Conecte-se conosco

Campinas

Quatro escolas de Campinas tiveram surto de Covid-19 após retomada das aulas presenciais

Publicados

em

Quatro escolas municipais de Campinas tiveram surto de Covid-19 após a retomada das aulas presenciais, em 26 de abril. A informação foi confirmada nesta quarta-feira, 30, pelo Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa) durante uma reunião da Comissão de Educação e Esporte da Câmara Municipal.

Outras quatro unidades estão com possíveis surtos em investigação, e sete suspeitas foram descartadas. O surto é caracterizado quando há dois ou mais casos da mesma doença transmitidos dentro do grupo em intervalo de até 15 dias.

A Secretaria Municipal de Saúde informou que as informação partem dos dados do acompanhamento diário de casos nas escolas municipais de Campinas, realizado sistematicamente pela pasta.

Das quatro unidades com surto confirmado, três tiveram transmissão entre trabalhadores e em uma a contaminação ocorreu entre professor e estudante.

De acordo com a assessoria do vereador Gustavo Petta (PCdoB), presidente da comissão, o Devisa não soube informar o número de total de casos entre alunos e profissionais da educação desde a retomada. No entanto, a informação é de que não ocorreram mortes.

O G1 questionou a prefeitura sobre o número de casos em cada uma das quatro escolas com surto e aguarda retorno para atualizar a reportagem.

A vacinação de profissionais de educação já abrangeu 27 mil pessoas, segundo assessoria do parlamentar.

Presença em aula

Já a Secretaria Municipal de Educação informou, na mesma reunião, que apenas metade dos alunos que poderiam voltar às atividades presenciais de fato frequentaram as aulas. A presença é facultativa e os pais podem manter as crianças em ensino remoto se preferirem.

O retorno ocorreu de forma híbrida, já que a capacidade das salas está limitada a 35% e o restante dos alunos faz as atividades de casa. As aulas estavam suspensas desde março de 2020 por conta da pandemia de Covid-19.

Além da capacidade reduzida, a Secretaria Municipal de Educação também definiu regras de distanciamento entre as carteiras e outras medidas sanitárias para evitar a transmissão do novo coronavírus.

MPT acompanha retorno

Por meio de um inquérito, o Ministério Público do Trabalho (MPT) acompanha a retomada das aulas desde antes do reinício. O órgão solicitou, inclusive, que a prefeitura afastasse do trabalho presencial os profissionais de educação que possuem comorbidades e ainda não estão vacinados.

Após o pedido, a prefeitura solicitou uma reconsideração e afirmou que quase todos já estavam imunizados. O MPT, então, pediu a lista de profissionais vacinados e deu prazo para que o documento fosse enviado.

Campinas

Ataque a shopping em Campinas: três são presos e um morre

Publicados

em

Suspeito foi detido em Paulínia e um casal em Atibaia. Outro suspeito morto foi atingido e chegou a dar entrada na Santa Casa de Atibaia

Três suspeitos de participarem do assalto a duas joalherias localizadas no Parque D. Pedro Shopping, em Campinas, na noite deste sábado, 25, foram detidos. Um foi preso pela Guarda Municipal em Paulínia e outros dois, sendo um deles, uma mulher, em Atibaia. Um quarto suspeito morreu após dar entrada na Santa Casa da cidade após ser baleado na região do abdômen.

No final da manhã deste domingo a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) divulgou a idade dos envolvidos no crime: três criminosos, de 39, 29 e 25 anos. O quarto suspeito que morreu tinha 42 anos.

O crime aconteceu por volta das 20h, horário comercial e de grande movimentação de clientes no shopping. De acordo com o relato da polícia, os assaltantes invadiram as duas lojas, realizaram o assalto, mas foram abordados por vigilantes do local no momento da fuga.

No confronto, houve troca de tiros, que acabaram atingindo dois vigilantes do shopping, ao menos um integrante do grupo de criminosos, e também a vidraçaria de uma das lojas do centro comercial. Os disparos acabaram gerando pânico e correria entre clientes e funcionários.

Policiais militares, integrantes do Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep), Guarda Municipal e o Grupo de Operações Especiais (GOE) da Polícia Civil , também foram acionados para acompanhar a ocorrência no local. Os suspeitos, contudo, conseguiram escapar.

Na fuga, dois dos criminosos fizeram uma mulher de refém. Ela foi obrigada a conduzi-los para Paulínia, cidade vizinha a Campinas, onde os suspeitos foram deixados em um bar. De acordo com informações da Polícia Civil, a vítima foi liberada e passa bem.

