Conecte-se conosco

Jaguariúna

Dia da Mulher: de geração para geração o amor pela cozinha e a força de ser o que quiser

Publicados

em

Essa é a história da chef Olívia Ribeiro Costa que, inspirada em sua mãe, hoje é referência em gastronomia

Quem abre a boca para dizer que “lugar de mulher é na cozinha”, comumente tem a intenção de inferiorizar a importância feminina na sociedade. Mas, quando se fala em gastronomia, no entanto, a máxima machista é revertida em emblema da conquista de um território profissional que por muito tempo foi dominado pelos homens.

No Brasil, 7% dos endereços renomados têm comando feminino, de acordo com o site especializado Chef’s Pencil (2022). São poucas, mas juntas elas fazem barulho — na verdade, um panelaço.

Com competência e talento, a chef Olívia Ribeiro Costa (Sô Raiz) se destaca neste mercado em Jaguariúna. Antes, Olívia era da área financeira, que também é predominantemente masculina, mas sempre esteve ligada ao ramo da gastronomia por conta da sua mãe.

Dona Teresa Guerreiro Ribeiro era uma mulher amada por muitos, se não, por todos. Sua história começa em um sítio em Agudos quando com quatro filhos pequenos e ainda grávida, separou do marido que não concordava com sua independência e desejo de trabalhar.

LEIA TAMBÉM:

Voltando para o Goiás, de onde é sua família, aquela jovem criou seus filhos com a ajuda dos familiares. Com a cara e coragem, em uma vila distante da cidade dona Teresa criou os filhos em volta do fogão a lenha que vira a tornar seu ganha pão na beira de uma BR que liga Anápolis a Brasília, em um terreno de seu irmão.

Olívia sempre ajudara sua mãe. Aquele ganha pão não era um simples trabalho para dona Teresa e Olívia, era a paixão que tornava a relação mãe e filha ainda mais forte. “Sempre fui apaixonada e cozinhava no fogão a lenha desde pequenininha. É o ar que eu respiro”, conta Olívia.

Mas, como nem tudo caminha de acordo com nossas vontades, sonhos e desejos, por volta dos 18 anos de Olívia, o restaurante de Dona Teresa na BR precisou ser fechado por várias circunstâncias. Mas, logo depois, ela abriu uma lanchonete na cidade.

Neste momento a irmã de Olívia mudou-se para Jaguariúna, a trabalho. E por conta de uma relação muito próxima de Dona Teresa, Olívia, e todos os irmãos, todos vieram para Jaguariúna. “Somos, até hoje, muito ligados e unidos. Não conseguimos ficar muito tempo sem se ver, sem se falar”, conta Olívia.

Chegando na cidade bonita por natureza Olívia fez faculdade de Administração, sempre contando com o apoio e ajuda de sua mãe. Dona Teresa abriu um restaurante. Ora, não poderia ser diferente.

Olívia trabalhou por anos na área financeira e era excepcional com isso. Tinha um cargo e salário excelentes e os ventos a levaram para Indaiatuba. Mas, nesse momento Olívia já tinha sua primeira filha e a carga de trabalho começou a ficar pesada quando ela parara para pensar em sua ausência com Maria Teresa.

Mesmo muitas pessoas reprovando a ideia de Olívia deixar seu trabalho, aquele que lhe trazia segurança, ela abriu mão. Sua mãe, como de se esperar, a acolheu em seu restaurante. As duas trabalharam juntas com mais algumas ajudantes por algum tempo.

“O restaurante bombava. Tinha um movimento excelente. Havia dias que recebíamos 200 clientes. Ela estava no auge da alegria dela. Ela falava para mim que eu iria cuidar do restaurante e ela ia viajar e passear”, lembra Olívia.

Dona Teresa era uma mulher cheia de vida. Trabalhadora. Batalhadora. Cuidadosa. Mãe. Mulher. Mas, um dia, de repente, algo muito sério aconteceu. Após o preparo do almoço no restaurante em um dia normal, Dona Tereza apareceu com sua bolsa embaixo do braço dizendo que ia ao hospital, pois estava com uma dor de cabeça terrível.

Olívia assustou-se, pois Dona Teresa fugia de hospitais, então presumia que a dor era forte mesmo. Entre muita dor, desespero e esperança a partir do diagnóstico de um aneurisma rompido, aquela mulher cheia de vida deixou os filhos, os netos, e uma legião de fãs.

A história é maior e muito mais tocante que isso. Não gostaria de resumi-la. Mas, Olívia foi a última a vê-la viva, no hospital antes de uma cirurgia de 12 horas. As 48 horas após foram um pesadelo para todos àqueles que à amavam. A família do Goiás veio em seis carros para saber de perto como estava Dona Teresa. Infelizmente, aquele fim de ano não teve o mesmo sabor para eles.

