Conecte-se conosco

Cultura

Osmaldo Carneiro e o busto para Pe. Gomes

Tomaz de Aquino

Publicados

em

Neste artigo colocamos parte do texto idealizado pelo respeitável cidadão e que, a seu pedido, foi reescrito e ele reapresentou-o aos Poderes Públicos Municipais.

“Como cidadão octogenário que acompanhou a vida e o progresso de Jaguariúna onde constituí família, cumpre-me em nome de justa causa, vir a esta Casa de Leis solicitar aos vereadores que reivindiquem junto ao Executivo local a seguinte homenagem. Padre Antônio Joaquim Gomes zelou durante 56 anos pela vida da Igreja e da população desta cidade, de 1947 a 2003. Naquela época era um pobre distrito pertencente a Mogi-Mirim. Seu zelo apostólico pela salvação das almas e a assistência social aos pequeninos caracterizaram sua presença entre nós. Inúmeras obras testemunham suas realizações e somos testemunhas da formação cristã que dispensou às nossas famílias, por várias gerações. Sua vida e realizações documentaram seu vigor apostólico e caridade cristã. Foi realizador constante do Natal dos pobres, construiu o Salão Paroquial e Cine-Teatro com muitas salas de aula e de reunião e muitos cursos: formação cristã, catequese, pastorais, corte e costura, datilografia nos anos 60 a 80; informática nas últimas décadas, empréstimo de salas para as escolas públicas e para particulares ministrarem cursos. Adquiriu o campo do Padre para as Associações religiosas praticarem Esportes onde fez edificar a Creche Santo Antônio. Construiu o Asilo. Aos poucos foi cedendo a Casa Paroquial para as obras de Assistência Social “Nossa Senhora da Assumpção”: Dispensário, serviços médicos, de enfermagem, odontológicos e de advogado para atender os pobrezinhos da Vila e do novo município. Seu sonho era construir um hospital, para tanto reservou uma quadra de terra, mandou fazer a planta e em solenidade religiosa implantou a pedra fundamental do mesmo em 1960. Foi um sonho transformado, posteriormente, na construção da Igreja Matriz Nova em 1994. Por estas coisas de que me lembro, neste momento, e por muito mais feito em benefício de nossa comunidade, Ele é merecedor desta homenagem que venho reivindicar a esta Câmara Municipal. Senhores Vereadores, sendo legítimos representantes da aspiração popular, sabem que há razões de sobeja para que eu volte bater à sua porta, em meu nome, em nome da Associação Amigos do Padre Gomes, em nome da comunidade. O exato ponto onde ficava a Casa Paroquial que testemunhou sua vida religiosa, sua fé e suas obras, qual monge franciscano benemérito e da pobreza, deve lembrar ao Município a sua exemplar história de doação a Deus e ao próximo. Esperando, desta vez, o acolhimento desta solicitação ,muito agradeço o significativo empenho dos nobres edis”. Datada de 15 de outubro de 2010 seguiu a reivindicação para os Poderes Públicos e foi atendida. Houve o descerramento do busto do pároco no dia 27 de julho de 2011, diante da Casa da Memória Padre Gomes, após cerimônia religiosa na Matriz Centenária., no 8º ano de sua Ressurreição. Com a aquiescência e autorização do Prefeito Gustavo Reis, a Secretária de Turismo e Cultura: Maria das Graças Hansen Albaran encomendou a confecção de artístico busto. Estiveram presentes estas autoridades civis e religiosas. Dentre estas S. Ex.ª Reverendíssima D. Gilberto Pereira Lopes, Arcebispo Emérito de Campinas, Revmo. Monsenhor Gilberto Edson Schneider, pároco local, Pe. Carlos Roberto Panassolo, Irmã Jesuína e Calvarianas e grande número de fiéis. O saudoso Cidadão Osmaldo Carneiro, autor da reivindicação, veio também descerrar o busto, justíssima homenagem.

