Conecte-se conosco

São Paulo

Socorro inaugura museu dedicado à história dos 120 anos das motos e bicicletas no país

Publicados

em

Inaugurado no dia 11 de novembro, o ‘Centro Cultural Movimento’ possui um dos maiores acervos do país dedicado ao segmento de duas rodas, que inclui documentos históricos, troféus importantes e inúmeras modelos de motos e bicicletas

A cidade de Socorro, localizada na região do Circuito das Águas Paulista, acaba de inaugurar o primeiro museu do Estado de São Paulo dedicado a contar os 120 anos de história das motos e bicicletas no país. Batizado de ‘Centro Cultural Movimento’, o local foi oficialmente inaugurado no dia 11 de novembro e após a realização da cerimônia de abertura que reuniu autoridades locais dos poderes Executivo e Legislativo, diversos pilotos que fizeram história no país e no mundo, representantes de entidades do setor, além de membros de algumas das famílias que iniciaram o motociclismo no Brasil.

“Tudo que vocês vão ver aqui dentro do museu trata da história de nós mesmos. Tudo que está aqui é porque vocês [pilotos e famílias] nos cederam. A lista de quem emprestou motos é enorme”, destacou Carlãozinho Coachman, curador do ‘Centro Cultural Movimento’, em discurso emocionado durante a solenidade de abertura.

Por sinal, este foi o sentimento que guiou todo o andamento da cerimônia de inauguração do museu. Nomes que fizeram história no ciclismo e no motociclismo nacional deram seu testemunho durante o evento. Um dos momentos mais comoventes foi a participação de Dedé Ceccarelli, que, aos 102 anos foi chamada para representar a família Ceccarelli.

“São tantos nomes importantes presentes aqui, mas escolhi Dedé Ceccarelli para representar a todos vocês. Essa senhora representa uma das mais antigas famílias do motociclismo brasileiro. O pai dela foi campeão de ciclismo nos anos 1910, ganhando 12 de 11 corridas. Foi o primeiro campeão Paulista de ciclismo do interior. Ela é filha de Constante Ceccarelli e irmã de Constante Ceccarelli Jr. As histórias deles estão aqui dentro”, disse Carlãozinho Coachman.

Outras histórias, também contadas no museu, foram rememoradas durante a solenidade de abertura do ‘Centro Cultural Movimento’. Dentre elas, as biografias dos irmãos Paolo e Gualtiero Tognocchi, pilotos que marcaram época nas décadas de 1960 e 1970 em provas de Lambrettas e com a importante vitória na 1ª edição das ‘500 Milhas de Interlagos’, além da incrível biografia de Antônio Jorge Neto, o Netinho, piloto brasileiro que venceu as ‘100 milhas de Daytona’ em 1983 – história que este virando documentário e será exibida no museu e lançada no Cine Orlandi, na cidade de Socorro, em 12 de março de 2022.

“A história do motociclismo brasileiro tem alguns heróis e feitos impressionantes. A gente tem as vitórias do Alexandre Barros e os 21 anos dele em Mundiais (MotoGP e SBK). Foram oito vitórias e mais de 40 pódios. Tivemos Marco Antônio Greco, que disputou MotoGP, Formula Indy e as ‘500 Milhas de Indianápolis’, o título do Eric Granado no Europeu de Moto2, a vitória do Adu Celso no Mundial de 1973 e Antônio Jorge Neto, que venceu Daytona em 1983”, completou Carlãozinho Coachman.

Iniciado há cerca de duas décadas, a proposta de desenvolver o mototurismo na cidade de Socorro ganhou força nos últimos anos com o lançamento do projeto ‘Socorro Destino Duas Rodas’, que culminou na exposição ‘Duas Rodas e Uma Nação’ e, mais recentemente, na parceria público-privada (PPP) que oficializou a abertura do museu ‘Centro Cultural Movimento’. O coordenador do projeto ‘Socorro Destino Duas Rodas’, Luciano Peixoto, relembrou toda essa trajetória que culminou na transformação do antigo sonho de construir um polo de mototurismo no interior de São Paulo em realidade.

“Percebi que Socorro tinha todo sentido para realizar este projeto. Aqui era o lugar. Aqui seria a segunda Campos do Jordão. Já se passaram 20 anos, e, em 2019, tivemos a oportunidade para trazer um grande evento da BMW para Socorro. Para resumir, queríamos tornar a cidade na capital brasileira das duas rodas e iniciamos o projeto ‘Socorro Destino Duas Rodas’. Trouxemos a iniciativa privada. Aí veio a pandemia e as coisas atrasaram um pouco. Mas hoje estamos selando o que começamos em 2019. Socorro merece. É uma economia forte. Sabemos que esse segmento pode nos trazer um enorme benefício, com um público com grandes receitas. A primeira ação é o ‘Centro Cultural Movimento’, uma realidade hoje. Mas isso é só um pontapé inicial que queremos para nossa cidade”, disse Peixoto.

