Conecte-se conosco

São Paulo

Cresce número de fundos e verbas do cooperativismo de crédito voltados para prática ESG

Publicados

em

Sicredi Iguaçu PR/SC/SP destina mais de  R$ 1 milhão  por meio do Fundo Social 2022 para projetos de cultura, esporte, educação, meio ambiente, saúde e segurança. Na Região Metropolitana de Campinas oito projetos foram contemplados

Criado em 2004 por meio de uma iniciativa do Banco Mundial e da ONU, o termo ESG, que significa Ambiental, Social e Governança, ganhou notoriedade e ainda mais força nos últimos dois anos. A busca por boas práticas tem movimentado todos os setores, inclusive o financeiro. Cooperativas de crédito têm mobilizado fundos e verbas para investir em entidades e projetos pautadas na agenda ESG.

“Existe um movimento sendo realizado em todos os setores do país. As questões sociais, ambientais e de governança têm sido essenciais para planejar o futuro, e também para analisar riscos e decisões de investimentos. Pautadas nessas boas práticas, muitas empresas vêm aderindo à ESG, e, com isso, o número de Fundos Sociais também vem crescendo dentro das instituições financeiras, como é o caso da Sicredi Iguaçu PR|SC|SP, que criou o Fundo Social 2022”, conta a assessora de Desenvolvimento do Cooperativismo da Sicredi Iguaçu PR/SC/SP,  Letycia Fossatti Testa.

O Fundo Social 2022 é uma iniciativa da Sicredi Iguaçu PR/SC/SP que destina parte dos resultados da Cooperativa para projetos nas áreas de cultura, esporte, educação, meio ambiente, saúde e segurança em todos os municípios onde a Cooperativa atua. Neste ano, mais de 40 mil pessoas serão beneficiadas com a iniciativa.

“O Fundo é constituído e mantido com recursos originários de destinação de percentual determinado das sobras líquidas da Cooperativa, apuradas em cada exercício. A composição desses recursos se dará por meio da destinação de até 3% das sobras da Cooperativa do exercício anterior, conforme o Estatuto Social. Caberá ao Conselho de Administração da Cooperativa, a cada ano, a decisão sobre o percentual que será destinado ao Fundo Social, observando o limite previsto no Estatuto”, explica.

Para este ano, o Conselho de Administração da Sicredi Iguaçu PR/SC/SP destinou 2% do resultado do exercício anterior, o que representou R$ 1.100.416,24, valor que foi distribuído entre as 28 agências da Cooperativa. Ao todo, foram aprovados 92 projetos, sendo 79 deles na área de atuação do Paraná, cinco em Santa Catarina e oito em municípios da Região Metropolitana de Campinas.

Oito projetos contemplados na RMC

Dos projetos contemplados na RMC, dois são de Campinas, três de Valinhos, dois de Paulínia e um de Sumaré. As verbas serão destinadas às áreas de educação, saúde, inclusão social e meio ambiente.

Entre as entidades que serão beneficiadas na região estão a Sociedade Campineira de Educação e Instrução do Hospital PUC Campinas, o Lar da Criança Feliz, e a AUPACC – Amigos Unidos Por Amor Contra o Câncer, entre outras.

Quem pode participar do Fundo Social?

Entidades públicas ou privadas, sem fins lucrativos, estabelecidas nos municípios da área de atuação da Cooperativa e associadas ao Sicredi, que realizam projetos com algum dos seguintes fins: educação, cultura, esportes, saúde, meio ambiente, segurança, e inclusão social.

“Mas é importante ficar atento às regras! Para seleção dos projetos são considerados alguns critérios como: maior número de pessoas impactadas; maior temporalidade dos benefícios gerados; maior benefício social à comunidade; maior abrangência local; êxito em projetos similares já realizados; aprovação da prestação de contas, caso a entidade já tenha sido contemplada em exercícios sociais anteriores com recursos do Fundo Social”, comenta Letycia.

