construção de segunda pista e o fim das necessidades de desapropriações de áreas para que o complexo aeroportuário seja expandido. 

A relicitação

O último plano de recuperação judicial do aeroporto foi protocolado à Justiça no dia 12 de dezembro de 2019. 

Desta data até o dia da aprovação, em fevereiro de 2020, Viracopos e os principais credores, entre eles a Anac e o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), se reuniram para tentar chegar a um acordo e definiram que a proposta seria votada na assembleia desde que Viracopos aceitasse a relicitação.

Depois de aceita em assembleia, a recuperação judicial de Viracopos foi encerrada pela Justiça no dia 10 de dezembro de 2020. A partir disso, começou o processo de relicitação.

A concessionária já havia sinalizado a intenção de devolver a concessão em julho de 2017, mas emperrou na lei 13.448/2017, que regulamenta as relicitações de concessões aeroportuárias, ferroviárias e rodoviários do Brasil e só teve o decreto publicado em agosto de 2019.

A crise de Viracopos

A crise de Viracopos se agravou na metade de 2017, quando manifestou o interesse da relicitação, mas, por conta da não regulamentação da lei, apostou na recuperação judicial para solucionar a crise. A Aeroportos Brasil protocolou o pedido em 7 de maio de 2018 na 8ª Vara Cível de Campinas. Viracopos também foi o primeiro aeroporto do Brasil a pedir recuperação.

O aeroporto sempre brigou por reequilíbrios no contrato de concessão por parte da Anac. De acordo com a concessionária, a agência descumpriu itens que contribuíram para a perda de receita da estrutura.

Entre os pedidos de Viracopos, estão o valor de reposição das cargas em perdimento – que entram no terminal e ficam paradas por algum motivo -, além da desapropriação de áreas para construção de empreendimentos imobiliários, um dos principais motivos apontados pela concessionária para a crise financeira, e um desacordo no preço da tarifa teca-teca, que é a valorização de cargas internacionais que chegam no aeroporto e vão para outros terminais.

A Infraero detém 49% das ações de Viracopos. Os outros 51% são divididos entre a UTC Participações (48,12%), Triunfo Participações (48,12%) e Egis (3,76%), que formam a concessionária. Os investimentos realizados pela Infraero correspondem a R$ 777,3 milhões.

Vista aérea do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas — Foto: Ricardo Lima/Divulgação
Vista aérea do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas — Foto: Ricardo Lima/Divulgação
Fonte: G1

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer fica bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Luta contra as Hepatites
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Campinas

Campinas Innovation Week consolida cidade como epicentro da Inovação e Tecnologia

Publicados

em

Inova Trade Show realiza a décima edição e reafirma a liderança de Campinas na inovação sustentável

Campinas se consolida como epicentro da inovação entre os dias 10 e 14 de junho durante a Campinas Innovation Week (CIW). Este evento, que unirá quatro grandes encontros em um único local, contará com a Retail Conference, a Inova Trade Show, o TechStart Summit e a OiWeek. O evento de tecnologia e tendência, em comemoração aos 250 anos de Campinas, deve atrair mais de 10 mil pessoas, entre empresários, empreendedores, governantes, investidores, startups, gestores públicos, especialistas, entre outros. A realização é da Prefeitura de Campinas em parceria com o Ministério de Empreendedorismo, a Associação Comercial e Industrial de Campinas (ACIC), a Fundação Fórum Campinas, a Venture Hub e a 100 Open StartUps.

O evento será realizado no prédio da Oficina de Locomotiva da Companhia Mogiana de Estrada de Ferro (Prédio do Relógio), uma área de mais de 7,5 mil metros quadrados. A participação é gratuita e a inscrição pode ser feita em www.campinasinnovationweek.com.br.

LEIA TAMBÉM:

Dentre os destaques da programação está o Inova Trade Show, em sua décima edição, que integra o ecossistema de inovação, sustentabilidade e empreendedorismo, destacando Campinas e região como um polo de excelência nacional e global. Promovido pela Fundação Fórum Campinas, entidade que reúne a representação das principais Instituições de Ciência e Tecnologia (ICT’s) da região de Campinas, além de universidades, associações empresariais e órgãos governamentais, o Inova Trade Show apresentará painéis como: “Inovação e Sustentabilidade: Construindo o Futuro a partir de Distritos Inteligentes”, “A Importância do Polo de Ciência, Tecnologia & Inovação & Sustentabilidade e o Impacto Econômico nos Setores de Eventos, Turismo e Entretenimento de Campinas e Região”, “Inovação Aberta: Visão, Cases e Futuro da Inovação Aberta nas Instituições Privadas de Ciência e Tecnologia”, “Finanças Verdes e ESG: Catalisadores para uma Economia Sustentável”, “Indústria e Tecnologia na Região de Campinas – Macrotendências 2040”, “Comunicação na Ciência, Tecnologia e Inovação”, “Oportunidades Internacionais para negócios”, “Impactando o ecossistema de inovação: visão das Instituições de Ciência e Tecnologia”, “Saúde Sustentável: Unimed Campinas e a Sustentabilidade Através da Inovação para Cuidar”, “O Futuro da Saúde: Perspectiva de Inovação Sustentável dentro do sistema Unimed”, “Transição energética e impactos sociais”, “Além dos Combustíveis Fósseis: Estratégias para uma Transição Energética Efetiva”, “Atlassian como Ferramenta para Inovação e Insights Team24” e “The AI Valley is Here!”.

