Conecte-se conosco

Esportes

Reflexos da Pandemia: Com a academia fechada, proprietários e clientes vivem a incerteza de quando voltam à rotina de treinos que promove qualidade de vida

Paula Partyka

Publicados

em

Academia Up, de Jaguariúna, perde cerca de 70% de clientes pagantes mensais na quarentena

O decreto de quarentena imposto pela pandemia do novo coronavírus afetou diretamente a Academia Up, seus funcionários e os alunos. “Sem funcionar, os professores não podem trabalhar, deixando de fazer aquilo que amam que é levar a saúde e bem-estar aos alunos, estes que, por sua vez, acabam por deixar algo muito importante para combater uma possível doença que seria sua imunidade adquirida com o treinamento físico e com uma alimentação saudável”, considera o sócio proprietário da Up, Milton Vasque Filho.

 “Nas academias tem muitas pessoas que tratam problemas de saúde, tanto física como psicológica, e, recebo relatos diários de como essa quarentena esta afetando gravemente essas pessoas”, diz Milton. Ele explica também que quando as pessoas estão ativas, se alimentam melhor, contribuindo para a qualidade de vida.

Com a pausa nos trabalhos, a academia sofreu grande perda de alunos. “Este ano estava sendo de grande crescimento para a academia, realizando melhoras e trazendo novidades para os alunos, mas com o fechamento devido a pandemia, a queda foi absurda”, lamenta o sócio-proprietário.

A Up tem alunos com planos mais longos, como anual, semestral e trimestral, mas a maioria acaba pagando mensalmente sua mensalidade. Sem a utilização do serviço, quem paga mensalmente deixou de pagar e essa foi uma parada repentina.

Como grande parcela do público pagava mensalmente, esses acabam não renovando, pois a academia está fechada. “Fomos pegos todos de surpresa. Tivemos alunos que pagaram até no último dia em que fechamos temporariamente a academia. Todos esses e os que deixaram pago, não perdem o seu dinheiro, podem voltar e treinar pelo tempo que já pago”, esclarece.

 Milton ainda conta que recebe mensagens dos alunos todos os dias perguntando quando deve acontecer a reabertura da Up, pois para eles está sendo muito difícil permanecer sem frequentar a academia. “Eles não aguentam mais ficar sem praticar exercícios físicos, sem cuidar da saúde e também vendo tudo que conquistaram com suor dentro da academia ir por água abaixo sem poder fazer nada”.

Para Milton, quando se fala de saúde, as academias vêm em primeiro lugar não no final. “A saúde em que tanto é falado por governadores e prefeitos não está sendo levada a sério mesmo, pois se estivesse, as academias, seguindo todas normas estaria ajudando e muito a sociedade a diminuir o número de mortes no Brasil”.

“O plano do estado é incoerente”, considera. “Só pra deixar claro, eu acho que todos os comércios são importantes. Mas, em um momento que se trata de saúde, o local que mais vai proporcionar está sendo deixado de lado, inclusive é um dos mais seguros seguindo todas as normas necessárias para reabrir’, diz.

“As contas não param de chegar e já vemos várias academias fechando. Se continuar, quem sabe quantas devem restar no final?”

São decretos e mais decretos e Milton luta com a incerteza sem saber quando o setor deve retornar. “Estamos jogando literalmente no escuro. É difícil até pensar em uma retomada se não sabemos como estaremos nem daqui a uma semana, sempre é adiado por 15 dias, e até quando? Bom, só Deus sabe”, lamenta.

Academia Up
A Academia Up existe desde 2016. “Sempre tivemos o objetivo de transformar nosso ambiente em uma família e em nossa visão, todos que estão ali dentro conosco merecem muito respeito e toda nossa dedicação como profissionais e amigos”, afirma Milton.

A academia já teve muitas modalidades, mas até então estavam oferecendo musculação, treinamento funcional e jiu-jítsu. “Entregando sempre esses em maior nível de excelência possível”. Os proprietários da academia são, Christiano Rolfsen e Milton Vasque.

Continue lendo

Esportes

Ciclismo

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

Por: Walter Tozzi

O ciclismo é uma atividade física que vem crescendo a cada dia, levando qualidade de vida e saúde aos seus praticantes. A bicicleta depois de sua criação a mais de 200 anos atrás, sempre fez parte do imaginário infantil como um sonho a ser conquistado. Com a evolução deste equipamento ao longo do tempo ela foi ganhando novos contornos e tecnologia, passando a fazer parte da sociedade moderna como meio de transporte, como equipamento esportivo ou como somente um desejo infantil, mas com certeza um instrumento que leva o homem de um lugar ao outro pelo próprio esforço.

A “bike” ou “magrela” ou “pedal” como popularmente é chamada, tornou a bicicleta cada vez mais popular e atualmente como uma importante protagonista aliada da atividade física, principalmente em tempos de Pandemia. Aumentou significativamente o número de ciclistas nos últimos anos, associando o prazer e a liberdade que a bicicleta traz, com um excelente exercício físico promotor da saúde.
Pedalar é um exercício físico aeróbico que promove a queima de gorduras, ativa o sistema cárdio-vascular, melhora o sistema respiratório, diminui os índices de colesterol e triglicerídeos, aumenta o colesterol bom, emagrece, melhora o tônus muscular e produz baixo impacto nas articulações. Estas são somente algumas das vantagens de pedalar regularmente, associando o lazer a uma prática saudável, buscando com isso maior qualidade de vida e longevidade.