Após se encaixar em todos os critérios, a entidade pode então se inscrever e solicitar os recursos financeiros para o desenvolvimento do projeto. “Cada entidade pode inscrever um projeto por ano e solicitar de 1 a 12 salários mínimos para desenvolvê-lo, e, em caso de ser contemplado,  o Sicredi disponibiliza o recurso e a entidade tem até o final do ano para realizar a ação, para posteriormente prestar contas da utilização do recurso e dos resultados do projeto”, ressalta.

Para mais informações sobre o Fundo Social acessar o site:

www.sicredi.com.br/coop/iguacu/desenvolvimento-do-cooperativismo/fundosocial/

Sobre o Sicredi

O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento de seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. Possui um modelo de gestão que valoriza a participação dos mais de 5,5 milhões de associados, que exercem o papel de donos do negócio. Com mais de 2.200 agências, o Sicredi está presente fisicamente em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal, oferecendo uma carteira com mais de 300 produtos e serviços financeiros.

Site do Sicredi: www.sicredi.com.br

Redes Sociais: Facebook | Twitter | LinkedIn | YouTube |Instagram

São Paulo

MD Papéis reduz em cerca de 77% o consumo de água na produção de papelcartão, em 13 anos

Publicados

em

A conquista é resultado da utilização de água de reuso na produção da matéria-prima e da contribuição da fabricante para a promoção da economia circular

A quase um mês do Dia Mundial da Água, comemorado em 22 de março, a fabricante de papelcartão MD Papéis, com sede em Limeira, registra redução de 76,9% no consumo de água para a produção da matéria-prima, em 13 anos. O resultado foi atingido com a substituição da captação de água proveniente de poços e do Ribeirão Tatu, que fica próximo à empresa, por água de reuso no processo de fabricação. 

Em 2010, a captação total de água proveniente do sistema hídrico da cidade e de poços, no processo de fabricação, era de cerca de 113 mil m³/mês. Mas, em 2023, a empresa conseguiu reduzir o volume captado para 26 mil m³/mês. Além disso, do total de 187,9 mil m³/mês de efluentes  líquidos da produção, tratados pela MD Papéis, a empresa reprocessa e reutiliza quase  162,7 mil m³/mês, cumprindo a legislação sobre a destinação desses rejeitos e deixando de lançá-los no emissário municipal. 

LEIA TAMBÉM:

O diretor de Operações da MD Papéis, Aldinir Nascimento, comemora essa importante conquista. “Deixar de captar um alto volume de água e ainda tratar nossos rejeitos líquidos, promovendo o descarte responsável, são exemplos da economia circular e da sustentabilidade empresarial que cada vez mais buscamos atingir. Continuamos empenhados em desenvolver e aperfeiçoar processos, para que a fabricação do nosso papelcartão seja cada vez mais eficiente e sustentável”, ratifica Nascimento.

De acordo com a norma brasileira da ABNT – NBR 9800/1987, os efluentes industriais são despejos líquidos provenientes das áreas de processamento industrial. Esses materiais apresentam poluição por produtos utilizados ou produzidos na indústria e podem causar danos ambientais se não forem tratados adequadamente. A legislação brasileira também estabelece penalidades para as empresas que não cumprem os processos estabelecidos para os rejeitos industriais.

Sobre a MD Papéis
Empresa 100% brasileira, que atua desde 1945 produzindo papelcartão para os mercados de embalagem, gráfico e editorial, a MD Papéis faz parte do Grupo Formitex, presente nos principais segmentos da economia brasileira. 

Com uma produção de 41 mil toneladas de papelcartão ao ano, a MD utiliza fibras procedentes de áreas reflorestadas, além de aparas pré e pós-consumo.

Localizada na cidade de Limeira, no interior de São Paulo, é reconhecida por sua dedicação em oferecer soluções inovadoras e ecológicas para a indústria de embalagens e focada em contribuir com o desenvolvimento humano e o meio ambiente.

