Conecte-se conosco

Brasil

Meu Méqui: McDonald’s lança seu programa de fidelidade para retribuir o amor de seus consumidores

Publicados

em

Clientes terão uma experiência digital cada vez mais personalizada, além de poderem resgatar produtos que vão desde uma casquinha até sanduíches e combos

Já pensou em pedir Méqui e ganhar mais Méqui? Para retribuir o amor dos seus clientes mais fiéis, o McDonald’s está lançando o Meu Méqui, programa de fidelidade que vai permitir que consumidores de todo o país acumulem pontos e troquem por seus produtos favoritos em todos os restaurantes da rede.

LEIA TAMBÉM:

Aprofundando cada vez mais sua atuação no ambiente digital, que já é responsável por 61% das vendas totais no Brasil, a marca disponibiliza a novidade no app do Méqui, já presente no dia a dia e nos celulares de milhões de clientes no país. “O Méqui faz parte da vida das pessoas e por isso queremos retribuir o amor daqueles que sempre estiveram com a gente. Somos o primeiro país da América Latina a receber o Meu Méqui, que é mais do que um programa de fidelidade, é uma nova modalidade de negócios que vai beneficiar e customizar ainda mais a experiência digital do consumidor no McDonald’s”, explica Sérgio Eleutério, diretor de Marketing do McDonald’s no Brasil.

Como participar

Para ter acesso ao programa o consumidor deve:

  1. Baixar o app do Méqui;
  2. Fazer o cadastro com os dados requisitados;
  3. Pronto, agora é só passar no Méqui, acumular pontos e resgatar prêmios.

Após o registro no programa, as compras nos canais de vendas físicos ou digitais do McDonald’s, seja no app – pelo delivery próprio ou o Peça e Retire -, ou indo ao restaurante e se identificando com o código QR pelo Drive Thru, totem de autoatendimento ou no balcão dos restaurantes, são convertidas em pontos: cada R$ 1 se torna 100 pontos. Os prêmios variam de acordo com a quantidade de pontos acumulados, que duram por seis meses, e o resgate deve ser feito pelo aplicativo via delivery próprio ou Peça e Retire. Saiba tudo sobre o programa aqui.

Para o lançamento do programa e querendo retribuir toda a fidelidade dos consumidores até aqui, logo na primeira compra após o cadastro no Meu Méqui o Méqui vai dar, além dos pontos da compra, mais 6.000 pontos, possibilitando a todos os usuários já uma primeira troca para conhecerem a experiência.

Veja os valores e produtos disponíveis:

  • 6.000 pontos: 1 casquinha, 1 café premium 100mL ou 1 pão de queijo
  • 12.000 pontos: 1 McColosso Chocolate, 1 Cheeseburger ou 1 McFritas pequena
  • 20.000 pontos: 1 Sundae, 1 McChicken ou 1 McFritas média
  • 30.000 pontos:  1 McShake 400mL, 1 Duplo Burger com Queijo ou 1 McFritas Grande
  • 40.000 pontos: 1 Mcflurry Ovomaltine, 1 sanduíche clássico (Big Mac, Cheddar McMelt ou Quarteirão) ou 1 Chicken McNuggets com 10 unidades e molho
  • 50.000 pontos: 1 Big Tasty, 1 McLanche Feliz ou 1 McOferta Core (Big Mac, Cheddar McMelt, Quarteirão ou McChicken)

É Méqui e ponto
Para este lançamento, a campanha criada e desenvolvida pela GALERIA. ag conta com filme para TV aberta e fechada, de 30”, 15” e 6”, produzido pela Tropical e LOUD+. Apostando em uma abordagem lúdica e divertida, os filmes apresentam pessoas apaixonadas por Méqui descobrindo que essa fidelidade toda pela marca pode se transformar em mais Méqui. Na narrativa, os personagens começam a usar o celular como se fosse uma varinha mágica. A mágica toma conta do restaurante, da galera em casa e até atinge personagens da TV. Assista o filme aqui. A campanha também aposta em pílulas digitais didáticas e um squad de influenciadores que produzirá conteúdo para explicar as funcionalidades do programa.

