Conecte-se conosco

Serra Negra

Prefeito de Serra Negra visita Centro Esportivo “Discão”

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

Ele esteve acompanhado do chefe de Gabinete, dos secretários municipais de Serviços e de Esportes e Lazer, e da assessora da pasta

O prefeito de Serra Negra visitou no início desta semana o Centro Esportivo Dr. Mário Pereira dos Santos, conhecido como “Discão”. O intuito da visita foi avaliar as condições do local para a prática esportiva quando o fim da pandemia permitir e ainda estudar a viabilidade de implantar um Mini Centro Integrado de Lazer e Esportes (CILES) para a população, especialmente a que habita a região.

Continue lendo

Serra Negra

Prefeitura de Serra Negra implanta novas ações a servidores no combate à Covid-19

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

A Prefeitura de Serra Negra continua trabalhando para conscientizar e buscar meios que diminuam a possibilidade de contaminação da Covid-19. Nesta semana, algumas alterações foram efetuadas no Centro de Manutenção Belmiro Postali, onde estão lotados os funcionários da Secretaria de Serviços Municipais. Entre elas, para diminuir os riscos, agora há duas máquinas marcadoras dos pontos e demarcações com um metro e meio de distância foram pintadas no piso para facilitar a organização.

O ônibus que transporta os servidores temporários da Frente Popular de Trabalho tem sempre um banco vazio entre dois trabalhadores e, se necessário, faz-se mais de uma viagem para levá-los ao local de trabalho. Na portaria, há um termômetro digital para medir a temperatura dos servidores no momento de chegada para o trabalho.

Vacina Já – Ranking
Boletim do ranking de vacinação emitido pelo site do governo do estado, às 18h, do dia 5 de abril, colocava Serra Negra com 14,3% de sua população vacinada com a 1ª dose, sendo a 118ª colocada no Estado de São Paulo e a mais bem colocada entre as nove cidades do Circuito das Águas Paulista. O boletim é abastecido constantemente com informações e a posição pode variar.

Continue lendo

Serra Negra

Prefeito de Serra Negra cobra reforço no policiamento e reitera pedido de vacinas para agentes de segurança

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

O prefeito de Serra Negra, Elmir Chedid (DEM), participou nesta semana de uma reunião virtual com prefeitos e representantes de municípios da Associação das Prefeituras das Cidades Estância do Estado de São Paulo (Aprecesp) e Associação Paulista dos Municípios (APM), com os secretários estaduais de Desenvolvimento Regional e de Segurança Pública. O chefe do Executivo serrano solicitou que todos os agentes de segurança pública sejam vacinados, sem exceções.

“Precisamos ter mais carinho com a Polícia Militar, a Polícia Civil e o Corpo de Bombeiros. Fiquei feliz com o anúncio do governo de que vai vacinar os agentes de segurança pública. Mas vão vacinar todos?”, questiona.

Elmir também foi enfático em solicitar um reforço do policiamento no município, em especial para conter a presença de motos que causam aglomerações. “Os motoqueiros de São Paulo e grandes centros visitam nossa região aos finais de semana, com motos de R$80, R$100 e R$120 mil. São promotores, desembargadores, advogados e grande empresários que não querem respeitar o distanciamento e a legislação do município. Poderia ter o águia (helicóptero da PM), bloqueios para que as motos apenas passem e não parem no município e a Guarda Civil Municipal não receba carteirada inclusive de agentes do governo, o que é muito triste”, explica.

O prefeito também solicitou que sejam liberados os recursos de 2020 do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos (DADETUR), que estão represados.

Continue lendo

Serra Negra

Em Serra Negra, PL de vereadora garante benefício para mulheres que tenham sido vítimas de violência doméstica

Paula Partyka

Publicados

em

A prioridade fica condicionada à comprovação da condição de vulnerabilidade prevista

Em Serra Negra, a vereadora Barbara da Saúde (DEM) observou a necessidade de desenvolver mecanismos para que mulheres, em especial as que se encontram em vulnerabilidade, alcancem uma maior autonomia social e econômica. Por isso, apresentou na Câmara de Vereadores do município um projeto que garante a prioridade de encaminhamento à vaga de emprego constante no cadastro do Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) e de cursos profissionalizantes ministrados pelo órgão municipal competente às mulheres que tenham sido vítimas de violência doméstica.

O Projeto já foi discutido, para que tivesse um formado sólido, de forma a garantir o sigilo da identidade e dados dessas mulheres, foi votado e aprovado por unanimidade. “Nosso município ultrapassa a quantidade de eleitoras, na verdade são 52% de eleitoras femininas e temos pouca representatividade. Nós temos que mudar isso. Agora a força, representação e mudança começa no nosso quintal”, diz.

A vereadora considera absurdo o fato de, apenas após 500 anos de descobrimento do Brasil a mulher teve o direito de votar e, com base nisso, esse é o primeiro de muitos projetos que virão com o intuito de contemplar à todas, ainda que seja para fazer valer e projetos, programas e leis que já as contemplem. “Eu acredito na força da mulher, na garra, na sensibilidade, na agilidade, no foco, na determinação”, frisa.

Antes mesmo da política, a Barbara conta que participou de várias reuniões, inclusive com o DEM mulheres, onde hoje mantém um grupo onde se pode conversar, expor ideias, discussões e direitos e agora com a possibilidade maior ainda de poder aumentar a representatividade feminina. “Eu sempre prezei pela saúde mental e física das mulheres, inclusive com planejamento. Enquanto secretária nós realizamos o primeiro congresso de saúde da mulher aqui no município, realmente para levantar a bandeira da voz, dos direitos e da prevenção à violência, do feminicídio”, diz.

A vereadora ressalta ainda a importância de enxergar o cenário em contexto geral, onde as mulheres alcançaram muitos direitos e vêm lutando veemente para a conquista de equidade. “É notório de que precisamos alertar as autoridades e fazer entender que a questão não é pregar por igualdade e sim, trabalhar a igualdade, receber em igualdade e para avançarmos na busca por igualdades. O primeiro passo é combater a violência contra a mulher”, afirma. “Acredito que temos que reconstruir a imagem tão histórica da mulher e mostrar que isso tudo está muito mais ligado a construções sociais do que a natureza feminina em si, o fato é que nossa busca é de equidade, a mulher na maior parte das vezes tem jornada tripla e até quádrupla de trabalho, o que deixa mais evidente sua força, determinação e do quanto precisamos de mais voz, não se pode levar em conta o gênero e sim a capacidade, as escolhas, liderança e o esforço pessoal”, justifica.

A parlamentar ainda alerta que neste período pandêmico, não só em Serra Negra, mas em todo País , as mulheres vem sendo esquecidas nesse sentido. “O índice de desemprego tem aumentado significativamente no público feminino e o aumento dos feminícidios também”.

Continue lendo

Últimas Notícias