Continue lendo

Cultura

Quem foi padre Guilherme Bruckhauser? O padre do sino e do relógio

Tomaz de Aquino

Publicados

em

Foi pároco titular da Paróquia Santa Maria de Jaguari de 02/10/1921 a 10/07/1938. Neste período com sua bondade, simplicidade , dedicação à Igreja, Ele amou, serviu, evangelizou e sondou os anseios do seu rebanho. Pois seu povo aspirava a um relógio na torre da Matriz. Coube ao padre a empreitada de administrar uma campanha beneficente. Tal movimento teve seu início em 1931. As associações religiosas realizavam quermesses beneficentes, moços saiam com listas angariando donativos, organizavam bailes. Nestas noites, o sacerdote realizava a cerimônia noturna diária mais cedo, segundo ouvimos de nossos pais e fiéis da Paróquia de Santa Maria. Antecipava-se a “Reza” que consistia na recitação do Rosário, cântico da Ladainha de N. Senhora em latim, Piedosas Orações, Exposição do SSmo Sacramento, Bênção Eucarística. Assim haveria tempo para a quermesse e, em noite especial o baile. Houve um evento beneficente muito concorrido, chamado “Baile do Relógio”. Segundo documenta “A Comarca” de 03/03/ 1935 de Mogi-Mirim ,quando se conseguiu a quantia necessária para tal aquisição, Pe. Guilherme foi comprá-lo em São Paulo. Voltou trazendo o recibo de metade do pagamento em adiantamento. Veio um técnico instalá-lo. Havia necessidade de um sino. O agricultor Dante Panini doou-o. A tradição oral conta dos andaimes altos e fortes montados com troncos e varas de eucalipto, para subir o sino de bronze de 185 kg até a torre. Desde então o sino acoplado ao relógio mecânico começou a anunciar as horas a este povo. Estas bênçãos permanecem! São patrimônio cultural material e imaterial do Velho Jaguary. A Comarca de Mogi-Mirim tinha, neste distrito de Paz, seu correspondente que, semanalmente, procurava enviar as notícias para a sede do município. Assim eram publicados constantemente os acontecimentos e realizações da Igreja e da Vila que se tornaram importante fonte para conhecimento de nossa história. Pe. Guilherme evangelizou incansavelmente através do calendário litúrgico da Igreja em todas as suas comemorações. São pródigos os registros na imprensa escrita das grandiosas Semanas Santas, Procissões, festas comemorativas a São Sebastião com banda de música e leilões beneficentes, São Benedito, Sant’Ana, festividades de Nossa Senhora com dedicação sacerdotal plena conduzindo sempre os fiéis a Jesus Cristo, Divino Salvador. Em 1938, Ele voltou para o seio de sua família em Rio Claro (SP), urgentemente, por motivo de grave enfermidade. Faleceu dois dias depois, em 12 de julho, conforme noticiou “A Comarca” de 17/07/1938. A paróquia e o povo de Jaguary que lhe queriam muito bem, prantearam consternados sua partida. Ele granjeara a estima e a consideração do povo jaguaryense.

Continue lendo

Cultura

30 anos de história

João Rodrigues

Publicados

em

Neste dia 01 de julho de 2021 completa-se mais um ano da rica história de liderança de uma das grandes empresas genuinamente jaguariunense, a JRS Computação. Uma empresa de software que nasceu na Rua Cel Amâncio Bueno, 695, centro, em um quarto de uma família de 8 irmãos, com um micro xt, (na época nem se tinha o tal HD-hard-disk), os dados eram acionados e armazenados através de disquetes flexíveis de 5 1/4 onde cabiam incríveis 256 kb, se olhava numa tela verde, com estes equipamentos começava em Jaguariúna o desenvolvimento de programas de computador que hoje são levados a diversas partes do mundo.

De uma ideia simples que era a de que um dia se conseguiria num simples ckick ver seus dados administrativos e poder tomar suas decisões em uma única tela, uma visão futurística e de longo prazo, que nos dias de hoje isto se concretizou com os tais dashboards, com as telas de touch, com o poder da fala ser transformado em um comando ao computador, a chegada da Internet, dos equipamentos móveis, tudo isto ocorreu nestes 30 anos, mas a visão que o líder teve em 1991, onde poucos tinham conhecimento do que era este tal de computador, fez com quem muitos começassem a acreditar que poderia ser possível trafegar dados e imagens de um lugar a outro por um fio.

Em 1994 devido a luta deste líder visionário chegou-se ao primeiro link de internet no município, ainda de forma tímida, com poucos kb de transmissão, mas com a chegada do famoso na época SPEED, possibilitaria primeiro as empresas, e tempos depois as menores além das residências terem um link de internet com mais capacidade, saindo dos ruídos dos modens, para uma conexão de banda larga.

Toda esta jornada de crescimento veio com a melhoria dos computadores, e com a chegada dos primeiros notebooks, o que permitiria com que o computador te acompanhasse por onde você fosse, fazendo com que todos pudessem ter seus escritórios móveis.

Começaram a surgir a privatização da telefonia, onde os primeiros “tijolões” começavam a nos deixar livres e desplugados de fios e de um aparelho fixo, e hoje temos os smartphones com uma capacidade de armazenamento e de processamento fantástica.

O advento da Computação em Nuvem, fez com que os computadores pudessem ser compartilhados, gerando com isto um ganho de escalava inimaginável e um aumento absurdo de dados armazenados em diversos computadores ao redor do mundo.

Porém o grande acontecimento nestes 30 anos foi o entendimento do Segredo de Sucesso de toda empresa, que são as pessoas que estão na mesma, e o quanto é importante ter MISSÃO, VISÃO, VALORES e um PROPÓSITO claro e simples, junto a toda equipe interna e aos parceiros externos, pois é através disto que todos se autoalimentam, é o sangue que todo dia é jorrado na veia de todos e que os nutre em busca do Sucesso Pessoal e Profissional, fazendo com que todos remem para a mesma direção, numa só meta e com um objetivo bem definido de como será esta jornada.

