Conecte-se conosco

Campinas

Grito de socorro ajudou a colocar bairros no mapa de Campinas

Publicados

em

Fernando Silveira foi um dos participantes de estudo que ‘oficializou’ a Vila Chico Amaral e o Parque Schalon. Ele destacou o acolhimento da população em áreas menos desenvolvidas.

Bairros no mapa de Campinas – De uma necessidade financeira a um objetivo de vida. O sacerdote Fernando Silveira, de 52 anos, pode ser considerado um veterano do Censo realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE) em Campinas (SP).

Ele participou do estudo em 2010 e ajudou a colocar bairros considerados vulneráveis no mapa oficial da cidade, e neste ano ele voltou às ruas e avenidas da metrópole com a expectativa de transformar os números frios das estatísticas em políticas públicas.

“As regiões que eu peguei eram lugares onde você tinha grupos de classe D e E.

Na época, eu achei que ia ter problema para acessar essas pessoas, mas foi justamente o contrário.

Era lá que a pessoa me oferecia uma água, um café e uma cadeira para sentar.

Você via o alívio dela em poder expor a realidade que vivia. Aquele era o momento do grito de socorro delas.

Você coletava os dados das pessoas e sabia que depois ela não ia ter o que comer”, ressaltou.

Silveira conta que o acolhimento oferecido pela população de áreas menos desenvolvidas da cidade despertou nele um senso de cidadania e, a partir de um novo olhar, ele passou a considerar que o trabalho do Censo vai muito além de uma interpretação rasa sobre “só contar pessoas”’. Para ele, a sensação de dever cumprido só chega quando o esforço se traduz em mudanças sociais efetivas.

“Você, por exemplo, registra a nível nacional um assentamento e, com isso, consegue atingir essas pessoas levando urbanização. Você vê seu trabalho sendo bem-sucedido quando vê uma creche chegando nesses bairros porque você registrou que tem X números de crianças naquele lugar”, explicou.

LEIA MAIS:

O Censo teve início na segunda-feira (1) em todo o Brasil e deve ser finalizado em 31 de outubro. Em Campinas, a meta do estudo é visitar 452.866 domicílios. O objetivo do levantamento é alcançar um retrato da população nas mais diversas esferas, incluindo a social e econômica.

Bairros no mapa de Campinas – Surgimento de bairros novos

Em 2010, Silveira trabalhava como agente censitário supervisor e era responsável pela organização logística e acompanhamento da coleta dos dados dos moradores. À época, os integrantes da equipe também realizaram antes do Censo uma pesquisa urbanística, onde eles visitavam os bairros para verificar uma série de itens estruturais, como asfaltamento das ruas, arborização, nomeação dos logradouros, as quantidades de colégios e creches, entre outras informações.

Em uma destas visitas, lembrou o sacerdote, o trabalho contribuiu para o surgimento “oficial” de dois novos bairros em Campinas: a Vila Chico Amaral e o Parque Schalon. Naquele ano, explicou, as regiões eram assentamentos com pouco mais de um ano de existência, com posse recebida em 2009.

“Eu lembro que eles se autodenominavam Parque Chico Amaral, mas na época o Chico Amaral [ex-prefeito de Campinas e ex-deputado federal, morto em janeiro de 2016] estava vivo e você não podia dar nome a um logradouro com uma pessoa viva.

Mas eles insistiram e a gente teve que colocar, virou a Vila Chico Amaral.

O Parque Shalon também foi existir a partir do momento em que eu registrei.

Então como supervisor eu tive que recriar todo o Parque Schalon porque ele não existia, era um mapa vazio, então você tinha que desenhar toda aquela estrutura”, contou à reportagem.

No Censo deste ano, Silveira mudou de cargo e atua como agente censitário municipal. Além disso, a pesquisa urbanística antes feita por supervisores ficará sob responsabilidade dos recenseadores.

