Conecte-se conosco

Jaguariúna

CPFL Santa Cruz aponta que 1.484 clientes da região de Jaguariúna poderiam ter desconto na conta de energia se solicitassem cadastro na Tarifa Social

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

Em todas as cidades atendidas pela CPFL Santa Cruz, o número de clientes com direito e sem cadastro na Tarifa Social chega a 17.2 mil

Em um levantamento realizado pela CPFL Santa Cruz, a companhia mapeou 1.484 clientes na região de Mococa que ainda não são cadastrados como Baixa Renda na Tarifa Social, podendo ter o benefício do desconto nas contas de energia. Após um intenso trabalho junto à população, a empresa registrou o crescimento de 194 novos clientes cadastrados no benefício da Tarifa Social, no primeiro semestre de 2021, somando 2.280 clientes cadastrados na região. Essa forma de apoio oferecida pela distribuidora já ajuda mais de 40 mil famílias a economizar, em toda a área de concessão da CPFL Santa Cruz.

Com esse aumento de 9.3% na base de cadastros, esses novos beneficiados também garantiram a isenção no corte de energia por inadimplência, determinada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), vigente até 30 de setembro.

“Um dos principais pilares da companhia diz respeito a ações junto à população de baixa renda e neste momento crítico de pandemia, temos ampliado nossos esforços para contribuir com as famílias, estimulando o cadastramento na Tarifa Social de quem tem direito, além de oferecer melhores condições de pagamento para todos os clientes”, diz o diretor Comercial da empresa, Rafael Lazzaretti.

Entre as cidades da região com maior número de clientes cadastrados para baixa renda, Jaguariúna lidera o ranking com 1.137 clientes. Em segunda posição, Pereira tem 1.143 consumidores beneficiados, enquanto Holambra está sem consumidores recebendo desconto. Confira na tabela o restante dos municípios.

Tarifa social. Os descontos na conta de luz para os beneficiados pela Tarifa Social são aplicados de forma cumulativa para faixas de consumo que vão de 0 kWh a 220 kWh. A tarifa terá um desconto de 65% para os primeiros 30 kWh consumidos no mês. Para o consumo de 31 a 100 kWh/mês, o desconto será de 40%. Finalmente, a parcela de consumo entre 101 e 220 kWh no mês terá 10% de desconto. Isso significa que, se o beneficiário da Tarifa Social tem um consumo mensal de 50 kWh, ele receberá um desconto de 65% sobre os primeiros 30 kWh e de 40% sobre os outros 20 kWh.

Para ser enquadrado na categoria como consumidor de baixa renda, o cliente precisa ter ganhos mensais per capita de, no máximo, meio salário-mínimo e atender a pelo menos uma das condições listadas abaixo:

• NIS (cadastrado no Programa Bolsa Família) ou NB (cadastrado no BPC);

• Programa Bolsa Família (neste caso, informar o NIS – Número de Identificação Social);

• BPC (Benefício de Prestação Continuada) – neste caso, informar o NB (Número do Benefício);

• Família inscrita no “Cadastro Único” para Programas Sociais do Governo Federal, com renda familiar mensal per capita menor ou igual a meio salário-mínimo nacional ou;

• Quem receba o Benefício da Prestação Continuada da Assistência Social – BPC, nos termos dos Art. 20 e 21 da Lei nº. 8742, de 7 de dezembro de 1993;

• Família inscrita no Cadastro Único com renda mensal de até três salários-mínimos, que tenha portador de doença ou patologia cujo tratamento ou procedimento médico requeira o uso continuado de aparelhos, equipamentos ou instrumentos que, para o seu funcionamento, demandem consumo de energia elétrica;

• Família de Índios ou Quilombolas inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.

Caso se enquadre nos requisitos, deverá também se cadastrar junto à distribuidora, por meio dos canais digitais, pelo site ou pelo aplicativo “CPFL Energia”. Basta informar os documentos e comprovantes solicitados.

Caso a pessoa com o benefício da Tarifa Social não seja o titular da instalação, é importante que ela faça o pedido sempre identificando o código do cliente (presente na conta de energia) do local onde mora, para que a CPFL possa conceder o benefício de forma adequada.

Fique em casa. Os clientes da CPFL Santa Cruz não precisam sair de casa para resolver qualquer pendência com a companhia. Nos canais digitais da empresa é possível encontrar mais de 30 opções disponíveis, como: solicitar segunda via de conta, trocar titularidade, pedir religação do serviço e até enviar documentos e fotos. Para ter acesso aos serviços, o cliente deve acessar http://www.cpfl.com.br/ ou baixar o aplicativo ‘CPFL Energia’ no smartphone ou tablet. A segunda via das faturas também pode ser solicitada por SMS. Basta o cliente enviar um SMS com a palavra CONTA com o número do “seu código” (número presente na conta de energia) para 26805 Os demais serviços também podem ser realizados pelo Call Center de cada distribuidora do grupo CPFL.

Adicionalmente, a empresa reforça que todos os clientes que possuam e-mail devem cadastrar seus endereços eletrônicos no cadastro e solicitar a modalidade de conta por e-mail, reduzindo a necessidade de entrega presencial das contas impressas.

