Conecte-se conosco

São Paulo

Governo de SP e UGT realizam 1º mutirão virtual de emprego com mais de 10 mil vagas

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

O cadastro dos currículos pode ser realizado pela plataforma Meu Emprego Vaga Certa; interessados também tem à disposição cursos de qualificação profissional

O Governador João Doria anunciou nesta segunda-feira, 28, o início da 5ª edição do Mutirão de Emprego, realizado nos anos anteriores no Vale do Anhangabaú, com a oferta de mais de 10 mil vagas pela plataforma Meu Emprego Vaga Certa. Em razão da pandemia do coronavírus, o evento este ano acontece virtualmente pela primeira vez. A iniciativa é uma parceria do Governo de São Paulo e da União Geral dos Trabalhadores (UGT).

“É a maior oferta de vagas de trabalho na história dos mutirões em São Paulo e no Brasil. Devido à pandemia, a inscrição será online, o que vai facilitar o trabalho daqueles que buscam a sua oportunidade de trabalho e também a segurança dos trabalhadores”, afirma Doria.

A ação ainda conta com a parceria do Centro Paula Souza e do Sebrae-SP, que oferece inscrições para cursos de qualificação profissional. A iniciativa é gratuita e ocorre até o dia 9 de outubro.

“Nesse mutirão, temos uma oportunidade de aplicarmos novas tecnologias dada à inviabilidade de termos multidões nesse momento. Estamos fazendo as inscrições utilizando a plataforma online e também expandindo para todo o estado, cobrindo a capital, o interior e o litoral do Estado”, explica a Secretária de Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen.

Entre as oportunidades de trabalho, há vagas para as áreas de atendimento, operador de loja, vendedor, promotor de vendas, desenvolvedor de aplicações, entre outras, incluindo opções de emprego para pessoa com deficiência. As empresas de todo o estado podem participar da iniciativa cadastrando as oportunidades de emprego, o que deve aumentar o número de regiões e vagas oferecidas.

Cadastro dos currículos

A primeira etapa do mutirão é realizada entre os dias 28 de setembro e 2 de outubro. Neste período, os interessados podem cadastrar o currículo pelo site www.meuemprego.sp.gov.br/vagacerta. Os Postos de Atendimento ao Trabalhador (PATs) do estado estão disponíveis para auxiliar os cidadãos sem acesso à internet.

Na semana de 05 a 09 de outubro, as empresas participantes realizam a seleção dos perfis. Os candidatos devem ser visualizados por ordem de cadastro, ou seja, quem tiver realizado a inscrição no primeiro dia, tem prioridade de atendimento. Após o cadastro dos currículos, os participantes poderão ser direcionados para o site do Poupatempo e acessar diversos serviços digitais do Estado, incluindo a carteira de trabalho digital. 

A plataforma Meu Emprego Vaga Certa foi desenvolvida pela Crafty, startup de tecnologia, em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

Cursos gratuitos de qualificação profissional

Enquanto aguarda o contato das empresas, o candidato pode se inscrever para participar de cursos de qualificação profissional do Programa Empreenda Rápido ou dos cursos EAD oferecidos pelo Via Rápida Virtual, em parceria com a UNIVESP. São cursos na área de gestão de negócios, finanças, planejamento empresarial, tecnologia e idiomas.

Há também opções de cursos customizados do Programa Minha Chance na plataforma do Via Rápida, formatados pelo Centro Paula Souza especialmente para atender às necessidades das empresas Atento, Niazi Chohfi e Carrefour. No total, são 600 vagas de qualificação nas áreas de telemarketing, técnica de vendas e estoquista.

Continue lendo

São Paulo

Estado de São Paulo ultrapassa 300 mil crianças vacinadas

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

Até as 15h30 de segunda-feira, 24, 7,69% da população entre 5 e 11 anos já havia recebido a primeira dose do imunizante

O Estado de São Paulo vacinou 308,3 mil crianças contra a Covid-19, entre 5 e 11 anos, até as 15h30 de segunda-feira, 24. O número corresponde a 7,69% da população desta faixa etária, que recebeu a primeira dose do imunizante.

A vacinação deve acelerar nos próximos dias e a meta é que os municípios vacinem em três semanas todas as 4,3 milhões de crianças dessa faixa etária do estado com a dose inicial. A capacidade da vacinação infantil em São Paulo é de 250 mil crianças por dia, além dos jovens e adultos que já vêm sendo imunizados nos 645 municípios contra a Covid-19.

O calendário de vacinação do Governo de São Paulo prevê a vacinação de crianças com idade entre 9 a 11 anos de 20 a 30 de janeiro. Entre 31 de janeiro e 10 de fevereiro, a campanha vai priorizar aquelas de 5 a 8 anos.

Além disso, até o dia 10 de fevereiro, 850 mil crianças com comorbidades e deficiências, além de indígenas e quilombolas de 5 a 11 anos podem tomar a primeira dose. As crianças de 5 anos só podem receber o imunizante da Pfizer, enquanto as demais poderão ser protegidas pela Coronavac.

O cronograma completo da vacinação infantil está disponível no site www.vacinaja.sp.gov.br. A página também oferece serviço de pré-cadastro para que pais e responsáveis agilizem o atendimento das crianças em todo o estado.

São Paulo foi o primeiro estado do Brasil a iniciar a vacinação infantil contra o coronavírus, no último dia 14, horas após receber doses pediátricas do imunizante da Pfizer por meio do Ministério da Saúde.