Muita dor assolou os meses seguintes de Olívia e seus irmãos, tios, familiares e amigos. “Foi muito difícil para nós. Até hoje, é muito difícil, mas aprendi a conviver com isso”, diz Olívia.

Reviravolta
Olívia é uma pessoa que deu certo, mas porque quis muito. Desde a juventude quando estudou Administração e agora com a gastronomia. No restaurante em Jaguariúna com sua mãe, além de ajudar no preparo do almoço, Olívia também fazia bolos e doces vendidos ali mesmo.

Depois de sua perda avassaladora em 2016, um cupcake deu uma reviravolta em sua vida. Desanimada e sem pretensão alguma de retornar para a beira do fogão naquele momento, Olívia recebeu de sua amiga o pedido para que fizera um cupcake. Vejam só, na época ainda não era febre no Brasil. Ela procurou vídeos na internet e fez. A amiga amou e sugeriu que ela fizesse para vender. Aí ela voltou a fazer suas variadas delícias.

“Toda essa parte aprendi sozinha. Meus bolos ficavam perfeitos, pois sou muito perfeccionista. Estava muito legal. Aí veio a pandemia, comecei a fazer caldos e o restaurante adormeceu no meu coração por este e outros motivos”, conta Olívia.

No meio disto, em 2018 Olívia teve sua segunda filha, a Maria Luiza. Que foi outra luz em sua vida. Seu marido, Junior, também sempre foi seu alicerce.

Depois do auge da pandemia, a procura pelo lugar ideal para abrir seu próprio restaurante teve seguimento e mesmo antes de encontrá-lo, o nome que daria vida a realização de seu sonho já estava sendo pensado. “O nome Sô Raiz representa tudo muito bem. Minha mãe que foi criada no sítio, que plantou algodão, café. Representa a mãe do Junior. Representa nossa história. Eu queria que ela (Dona Teresa) visse tudo isso, que tivesse conhecido minha filhinha mais nova. Mas não me arrependo de nada. Vivi junto da minha mãe todos os dias e horas possíveis da minha vida”, conta Olívia.

Mulher
Uma mulher com uma história emocionante. Com um sonho realizado junto com pessoas incríveis. Um restaurante que cumpre sua proposta dia após dia: comida raiz com gostinho de Dona Tereza, ambiente familiar e aconchegante.

Olívia é a primeira a chegar e a última a sair. Mas também é esposa, mãe, irmã, tia, amiga e mulher. “Tudo é possível. Tenho dias difíceis, cansativos, mas não desisto”, diz.

A chef atribui todo esse empoderamento à sua mãe, que desde que deixou Agudos buscando o melhor para seus filhos nunca voltou atrás ou desistiu, pois sabia o mundo que esperava seus filhos lá fora.

Teresa Guerreiro Ribeiro
Uma mulher totalmente família. Dedicada, amorosa, cuidadosa. Criou seus filhos de maneira incrível, foi uma avó exemplar e representa, ainda hoje, o empoderamento feminino.

“Crescemos independentes. Somos três meninos e duas meninas, e todos lavam cozinham e passam. Aprendemos com ela. Tivemos uma educação nota mil. E quando paramos para pensar, ela não tinha nem tempo de explicar as coisas, pois trabalhava tanto, mas conseguiu de maneira mágica”, lembra Olívia. É o poder que as mães têm.

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer fica bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Ambev realiza PCDay  - Um dia marcado pela inclusão, diversidade e a cultura da Ambev. Assim será o PCDay
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Jaguariúna

Projeto “Cultura para todos” oferece ingressos gratuitos para espetáculo teatral neste fim de semana

Publicados

em

O projeto Cultura Para Todos, promovido pela Secretaria de Turismo e Cultura de Jaguariúna, vai oferecer 100 ingressos gratuitos para o espetáculo “A Golondrina”, nestes sábado e domingo, dias 25 e 26, no Teatro Municipal Dona Zenaide.

Os interessados devem retirar os ingressos uma hora antes de cada sessão, na bilheteria do teatro. No sábado, a peça começa às 20h e, no domingo, às 18h. A ação é limitada a 100 ingressos para cada dia de apresentação.

LEIA TAMBÉM:

Com produção de Odilon Wagner, direção de Gabriel Fontes Paiva e os atores Tania Bondezan (vencedora do Prêmio Shell 2019 de melhor atriz) e Luciano Andrey no elenco, o espetáculo “A Golondrina” discute a liberdade, a diversidade e a aceitação. O texto é do espanhol Guillem Clua, um dos mais premiados autores da atualidade.

