Conecte-se conosco

Amparo

Por 6 a 5 votos, vereadores de Amparo aprovam valor referencial para salário de professores

Publicados

em

Em uma sessão marcada pela presença de profissionais do magistério municipal no plenário, a sessão do dia 4 de abril na Câmara Municipal de Amparo teve como discussão e votação o Projeto de Lei n°10/2022 que fixa o valor referência para o salário desses profissionais.

De autoria do prefeito municipal, o texto propõe um mínimo de salário no valor de R$3.179,48 para 40 horas semanais. O presidente da Câmara, vereador Carlos Cazotti (MDB), explicou a importância do projeto. “Em janeiro deste ano, votamos um aumento de 10,16% para todos os funcionários. Porém, uma parte dos professores (cerca de 250, ou quase metade deles), não foi contemplada. O motivo foi que a tabela salarial vigente, embora atualizada, continuou abaixo do valor do piso então praticado nas letras A, B, C e D. Este PL n° 10/2022 vem então corrigir mediante a adoção desse valor mínimo de referência”, argumentou, acrescentando que esta medida nada tem a ver com a Portaria do MEC n° 67/2022,  que define piso salarial nacional do magistério para R$3.845,63, concedendo reajuste de 33%.

Votaram a favor do Projeto de Lei n°10/2022 os vereadores Antonio Cesar Mineiro (MDB), Edilson José (Dil – PSD), Pastor Elson Batista (PL), Farlin Conrado (MDB), Luiz Carlos (Carlitinho – PSDB) e Rosa Montini (PSDB). E foram contrários os vereadores André de Oliveira (PP),  Edilson Santos (DEM), Janaína Pereira (PDT), Osmar Dorigan (MDB) e Sílvia Forato (PT).

Anteriormente, foi discutida e aprovada pelos edis, também por seis votos a cinco, a Emenda Modificativa nº 04/22 que retira a palavra ‘fixação’ do texto do PL n° 10/22 e acrescenta a informação de que não se trata do piso salarial dos profissionais.

“O projeto não diz respeito a piso do magistério. Ele apenas garante a reposição inflacionária aos professores que não receberam a atualização salarial”, explanou o vereador Pastor Elson.

O vereador Dil explicou que a emenda foi para eliminar essas interpretações. “Seria melhor retirar a palavra ‘fixar’, já que não se trata do piso salarial. Fizemos outras reuniões, com o Sindicato, professores, etc., e todos foram a favor de tratar do piso em outro projeto”, garantiu.

Já André, votou contra a emenda também porque, para ele, deveria ter sido retirado do projeto. “Pedi para retirar a palavra ‘fixação’ desde o primeiro momento. Também solicitei a tabela, que fosse apresentada a tabela e os valores de cada servidor. E não fui atendido”.

O vereador Edilson explicou que votou contra a emenda porque a mesma não foi discutida com outros vereadores, mesmo ele tendo sugerido anteriormente. “Triste para mim, como legislador, resolver um projeto com essa discussão. Professor tem que ser respeitado. Se está escrito valor referencial mínimo, para mim é piso. E é da vontade deles que o projeto não seja aprovado, vou respeitar”, declarou.

O projeto destaca ainda que servidores da categoria que já recebem salário acima desse valor de referência não serão contemplados.

Link da Sessão: AQUI

Amparo

Novo secretário de Saúde de Amparo se reúne com vereadores

Publicados

em

Os vereadores de Amparo receberam na tarde desta segunda-feira, dia 23, o secretário municipal de Saúde, Gilberto Ferreira Martins Júnior.

A reunião teve como pauta a apresentação mais detalhada dos projetos que o atual gestor da pasta está desenvolvendo e também os que serão adotados em um futuro breve. “Temos como missão, dada pelo prefeito Carlos Alberto, executar uma política de saúde para Amparo e também para a região. Estou concluindo a fase de levantamento e diagnóstico da realidade atual”, declarou ele que está há pouco mais de 50 dias à frente da Secretaria.

Em resumo, Gilberto apresentou aos vereadores planejamento para manutenção dos 28 pontos de serviço de saúde do município; ações para buscar recursos federais e estaduais; dados sobre realização de exames; programas de atendimento à família; frota da Secretaria; criação de Pronto Socorro em uma das unidades já existentes e, em especial, explanou sobre a gestão da Santa Casa Anna Cintra. “Vamos nos reunir com o governo estadual de São Paulo, juntamente com outros municípios, em busca de novos investimentos”, garantiu.

Gilberto Ferreira é funcionário público estadual, atua como diretor técnico de Saúde no Departamento Regional de Saúde de Campinas e diretor administrativo do Hospital Público Estadual Dr. Arnaldo Pezzuti Cavalcanti. É pós-graduado em Saúde Pública pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e advogado.

Estavam presentes na reunião o presidente da Casa, Carlos Cazotti (MDB) e os vereadores André de Oliveira (PP), Antonio Cesar Mineiro (MDB), Edison Alves (PT), Farlin Conrado (MDB), Pastor Elson Batista (PL), Luiz Carlos (Carlitinho – PSDB) e  Osmar Dorigan (MDB).

Continue lendo

Amparo

Polo Astronômico abre alta temporada com sessões às sextas e aos sábados em Amparo

Publicados

em


Entre as atrações que podem ser observadas pelo público nos próximos finais de semana estão alguns dos mais belos aglomerados abertos de estrelas e nebulosas, além do famoso Cruzeiro do Sul

Conhece a “Caixinha de Joias”? O aglomerado aberto de estrelas, um dos mais belos objetos celestes, é apenas uma das atrações para quem pretende visitar o Polo Astronômico, em Amparo, no interior de São Paulo, entre o final do mês de maio e todo o mês de junho. As sessões públicas noturnas acontecem sempre às sextas-feiras e aos sábados.

