Conecte-se conosco

São Paulo

Mesmo com melhoria da qualidade da água em alguns trechos, mancha de poluição no rio Tietê quase dobra em dois anos

Publicados

em

Estudo da Fundação SOS Mata Atlântica avaliou 576 quilômetros do rio entre setembro de 2022 e agosto de 2023

A mancha de poluição no rio Tietê segue crescendo. A análise realizada pela Fundação SOS Mata Atlântica com o apoio de voluntários revela que a água de qualidade imprópria para usos múltiplos se estende hoje por 160 quilômetros. Trata-se de um aumento de 31% em relação a 2022, quando a mancha atingiu 122 quilômetros, chegando perto de dobrar na comparação com 2021 (85 km).

Por outro lado, a proporção de água de boa qualidade voltou a subir: de 60 quilômetros no ano passado, chegou a 119 na atual medição, quase se igualando ao mensurado em 2021 (124 km). A maior parte do trecho monitorado se mantém em condição regular (293 km), sinalizando uma situação geral estável.

Os dados são do relatório Observando o Tietê 2023, divulgado pela Fundação SOS Mata Atlântica nesta terça-feira, com patrocínio da Ypê. O lançamento ocorre na semana do Dia do Rio Tietê, celebrado no dia 22. Como o envolvimento de 41 grupos de voluntários em 28 municípios, incluindo 18 pontos na capital paulista, a avaliação abrange 16 indicadores, seguindo o Índice de Qualidade da Água (IQA). O estudo faz parte do projeto Observando os Rios, instrumento de educação ambiental, ciência cidadã, fomento à cidadania e governança em prol de água limpa para todos.

LEIA TAMBÉM:

Gustavo Veronesi, coordenador do Observando os Rios, explica que, embora pequenas melhorias venham sendo notadas na água do Tietê desde 2016, o aumento da mancha de poluição é um sinal de alerta. Além disso, a variação da qualidade ao longo do rio indica que, mesmo com a realização de diversos projetos estruturais de saneamento, a água ainda é afetada por condições locais, como esgoto, gestão de reservatórios ou atividades agropecuárias.

“Isso reforça a necessidade de planos integrados para toda a bacia do rio Tietê, considerando os aspectos climáticos, do saneamento ambiental nas cidades e do uso da terra nas áreas rurais, visando a conservação da quantidade e da qualidade da água e seus múltiplos usos ao longo de toda a sua extensão. É preciso mais empenho e investimentos para que, de fato, a universalização do tratamento de esgoto seja atingida em 2033, como prevê a lei, ou em 2029, como se comprometeu o atual governo do estado de São Paulo”, afirma o coordenador.

Quase 600 quilômetros monitorados
Maior rio paulista, com 1.100 quilômetros da nascente à foz, o Tietê corta o estado de leste a oeste, atravessando outras áreas urbanas e municípios de importante produção agropecuária. É dividido em seis unidades de gerenciamento de recursos hídricos (UGRHs), também chamadas de bacias hidrográficas.

O monitoramento foi realizado ao longo de 576 quilômetros, em 59 pontos de coleta distribuídos por 34 rios das bacias hidrográficas do Alto Tietê (AT), Sorocaba/Médio Tietê (SMT) e Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ), que abrangem 102 municípios das regiões metropolitanas de São Paulo, Campinas e Sorocaba. Isso representa 50% da bacia de drenagem do rio Tietê.

No trecho, a água é de boa qualidade em 61 quilômetros, da nascente até Mogi das Cruzes, e em outros 58 quilômetros perto do reservatório de Barra Bonita. Os 293 quilômetros de água regular estão divididos em quatro trechos nas bacias do Alto e Médio Tietê, enquanto os 160 quilômetros com água imprópria devido à poluição (127 km com qualidade ruim e 33 km, péssima) vão da nascente até Barra Bonita, na hidrovia Tietê-Paraná. Não foi observada água de qualidade ótima, algo que se repete desde 2010.

Porção mais abundante no Tietê, a água de qualidade regular, embora permita diversos usos, demanda atenção especial dos gestores públicos e da sociedade, pois é bastante suscetível às condições climáticas e às variações de vazões dos rios. O índice de água boa no rio Tietê é, portanto, fundamental para promover no estado de São Paulo a segurança hídrica e usos múltiplos da água – como abastecimento público, irrigação, produção de alimentos, pesca, atividades de lazer, turismo, navegação e geração de energia, além da manutenção dos ecossistemas e resgate da cultura nos municípios ribeirinhos, que têm sua história e seu desenvolvimento associados ao rio.

Veronesi ressalta que resultados que indicam melhorias, como os obtidos em trechos do Tietê e em outros rios poluídos, comprovam que é possível recuperar a qualidade da água com programas de saneamento ambiental executados por meio de projetos de Estado e com envolvimento da população. “Despoluir rios precisa ser uma prioridade dos atuais e futuros governantes por meio de políticas públicas que perpassem administrações. Assim como bebemos água todos os dias, é necessário buscarmos diariamente a despoluição e recuperação dos rios”, completa.