Continue lendo

Jaguariúna

Saúde de Jaguariúna aplica segunda dose da vacina contra Covid-19 em casa

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

A Campanha de vacinação contra o coronavírus tem ido além da vacinação no Parque Santa Maria. Quando a pessoa não retorna na data agendada para tomar a segunda dose, a Prefeitura inicia uma busca ativa e chega até a ir vacinar a pessoa em casa para completar a imunização conforme indicação do Ministério da Saúde.

De acordo com dados do relatório VaciVida (sistema on-line do Governo do Estado de São Paulo que registra os nomes das pessoas vacinadas) levantados pela Secretaria Municipal de Saúde, até a quinta-feira, 22, 224 jaguariunenses não compareceram para tomar a segunda dose da vacina contra a Covid-19 na cidade. Esse número corresponde a 0,7% do volume total de vacinas aplicadas na cidade.

Para que os faltosos sejam totalmente imunizados contra a Covid-19, a Secretaria Municipal da Saúde identifica quem são e tenta entrar em contato com eles por telefone. No primeiro momento, é solicitado para que todos vão até o Parque Santa Maria para receber a segunda dose da vacina. Quando essa estratégia não funciona, a equipe da Secretaria de Saúde faz uma visita domiciliar para completar a imunização da pessoa.

A secretária municipal de Saúde, Maria do Carmo Pelisão, explica que é importante que todos mantenham os dados atualizados para que a equipe possa encontrá-los caso seja necessário e a população deve ficar atenta pois quem teve covid-19 devem aguardar quatro semanas para tomar a vacina.

“Até agora Jaguariúna já vacinou mais de 43 mil pessoas com a primeira dose. Ou seja, 76% da população. Quando elas recebem a primeira dose, a aplicação da segunda já é agendada pela equipe da secretaria de saúde. Com isso, a gente também consegue diminuir o número de jaguariunenses que deixam de tomar a segunda dose da vacina”, explica a secretária.

Continue lendo

Jaguariúna

Campanha de doação de leite da igreja Presbiteriana arrecada quase dois mil litros

Paula Partyka

Publicados

em

Doações foram entregues para a Secretaria de Assistência Social de Jaguariúna

Com o apoio dos fiéis, o Espaço de Vida Presbiteriana em Jaguariúna arrecadou quase dois mil litros de leite em três meses com a campanha “Doe leite, doe vida!”. As doações foram entregues para a Secretaria de Assistência Social do município que consegue direcioná-las exatamente para quem precisa.

A campanha teve início ainda quando não estavam sendo realizados os cultos presenciais, por conta da pandemia. Mas, ainda assim, o resultado da arrecadação foi satisfatório. Os fiéis se organizaram e conseguiram fazer suas doações no primeiro sábado de cada mês.

No primeiro mês, a primeira arrecadação foi de 300 litros, a segunda de 1 mil litros e a terceira de 500 litros. Segundo o Pastor Carlos Roberto Miranda, a ideia é continuar arrecadando enquanto a pandemia perdurar e futuramente transformar a campanha em projeto que continue ajudando a comunidade.

Com o retorno dos cultos, Carlos acredita que as doações devem aumentar. “O convívio comunitário é o diferencial. Fico feliz em estarmos participando, de uma maneira pequena, mas participando. Essa é nossa missão de fato. Não estamos fazendo nada além do que deveríamos”, diz.

A igreja Presbiteriana está há oito anos na cidade e sempre que podem fazem projetos sociais respeitando seu tamanho. “Para mim, é a razão de ser. A igreja não deveria existir só para dentro, muitas vezes existe, mas por algum erro. A missão da igreja, propriamente dita, com base na Bíblia, é para fora. É alimentar. Seja com a palavra, mas também alimentar a partir do arroz, feijão, leite”, finaliza o Pastor.

Continue lendo

Jaguariúna

Jaguariúna volta a vacinar normalmente contra a Covid-19

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

A população que tem 30 anos ou mais pode ir até o Parque Santa Maria nesta quinta-feira, 22, para ser imunizada contra a Covid-19. A Prefeitura de Jaguariúna recebeu novas doses do imunizante e a vacinação que estava parcialmente suspensa foi retomada às 15h.

Segundo a Secretária Municipal de Saúde, Maria do Carmo Pelisão, a cidade depende do envio dos imunizantes o que é feito por parte do Governo do Estado de São Paulo. “A situação foi normalizada rapidamente, por isso agora já voltaremos a vacinar quem tem 30 anos ou mais. É muito importante que a população seja imunizada para conseguirmos conter o coronavírus”, destaca a secretária.

A vacinação acontece de segunda a sexta-feira, das 15h às 19h no Parque Santa Maria. Os demais grupos prioritários também seguem recebendo as doses no mesmo local.

Para ser imunizado é preciso apresentar documento com foto, comprovante de residência e o Cartão Cidadão. Além disso, a pessoa também deve fazer o pré-cadastro no site da Prefeitura (jaguariuna.sp.gov.br) no link “Cidadão”.

Continue lendo
Propaganda

Categorias

Propaganda

Últimas Notícias