Bairros no mapa de Campinas
Agentes do censo IBGE começam a visitar municípios de Campinas — Foto: Reprodução/ETPV

Do receio ao olhar humanizado – Bairros no mapa de Campinas

A região de Campinas onde Silveira trabalha durante o Censo é a Noroeste, onde ficam 22 bairros como Jardim Itatinga, Parque Industrial, Cambuí e o distrito de Barão Geraldo.

Em 2010, lembrou o sacerdote, a divisão estipulada pelo próprio IBGE para o levantamento cobria bairros da cidade até o limite com Hortolândia (SP), o que colocou o Centro de Progressão Penitenciária Ataliba Nogueira entre os lugares visitados à época. Ele explicou que chegou a sentir receio, mas depois encarou o fato sob uma nova perspectiva, mais humanizada, para fazer o trabalho.

“Eu tive contato com traficante [de drogas] e essas pessoas me receberam. Pessoas com arma na cintura?

Pessoas com arma na cintura, mas respondendo ao Censo.

Você sente medo, mas naquela hora você não está conversando de um agente público para um infrator, você está conversando de pessoa para pessoa.

Naquele momento, ele está pensando na família dele para poder passar os dados.”

Confira a divisão dos bairros por região em 2022

  • Nordeste: Jardim Nova Europa, Jardim São Gabriel, Jardim New York, Jardim Carlos Lourenço, Vila Marieta, Jardim Leonor, Vila Ypê, Jardim Estoril, Jardim Proença, Bosque, Chácara da Barra, Parque Brasília, Jardim Carlos Gomes, Jardim Santana, Jardim Nilópolis, Parque Imperador, Sousas, Joaquim Egídio, AlphaVille, Recanto dos Dourados, Parque Xangrilá e adjacência.
  • Noroeste: Jardim Santa Lúcia, Campos Elísios, Jardim Itatinga, Vila União, Jardim Londres, Jardim Ipaussurama, Vila Rica, Cidade Jardim, Parque Industrial, Bonfim, Vila Teixeira, Castelo, Parque Via Norte, Jardim Eulina, Cambuí, Taquaral, Mansões Santo Antônio, Vila Costa e Silva, Parque das Universidades, Nova Aparecida, Barão Geraldo e adjacências.
  • Ouro Verde e Campo Grande: Distritos de Ouro Verde e Campo Grande.
  • Sudeste: Jardim Califórnia, Jardim Monte Cristo, Jardim do Lago II, Swiss Park, Jardim Icaraí, Jardim Noêmia, Jardim Conceição, Jardim São José, Vila Lourdes, Parque Camboriú, Jardim San Diego, Parque Centenário, Santa Rita de Cássia, Cidade Singer, Campo Belo, Jardim São Domingos, Jardim Itaguaçu e adjacências
Bairros no mapa de Campinas
Região Noroeste de Campinas é dividida em seis subáreas para Censo IBGE 2022 — Foto: Fernando Silveira/Arquivo pessoal

Ações do IBGE

De acordo com a coordenadora censitária de Campinas, Miria Borges de Amorim, o IBGE articulou estratégias para os locais considerados de risco, como as reuniões de preparação para o Censo. Nos encontros, os agentes e coordenadores entram em contato com os líderes locais para apresentar o trabalho, discutir a necessidade de acesso dos recenseadores, incluindo segurança e logística.

“Nós temos a BIOS [Base de dados do IBGE] com informações cadastradas anteriormente ao Censo com objetivo de subsidiar o recenseador com dados de líderes comunitários, dos postos de saúde, das igrejas locais, com objetivo de disseminação na divulgação das operações censitárias.”