O relatório completo do Observando o Tietê 2023 pode ser acessado no site da Fundação SOS Mata Atlântica.

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer ficar bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Deputa Federal Renata Abreu Visita Engenheiro Coelho
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

São Paulo

Projeto Música na Villa traz Del’Arco Orquestra a Barueri

Publicados

em

Concerto no dia 06 de junho, no Teatro Barueri Praça das Artes, tem repertório diversificado, passado por composições de Villa Lobos a Tom Jobim

O Música na Villa foi idealizado para levar o conhecimento da música instrumental à população, fomentando a cultura, contribuindo com sua formação cultural. Além de promover o acesso à cultura, o projeto se coloca como um desenvolvedor do senso crítico, aguçando o interesse da população pela música instrumental e erudita, ainda tão pouco fomentada pelo grande público do país.

Uma oportunidade de contato com essa arte que desempenha papel crucial na sociedade é o Projeto Música na Villa que traz a Barueri (SP) a Del’Arco Orquestra para apresentação no dia 6 de junho, às 20h, no Teatro Barueri Praça das Artes. O evento é gratuito e acessível a PCD.

O concerto, com repertório diversificado que abrange os clássicos e peças contemporâneas, passado por composições de Villa Lobos a Tom Jobim, é uma realização do Ministério da Cultura, através da Lei de Incentivo à Cultura, com patrocínio da Klüber Lubrication, produção de AH7 Gestão Cultural em parceria com Villa7 Cultura e apoio de Del’Arco Orquestra, Secretaria de Cultura e Turismo Barueri, Praça das Artes e Full House Produções Culturais.

LEIA TAMBÉM:

Com o objetivo de ampliar o repertório musical do grande público brasileiro, Música na Villa vai promover uma série de concertos gratuitos com diferentes artistas pelo interior de São Paulo. Apresentado pelo Ministério da Cultura e viabilizado pela Lei de Incentivo à Cultura, com patrocínio da empresa Klüber Lubrication e produzido pela AH7 Gestão Cultural em parceria com a Villa 7 Produções Culturais e apoio da Full House Produções Culturais. Acompanhe a programação: www.musicanavilla.com.br

Sobre a Klüber: A Klüber Lubrication, empresa de origem alemã, presente em mais de 60 países, fornece soluções em lubrificação para assegurar o perfeito funcionamento e a preservação de elementos mecânicos de equipamentos para atividades industriais, como correntes, engrenagens, barramentos, contatos elétricos, rolamentos, válvulas, sistemas pneumáticos e hidráulicos. A empresa fornece graxas e óleos (sintéticos e minerais) para uma ampla gama de indústrias: automotiva, rolamentos, têxtil, siderúrgica, madeira, papel, bioenergia, energia eólica, alimentícia, fabricantes de equipamentos, mineração e cimento. Presente no Brasil há mais de 50 anos, onde lidera o mercado em que atua, a empresa possui unidade fabril em Alphaville (Barueri, SP) e centros de serviços em diversas regiões; na América do Sul, está presente também na Argentina e no Chile. Seu sistema de gerenciamento de qualidade e meio ambiente é certificado pelas normas ISO 21469, ISO 14001, IATF 16949, ISO 9001, OHSAS 18001, Kosher e Halal.

Del’Arte Orquestra: Criada em 2013, vem provando ser um ponto de referência no cenário musical, cativando e emocionando plateias com uma performance excepcional de música clássica. Sob a direção artística de Hudson Gorzoni, a orquestra mergulha os espectadores em um mundo de harmonia e beleza.

Conhecida por sua excelência musical e paixão pela arte, apresenta um repertório diversificado que abrange desde os clássicos mais amados até peças contemporâneas, demonstrando sua versatilidade e habilidade técnica. Cada nota ressoa com precisão e emoção, transportando o público para uma jornada única através das complexidades da música clássica.

A sinergia entre os músicos é evidente, refletindo anos de prática e dedicação à sua arte. A precisão técnica e a excelência de seus músicos, combinada com a expressividade emocional resulta em performances que tocam os corações dos presentes.

Sobre a Villa7 Cultura: Com experiência de uma década no desenvolvimento de projetos culturais, a Villa 7 Cultura cria projetos assertivos, direcionados e personalizados para empresas que desejam promover a sinergia entre sua missão, visão e valores com as necessidades (reais) da comunidade que os recebe. A partir do comprometimento necessário para condução dos projetos de maneira ágil e singular com transparência e boa utilização dos recursos, a Villa 7 estreita laços com ONGs, instituições e artistas, trabalhando árdua e intensivamente para levar o melhor conteúdo para plateias mais do que especiais.