“A campanha mostra de um jeito divertido que é muito fácil acumular pontos e participar. A ideia é mostrar que todo mundo pode transformar seu Méqui em mais Méqui. E esse benefício está bem ali na mão delas, no celular”, comenta Guzera, Diretor de Criação da GALERIA. ag.

Integrando a estratégia digital, a campanha apresentará no YouTube, TikTok e Instagram o game show ‘Quanto mais Méqui, mais Méqui’. Com influenciadores divididos nas equipes, a competição terá o melhor estilo clássico dos programas competitivos de auditório e os criadores de conteúdo terão como objetivo ensinar formas, truques e estratégias para que os consumidores ganhem mais pontos no Meu Méqui, representando situações da vida real. A websérie conta com cinco episódios e poderá ser conferida nos perfis oficiais da marca nas redes sociais.

A campanha 360° ainda inclui desdobramentos em OOH, além de inserções em rádios, Spotify e mídias sociais e digitais durante o mês de novembro.

Para acompanhar todas as novidades do McDonald’s, acesse o site.

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer ficar bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Deputa Federal Renata Abreu Visita Engenheiro Coelho
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Brasil

Lula sanciona, com veto, projeto que proíbe saidinha de presos

Publicados

em

Presidente manteve visita de preso do semiaberto a parentes

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou, com veto, nesta quinta-feira, 11, o projeto de lei (PL) que acaba com as saídas temporárias de presos em feriados e datas comemorativas. A informação foi confirmada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública.

O presidente vetou apenas o trecho que impedia a saída temporária para presos que querem visitar suas famílias. A saidinha, como é conhecido o benefício, vale para detentos que já estão em regime semiaberto.

Lula manteve a parte do texto que proíbe a saída para condenados por crimes hediondos e violentos, como estupro, homicídio e tráfico de drogas.

LEIA TAMBÉM:

Pela legislação atual, presos que estão no semiaberto, que já cumpriram um sexto do total da pena e que possuem bom comportamento podem deixar presídio por cinco dias para visitar a família em feriados, estudar fora ou participar de atividades de ressocialização.

Antes de ser sancionado pela presidência da República, o projeto foi aprovado pela Câmara dos Deputados e pelo Senado. A parte da lei que foi vetada será reavaliada pelo Congresso, que poderá derrubar o veto do presidente. Fonte: Agência Brasil

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer ficar bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Deputa Federal Renata Abreu Visita Engenheiro Coelho
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Continue lendo

Brasil

Lula sanciona o “SUS da Cultura”, que define a gestão do setor no país

Publicados

em

Sistema Nacional estrutura atribuições de União, estados e municípios

Em viagem ao Recife, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva participou de uma cerimônia para marcar a sanção do projeto de lei que institui marco regulatório do Sistema Nacional de Cultura (SNC), nesta semana. O evento lotou o Teatro Luiz Mendonça, na capital pernambucana, e contou com a participação da ministra da Cultura, Margareth Menezes, de autoridades, artistas e realizadores culturais.

Previsto na Constituição Federal, o SNC é definido pelos princípios de diversidade das expressões culturais, da universalização do acesso aos bens e serviços culturais e do fomento à produção, difusão e circulação de conhecimento e bens culturais. A estrutura de governança do sistema é dividida de forma colaborativa entre diferentes entes da Federação (União, estados e municípios), por meio de órgãos gestores, conselhos, conferências, comissões, planos de cultura, entre outros instrumentos de política pública e participação social.

LEIA TAMBÉM:

“O que seria do mundo se não fosse a cultura, se não fosse a arte, a música, a dança, a pintura? Se não fossem vocês? Aquela pessoa que levanta todo dia de manhã tentando fazer alguma coisa para despertar o interesse em outra pessoa”, afirmou Lula à uma plateia repleta de artistas e fazedores de cultura.

