Conecte-se conosco

São Paulo

Após Doria determinar retorno obrigatório, secretaria da Educação diz que só 24% das escolas estaduais estão aptas a receber 100% dos alunos

Publicados

em

Governo estipulou retorno presencial obrigatório a partir da segunda-feira, 18. Na prática, porém, regra só deve ser cumprida em novembro, quando não será mais exigido o distanciamento entre os estudantes

Apenas 1.251 das 5.130 escolas estaduais de São Paulo vão voltar a receber 100% dos alunos todos os dias da semana na próxima segunda-feira, 18. Isso porque somente elas conseguem garantir o distanciamento de 1 metro.

Nas demais, onde isso não é possível por falta de espaço físico, as aulas presenciais só voltam a ser obrigatórias para todos os estudantes em 3 de novembro. O número representa pouco menos de um quarto (24%) do total de escolas.

Na quarta, o governo de São Paulo determinou a volta obrigatória para todos dos alunos no estado a partir da próxima segunda-feira, 18, na rede estadual. A exigência também vale para as escolas privadas, mas elas terão prazos definidos pelo Conselho de Educação para se adaptarem.

No caso das municipais, a maioria das prefeituras tem autonomia para decidir. Somente em cidades menores, que não têm Conselho de Educação próprios, devem seguir a determinação do estado.

“A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP) informa que 1.251 estão aptas a receber 100% dos estudantes sem revezamento. A pasta ressalta que os casos prováveis de servidores, funcionários e alunos são acompanhados por meio do Sistema de Informação e Monitoramento da Educação (SIMED) para COVID-19 da Seduc-SP, que tem os dados atualizados periodicamente”, diz a pasta em nota.

Mais cedo durante coletiva de imprensa, o secretário estadual da Educação, Rossieli Soares, afirmou que o distanciamento ainda deve ser mantido até 3 de novembro. “Começamos com a obrigatoriedade dos estudantes já na segunda-feira. O Conselho vai deliberar sobre o prazo para as escolas privadas. Vai ter um prazo em que a escola privada poderá se adaptar à regra. Para as redes municipais, deverá ser observada a regra de cada conselho”, diz o secretário.

De acordo com o secretário, os estudantes só poderão deixar de frequentar as escolas mediante apresentação de justificativa médica, ou aqueles que fazem parte do grupo de exceções definidos:

  • Gestantes e puérperas
  • Comorbidades com idade a partir de 12 anos que não tenham completado ciclo vacinal contra a Covid
  • Menores de 12 anos que pertencem a grupos de risco para a Covid e ou condição de saúde de maior fragilidade

O uso de máscara por parte de estudantes e funcionários permanece obrigatório para todos, assim como a utilização de álcool em gel nas escolas e equipamentos de proteção individual por parte de professores e demais funcionários.

Em agosto, a gestão estadual já tinha reduzido o distanciamento entre as carteiras de 1,5 metro para 1 metro

No início de agosto, o governo estadual liberou o retorno às aulas presenciais com 100% ocupação respeitando os protocolos sanitários, o que em algumas unidades exigiu revezamento de grupos. Apesar da autorização, o envio do estudante para a sala de aula era facultativo aos pais. Na ocasião, as prefeituras também tinham autonomia para definir as datas e regras de abertura.

Quanto aos casos suspeitos, a Secretaria afirmou que as “bolhas” das pessoas em contato seguirão sendo suspensas das aulas presenciais. “Servidores, funcionários e alunos são acompanhados por meio do Sistema de Informação e Monitoramento da Educação para Covid-19 da Secretaria e quando há o surgimento de diagnóstico provável ou suspeito no ambiente escolar, os contactantes são identificados, a pessoa é isolada e orientada a buscar atendimento na rede de saúde. É o médico quem determina, conforme avaliação, o período de afastamento e a indicação e o tratamento que deverá ser seguido.

Os alunos contactantes, por sua vez, são afastados das aulas presenciais e acompanham as atividades de classe por intermédio do Centro de Mídias, sem prejuízo para o aprendizado. No caso dos servidores e funcionários, também são orientados para o acompanhamento médico, que irá determinar o afastamento e o tratamento”, diz a nota.

Sindicato é contrário
O Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp) considera a medida desnecessária, descabida e perigosa. Na avalição da Apeopesp, as escolas não têm condições de cumprir os protocolos de segurança contra a Covid.