Sobre a AH7 Gestão Cultural: A AH7 Gestão Cultural atua para democratizar o acesso à arte e cultura para cocriar o futuro desejável para todos. Nascida em 2014, a AH7 tem a responsabilidade de gerir aquilo que é subjetivo, impalpável e simbólico de forma objetiva e organizada, sem riscos de interferência no processo criativo, sintonizando ideias e potencializando os resultados das ações pleiteadas.

Sobre a Full House Produções Culturais: Fundada em 2020 com o propósito de tornar a cultura acessível a todos, a Full House Produções Culturais tem sido uma fonte de apoio para uma ampla gama de projetos culturais por meio de parcerias estratégicas. Nosso objetivo é promover a cultura de forma inclusiva, utilizando a criatividade como um elemento chave para a expansão do conhecimento e da apreciação cultural. Junte-se a nós nesta jornada rumo a um mundo mais rico em diversidade cultural e inclusão. Seja cultura! Seja inclusivo! Seja Full House!

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer ficar bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Deputa Federal Renata Abreu Visita Engenheiro Coelho
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Continue lendo

São Paulo

Ouro, prata e bronze: 19,9 mil estudantes da região Campinas são medalhistas da primeira edição da Olimpíada de Matemática de SP

Publicados

em

Lista de vencedores da Omasp foi anunciada nesta sexta-feira, 17; mais de 127 mil alunos dos anos finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio foram premiados em todo Estado

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP) divulgou nesta sexta-feira, 17, a lista final de estudantes medalhistas da primeira edição da Olimpíada de Matemática das Escolas Estaduais de São Paulo, a Omasp. Mais de 127 mil estudantes do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e das três séries do Ensino Médio em todo Estado garantiram a premiação.

Na região de Campinas são 19,9 mil medalhistas, sendo 2.454 com medalhas de ouro, 5.576 de prata e 11,8 mil de bronze.

Cada escola tem acesso à lista de alunos medalhistas. Entre junho e julho, cada uma das 91 diretorias regionais de ensino organizará a premiação em espaços destinados a centenas ou milhares de alunos.

LEIA TAMBÉM:

O objetivo da competição organizada pela Seduc-SP é identificar estudantes de matemática que são destaques em todas as regiões do estado e torná-los referência de sucesso no ensino-aprendizagem em suas comunidades.

Por isso, de acordo com as regras da Omasp, todas as 644 cidades de São Paulo com unidades da rede pública estadual têm ao menos um medalhista. Entre as escolas, das 4.225 unidades que participaram da primeira Prova Paulista do ano, a avaliação bimestral da Seduc-SP, apenas 29 em toda a rede não contam com alunos premiados.

Além dos eventos para a entrega de medalhas, para o segundo semestre, está prevista a terceira e última etapa da Omasp, com aprofundamento do ensino de matemática e preparação para a OBM (Olimpíada Brasileira de Matemática), iniciativas voltadas aos medalhistas de ouro.

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer ficar bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Deputa Federal Renata Abreu Visita Engenheiro Coelho
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Continue lendo

São Paulo

Corteva Agriscience inaugura novo laboratório para atender a agricultura do Brasil e da América Latina

Publicados

em

A Corteva Agriscience inaugura nesta quarta-feira, 15, às 10h, um novo laboratório em seu Centro de Pesquisa e Desenvolvimento Integrado de Campo para Proteção de Cultivo e Biotecnologia, em Mogi Mirim. A unidade fica localizada na Rodovia Engenheiro João Tosello, 71, e este novo laboratório vai realizar pesquisas nas áreas de biotecnologia (sementes), proteção de cultivos e biológicos e atender às necessidades dos agricultores do Brasil e América Latina. 

Serviço:
Inauguração novo laboratório Centro de Pesquisa Corteva em Mogi Mirim
Data: 
quarta-feira, 15
Horário: 10h
Local: Unidade da Corteva Agriscience em Mogi Mirim
Endereço: Rodovia Engenheiro João Tosello, 71 – Mogi Mirim

Sobre o Centro de Pesquisa Mogi Mirim
O Centro de Pesquisa da Corteva Agriscience, é um dos 10 espaços de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), da empresa no Brasil. Os centros são dedicados à P&D de novos produtos para atender às necessidades locais dos agricultores em sementes e biotecnologias, além de soluções em proteção de cultivos para diversas culturas, incluindo biológicos. O novo lab é multidisciplinar, o que quer dizer que está preparado para atender pesquisas nas áreas de biotecnologia (sementes), proteção de cultivo e biológicos, para demandas da agricultura brasileira e de outros países da América Latina. Toda a estrutura é para a Corteva oferecer soluções inovadoras para que os produtores possam maximizar sua produtividade e rentabilidade, com foco no futuro sustentável do agronegócio.

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer ficar bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Deputa Federal Renata Abreu Visita Engenheiro Coelho
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Continue lendo
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Últimas Notícias