Conecte-se conosco

Cultura

Como se tornar um líder

João Rodrigues

Publicados

em

Neste momento conturbado que estamos vivenciando no mundo inteiro, devido à pandemia do coronavírus é que o líder vocacionado ou aquele que se preparou, capacitou-se, será fundamental e aparecerá aos olhos dos demais. Entidades representativas tem sido lembradas e muitas tem se destacando junto a seu público e a população, pois é por meio delas que a voz de seus entes associativos se faz ouvir e ser forte junto ao Poder Público, pressionando decisões dentro do bom senso entre o salvar vidas e a economia, para se chegar a uma melhor solução para todos.

O líder neste momento tem que ter uma inteligência emocional muito consolidada, pois o anseio entre o que deseja o comerciante e a população, às vezes parecem dissonantes, quando na realidade ambos querem a mesma coisa o famoso “salvar vidas”, pois ambos são dependentes um do outro. Todos querem o melhor para si e para o outro, mas a rede de desinformação, as fake news, as más notícias, o agito barulhento que se ecoa no dia a dia, nos faz pensar que um está do lado contrário do outro, como se fossem adversários, quando na realidade são parceiros nesta jornada dura da pandemia.

O líder por vezes é criticado, injustiçado, mal compreendido, em outras é exaltado, elogiado, mas a realidade é que ele por ter que emitir sua opinião real sobre os fatos, sempre agradará uns e não agradará outros, pois se imagina que ele esteja de um lado ou de outro, quando na realidade ele apenas esta querendo se comunicar com ambos, mas como realçado cada um tendo uma visão única do seu lado, fica difícil o entendimento do todo e principalmente do lado do outro. Cabe ao líder ponderar bem, escutar a todos, refletir, argumentar e claro mostrar a ambos os lados os prós e contras de cada decisão que os governantes estão tomando, para que surjam dicas, sugestões e alternativas que mitiguem o problema que todos estão enfrentando.

Também neste momento é que surge, como Romário dizia: “chegou agora e já quer sentar na cadeira do comandante do avião”. O líder precisa entender que isto é normal e acontecerá. Cabe a ele compreender e claro colaborar para a formação e a troca de experiência com esta nova liderança que esta por surgir, e lhe explicar que o posto de liderança é algo árduo e que requer muito CHA: Conhecimento, Habilidade e Atitude, porém assim como tudo na vida tem-se o ônus e se bem feito a liderança alcança-se os bônus, mas tudo tem que ser feito de forma clara, transparente e no seu devido tempo, para que se tenha êxito no seu desejo de liderar os liderados.

Liderança é uma habilidade que se aprende, mas é necessário se desenvolver dia a dia, e alguns pontos são fundamentais: Saber convencer as pessoas, seriedade, sinceridade, lealdade, honestidade, prazer naquilo que faz, trabalhar em equipe, entender as necessidades básicas e o bem estar do liderado, motivar as pessoas, compartilhar informações críveis, humildade para aprender, procurar alternativas para o desenvolvimento pessoal dos liderados, buscar a união em prol de melhores resultados para todos.

Uma frase que aprecio e que compartilho com os novos líderes que surgem a cada dia “Suponho que a liderança já significou ter músculos, mas hoje significa dar-se bem com as pessoas” Mahatma Gandhi.

Continue lendo

Cultura

A doce vida de um líder, será?

João Rodrigues

Publicados

em

Você trabalha muito na vida e tem a ambição de chegar ao posto de líder e ai imagina que a vida será como a época da Páscoa, onde o néctar do chocolate,  a doce vida chegará, mas se deparara com momentos muito delicados, onde decisões precisam ser tomadas, e o futuro da sua empresa, do liderados e de suas famílias dependera de sua iniciativa quanto a que rumo deve ser tomado, é neste momento que você verá o poder que realmente tem perante as pessoas,  e o quanto precisa ter inteligência emocional para lidar com a situação da tomada de decisão.

Em época de pandemia do coronavírus então, como muitos dizem, “o bicho pega”, pois saberá que sua decisão mexe com vidas, agradara alguns, desagradara a outros, e você tem muito pouco tempo para a tomada de decisão, as mudanças que necessita, nem sempre dependerão de você, como agir?

Neste momento de tomadas de decisões difíceis mas de grande relevância é preciso acima de tudo ser calmo, respirar, ter muita inteligência emocional e claro se aconselhar com pessoas experientes e em quem você confia, por isto é importante sempre ter um mentor ou mentores para poder ao longo de sua formação como o líder ir dialogando, se aperfeiçoando, para quando chegar o momento de decisões complexas, você estar preparado.

Estamos a mais de 1 ano do Decreto de Quarentena da Pandemia do Coronavírus (22/03/2020), no inicio lidávamos com o desconhecido, não sabíamos nem o que estava ocorrendo, o quanto iria impactar isto em nossas vida e o quanto teríamos que ser pacientes com a mudança brusca nas nossas vidas e de nossas empresas, quando teríamos um remédio, quando teríamos uma vacina, como se comportar perante a este inimigo invisível, e que agora temos a certeza de sua letalidade, pois já se foram infelizmente mais de 300 mil vidas, quantos amigos e pessoas queridas de nosso convívio foram levadas em questão de dias, confinados a ficarmos em casa, sem poder abraçar, beijar, realizar o convívio social, tem sido duro por demais a todos, gerando um problema mental, por mais sadia que seja a cabeça de cada pessoa.

Passado um ano já temos mais conhecimento sobre o vírus e a chegada da Vacina nos enche de esperança em podermos em meses voltarmos a ter uma vida novamente, nem que ela seja o tal novo normal, com cuidados como usar máscara, álcool em gel, mas podermos nos encontrar novamente, nossas empresas poderem abrir e fazermos o que mais gostamos TRABALHAR, sim sabemos mais ainda que o brasileiro é um povo HONESTO e TRABALHADOR e quer por suas forças e energias, prover o seu sustento e da sua família, além de auxiliar os que mais necessitam.

Cabe ao líder ser o capitão desta jornada difícil e amarga até a tempestade passar e podermos navegar em águas mais tranquilas, a você liderado ouça seu líder, converse, entenda o difícil momento, porém sobretudo se unam, pois Juntos remarão para o mesmo lado e isto faz uma enorme diferença para deixar os trovões, dias escuros e adversidades que estão encontrando.

O maior desafio que vejo nos empresários é ter FOCO na solução, é preciso que se entenda que algumas coisas não dependem de você, mas sim de outros fatores externos como por exemplo, decisões governamentais, porém se você focar no seu negócio, conseguirá com certeza criar e inovar em muita coisa na sua empresa, além de encontrar novos nichos, com produtos e serviços diferenciados, que atenderão a necessidade dos clientes. Desligue a TV, desligue-se dos noticiários ruins e converse com sua equipe, seus clientes e parceiros, e juntos encontrarão a melhor solução para este momento tão delicado.

As maiores invenções, inovações e soluções criativas surgirão em momentos de crise, por isto você tem que decidir se vai ficar chorando ou vai vender lenço!

Continue lendo
Propaganda

Categorias

Últimas Notícias