O sindicato ainda alega que em diversas instituições não há funcionários de limpeza para garantir a higienização das unidades.

Unesco é favorável

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) diz que apoia a volta do ensino 100% presencial e obrigatório nas escolas. A Unesco não tem dúvidas de que este é o momento de reabrir as escolas, especialmente considerando os prejuízos do ensino à distância na aprendizagem.

“Nada substitui o ensino presencial e sabemos que muitos alunos e famílias tiveram problemas de conectividade e nos equipamentos para o ensino hibrido. As populações vulneráveis não têm condições de comprar pacotes de dados e o suporte não foi suficientemente bem estruturado no Brasil, apesar do esforço das secretarias de Educação. A Unesco vêm alertando para a catástrofe que o ensino à distância pode causar na aprendizagem, com perdas educacionais muito expressivas, inclusive no processo cognitivo”, disse Marlova Noleto, diretora e representante da Unesco no Brasil.

Vacinação no estado de SP
Nesta segunda-feira, 11, o estado de SP atingiu mais de 80% da população adulta com esquema vacinal completo. Segundo dados do Vacinômetro atualizados até as 18h42 desta quarta, 13, foram aplicadas 67,1 milhões de doses no estado, o que representa:

  • 99,43% da população adulta com uma dose
  • 80,95% da população adulta com esquema vacinal completo
  • 82,84% da população total com uma dose
  • 62,08% da população total com esquema vacinal completo

Histórico
Em setembro do ano passado, o estado retomou as aulas presenciais durante a pandemia, mas manteve um percentual limitador de 35% dos alunos matriculados por dia. Durante a fase emergencial, em março deste ano, as instituições ficaram abertas apenas para acolhimento de crianças em situação de maior vulnerabilidade e oferta de merenda.

Em abril, as escolas foram liberadas para voltar a receber alunos, desde que mantendo a capacidade máxima de 35%.

Fonte: https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/educacao/noticia/2021/10/14/apos-doria-determinar-retorno-obrigatorio-secretaria-diz-que-so-24percent-das-escolas-estaduais-estao-aptas-a-receber-100percent-dos-alunos.ghtml

São Paulo

Morre Jô Soares aos 84 anos em São Paulo

Publicados

em

Morreu na madrugada desta sexta-feira (5) aos 84 anos Jô Soares. Ele estava internado no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo desde o dia 28 de julho. A informação foi confirmada por sua ex-mulher Flavia Pedras nas redes sociais.

A causa da morte de José Eugênio Soares ainda não foi divulgada.

LEIA TAMBÉM

Faleceu há alguns minutos o ator, humorista, diretor e escritor Jô Soares. Nos deixou no hospital Sírio Libanês, em São Paulo, cercado de amor e cuidados. O funeral será apenas para família e amigos próximos”, escreveu em seu perfil.

Morre Jô Soares aos 84 anos em São Paulo – Jô estava internado desde julho no Hospital Sírio Libanês.

Morre Jô Soares aos 84 anos em São Paulo
Morre Jô Soares aos 84 anos em São Paulo

Em sua homenagem ao ex-companheiro, Flavia Pedras agradeceu Jô pelas risadas e declarou amor eterno. Faleceu há alguns minutos o ator, humorista, diretor e escritor Jô Soares.

Nos deixou no hospital Sírio Libanês, em São Paulo, cercado de amor e cuidados. O funeral será apenas para família e amigos próximos.

Assim, aqueles que através dos seus mais de 60 anos de carreira tenham se divertido com seus personagens, repetido seus bordões, sorrido com a inteligência afiada desse vocacionado comediante, celebrem, façam um brinde à sua vida.

A vida de um cara apaixonado pelo país aonde nasceu e escolheu viver, para tentar transformar, através do riso, num lugar melhor. Viva você meu Biti.

Jô Soares nasceu em 1 de janeiro de 1938 no Rio de Janeiro. Foi humorista, apresentador de televisão, escritor, diretor e ator. Trabalhou nas emissoras Continental, TV Rio, Tupi, Excelsior, Record, SBT e na Globo.

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer fica bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

COMO VENDER PARA O PODER PÚBLICO
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Continue lendo

São Paulo

5G é ativada em São Paulo e deve cobrir 25% da área urbana

Publicados

em

Começa a ser ofertado o 5G Standalone ou SA, que deverá viabilizar avanços na indústria, telemedicina, carros autônomos, etc.