A prática do ciclismo também revela lugares bonitos, muitas vezes associados a caminhos entre a natureza, que são privilégio de seus praticantes, descobrindo trilhas, estradas rurais, caminhos novos aos olhos e a alma. Os praticantes do ciclismo percorrem longas distancias, carregam consigo seus equipamentos de proteção, hidratação, alimentos e muita história para contar, além de belas fotos dos caminhos percorridos, tornando assim, esta atividade uma excelente aliada do bem estar físico e mental.

Durante a pandemia em decorrência da necessidade de não promover aglomerações, pedalar foi uma ótima alternativa, crescendo significativamente o número de praticantes, principalmente em percursos pelo interior paulista, descobrindo novos caminhos das cidades acolhedoras, favorecendo novas amizades e formando assim um grupo fiel a esta modalidade.

O ciclismo também conta com o lado esportivo de competição, sendo uma modalidade olímpica em diversas formas, indo do “Montain Bike” ao Ciclismo de Rua e de pista, dentre outras. Pedalar também pode dar medalhas e troféus, sendo um esporte em crescimento por todo o nosso País e no Mundo.

Dia mundial sem carro
O dia 22 de setembro em diversas cidades do mundo tem o objetivo de estimular uma reflexão sobre o uso excessivo do automóvel, com isso há um questionamento sobre a vida sedentária, a poluição por combustíveis fósseis, a destruição da camada de ozônio por gazes poluentes, enfim uma reflexão ampla pela vida.

Assim a bicicleta passou a ser uma ótima alternativa de meio de transporte ecologicamente correto e promotor da saúde. O estímulo a isso é uma tendência mundial, tendo alguns países como a Holanda e Dinamarca bons exemplos, tendo em seu território juntos mais de 23 milhões de ciclistas.

Estimular a construção de ciclovias, espaços públicos para o ciclismo, facilitar o uso da bicicleta como meio de transporte, deve ser a meta dos gestores públicos como uma forma consciente de aplicar políticas públicas saudáveis e ecologicamente corretas. Eventos esportivos ou de lazer são uma ótima referência para promover esta conscientização na sociedade, devendo nossos governantes a realização destas atividades de maneira regular e constante.

Outro grande desafio é promover a segurança no trânsito aos ciclistas, sendo cada vez mais noticiadas ocorrências de acidentes, muitos com resultados fatais, mas fruto da imprudência e falta de consciência dos condutores de veículos automotores. Precisamos urgentemente que as auto-escolas promovam uma melhora na educação dos novos motoristas, alertando como lidar com os ciclistas, valendo-se dos meios de segurança para o convívio harmonioso. Campanhas educativas também devem ser promovidas pelo Poder Público, gerando assim maior respeito e boas praticas no trânsito.

Pedalar é descobrir o mundo de opções pelo olhar da bicicleta como uma ferramenta saudável e em harmonia com o meio ambiente!

Continue lendo

Brasil

Internado há uma semana com Covid-19, Branco é extubado em UTI de hospital do Rio de Janeiro

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

Internado há uma semana com Covid-19, o coordenador da seleção brasileira masculina de base, da CBF, Branco, foi extubado na UTI do hospital Copa Star, na zona sul no Rio, nesta tarde de terça-feira. O ex-jogador apresentou melhora no quadro depois da necessidade de intubação no fim da semana passada.

O único boletim do hospital, divulgado na sexta passada, informava que o ex-jogador estava sedado e respirando com ajuda de aparelhos de ventilação mecânica. Nos últimos dias, o quadro de saúde de Branco se manteve estável – o que era um bom sinal de reação do ex-jogador de 56 anos.

Na medida do possível, seguindo as regras de visitação a pacientes com Covid-19, o tetracampeão do mundo em 1994 recebeu visitas de familiares nos últimos dias. Branco deu entrada no hospital no dia 16 de março, terça-feira, com sintomas de covid e foi internado, em seguida.

Como jogador, Branco foi tetracampeão mundial pela seleção brasileira em 1994, e campeão da Copa América em 1989. Pelo Fluminense, conquistou o título do Campeonato Brasileiro e foi tricampeão carioca nos anos 1980.

Continue lendo

Esportes

Jaguariúna FC anuncia sua não participação no Campeonato Paulista – Sub 23 em 2020

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

Na manhã desta sexta-feira, 04, a direção do Jaguariúna Futebol Clube emitiu uma nota em que informa que, devido à pandemia, o clube não participa do Campeonato Paulista – Sub 23 em 2020. Confira a nota completa:

Em respeito ao Município de Jaguariúna, ao futebol amador da cidade e o Decreto Municipal com a política adotada pela Prefeitura, no qual a Secretária de Saúde está com todas as suas ações voltadas para a Pandemia e a população, o Jaguariúna Futebol Clube ciente dessa movimentação, decide por bem de todos não participar da competição do Campeonato Paulista – Sub 23 Profissional de 2020, da Federação Paulista, visando a integridade e a saúde dos membros, atletas e funcionários.

Ressaltamos que, estamos nos preparando na parte administrativa para a Copa São Paulo Júnior de 2021 e contamos com o apoio dos torcedores, apoiadores, atletas e familiares para iniciarmos esta competição, visto que, foi um momento muito difícil para o clube ter que paralisar todas as suas atividades e manter a manutenção das suas estruturas, sem nenhuma competição durante esse período.

Desde já, agradecemos todo o carinho e preocupação que foi demonstrada durante esse tempo com o nosso clube, através de mensagens nas nossas redes sociais.

Lembramos, a importância de seguirem as normas da OMS (Organização Mundial da Saúde), o cuidado com a higiene pessoal, o uso da máscara, o álcool em gel e evitar aglomerações.

Atenciosamente,

Diretoria J.F.C

Continue lendo
Propaganda

Categorias

Propaganda

Últimas Notícias