Inspirado no ataque terrorista homofóbico que aconteceu no Bar Pulse, em Orlando (EUA), em junho de 2016, “A Golondrina” mostra o emocionante encontro de Ramón, sobrevivente de um ataque semelhante, com Amélia, uma severa professora de canto, que também tem sua história ligada a esse trágico evento. Os personagens vão revelando detalhes de suas histórias, que se entrelaçam como num quebra-cabeças.

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer ficar bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Deputa Federal Renata Abreu Visita Engenheiro Coelho
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Continue lendo

Jaguariúna

Força-tarefa da Prefeitura de Jaguariúna combate comércio ilegal de sucata

Publicados

em

Uma força-tarefa da Prefeitura de Jaguariúna, que reúne a Secretaria de Segurança Pública, Guarda Municipal e Diretoria de Fiscalização Tributária, com o apoio da Polícia Militar, fechou o cerco ao comércio ilegal de sucata na cidade, nesta quarta-feira, 22.   

Segundo a Secretaria de Segurança Pública de Jaguariúna, o objetivo da ação foi localizar objetos comumente furtados em residências, construções e prédios destinados à locação.

LEIA TAMBÉM:

Foram visitados oito pontos de compra e armazenamento de sucatas. Durante a operação, a documentação e o cadastro desses estabelecimentos junto ao município foram rigorosamente fiscalizados. Os fiscais presentes constataram diversas irregularidades administrativas.

“Em uma revista minuciosa dos estoques, foram encontrados objetos sem origem identificável. No entanto, a ausência de vítimas que pudessem reconhecer esses itens impediu que medidas mais severas fossem tomadas. Diante disso, os comerciantes foram orientados a implementar um rigoroso controle documental”, explicou o secretário de Segurança Pública, Edgard Mello do Prado Filho.

Os comerciantes de sucata foram orientados a registrar detalhadamente a entrada de cobre e outros metais valiosos. Este registro deve incluir o nome do vendedor, o número de seu documento de identificação, além de fotos do produto adquirido e do documento do vendedor.

A força-tarefa reflete um esforço coordenado para coibir o comércio de materiais de origem duvidosa e garantir a regularidade administrativa dos estabelecimentos da cidade. A fiscalização contínua e o cumprimento das novas diretrizes documentais visam inibir práticas ilícitas e fortalecer a segurança no município.

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer ficar bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Deputa Federal Renata Abreu Visita Engenheiro Coelho
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Continue lendo

Jaguariúna

Red Eventos recebe Filipe Ret, Orochi, Mc Cabelinho e outros artistas em outubro

Publicados

em

Festival Nubeat acontece no feriado de 12 de outubro na Red Eventos

Em seu terceiro ano, o Festival Nubeat chega à 6ª edição se consagrando como um dos principais eventos nacionais de trap e rap. No dia 12 de outubro a Red Eventos, em Jaguariúna – há 15 minutos de Campinas -, será palco do maior festival do estilo musical no Estado de São Paulo, reunindo, em um único dia, atrações como Filipe Ret, Criolo, Djonga, Orochi, Kyan, KayBlack, Mc Cabelinho, Veigh, Tasha e Tracie, e Mc PH.

LEIA TAMBÉM:

“O trap e o rap não possuem destaque nos festivais nacionais. Por isso, o projeto Nubeat surgiu da necessidade de criar um espaço que proporcionasse visibilidade tanto para os artistas desses gêneros musicais, quanto para os fãs. O Nubeat já recebeu grandes nomes em edições anteriores, reunindo mais de 40 mil pessoas ao todo”, explica o sócio-fundador do festival, Yuri Saccenti.

Responsável pela produção do Festival, a Faro Eventos está bastante otimista com a recepção do público da região. “Nossa agência tem experiência com eventos de grande porte – para mais de 20 mil pessoas – e participar do planejamento e da produção de um festival como o Nubeat, com grande apelo do público, é mais uma oportunidade para a ampliarmos a nossa diversidade, levando nosso know how, criando momentos memoráveis e impulsionando o mercado da região”, complementa o sócio-diretor da Faro Eventos, Victor Brentegani.

Serviço
Festival Nubeat
Local: Red Eventos: Avenida Antártica, 1530 Jaguariúna
Data: 12 de outubro de 2024
Vendas: Byma – https://bit.ly/NUBEATFESTIVAL2024

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer ficar bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Deputa Federal Renata Abreu Visita Engenheiro Coelho
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Continue lendo
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Últimas Notícias