Fonte: G1

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer fica bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Luta contra as Hepatites
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Campinas

FESA Experience tem inscrições abertas para profissionais de RH em Campinas

Publicados

em

Pessoas interessadas podem se inscrever de forma gratuita até dia 28 de fevereiro para participar do evento que tem como tema Turnover e Quiet Quitting

São Paulo, fevereiro de 2024– Profissionais da área de gestão de pessoas, como diretores, gestores e analistas de Recursos Humanos, e pessoas interessadas pela área podem se inscrever gratuitamente para participar do FESA Experience, que acontece dia 29 de fevereiro (quinta-feira), das 9h às 12h, no CI&T de Campinas. As inscrições podem ser feitas até um dia antes do evento pelo site da Sympla – https://www.sympla.com.br/evento/fesa-experience-sobre-turnover-campinas/

O evento, idealizado pela FESA Group – o maior ecossistema de soluções integradas de RH do Brasil -, terá como tema o Turnover e o Quiet Quitting. O objetivo é entender os impactos e reflexos a nível local e global desses fenômenos, além de entender quais são as oportunidades para as empresas. Os dois movimentos ganharam força no período de pandemia devido às mudanças na relação dos colaboradores com suas empresas, tornando a pauta um dos maiores desafios das lideranças.

LEIA TAMBÉM:

O FESA Experience já foi realizado quatro vezes na capital paulista, além de já ter passado por Curitiba (PR) e Recife (PE). O evento é conduzido por Clayton Pedro, Managing Partner da FESA Group, e conta com a parceria das HRtechs do Ecossistema FESA – Trillio, Recrut.AI, VISIU Analytics e Swile – que atuam com soluções disruptivas para as dores e problemas causados pelo turnover nas organizações. Na edição de Campinas, também terá presença de Thassiane Soares, diretora e sócia regional Campinas da FESA Group, como anfitriã.

“Para reforçar nossa presença e capilaridade do Ecossistema de FESA, estamos preparando essa nova edição na cidade de Campinas junto com um de nossos parceiros, a CI&T. Nossa intenção é levantar o debate dos desafios de RH para quem atua na área, com assuntos atuais e necessários. O trabalho de gestão de pessoas impacta de forma crucial os negócios de uma empresa e os profissionais precisam estar atentos aos fenômenos e oportunidades”, diz Soares.

Serviço: FESA Experience em Campinas – Turnover e Quiet Quitting
Prazo para se inscrever:
até 28 de fevereiro
Público: profissionais da área de gestão de pessoas, como diretores, gestores e analistas de Recursos Humanos, e interessados pela área
Data e horário: 29 de fevereiro (quinta-feira), das 9h às 12h
Programação: 9h – Welcome Coffee para networking; 9h30 – início das conversas com os especialistas; 11h30 às 12h – encerramento com cortesias.
Local: CI&T Campinas (Estrada Giuseppina Vianello di Napolli, 1455, Bloco C – Polo II de Alta Tecnologia)
Link para inscrição: https://www.sympla.com.br/evento/fesa-experience-sobre-turnover-campinas/

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer ficar bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Deputa Federal Renata Abreu Visita Engenheiro Coelho
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Continue lendo

Campinas

Instituto Anelo abre inscrições para audições do Combo Anelo

Publicados

em

O Instituto Anelo, associação sem fins lucrativos que há 23 anos oferece aulas gratuitas de música no distrito do Campo Grande, em Campinas, abre inscrições para interessados em compor o Combo Anelo, formação destinada a estudantes de músicos que já possuem domínio intermediário ou avançado de instrumentos. As inscrições vão de 26 de fevereiro (segunda-feira), às 8h, a 08 de março (sexta-feira), às 23h59, e serão realizadas de forma online.

Os inscritos serão acionados, a partir de 10 de março, por e-mail para realização de agendamentos para audições. As audições terão a música Alvorada, de Cartola, como obra de avaliação, estando as partituras e guias de áudio da obra, disponíveis no link  https://bit.ly/ComboAnelo2024. O aluno pode tanto usar a partitura, quanto tirar a música de ouvido, usando as guias de áudio. A apresentação da obra escolhida (Alvorada, de Cartola) é imprescindível para a realização da audição.

As inscrições abrangem todos os instrumentos presentes no Combo Anelo, que hoje é composto por artistas de diversos instrumentos, sendo: piano, guitarra/violão, cavaco,
baixo elétrico, bateria, percussão, acordeon, flauta, violino, violoncelo, saxofone alto,
saxofone tenor, trompete, trombone, voz masculina e voz feminina.