Com a transição do outono para o inverno, o período se torna ideal para quem gosta de observar o céu a olho nu ou através dos telescópios instalados no complexo.

“Esse período é menos chuvoso, portanto, bem favorável para as observações astronômicas. É o que identificamos como a “alta temporada”, propícia para que as pessoas possam observar e conhecer detalhadamente os mistérios do céu”, explica o diretor do Polo Astronômico de Amparo, o professor Carlos Eduardo Mariano.

Além da “Caixinha de Joias”, a programação dos próximos quatro finais de semana oferece a chance para que o público veja constelações como Carina, Centaurus, Vela, Popa, Escorpião e o famoso Cruzeiro do Sul. Todas aparecem com grande destaque nas noites de observação.

A nebulosa Eta de Carina e o distante aglomerado globular de estrelas Omega Centauri são outros atrativos visíveis pelos telescópios. “As nebulosas são nuvens de gás e poeira que existem no espaço. Já os aglomerados estelares são regiões com centenas ou milhares de estrelas que se mantêm juntas”, explica o professor.

“Alguns desses objetos até aparecem como manchas discretas no céu quando observamos a olho nu. Mas é com os telescópios que eles se revelam. É possível ver milhares de estrelas no campo de visão dos equipamentos”, ressalta Carlos Mariano.

EXPERIÊNCIA DIFERENTE EM NOITES COM LUA

Para contemplar os aglomerados de estrelas e nebulosas, a dica é visitar o Polo Astronômico, em Amparo, nas noites em que a Lua esteja nas fases nova ou minguante. São ocasiões em que o satélite natural da Terra desponta mais tarde ou não é visível.

Já com a Lua em sua fase crescente a experiência no complexo astronômico de Amparo é diferente. É quando os telescópios são voltados para o astro vizinho para que os visitantes observem detalhes da superfície lunar, como crateras, montanhas e vales. Há ocasiões em que é possível aproximar o celular do telescópio e registrar uma linda imagem da Lua.

SESSÕES COM 2H DE DURAÇÃO

As sessões às sextas-feiras e aos sábados no complexo astronômico de Amparo são divididas em etapas. Primeiro, o visitante participa de uma simulação no Planetário, onde recebe explicações sobre o que será visto no observatório.

Depois, o público faz o reconhecimento do céu a olho nu e por último a observação com os telescópios, incluindo a visualização com o refletor de 650mm de abertura, que é o maior telescópio em operação no Estado de São Paulo e o maior do Brasil aberto ao público.

Cada visita tem duração estimada de duas horas. Às sextas-feiras, a única sessão começa às 20h30. Já aos sábados, o público pode participar de sessões das 19h às 21h ou das 21h15 às 23h15.

REGIÃO PRIVILEGIADA E FÁCIL DE CHEGAR

 O Polo Astronômico, construído em 60 mil metros quadrados, próximo à Serra da Mantiqueira, foi inaugurado em setembro de 2015 em uma área privilegiada a cerca de 1.000 metros de altitude.

A região é livre de qualquer tipo de poluição luminosa direta. Por meio de uma lei municipal, todo o arredor do complexo foi declarado “Sítio para Observações Astronômicas”. A intenção da lei é impedir a presença de luz artificial que possa atrapalhar as atividades.

O observatório está localizado a 15 minutos do perímetro urbano de Amparo, com acesso pelo km 29 da Rodovia Benevenuto Moretto (SP-095), que liga Amparo a Bragança Paulista, bairro do Sertãozinho. O complexo ainda conta com estacionamento e serviço de restaurante.

O ingresso para as sessões públicas custa R$ 60 (inteira), com 20% de desconto na compra antecipada até junho, e R$ 30 (meia-entrada) para estudantes com carteirinha, idosos, mediante a apresentação do RG, e professores.

A entrada pode ser comprada pelo site www.poloastronomicoamparo.com.br, onde também estão informações detalhadas da programação, ou pelo WhatsApp (19) 9.9295-9586.

Continue lendo

Amparo

Vereadores de Amparo aprovam projeto que regulariza placas de inauguração de obras públicas

Publicados

em

Com o propósito de preservar as informações para conhecimento da população, o vereador André de Oliveira (PP) apresentou um projeto que regulariza a instalação de novas placas alusivas à inauguração de obras públicas no município de Amparo.

Projeto de Lei n° 36/2022 foi aprovado por unanimidade no dia 23 de maio e consta, em sua redação, que fica proibida a retirada de placas já existentes quando houver a instalação de uma nova. “É uma forma de manter o histórico das obras realizadas, preservando e respeitando memórias de gestões anteriores”, justificou o autor.

O vereador Edison Alves (PT) comentou que esse projeto sequer seria necessário, se houvesse compreensão da importância histórica de inaugurações. ” Essas placas representam marcos na história de Amparo, da administração que construiu, da que remodelou e da memória dos homenageados. Então, a partir do momento que você faz uma reforma de um prédio público e resolve simplesmente trocar a placa, você deixa de lado a importância histórica”, declarou.

Andre ainda completou: “contribui também para tirar um pouco o ego dos gestores, não falo do atual, mas sim de todos. Isso acontece há anos e agradeço a todos que votaram favorável”. Estavam presentes na sessão os vereadores André de Oliveira (PP); Antonio Cesar Mineiro (MDB); Edilson Santos (DEM); Edilson José (Dil – PSD); Edison Alves (PT), Pastor Elson Batista (PL); Farlin Conrado (MDB); Janaina Pereira (PDT); Osmar Dorigan (MDB); Luiz Carlos (Carlitinho – PSDB) e Rosa Montini (PSDB).

Link da Sessão: AQUI.

Continue lendo
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Últimas Notícias