As prisões
Uma das prisões aconteceu em Paulínia, e contou com a ajuda da Guarda Municipal, que foi acionada por conta do sequestro. O suspeito foi encontrado no bar e levado para o plantão do 1º Distrito Policial de Campinas, no Botafogo, onde os policiais verificaram que a chave de um veículo modelo HB20s, que estava no bolso do homem, abria um dos carros abandonados pelos criminosos no shopping. Ele foi autuado em flagrante por roubo e associação criminosa.

Os outros dois suspeitos – um casal – foram presos em Atibaia. Eles acompanhavam outro integrante do grupo, que procurou ajuda médica por conta dos ferimentos provocados pelos disparos do confronto com os vigilantes.

Enquanto o atendimento era realizado, a GM de Atibaia foi acionada até o hospital. Em vistoria no carro usado pelos suspeitos, os guardas encontraram uma pistola suja de sangue. O casal foi levado à delegacia da cidade, onde foi verificado que o trio também tinha relação com o crime. O homem atingido não resistiu aos ferimentos e morreu na hospital.

A investigação
A Polícia Civil já começou a analisar as imagens do circuito de segurança do shopping e das lojas para entender a dinâmica do crime. A suspeita é de que a ação foi cometida por quatro pessoas.

A Delegacia de Investigações Criminais (DIG) de Campinas instaurou inquérito policial para investigar as circunstâncias do roubo, além de identificar e prender os demais envolvidos na ação criminosa.

Os três detidos foram autuados em flagrante por roubo e associação criminosa e permanecem à disposição da Justiça.

A ação
Os assaltantes chegaram ao centro comercial em, ao menos, três carros – um Jeep Renegade, um HB20s e um Ônix. Eles entraram no shopping e roubaram duas joalherias.

Três entraram em uma loja e um quarto suspeito entrou em uma segunda joalheria. A intenção era roubar joias. Na ação os criminosos renderam vendedores e clientes e foram direto para os cofres onde pegaram as joias.

Após saírem das lojas os criminosos teriam se deparado com seguranças do shopping e houve troca de tiros próximo a Entrada das Águas, dentro do centro de compras. Um dos disparos acertou a vitrine de uma das lojas do shopping. Em seguida houve uma nova troca de tiros, no estacionamento do shopping. Na ação um veículo (FOX) que estava estacionado no shopping teve um dos vidros atingidos. Ainda segundo a polícia, um dos criminosos deixou cair uma mala com parte das joias roubadas.

Dois seguranças que trocaram tiros com os criminosos foram atingidos nas pernas e foram socorridos ao Hospital de Clínicas da Unicamp. Eles estão bem.

Sobre as prisões
Até o começo dessa manhã um homem detido em Paulínia foi levado para o 1º Distrito Policial de Campinas, no Botafogo. Já o casal detido em Atibaia foi apresentado na delegacia da cidade.

A polícia suspeita que os assaltantes vieram de São Paulo para cometer o crime na cidade.

“Quando a Polícia Militar chegou ao shopping os suspeitos já tinham fugido. Fizemos um trabalho de levantamento de informações e acalmar todas as pessoas que estavam no shopping, além de verificar os seguranças”, afirmou Joab Fernandes de Brito tenente responsável pelo Batalhão de Polícia Militar que atendeu a ocorrência.

“Temos algumas imagens das duas lojas que foram roubadas, estamos levantando as imagens do shopping, principalmente no local onde ocorreu a troca de tiros para gente relacionar com alguns infratores que a Guarda Municipal de Paulínia e de Atibaia detiveram. Eles prenderam suspeitos”, explicou.

O tenente explicou que foram dois pontos de confronto com seguranças do shopping por isso existe relato de tiros com espaço de tempo entre as pessoas que estavam no shopping e presenciaram o ataque. Um na saída das Águas e outro no estacionamento.
Play Video

Preso em Paulínia
Em Paulínia a Guarda Municipal deteve um indivíduo após ouvir o relato de uma mulher que foi vítima do suspeito na saída do shopping. A mulher estava no estacionamento do shopping quando foi abordada por dois homens, um deles armado, que a obrigaram a dirigir até Paulínia, onde desembarcaram em um bar no Jardim Amélia. Guardas municipais foram averiguar e encontraram um suspeito o homem de 39 anos -, que apresentava sinais de nervosismo.

Ele estava com a chave de um HB20s no bolso e, por não saber explicar de qual veículo era, foi levado ao plantão do 1º Distrito Policial de Campinas. Lá, os policiais verificaram que a chave que estava com ele abria um dos carros abandonados pelos criminosos. Ele foi autuado em flagrante por roubo e associação criminosa.