Continue lendo

São Paulo

Sefaz-SP repassa R$1,5 bilhão às prefeituras na terceira transferência do mês

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

Com depósito realizado nesta terça-feira, 25, o valor destinado aos municípios em janeiro sobe para R$2,73 bilhão

A Secretaria de Fazenda e Planejamento do Estado de São Paulo (Sefaz-SP) transfere, nesta terça-feira, 25, R$1,56 bilhão em repasses de ICMS para os 645 municípios paulistas. O depósito é referente ao montante arrecadado no período de 17 a 21 de janeiro. Os valores correspondem a 25% da arrecadação do imposto, que são distribuídos às administrações municipais com base na aplicação do Índice de Participação dos Municípios (IPM) definido para cada cidade.

Os municípios já haviam recebido R$1,46 bilhão nos repasses anteriores, realizados em 11/1 e em 18/1, relativos às arrecadações dos períodos de 3/1 a 7/1 e de 10/1 a 14/1. Com os depósitos efetuados hoje, o valor acumulado distribuído às prefeituras neste mês sobe para R$2,73 bilhões.

Os repasses semanais são realizados por meio da Secretaria da Fazenda e Planejamento sempre até o segundo dia útil de cada semana, conforme prevê a Lei Complementar nº 63, de 11/01/1990. As consultas dos valores podem ser feitas no site da Fazenda, no link Acesso à Informação > Transferências de Recursos > Transferências Constitucionais a Municípios.


Agenda Tributária

Os valores semanais transferidos aos municípios variam em função dos prazos de pagamento do imposto fixados no regulamento do ICMS. Dependendo do mês, pode haver até cinco datas de repasses. As variações desses depósitos oscilam conforme o calendário mensal, os prazos de recolhimento e o volume dos recursos arrecadados.

A agenda de pagamentos está concentrada em até cinco períodos diferentes no mês, além de outros recolhimentos diários, como por exemplo, os relativos à liberação das operações com importações.


Índice de Participação dos Municípios 

Os repasses aos municípios são liberados de acordo com os respectivos Índices de Participação dos Municípios, conforme determina a Constituição Federal, de 5 de outubro de 1988. Em seu artigo 158, inciso IV, está estabelecido que 25% do produto da arrecadação de ICMS pertencem aos municípios, e 25% do montante transferido pela União ao Estado, referente ao Fundo de Exportação (artigo 159, inciso II e § 3º).

Os índices de participação dos municípios são apurados anualmente (artigo 3°, da LC 63/1990), para aplicação no exercício seguinte, observando os critérios estabelecidos pela Lei Estadual nº 3.201, de 23/12/81, com alterações introduzidas pela Lei Estadual nº 8.510, de 29/12/93.

Continue lendo

São Paulo

Governo de São Paulo autoriza abertura de licitação para o Rodoanel Norte

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

Com o decreto publicado neste sábado, 22, a ARTESP poderá publicar o edital de licitação nas próximas semanas

O Governo de São Paulo publicou neste sábado, 22, no Diário Oficial, o decreto que autoriza a abertura de licitação para a conclusão do trecho norte do Rodoanel Mario Covas. O investimento previsto na concessão é de R$3 bilhões.

Pela publicação, a licitação na modalidade concorrência internacional para a concessão patrocinada dos serviços públicos de ampliação, operação, manutenção e realização d​os investimentos necessários para a exploração do sistema rodoviário denominado “Lote Rodoanel Norte” deverá ser realizada pela Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo – ARTESP. A previsão é que o edital seja publicado nos próximos dias.

A concessão terá validade de 31 anosa partir da data de assinatura do contrato. “A concessão vai permitir a conclusão do Rodoanel Norte, que terá um papel importante para o crescimento econômico do Estado, redefinindo a plataforma logística de transportes e ampliando o escoamento da produção ao Porto de Santos”, afirma João Octaviano Machado Neto, secretário estadual de Logistica e Transportes.

A empresa vencedora terá que concluir as obras físicas do trecho Norte, ampliando, assim, a malha rodoviária. Além disso, ela será responsável por administrar, operar e fazer a manutenção da via.

O Trecho Norte está paralisado desde dezembro de 2018 e é o último pendente do sistema rodoviário. Ele possui 44 quilômetros de extensão no eixo principal, passando pelos municípios de São Paulo, Arujá e Guarulhos. Com a conclusão dessas obras, o Rodoanel terá 177 quilômetros de extensão, e fará a ordenação do trânsito de passagem pela Região Metropolitana, diminuindo congestionamentos e liberando a malha viária interna para o trânsito local.

A modelagem inclui, entre outros destaques: novos mecanismos contratuais e inovações tecnológicas na prestação de serviços, tais como verificação de projetos por meio de empresa certificadora, utilização da metodologia “International Road Assessent Programme” e emprego de sistema de gerenciamento de obras por meio de “Building Information Model”, adoção de sistemática free flow em trecho do Sistema Rodoviário e utilização de mecanismo de compartilhamento de risco de demanda. 

Obras
A Secretaria de Logística e Transportes fez uma minuciosa análise técnica, jurídica e econômica dos contratos, levantando toda a documentação relacionada à obra, cruzando estas informações com vistorias periódicas aos 44 km do trecho norte. Paralelamente, o Governo de São Paulo contratou o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) para a realização de um laudo técnico e independente sobre o estado das obras.

Continue lendo
Propaganda
Propaganda

Categorias

Propaganda

Últimas Notícias