Ao líder cabe despertar em cada um, este seu propósito de vida, ajustá-lo a este novo conhecimento adquirido, o de atender a necessidade do cliente e com isto gerar uma venda recorrente e duradoura, um ciclo de prosperidade muito forte que mantém toda a organização.

Com Conhecimento, Habilidade e Atitude em consonância com o que se deseja e tendo uma metodologia onde possa-se extrair parâmetros e indicadores que permitam obter índices de elevada performance e satisfação, através da aplicação da consagrada metodologia da FNQ -Fundação Nacional de Qualidade,

Um orgulho muito grande ao líder, ver seus liderados após tantos anos trilhando o caminho do Sucesso e da Excelência profissional, pautadas em Valores Éticos em suas relações pessoais e profissionais, fortalecidos do espirito da união e da família, para levar por muitos e muitos anos estes valores: SERIEDADE E HONESTIDADE NAQUILO QUE FAZ, fazendo desta empresa um exemplo a ser seguido, por quem gosta de uma Governança e de uma gestão de resultados.

Continue lendo

Cultura

Enem 2021: dicas para alcançar nota 1000 na redação

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

Um bom resultado no exame do ENEM depende muito de entregar um bom texto e para isso é preciso estar atento as exigências cobradas na prova

As inscrições para o ENEM 2021 estão abertas e podem ser realizadas até o próximo dia 14 de julho. As provas estão marcadas para os dias 21 e 28 de novembro nas versões impressa e digital. Quem vai prestar o exame esse ano e já iniciou a preparação, sabe que alcançar uma boa nota na redação é essencial, e para conseguir uma boa avaliação é indispensável estruturar o texto da maneira adequada, seguindo todas as regras especificadas pelo manual de redação do Enem.

Pensando nisso, a equipe de profissionais da startup Kultivi, plataforma online que oferece um curso preparatório para o ENEM integralmente gratuito, elencou algumas dicas fundamentais para construir uma dissertação clara e bem escrita, dentro das competências que serão consideras pelos avaliadores. Confira:

Estrutura do texto: o Enem exige que o estudante produza de uma dissertação argumentativa, ou seja, é preciso defender um ponto de vista, apresentando fatos, argumentos e questionamentos sobre o tema indicado de forma organizada. O ideal é ler os textos base, elencar ideias e construir um raciocínio logico, gerando reflexão e abordando as motivações que justificam a opinião exposta no texto e acompanhando a seguinte estrutura: introdução, desenvolvimento e conclusão. “Lembrando que o Enem exige uma proposta que respeite os direitos humanos. Sendo assim, é imprescindível argumentar respeitando essa diretriz, em caso contrário a nota da redação será zero”, comenta Bárbara da Silva, professora de redação da Kultivi.

Introdução: é na introdução que o autor do texto apresenta as questões que serão debatidas a seguir, é onde o tema da redação é contextualizado mostrando a importância da discussão. Essas informações devem estar presentes no primeiro parágrafo. “A dica aqui é ser criativo e instigar a curiosidade do leitor para que ele se envolva com a temática e queira prosseguir com a leitura. Uma boa maneira para isso é relacionar espontaneamente o tema com algum aspecto social e com a relevância disso na vida das pessoas, já apresentando a linha de raciocínio que será desenvolvida”, destaca a professora.

Desenvolvimento: os parágrafos devem estar interligados para que não haja desconexão de ideias. Ainda assim é preciso que ele seja claro e objetivo o suficiente para fazer sentido se lido separadamente dos outros. Para isso, a retomada de ideias é uma boa alternativa no desenvolvimento, que também é importante para não “fugir” do tema durante a argumentação. “É nesse parágrafo que as razões e motivações devem ser listados de forma mais intensa, explorando os fatos para justificar a posição do autor. Se a proposta apresentar mais de um aspecto para a discussão o ideal é dividir em parágrafos diferentes para que o tema não seja abordado de forma superficial e a leitura se torne confusa”, explica a especialista.

Conclusão: aqui o estudante deve finalizar o texto de maneira clara, simples e coerente, retomando informações expostas na introdução e no desenvolvimento e apresentando a proposta de intervenção se atentando a progressão textual, ou seja a divisão equilibrada entre as estruturas de introdução e desenvolvimento até chegar ao encerramento da ideia.

Para completar, é fundamental que o estudante tenha conhecimento não só da estrutura da dissertação, mas também sobre os tópicos que serão avaliados no texto. As competências exigidas na avaliação do Enem são as seguintes: Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa, considerando o novo acordo ortográfico; Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo; Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista e demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. “Por fim, a dica é ler os textos motivadores para ter certeza de que seguiu o tema e passar o rascunho a limpo prestando atenção nas conjunções, pontuação, erros ortográficos, repetição, concordância e, principalmente, na coesão e coerência entre as partes do texto e o tema”, completa Bárbara da Silva.

Continue lendo
Propaganda

Categorias

Propaganda

Últimas Notícias