“Dois infratores abordaram e foram para a cidade de Paulínia, lá liberaram as vítimas. A GM conseguiu a informação com a testemunha e prendeu um infrator. Com ele havia a chave de um veículo HB20. Levantando as informações e conversando com o detido voltaram ao shopping e localizaram o veículo no local, lá acharam roupas e o veículo está sendo periciado para saber se tem relação com o crime”, explicou o tenente.

A PRISÃO EM ATIBAIA

Em Atibaia, guardas municipais foram acionados para verificar ocorrência de um homem baleado, que foi socorrido à Santa Casa municipal por um casal em Jeep Renegade. Já no hospital, souberam que o homem de 42 anos havia passado por cirurgia, mas morreu.

As pessoas que o acompanhavam, um homem de 29 anos e uma mulher de 25, deram versões conflitantes sobre como o homem havia sido baleado. Em vistoria no carro que estavam, em um compartimento debaixo do banco do passageiro dianteiro, os GCMs encontraram uma pistola suja de sangue. Ambos foram levados à Delegacia de Atibaia, onde foi verificado que o homem morto havia participado do roubo ao centro comercial, em Campinas, e que a dupla também tinha relação com o crime. Ambos foram autuados em flagrante por roubo e associação criminosa e permanecem à disposição da Justiça.

“Em Atibaia, também a Guarda Municipal foi acionada porque na Santa Casa um baleado deu entrada, mas ele morreu no local. A pessoa que levou a pessoa baleada também foi detida. Ele estava com a chave de um outro veículo Ônix, que foi localizado próximo ao Sams Club, na região do Shopping Galleria, em Campinas. Para ir ao hospital ele utilizou um Renegade que também foi apreendida e dentro da Renegade foi localizado uma arma”, afirmou o tenente.

Ainda segundo apurações da polícia, houve a conclusão de que o Ônix estava passando por rodovias da capital até Campinas junto com o HB20. “Os dois veículos seriam de São Paulo e passaram por radares em rodovias e juntos”, afirmou o policial. Ele ainda afirmou que os suspeitos detidos estão com as roupas próximas aos que atuaram na ação do shopping segundo as testemunhas.

Em nota, a SSP informou que os assaltantes chegaram ao centro comercial em, ao menos, três carros – um Jeep Renegade, um HB20s e um Ônix. Eles entraram no shopping e roubaram duas joalherias. Houve troca de tiros com os vigilantes, mas eles conseguiram fugir.

Além do HB20s, um Ônix e o Jeep Renegade foram apreendidos. Os veículos e objetos localizados dentro deles foram encaminhados para exames periciais. Também foi solicitada perícia nas duas joalherias roubadas.

Fonte: https://www.acidadeon.com/campinas/cotidiano/cidades/NOT,0,0,1780153,ataque-a-shopping-em-campinas-tres-sao-presos-e-um-morre.aspx

Continue lendo

Campinas

Diagnósticos positivos e novas mortes por Covid 19 voltam a subir

Publicados

em

Covid 19 – O mês de junho vai chegando ao fim e consolida um aumento expressivo no número de casos positivos de Covid-19 e de novas mortes registradas nas 31 cidades de Campinas em relação aos últimos meses. Dados computados neste domingo (26) apontam alta de 18,18% nos óbitos e 8,64% nos diagnósticos na última semana.

As prefeituras tiveram, juntas, 11.239 moradores infectados e 26 mortes em sete dias. O balanço mostra junho com comportamento semelhante ao primeiro semestre deste ano em relação aos testes positivos, e se aproxima do retrato de abril quanto aos óbitos.

Desde a última segunda-feira (20), somente não houve divulgação de boletins epidemiológicos neste domingo. No total, a região soma 678.125 casos e 13.213 mortes. 

Veja detalhes de cada município na tabela abaixo.