5G é ativada em São Paulo – Antenas da faixa principal do 5G serão ativadas nesta quinta-feira (4) em São Paulo, maior mercado de smartphones do Brasil e a quinta capital a receber a tecnologia no país.

LEIA TAMBÉM

Qual é a novidade e em que pé está o 5G

Ativada nesta quinta, a faixa 3,5 GHz é considerada a principal “avenida” para circulação dos dados na nova geração da internet móvel porque comporta o 5G mais “puro”, chamado “standalone” (autossuficiente, em inglês) ou SA.

É ele que carrega a fama dessa quinta geração da internet móvel, de permitir avanços de tecnologias como a realidade virtual, carros que dirigem sozinhos, cirurgias remotas, além da possibilidade de ligar muitos objetos à internet ao mesmo tempo, de forma massiva e constante.

Mas isso tudo ainda está longe de acontecer, entenda por quê:

  • de início, a cobertura 5G não será total nas cidades onde ela for ativada: em São Paulo, por exemplo ela será de 25% da área urbana, na previsão do Grupo de Acompanhamento da Implantação das Soluções para os Problemas de Interferência na faixa (Gaispi). A capital paulista tem 1.378 antenas de 5G instaladas até agora contra 4.592 de 4G;
  • a conexão “standalone”/SA ainda será secundária no Brasil e lá fora por algum tempo. De acordo com dados da GSMA, que representa operadoras móveis em todo o mundo, 70 países ofereciam internet 5G em janeiro deste ano, mas apenas 16 tinham o tipo SA.

Quem predomina no mundo ainda é o 5G NSA. Ou “non-standalone”. Ele atende a quem espera ganhar mais velocidade na navegação, mas ainda não promove a revolução esperada.

5G é ativada em São Paulo – Já tinha aparecido 5G para você?

5G é ativada em São Paulo
5G é ativada em São Paulo

É o 5G NSA que vem aparecendo na tela de celulares em alguns pontos no Brasil nos últimos meses .

Com a ativação da faixa 3,5 GHz, o NSA deverá ampliar sua cobertura porque também poderá usar essa “avenida”: até então, ele estava disponível em alguns pontos de cidades, como São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro, em outra faixa, a de 2,3 GHz, que é mais “estreita”.

Standalone ou não, o 5G ainda está em seus primeiros momentos. Além de ter cobertura parcial, exige celulares compatíveis e, segundo algumas operadoras, até troca de chip. E o prazo para a conexão estar disponível em todos os municípios brasileiros com mais 30 mil habitantes é só em 2029.

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer fica bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Luta contra as Hepatites
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Continue lendo

São Paulo

Haddad lidera com 33%; Tarcísio e Garcia empatam, diz Real Time em SP

No cenário reduzido, com Haddad, Tarcísio e Garcia, o ex-prefeito de São Paulo tem 34% dos votos

Publicados

em

No cenário reduzido, com Haddad, Tarcísio e Garcia, o ex-prefeito de São Paulo tem 34% dos votos

Haddad lidera – Pesquisa do Instituto Real Time Big Data realizada com entrevistas por telefone, contratada pela Record TV e divulgada hoje, mostra o ex-prefeito Fernando Haddad (PT) na liderança para o governo de São Paulo, com 33% das intenções de voto no principal cenário na pesquisa estimulada —quando o entrevistado recebe uma lista com os nomes dos pré-candidatos.

O ex-ministro Tarcísio de Freitas (Republicanos) e o governador Rodrigo Garcia (PSDB) aparecem com 20% e 19%, respectivamente. Como a margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos, os dois estão tecnicamente empatados.

LEIA TAMBÉM

Haddad lidera com 33%; Tarcísio e Garcia empatam, diz Real Time em SP

O deputado federal Vinicius Poit (Novo) ficou com 2%, enquanto o ex-prefeito de Santana de Parnaíba Elvis Cezar (PDT) registrou 1%. Gabriel Colombo (PCB), Altino Júnior (PSTU) e o ex-ministro Abraham Weintraub (PMB) não pontuaram. Brancos e nulos foram 13%, e os que não sabem ou não responderam, 11%.