No palco do agronegócio, os painéis: “Cadeia Agroalimentar Sustentável”, “O Futuro dos Alimentos, “Biodiversidade e Agricultura”, “Cases de Inovação Aberta no Setor Agrícola”, “Desvendando o ESG: desvendando seus pilares e o caminho para o futuro sustentável”, “Da demanda à Inovação: o caso do desenvolvimento da Plataforma ESG” e “Agro Brasileiro: Construindo um futuro com empreendedorismo sustentável”.

As apresentações serão centradas no tema ESG (Environmental, Social, and Governance), destacando sua importância global para a preservação ambiental e o bem-estar social.

Além dos três palcos simultâneos, o CIW também contará com estandes, área com ativações instagramáveis, lounge VIP, rodadas de negócios, exposição de startups, área de alimentação e sunset com DJs.

“Vamos realizar a décima edição do Inova Trade Show, reafirmando nossa posição como um polo de geração de conhecimento para sustentabilidade e economia verde”, afirma o presidente da fundação, Dr. Gurgel do Amaral.

“A economia verde tem se mostrado essencial para enfrentar os desafios ambientais atuais, promovendo práticas que reduzem as emissões de carbono, conservam a biodiversidade e utilizam recursos de forma mais eficiente. Além disso, ela impulsiona o desenvolvimento de novas tecnologias e modelos de negócios sustentáveis, criando oportunidades econômicas e de emprego em setores emergentes”, destaca Amaral.

Sobre a Fundação Fórum Campinas Inovadora
A Fundação Fórum Campinas Inovadora (FFCi) reúne as principais Instituições de Ciência e Tecnologia (ICT) da região de Campinas, associações empresariais e órgãos governamentais influentes no ecossistema de inovação local. Seu Conselho Superior tem 27 membros. O principal objetivo da FFCi é promover e ampliar a utilização da Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) para aumentar a competitividade e fortalecer o desenvolvimento socioeconômico regional e nacional.

Serviço:

Campinas Innovation Week

Data: 10 a 14 de junho
Onde: Pátio Ferroviário de Campinas
Endereço: Rua Dr. Sales de Oliveira, 1.380, Vila Industrial, Campinas (SP)
Inscrições: www.campinasinnovationweek.com.br
Rede Social: Instagram
Site Inova Trade Show: https://inovatradeshow.com.br/
Contato: [email protected]

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer ficar bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Deputa Federal Renata Abreu Visita Engenheiro Coelho
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Continue lendo

Campinas

Secretaria de Agricultura de SP inaugura sexta unidade do AptaHub

Publicados

em

A nova unidade, instalada em Campinas, reforça a referência da cidade no ecossistema paulista de inovação para o agronegócio

A rede de ambientes de inovação do agro, inaugurou nesta segunda-feira, 27, o AptaHub Campinas – Taquaral, unidade que faz parte de um ecossistema de espaços criados no estado de São Paulo para apoiar e acelerar a inovação na agricultura tropical e agroalimentar, contribuindo para o cumprimento da agenda climática.

A iniciativa é realizada pela Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta), órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, com execução do Cietec e coexecução de Wylinka e ImpactHub. O investimento total do AptaHub é de R$13,5 milhões, que contempla a construção de sete espaços no Estado.

A sexta unidade do APTAHUB é também o quarto espaço com sede na cidade de Campinas direcionada ao desenvolvimento de tecnologias para o agronegócio, sendo elas: AptaHub Campinas – Gramado, AptaHub Campinas – Itapura e o Escritório de Inovação. “A cidade de Campinas parece ser criada e pensada para ser berço de desenvolvimento de pesquisas. Não tem lugar mais acertado para sediar nossos institutos.”, enfatizou o secretário executivo de Agricultura e Abastecimento de São Paulo, Edson Fernandes, durante a abertura do evento.