Evolução da Covid 19 na região de Campinas

DataCasosAumentoMortesAumento
14/11416.0812.20111.87334
28/11419.2403.15911.92350
12/12419.71647611.95431
26/12420.54382711.97420
08/01428.1307.58711.98612
16/01442.99614.75212.00418
23/01459.96916.58112.04743
30/01482.58222.61312.164117
06/02506.76424.18212.330166
13/02525.41418.65012.518188
20/02540.58315.16912.677159
27/02551.99811.42412.76992
06/03557.0835.08512.83970
13/03562.9545.87112.89657
20/03586.65823.70412.96064
27/03593.0277.14813.00747
03/04602.5449.51713.03528
10/04606.1463.61213.06430
17/04608.4052.25913.07915
24/04610.3561.95113.09011
01/05614.5654.19913.10010
08/05620.2835.71813.1099
15/05627.7927.50913.1178
22/05632.2384.44613.1236
29/05638.2916.05313.1329
05/06644.9576.66613.1375
12/06656.54111.58413.16528
19/06666.88610.34513.18722
26/06678.12511.23913.21326
Quer saber Notícias de Engenheiro Coelho – Clique aqui

Fonte: Prefeituras

Até 9 de janeiro deste ano, balanços quinzenais sobre as estatísticas da Covid-19, eram divulgados. O período foi reduzido para uma semana em virtude da piora dos indicadores após as festas de fim de ano e a chegada da variante ômicron, o que sobrecarregou a rede de saúde em diversas cidades.

Os dados são atualizados diariamente, e o balanço semanal é publicado aos domingos.

Casos e mortes registrados nesta semana:

  • Segunda-feira (20): 2.501 casos e sete mortes
  • Terça-feira (21): 1.240 casos e mais seis mortes
  • Quarta-feira (22): mais 831 casos e duas mortes
  • Quinta-feira (23): mais 1.150 casos e uma morte
  • Sexta-feira (24): mais 4.883 casos e 10 mortes
  • Sábado (25): mais 634 casos e nenhuma morte
  • Domingo (26): não houve atualizações das prefeituras
Evolução da Covid 19
Evolução da Covid 19
Fonte: G1

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer fica bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Covid19
Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui e habilite seu App gratuitamente para receber os principais conteúdos da Gazeta direto em seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado.

Quer saber Mais sobre Notícias de Engenheiro Coelho e Região? Clique aqui

Continue lendo

Campinas

Tentativa de roubo a loja tem disparos e correria dentro do Shopping Dom Pedro

Publicados

em

Um segurança foi baleado na perna, Parque D. Pedro Shopping afirmou que nenhum cliente se feriu

Uma tentativa de assalto a ao menos uma joalheria dentro do Parque D. Pedro Shopping, em Campinas (SP), deixou duas pessoas feridas e gerou correria na noite deste sábado (25). As vítimas são seguranças do centro de compras e foram hospitalizadas. Não há informações sobre suspeitos presos e sobre o número de criminosos envolvidos.

Perto das 20h, os consumidores que estavam na praça de alimentação disseram ter ouvido ao menos dois disparos de arma de fogo. Houve correria nos corredores e pessoas se abrigaram dentro das lojas. A PM confirmou que recebeu um alarme de pânico vindo do shopping e que ao

Segundo a reportagem no local, crianças caíram durante a movimentação. Em um restaurante, os clientes se abaixaram no momentos dos disparos. Uma das lojas teve o vidro estilhaçado e ficou com a marca de tiro. O shopping Parque D. Pedro é um dos maiores do Brasil.

Correria em loja do Parque D. Pedro Shopping, em Campinas, durante assalto a joalheria

Houve correria na área de alimentação do shopping. Segundo a reportagem no local, crianças caíram durante a movimentação. Em um restaurante, os clientes se abaixaram no momentos dos disparos.

Em nota, o shopping afirmou que os envolvidos fugiram após assalto e nenhum cliente ficou ferido. “O shopping colabora com as investigações e reabrirá amanhã normalmente”.

A Polícia Militar confirmou que recebeu um alarme de pânico vindo do shopping e apura o ocorrido.

Uma funcionária, que preferiu não ser identificada na reportagem, disse que havia uma homem suspeito, e que os seguranças já estavam abordando ele quando houve o disparo.

“Deixei meu carrinho, abandonei o que estava lá. […] O segurança estava segurando ele na doca e os outros seguranças estavam vindo até ele. Quando ele viu mais quatro seguranças, ele empurrou o segurança que estava conversando com ele e escutei só o barulho. Todo mundo parou”, disse a mulher.

As vítimas baleadas são seguranças do shopping. Eles foram socorridos com ferimentos na pern para o Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp. Segundo a unidade, eles passam bem e devem ter alta em breve.

Na joalheria, a câmera de segurança flagrou a funcionária rendida retirando objetyos de valor das gavetas do cofre enquanto um dos ladrões, portando arma longa, aguardava na porta. Os produtos da loja de joias foram colocados em uma sacola.

A Polícia Militar não confirmou se algo chegou a ser levado da loja.

Câmera de segurança de joalheria mostra assalto em shopping de Campinas
Continue lendo
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Últimas Notícias