O levantamento não pode ser comparado ao anterior, publicado em julho, porque a lista de pré-candidatos mudou, com a saída de Felício Ramuth (PSD). O ex-prefeito de São José dos Campos deixou a corrida ao Palácio dos Bandeirantes para ser o vice na chapa de Tarcísio. No mês passado, Haddad tinha 34% das intenções de voto; Tarcísio, 20%; e Garcia, 16%.

Apesar de ainda constar na sondagem, Weintraub também não está mais na disputa pelo governo paulista. O ex-ministro do governo Jair Bolsonaro (PL) anunciou que vai concorrer a deputado federal.

O levantamento ouviu 2.000 eleitores paulistas por telefone entre 1º e 2 de agosto. O índice de confiança da pesquisa, segundo o instituto, é de 95%, e o custo foi de R$ 20.000. O registro junto ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) é SP-06273/2022.

Primeiro turno

Cenário 1

  • Fernando Haddad (PT): 33%
  • Tarcísio de Freitas (Republicanos): 20%
  • Rodrigo Garcia (PSDB): 19%
  • Vinícius Poit (Novo): 2%
  • Elvis Cezar (PDT): 1%
  • Gabriel Colombo (PCB): 0%
  • Altino Júnior (PSTU): 0%
  • Abraham Weintraub (PMB): 0%
  • Branco/nulo: 13%
  • Não sabe/não respondeu: 11%

Cenário 2

No cenário reduzido, com Haddad, Tarcísio e Garcia, o ex-prefeito de São Paulo tem 34% dos votos. O ex-ministro de Bolsonaro ficou com 22%, e o governador, 20%. Considerando a margem de erro, Tarcísio e Garcia estão tecnicamente empatados.

Em julho, Haddad tinha 35%; Tarcísio, 21%; e Garcia, 18%.

  • Fernando Haddad (PT): 34%
  • Tarcísio de Freitas (Republicanos): 22%
  • Rodrigo Garcia (PSDB): 20%
  • Branco/nulo: 13%
  • Não sabe/não respondeu: 11%

Pesquisa espontânea

Na pesquisa espontânea, quando os entrevistados não recebem uma lista prévia de pré-candidatos, Haddad tem 12% das intenções de voto; Tarcísio, 10%; e Garcia, 7%. Os três estão tecnicamente empatados dentro da margem.

O ex-governador Márcio França (PSB) também foi citado, mas ele não está mais na disputa e vai tentar uma vaga no Senado.

  • Fernando Haddad (PT): 12%
  • Tarcísio de Freitas (Republicanos): 10%
  • Rodrigo Garcia (PSDB): 7%
  • Márcio França (PSB): 1%
  • Outros: 2%
  • Branco/nulo: 20%
  • Não sabe/não respondeu: 48%

Segundo turno

A pesquisa também fez a simulação de três cenários para o segundo turno.

Cenário 1

Na disputa entre Haddad e Tarcísio, o petista venceria com 39% das intenções de voto, enquanto o candidato do Republicanos ficaria com 29%.

  • Fernando Haddad (PT): 39%
  • Tarcísio de Freitas (Republicanos): 29%
  • Branco/nulo: 17%
  • Não sabe/não respondeu: 15%

Cenário 2

Contra Garcia, Haddad sairia vencedor com 37%. O governador ficaria com 29%.

  • Fernando Haddad (PT): 37%
  • Rodrigo Garcia (PSDB): 29%
  • Branco/nulo: 18%
  • Não sabe/não respondeu: 16%

Cenário 3

No último cenário, a sondagem aponta empate técnico, dentro da margem de erro, entre Garcia e Tarcísio. O governador ficaria com 30%, e o ex-ministro, 29%.

  • Rodrigo Garcia (PSDB): 30%
  • Tarcísio de Freitas (Republicanos): 29%
  • Branco/nulo: 22%
  • Não sabe/não respondeu: 19%

Sobre o instituto

O Real Time Big Data foi fundado em 2015, tem sede em São Paulo e fez sua primeira pesquisa presidencial em 2018, sempre por telefone e com financiamento principal da TV Record.

Haddad lidera com 33%; Tarcísio e Garcia empatam, diz Real Time em SP
Haddad lidera com 33%; Tarcísio e Garcia empatam, diz Real Time em SP
Fonte: UOL

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer fica bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Luta contra as Hepatites
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Continue lendo
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Últimas Notícias