Conecte-se conosco

Jaguariúna

“Papo de Mulher” reúne empreendedoras de Jaguariúna em encontros mensais

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

Por Viviane Westin

Trabalho, carreira, inserção da mulher no mercado de trabalho e empreendedorismo são algumas das temáticas que norteiam as atividades do grupo Papo de Mulher de Jaguariúna, com encontros mensais que reúnem empreendedoras do município para a troca de ideias e conhecimentos, numa reflexão sobre suas vidas profissionais e aspectos correlacionados.


Idealizadoras da proposta: Maria Silvia Azevedo, do CNA e da Associação Comercial e Industrial (ACI), de Jaguariúna; Catarina Palermo Trombeta, da CTW; Carolina Marmo Pepe, da Okahoma

O segundo evento ocorreu na noite do dia 14 de maio, na sede da Associação Comercial e Industrial (ACI) de Jaguariúna, com uma dinâmica que estimula debates para reflexão e atividades de interação. O principal objetivo para colocar a ideia em prática foi o intuito de promover um evento de negócios para o público feminino.

“Ser empreendedor é ter a ousadia de colocar suas ideias em prática”, define o artigo publicado no site do Sebrae, e isso se aplica às idealizadoras do Papo de Mulher. São elas: Maria Silvia Azevedo, do CNA e da Associação Comercial e Industrial (ACI), de Jaguariúna; Catarina Palermo Trombeta, da CTW; Carolina Marmo Pepe, da Okahoma. A concepção da proposta surgiu dentro da Fomentadora de Negócios – Escola de Negócios do Centro Universitário de Jaguariúna (Unifaj), da qual as três participam.

“A inspiração veio das nossas vivências como empresárias, das lutas diárias, das alegrias e tristezas… Do não conformismo com o fracasso e com a força em dar a volta por cima e ser feliz. E é isso que queremos transmitir às pessoas. Que elas têm capacidade e força para melhorar suas vidas e as vidas de quem as rodeiam”, contam as idealizadoras.

O primeiro encontro do Papo de Mulher aconteceu no mês de abril, tendo como referência o Dia Internacional da Mulher. Em princípio, seria um único evento, mas as respostas positivas e motivação das mulheres envolvidas fizeram com que os encontros se tornassem mensais.

“As participantes gostaram e vamos dar sequência”, contou Silvia. “Queremos trazer uma reflexão sobre a vida profissional do grupo e todos aspectos envolvidos, pois acreditamos que se cada um entende sua realidade e age positivamente, as oportunidades e o sucesso aparecem pra si e para todos a sua volta”, complementou.

Silvia, que também é a vice-presidente da ACI, conta que o trabalho ativo que vem sendo desenvolvido pela associação visa oferecer possibilidade de desenvolvimento para os associados e para o município. Ou seja, os objetivos estão atrelados e a associação apoia o Papo de Mulher.

As amigas Juliane Ancona, analista de sistemas, e Renata Gongora, administradora, ficaram sabendo dos encontros através de amigas e participaram desse segundo evento. Networking, aprendizagem e troca de ideias são algumas das expectativas que as incentivaram. Já a publicitária Rosana Gonçalves participou pela segunda vez e contou de suas motivações: “No primeiro encontro eu não sabia ao certo o que seria. Houve interação, afinidade e senso comum para construir algo para nós e para a sociedade como um todo”.

“O Papo de Mulher quer contribuir para que as pessoas se desenvolvam e criem oportunidades. Nosso foco é o empreendedorismo e suas técnicas, métodos, ações etc. E os temas trabalhados giram em torno desse universo. Sempre estimulando a reflexão. Não tratamos de auto ajuda, mas sim do pensar para produzir”, detalha Silvia.

As idealizadoras contam que o espaço é pensado para provocar o pensamento criativo: “Que pensem ‘fora da caixa’ como se diz, e que isso faça com que procurem oportunidade de trabalho e desenvolvimento profissional e pessoal. É comum a muitas pessoas verem as dificuldades como bloqueios em suas vidas. Queremos mostrar o contrário. Que com perseverança e criatividade o jogo muda. Sem, contudo, sermos assistencialistas”.

Os encontros mensais do Papo de Mulher ocorrem na ACI, às 18h30, os dias são avisados com antecedência, através de link criado para cada evento e divulgação pelas redes sociais, o grupo tem uma página no Facebook (Papo de Mulher Jaguariúna). A inscrição é livre e gratuita.

Reportagem e fotos: Viviane Westin

Continue lendo

Jaguariúna

Jaguariúna é palco de mais uma história de sucesso

Paula Partyka

Publicados

em

Estar com as portas abertas e em plena ascensão é uma vitória para a empresária que já passou por diversos desafios

O sonho de ter um negócio próprio é compartilhado por mais brasileiros do que o sonho de fazer carreira em uma empresa: 31,7% contra 19,5%. É o que diz a pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM).

Apesar de não ter sido um sonho e sim uma oportunidade, Aline Fernanda Paulo abriu seu próprio negócio no centro de Jaguariúna, com sócios, mas hoje é a única proprietária do Açaí Fruta Bella. Sua história como empresária começou em Artur Nogueira, mas como não prosperou, ela chegou a Jaguariúna e hoje comemora uma história de três anos.