No momento da inscrição, o candidato deverá subir o link de um vídeo em que esteja
executando uma música de livre escolha.

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer ficar bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Deputa Federal Renata Abreu Visita Engenheiro Coelho
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Continue lendo

Campinas

Construção Civil na região de Campinas deve crescer até 20% em 2024

Publicados

em

Juntamente com projeções da Habicamp e da Aelo, setor que movimenta cerca de 60 atividades econômicas deve gerar mais empregos que no ano passado

No setor imobiliário, 2024 é o ano da construção civil. Entre as mais importantes do País, esta indústria que movimenta cerca de 60 atividades econômicas é também uma das maiores geradoras de empregos. Para a região de Campinas, a Associação Regional da Habitação (Habicamp) projeta para este ano um crescimento entre 14% e 15% em novas construções. Na perspectiva da Associação das Empresas de Loteamento e Desenvolvimento Urbano (Aelo), o desempenho do setor pode ser ainda mais efetivo, com aumento de 20% em construções.

No conjunto que favorece a construção civil em 2024, Francisco de Oliveira Lima Filho, presidente da Habicamp, elenca entre os principais fatores para o crescimento de até 15% em construções civis na região os programas de habitação governamentais, a queda na taxa básica de juros, que estimula mais investimentos, e o incremento de 50% nos saldos das contas do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). “O cenário, de fato, é promissor, com benefícios para quem está em busca do imóvel próprio. Também representa um grande incremento para o mercado”, afirma.

LEIA TAMBÉM:

De acordo com Júnior Cabrino, delegado Regional da Aelo (Associação das Empresas de Loteamento e Desenvolvimento Urbano), a construção civil em 2024 tem potencial para crescer até 20% em 2024. “Para a região de Campinas, o desempenho do setor traz na esteira a geração de muitos postos de trabalho”, afirma. Em 2023, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do total de 1,48 milhão de vagas formais o setor contribuiu com 158.940 empregos.

Em 1,5 milhão de metros quadrados, no distrito do Campo Grande, que concentra atualmente 40% da população de Campinas, o loteamento Bela Aliança Bairro & Parque projeta em 2024 mais de mil obras na área planejada com 1.844 lotes de utilização mista.

Como sócio-presidente da Montana Urbanismo, que juntamente com a Montante Desenvolvimento Urbano lançou o conceito do Bela Aliança Bairro & Parque, Cabrino observa que este verdadeiro canteiro de obras reflete, além de oportunidades de empregos, o crescimento econômico para a região. “Uma única construção agrega insumos, especialidades como hidráulica, elétrica e acabamento, entre outros elos que são beneficiados. Quando pensamos em mil unidades construídas, temos a dimensão do benefício para a cadeia produtiva”, destaca.

O bairro planejado tem demarcados lotes a partir de 250m2 de utilização mista, que contemplam moradia e pequenos negócios, como café, pizzaria delivery, floricultura, lavanderia, bicicletaria, frutaria, salão de beleza, mecânica, entre outros.

Franquias de academias, minimercados, escola de idiomas, bancos e demais empreendimentos de médio porte ocupam terrenos a partir de 1.846m2, de acordo com a logística do bairro. Também os negócios de grande porte, a exemplo de hipermercado, atacarejo, loja de departamentos, hortifruti, têm seus lotes definidos no projeto. A maior área conta com 16.480m2.

Reconhecido como um case de sucesso no Brasil, o Bela Aliança Bairro & Parque conta com estruturas esportivas e de lazer completas, equipamentos que valorizam as práticas sustentáveis, além de áreas de preservação.

“Com os investimentos que virão da construção civil em 2024, o município como um todo vai colher benefícios, que tendem a se ampliar à medida que as edificações forem tomando forma neste hub de serviços e comércio essenciais no entorno do Bela Aliança, e não apenas para o morador do loteamento”, conclui Júnior Cabrino.

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer ficar bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Deputa Federal Renata Abreu Visita Engenheiro Coelho
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Continue lendo
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Últimas Notícias