Em discurso, o presidente destacou o papel do Congresso Nacional na aprovação da medida que, “apesar de ser maioria conservadora, teve a competência de entender que a cultura é parte da alma de uma nação”.

“Este sistema, a exemplo do Sistema Único de Saúde, do Sistema Único de Assistência Social e do Sistema Único de Segurança Pública, dá as condições para a estruturação de uma política cultural no Brasil, onde a União, os estados e os municípios têm papeis bem definidos e muito claros. Todos cumprindo uma ação de financiar esse sistema, mas cada um com suas responsabilidades na execução da política pública”, explicou o senador Humberto Costa (PT-PE), relator do projeto no Senado. O PL 5.206/2023, como nomeado durante a tramitação, foi aprovado pelo Congresso Nacional no mês passado.

A ministra Margareth Menezes lembrou que o SNC era uma anseio do setor cultural pelo menos desde 2005, e agora consolida a existência permanente do Ministério da Cultura, pasta que havia sido extinta pelo governo anterior.

“A chegada do nosso Sistema Nacional de Cultura efetivará a existência do Ministério da Cultura no Brasil”, disse. Ela anunciou a abertura de escritório do ministério em todos os estados e comparou o Sistema Nacional de Cultural com o SUS.

“Teremos representação do MinC em todos os estados do Brasil. E teremos os agentes culturais, para chegar naqueles lugares onde nunca chegaram as ações culturais. Será como o agente [de saúde] do SUS”.

Margareth Menezes também destacou o papel das leis Aldir Blanc e Paulo Gustavo, que, juntas, preveem fomento cultural de quase R$ 7 bilhões ao longo dos próximos anos, para financiar atividades culturais e assegurar repasses para que estados e municípios executem a política pública na ponta.

Cantora e compositora baiana, a ministra da Cultura se emocionou durante o discurso na cerimônia de sanção do SNC e defendeu o setor como importante no desenvolvimento da economia do país.

“Somos mais de 5 milhões de pessoas que trabalham nas indústrias das economias criativas. O setor cultural é responsável por 3,11% do Produto Interno Bruto [PIB] do Brasil. Essa perseguição, a dúvida sobre o porquê investir na cultura, essa é a resposta. Nós participamos do desenvolvimento da economia, damos retorno na economia brasileira”, destacou. Ainda segundo Margareth, a pasta encomendou uma pesquisa para avaliar o retorno das políticas culturais na geração de emprego e renda. Fonte: Agência Brasil

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer ficar bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Deputa Federal Renata Abreu Visita Engenheiro Coelho
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Continue lendo

Brasil

Programa de passagens aéreas acessíveis deve sair nas próximas semanas

Publicados

em

Público-alvo terá 21 milhões de aposentados e 700 mil alunos do Prouni

O programa Voa Brasil, que irá garantir o acesso a passagens aéreas com tarifas mais acessíveis, será lançado nas próximas semanas. Segundo o Ministério de Portos e Aeroportos, mais detalhes serão apresentados na data de sua divulgação. A ideia é que sejam oferecidas passagens aéreas a R$200 por trecho.

LEIA TAMBÉM:

Anunciado desde o ano passado pelo governo federal, o programa estava previsto para ser lançado em janeiro de 2024. Na ocasião, o governo divulgou que os primeiros segmentos beneficiados pelo Voa Brasil serão aposentados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e bolsistas do Programa Universidade para Todos (Prouni).

Aposentados e estudantes
Recentemente, em entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura, o ministro dos Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, informou que o público-alvo abrangerá cerca de 21 milhões de aposentados e 700 mil alunos do Programa Universidade para Todos (Prouni).

“A gente espera anunciar esse programa com cinco milhões de passagens que serão disponibilizadas pelas companhias aéreas, sem nenhum real do Tesouro”, afirmou o ministro. Fonte: Agência Brasil

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer ficar bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Deputa Federal Renata Abreu Visita Engenheiro Coelho
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Continue lendo
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Últimas Notícias