O Açaí está localizado na Av. Lauro de Carvalho, 943, no centro, e foi muito bem aceito pelos jaguariunenses. Mas, como todo empresário de sucesso, Aline já passou por alguns perrengues.
Pouco tempo após a inauguração da loja, o Açaí foi assaltado cinco vezes no período de seis meses, fazendo a empresária até pensar em desistir. Os assaltos ocorreram com a loja fechada e com a loja aberta. Em ambas as situações, prejuízos em dinheiro.

“Na primeira vez foi com a loja aberta e um prejuízo de quase um mil reais em dinheiro; na segunda, levou dinheiro do caixa que tinha quase R$300; e o terceiro assalto também foi com a loja aberta. Na quarta vez o assaltante agiu no período em que a loja estava fechada quebrando a trinca da porta – este foi apreendido pela Polícia. Na quinta vez a porta de vidro foi quebrada e ele entrou no caixa e levou a gaveta do caixa embora (que tinha R$8). A ação levou 27 segundos e deu um prejuízo de mais de um mil reais”, relembra.

Pensando em fechar as portas, muitas pessoas e clientes mandaram mensagens de carinho e apoio para que ela não desistisse. Ela não desistiu e hoje comemora três anos de sucesso.

Aline oferece aos seus clientes a experiência de um local instagramável – aquele local onde os jovens gostam de fazer foto – moderno e aconchegante. Oferece qualidade de atendimento e diversidade de cardápio alguns sabores de sorvete, 14 sabores de açaí e quase 80 acompanhamentos.
“Com um lugar bonito, produto e atendimento bom, não tem como dar errado. Por isso, eu priorizo isso aqui”, afirma.
Tudo que construiu é motivo de muita alegria, pois a trajetória é árdua. ”Ter seu próprio negócio é muito difícil, mas também muito satisfatório”.

Pandemia
Apesar de todas as incertezas do período, Aline diz que não tem do que reclamar do primeiro ano de pandemia. “Não queria que fosse desse jeito, lógico, mas voltei com o delivery com força total”, conta.
Aline já trabalhava com o delivery, mas não era seu forte. “Com a pandemia atingi muitas pessoas que nunca tinham vindo aqui. Até mesmo agora que as coisas estão voltando ao normal eu continuo forte com o delivery”.

Com essa explosão, a empresária precisou contratar mais uma colaboradora. “Meu maior medo era mandar alguém embora. Como eu iria escolher quem mandar embora? Trabalhamos muito. Eu fiquei uns cinco meses sem faltar nenhum dia na loja. Da hora que abria até a hora que fechava”, relembra Aline.

A expectativa para a retomada está positiva. Ela acredita que o fim de ano deve ser muito próspero.

Continue lendo

Jaguariúna

Vacinação contra o coronavírus é parcialmente suspensa em Jaguariúna

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

A aplicação da primeira dose da vacina contra a Covid-19 nas pessoas que têm entre 18 a 59 anos e da segunda dose da Coronavac estão suspensas em Jaguariúna. O motivo é a falta de doses disponíveis na cidade.

Nesta terça-feira, 28, a Secretaria Municipal de Saúde irá vacinar com a terceira dose os idosos que têm 70 anos ou mais (e receberam a primeira dose há no mínimo 6 meses) e os imunossuprimidos de 18 anos ou mais (que receberam a segunda dose há no mínimo 28 dias).

Além disso, também serão aplicadas a segunda dose das vacinas AstraZeneca e Pfizer.

A Campanha de Vacinação contra o coronavírus acontece no Parque Santa Maria de segunda a sexta-feira, das 15h às 19h. Para ser imunizado é preciso apresentar um documento com foto, o Cartão Cidadão e um comprovante de endereço.

Foto: Ivair Oliveira

Continue lendo

Jaguariúna

Produtores rurais de Jaguariúna participam de curso de processamento artesanal de carne suína

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

A Prefeitura de Jaguariúna, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, realizou no fim de semana um curso de Capacitação de Processamento Artesanal de Carne Suína. Ao todo, 15 produtores rurais da cidade participaram das atividades que aconteceram em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR).

Os participantes receberam informações sobre os cuidados necessários e a preparação dos alimentos a base de carne suína. Além disso, também aprenderam como é feito o processamento de produtos embutidos e como defumar respeitando as normas técnicas de segurança e higiene na produção.

Durante três dias foram produzidas linguiças calabresa, portuguesa, toscana e mista, salame, cudiguim, costelinha e lombo defumados, tender, entre outros produtos.

A secretária de Meio Ambiente, Rita Bergamasco, destaca que a ideia é ajudar os produtores rurais a gerar emprego e renda para trabalhando na culinária local. “Com os cursos oferecidos pelo Departamento de Agropecuária e Meio Ambiente é possível elevar o nível técnico, social e econômico dos produtores rurais. Com isso, eles têm uma qualidade de vida melhor”, exclama a secretária.

Continue lendo
Propaganda

Categorias

Propaganda

Últimas Notícias