Conecte-se conosco

Brasil

DJ Ivis é preso

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

Prisão preventiva foi solicitada pela Polícia Civil do Ceará


O cantor Dj Ivis foi preso nesta quarta-feira, 14, em Fortaleza após os vídeos de agressões contra a ex-mulher Pamella Holanda serem divulgados por ela nas redes sociais. O governados Camilo Santana anunciou a prisão do artista.

“Acabo de ser informado pelo nosso secretário de Segurança da prisão do DJ Ivis, no caso das agressões a Pamella Holanda. A prisão preventiva havia sido solicitada ontem pela nossa Polícia Civil e decretada há pouco pela Justiça. Que responda pelo crime cometido”, disse Camilo.

Continue lendo

Brasil

Mais cinco minutos na cama ou exercício físico? Saiba quais os prejuízos em abandonar os treinos quando as baixas temperaturas chegam

Paula Partyka

Publicados

em

É preciso se adaptar para ganhar! Veja o que fazer para que treinar no inverno e garanta resultados ainda melhores para você

Quando as temperaturas começam a baixar, geralmente no fim de junho com a chegada do inverno, é comum ver que algumas pessoas abandonam as atividades físicas. As caminhadas ou corridas, principalmente quando ao ar livre, são substituídas por mais alguns minutos na cama. Nas academias, a frequência de treinamento também diminui.

Ao mudar a rotina de atividades durante este período o corpo tende a manifestar algumas mudanças que podem se tornar problemas para a saúde. O condicionamento físico, por exemplo, é afetado e o gasto calórico diminui em um período que a ingestão de calorias naturalmente é maior. “Não é por acaso que temos mais fome no frio. O corpo humano precisa se manter mais aquecido, então precisamos de mais gordura naturalmente”, explica o Consultor de Performance, James Melo.

Ou seja, a inatividade pode aumentar o peso corporal, as dores musculares e de coluna e você também corre o risco de ter os níveis de colesterol e açúcares sanguíneos alterados. Com isso, a sua imunidade pode baixar e, lidar com as surpresas do inverno, como as gripes e resfriados, pode ser mais difícil.

Manter a rotina de exercícios pode ser um desafio, mas é fundamental. “Estar ativo no frio mantém seu corpo com menor risco de lesões por inatividade ou sedentarismo”, afirma James.

Além disso, o Consultor de Performance acredita que a maior motivação para se manter ativo durante o frio é saber que as atividades físicas promovem muito mais vantagens para sua saúde, qualidade de vida profissional, pessoal e muitas vezes até financeira, do que aquela preguiça que só gera frustração física, mental e emocional no futuro. “A escolha é sua”, afirma.

Mantenha o ritmo!
Fazer atividade física no inverno mantém sua mente e físico oxigenados, diminuindo o risco de elevação de fadiga por stress e aumenta a chance de manutenção de uma rotina produtiva pessoal e profissional.

James sugere que para driblar o frio você troque os horários dos treinos, mais tarde pela manhã ou mais cedo antes da noite, enquanto o clima não está tão frio. “A academia do prédio ou aquela do bairro podem ser alternativas para atividades índoor, com temperatura e horários mais controlados, pelo menos durante o inverno”, finaliza.

James Melo – CREF 002890-G/SP

Continue lendo

Brasil

Santander é o banco oficial do Comida Di Buteco 2021

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

Patrocínio reforça posicionamento como Banco da Gastronomia, em apoio às inovações gastronômicas como expressões culturais e empreendedoras;

Santander, reconhecido pelo seu apoio e atuação junto à cadeia produtiva gastronômica e empreendedora, é o Banco Oficial do Comida di Buteco 2021, que chega à sua 21ª edição, em uma disputa que elegerá o melhor boteco do Brasil. Pela primeira vez em sua história o concurso será feito em formato presencial e delivery, gerando uma nova opção de faturamento aos estabelecimentos participantes.

Entre 30 de julho (sexta-feira) e 22 de agosto (domingo), os estabelecimentos colocarão seus petiscos à prova do público para tentar levar o disputado título. Com o tema “Raízes”, os estabelecimentos desenvolverão receitas exclusivas que passarão pelo crivo do público e de um corpo de jurados regional e nacional, que avaliarão o estabelecimento em quatro categorias: Petisco; Atendimento; Higiene e Temperatura da bebida. Pela primeira vez em sua história, o concurso permitirá o formato delivery. Outras 20 cidades das cinco regiões brasileiras participam do concurso.

Clientes Santander têm 10% de desconto nos petiscos em grande parte dos estabelecimentos participantes, que terão um preço fixo no valor de R$27. Além disso, a Getnet será o meio de pagamento oficial.

Mais informações: comidadibuteco.com.br

Continue lendo

Brasil

As melhores universidades do Brasil, segundo ranking britânico

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

O Brasil é o país com o maior número de universidades que compõem a edição 2021 do ranking latino-americano do Times Higher Education (THE), um dos principais indicadores de educação superior do mundo.

Divulgado nesta terça-feira (13/7), o ranking é liderado pela Pontifícia Universidade Católica do Chile, que manteve a mesma posição pelo terceiro ano consecutivo.

Mas sete das demais universidades do top 10 são brasileiras — a começar pelas paulistas USP e Unicamp —, junto a uma universidade mexicana. A maioria das universidades brasileiras listadas no topo do ranking é pública.

Eis a lista das universidades latino-americanas mais bem avaliadas pelo THE:

1 – Pontifícia Universidade Católica do Chile

2 – Universidade de São Paulo (USP)

3 – Universidade de Campinas (Unicamp)

4 – Instituto de Tecnologia de Monterrey (México)

5 – Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

6 – Universidade do Chile

7- PUC-Rio

8 – Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

9 – Universidade Federal de São Paulo (Unifesp)

10- Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

É o quarto ano consecutivo em que as universidades brasileiras predominam, em número, no top 10.

Os critérios usados pelo THE, tanto para o ranking global (liderado pelas universidades de Oxford, Stanford e Harvard) quanto para o latino-americano, são agrupados em cinco áreas: ensino (ambiente de aprendizado), pesquisas (em quantidade, investimentos e reputação), citações (ou seja, a influência dessas pesquisas no ambiente acadêmico em geral), perspectivas internacionais (de docentes, estudantes e pesquisas) e renda gerada com transferência de tecnologia produzida dentro da universidade.

Nesta edição, um recorde de 177 universidades de 13 países latino-americanos se classificaram para o ranking. O país mais representado na lista é o Brasil, com 67 universidades entre essas 177, seguido por Chile (28), Colômbia (24), México (23), Equador (11), Argentina (9) e Peru (8).

Levando-se em conta apenas as cem melhores, quase a metade (46) são brasileiras.

Continue lendo
Propaganda

Categorias

Propaganda

Últimas Notícias