LEIA TAMBÉM:

A sétima unidade está prevista para ser inaugurada no mês de agosto, na sede do Instituto Biológico, na capital paulitas. “É de extrema importância que possamos estabelecer facilitadores na nossa pesquisa, fortalecendo espaços que proporcionem o diálogo e promova avanços neste âmbito”, ressaltou Edson Fernandes.

O lançamento da unidade mobiliza atores do ecossistema local, como empreendedores, pesquisadores e representantes de empresas e de instituições do agro de Campinas, entre outras cidades da região metropolitana, como Paulínia, Hortolândia, Valinhos, Indaiatuba e Vinhedo.

O encontro também reuniu diretores dos Núcleos de Inovação Tecnológica (NITs) e dos sete Institutos que integram a Apta — Instituto Agronômico (IAC), Instituto Biológico (IB), Instituto de Economia Agrícola (IEA), Instituto de Pesca (IP), Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital), Instituto de Zootecnia (IZ) e Apta Regional.

No evento, o secretário executivo de Agricultura e Abastecimento, Edson Fernandes, e o coordenador da Apta, Carlos Nabil Ghobril, e demais autoridades presentes, fizeram o descerramento da placa do ambiente AptaHub Campinas – Taquaral, inaugurando oficialmente a unidade.

No cenário do agronegócio da região metropolitana de Campinas a cana-de-açúcar e o café predominam, além da fruticultura. A produção de carne de frango tem importância expressiva também, favorecendo o desenvolvimento de inovações tecnológicas que venham impulsionar os negócios destes segmentos do agro.

Sobre o APTAHUB
O Apta Hub é uma rede de ambientes de inovação do agro vinculada à Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo e à Apta (Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios), organização de pesquisa científica e tecnológica focada no agro, composta por sete Instituições Científicas e Tecnológicas (ICTs): IAC, IB, IEA, IP, Ital, IZ e Apta regional.

Um hub que conecta institutos, pesquisadores, empreendedores, investidores, startups, empresas e produtores rurais de São Paulo e desenvolve soluções, a fim de apoiar e acelerar a inovação na agricultura tropical e agroalimentar em São Paulo e no Brasil e o cumprimento da agenda climática, impactando positivamente a sociedade e tornando o segmento mais competitivo, sustentável e transformador.

Com atuação centrada em espaços abertos e colaborativos em Campinas, Ribeirão Preto, São Paulo e Santos, o AptaHub irá ampliar o alcance ao conhecimento e à inovação gerados pelos Institutos de pesquisa da Apta, garantir formação e educação continuada para a geração de soluções inovadoras, além de formação e aceleração de negócios, promoção de parcerias estratégicas e acesso a investimentos que possibilitem o desenvolvimento das novas tecnologias que se transformem em novos negócios.

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer ficar bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Deputa Federal Renata Abreu Visita Engenheiro Coelho
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Continue lendo

Campinas

LBV mobiliza doações de material escolar para estudantes do Rio Grande do Sul

Publicados

em

A Legião da Boa Vontade inicia uma nova etapa de sua campanha LBV — SOS Calamidades em prol das famílias do Rio Grande do Sul. Com a retomada das aulas em algumas escolas no Estado gaúcho, agora a LBV está mobilizando doações de material escolar e de livros didáticos infantis para auxiliar as famílias e motivar os estudantes no retorno às aulas. Os kits escolares a serem entregues vão conter os seguintes itens:

 Caderno universitário de 1 matéria
 Caderno brochura
 Caderno de desenho
 Lápis preto
 Caneta esferográfica azul
 Canetas hidrográficas coloridas (12 cores)
 Giz de cera pequeno (12 cores)
 Caixa de lápis de cor grande (12 cores)
 Régua plástica 30 cm
 Tubo de cola bastão pequeno
 Apontador com depósito
 Borracha branca pequena
 Estojo

As doações podem ser feitas via Pix Solidário: e-mail: [email protected].

LEIA TAMBÉM:

Doações entregues no RS
Até o momento, a LBV já arrecadou e enviou, graças à ajuda de doadores, colaboradores, parceiros, influenciadores, voluntários e da população em geral, mais de 380 toneladas em doações para o Estado gaúcho. Os donativos estão sendo entregues diretamente a famílias, em abrigos, escolas e para entidades parceiras.

Acompanhe a entrega das doações
Acesse o site www.lbv.org.br ou @lbvbrasil no Facebook e no Instagram.

Solidariedade
A Legião da Boa Vontade também se solidariza e ora por todas as pessoas e famílias afetadas pelas chuvas e por todo povo do Rio Grande do Sul.

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer ficar bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Deputa Federal Renata Abreu Visita Engenheiro Coelho
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Continue lendo
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Últimas Notícias