Serviço:
MD Papéis
https://www.mdpapeis.com.br/

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer ficar bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Deputa Federal Renata Abreu Visita Engenheiro Coelho
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Continue lendo

São Paulo

Transformação da Ambev já é percebida por novos talentos

Publicados

em

A companhia foi destaque na Pesquisa de Carreiras realizada pela Brasil Júnior

A jornada consistente de transformação vivenciada pela Ambev nos últimos anos, tem como protagonista a sua estratégia de plataforma que conecta marcas e tecnologia em busca de impactar todo o ecossistema. Os resultados dessas mudanças já estão sendo percebidos pelos novos talentos, que continuam escolhendo a companhia como a “Empresa mais desejada para se trabalhar”, de acordo com a Pesquisa de Carreiras realizada pela Brasil Júnior – Confederação Brasileira de Empresas Juniores.

O levantamento, divulgado na última semana, revela que a companhia conquistou o primeiro lugar geral na pesquisa pelo oitavo ano consecutivo. A Ambev também esteve em primeiro lugar nas categorias de inovação, cultura organizacional, diversidade, escalabilidade de carreira e ativação de marcas.

LEIA TAMBÉM:

“Esse reconhecimento é resultado da transformação do nosso negócio, que vem buscando inovar em soluções focadas no consumidor e crescendo nosso ecossistema. Para isso, deixamos de ser uma empresa que sabe tudo para uma empresa que aprende tudo. Procuramos talentos que se identifiquem com a nossa cultura e que tenham as capabilidades para alavancar o nosso negócio. Estamos sempre impulsionando uns aos outros para desenvolver nossos times e criar um futuro com mais razões para brindar. E essa jornada, que muito nos orgulha, já tem repercutido com jovens talentos”, afirma Marina Cury, Gerente de Atração de Talentos da Ambev.

A Pesquisa de Carreiras é uma coleta anual realizada pela Brasil Júnior, envolvendo empresários juniores de todas as regiões do Brasil. O estudo tem como objetivo orientar o trabalho com os jovens, propondo diretrizes para as empresas parceiras com base nos dados, e reconhecer as instituições de acordo com a percepção dos universitários sobre o trabalho ao longo do ano.

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer ficar bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Deputa Federal Renata Abreu Visita Engenheiro Coelho
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Continue lendo

São Paulo

Ipem-SP avaliará a qualidade do material e uniforme escolar de São Paulo

Publicados

em

O Ipem-SP ajudará a Secretaria Municipal de Educação de São Paulo a avaliar as empresas cadastradas para vender material e uniforme escolar para as famílias assistidas pela prefeitura. O objetivo é que estas empresas atendam com qualidade, obedecendo os regulamentos e certificações existentes 

O Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem-SP ), autarquia do Governo do Estado, vinculada à Secretaria da Justiça e Cidadania, que tem como objetivo promover a confiança nas relações de consumo, realizará a verificação do material e uniforme escolar da prefeitura de São Paulo.

A ação é decorrente do acordo de parceria, conforme assinado em 9 de janeiro desse ano o protocolo de intenções do Ipem-SP com a Secretaria Municipal de Educação de São Paulo, para a fiscalização da qualidade de materiais e uniformes escolares disponíveis para aquisição dos alunos da rede municipal em lojas credenciadas pela secretaria.

LEIA TAMBÉM:

“A parceria entre a Secretaria Municipal de Educação e o Ipem-SP trará mais confiança para que as famílias assistidas pela prefeitura possam realizar suas compras”, explica o superintendente do Ipem-SP, Marcos Heleno Guerson de Oliveira Junior.

Segundo o diretor de metrologia e qualidade do instituto, Harisson Mattos Ferraz, “a programação de trabalho das equipes do Ipem-SP constarão planos de amostragem e ensaios. Assim que aprovadas pela secretaria daremos início às fiscalizações”

Caso sejam encontradas irregularidades, o Ipem-SP notificará os fornecedores de produtos irregulares e comunicará à Secretaria Municipal de Educação de São Paulo para demais providências.

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer ficar bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Deputa Federal Renata Abreu Visita Engenheiro Coelho
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Continue lendo
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Últimas Notícias