Logo após o encerramento da cerimônia de inauguração, o museu teve sua primeira atividade oficial com o lançamento do livro ‘Montar e Partir’, do piloto e autor gaúcho Ricardo Lugris. Aberto ao público a partir desta sexta-feira (12), o ‘Centro Cultural Movimento’ possui um dos mais vastos acervos do país dedicado ao segmento de duas rodas, que inclui fotografias, documentos históricos, troféus das principais conquistas nacionais e internacionais, além de inúmeros modelos de motos e bicicletas lançadas nos últimos 120 anos. Entre algumas das raridades expostas estão o título do ‘Trofeo Real Consul D’Itália’, de 1937, conquistado pelo piloto Luiz Bezzi de Santos, e a réplica da Mobilette de Alex Barros, em sua estreia na velocidade aos sete anos, e da PUCH campeã paulista de ciclomotores de 1978 com José Escalona.

Depoimentos:

“Anos atrás, quando Carlãozinho me procurou, imediatamente disponibilizei tudo o que eu tinha, sem exceção. Para nosso esporte e nossa nação é algo inédito. Resgata o passado, não apenas como um museu de motos, e sim como o museu da nossa história. Não me lembro de ter visto algo assim em outro lugar do mundo. E acho que isso não para por aqui. É uma coisa para o futuro” – Santo Feltrin

“O museu, além de mostrar a história da bicicleta e da motocicleta, mostra a história do motociclismo no Brasil, e a cidade de Santos (SP) teve uma importância imensa através do ícone Luiz Bezzi, santista que foi campeão Paulista e Brasileiro, e de seu filho, Franco Bezzi Neto. Mostra também um dos primeiros Moto Clube do Brasil, o Santos Moto Clube, que foi modelo para todos os Moto Clubes brasileiros. Está exposto o troféu Real Cônsul da Itália, que Luiz Bezzi ganhou após conquistar o campeonato por um número de vezes seguidos, que está em poder do seu neto, Coronel José Bezzi, o qual emprestou ao museu para exposição. Vale a pena aos amantes do motociclismo e da história conferirem” – Orlando Bezzi

“Carlãozinho Coachman Parabéns!! O Centro Cultural Movimento de Socorro – SP, ficou do jeitinho que você desejou. Sei o quanto esse dia foi importante é sonhado. Que Deus te abençoe e que você voe cada vez mais alto.”Sucesso amigo! – Marcia Pontes 

“Carlãozinho, obrigado pelo convite. Sempre defendendo a história das duas rodas. Sucesso” – Renato Gaeta

“Um passo importante para colocar o Brasil na civilidade. Enquanto Ciência e Cultura sofrem ataques, a cidade de Socorro abre suas portas para o futuro contando a história de nosso amor pelas motos e bicicletas” – Celso Miranda, jornalista da BandSports

“Baita evento de inauguração do Centro Cultural Movimento, com o destaque da exposição Duas Rodas e Uma Nação! O mais importante foi o Carlãozinho ter juntado os maiores campeões do motociclismo brasileiro, empresários do setor, fotógrafos, diretores de arte, doadores de motos e vasto material que compõe hoje o acervo do MotoStory. Um evento de primeira” – Edson Lobo

“A história de uma das famílias mais antigas do motociclismo brasileiro foi eternizada ontem pelo Centro Cultural Movimento – MotoStory Brasil” – Gustavo Ceccarelli

“Os erros não devem ser esquecidos e servem de lição. Os acertos, os ídolos, os heróis e as conquistas jamais serão esquecidos e servem de inspiração. Somos parte de uma corrente que liga o passado, o presente e ajuda a moldar o futuro. Se mantivermos acesa a chama, o fio da história não se perde.”  – Carlãozinho Coachman – Curador do Centro Cultural Movimento

Fique de olho na agenda que já tem muita coisa sendo prepara pelo CCM:

– Hard in Help: 3, 4 e 5 de dezembro de 2021;

– Lançamento do Livro Duas Rodas e Uma Nação – 2021;

– Documentário ‘Aconteceu em Daytona’: 12 de março de 2022 (Cine Cavaliere Orlandi);

– Enduro da Independência (40 anos): Setembro de 2022;

– Socorro Moto Classic – 2022;

– Lançamento do livro ‘João Bike Mendes’: 2022.

Informações importantes: 

O QUE: Centro Cultural Movimento

ONDE: Antiga Estação Ferroviária;

ENDEREÇO: Praça Rachid José Maluf, 83, Socorro (SP)

INGRESSO: R$ 20,00 inteira | MEIA ENTRADA:  Para os estudantes e 60+ 

SOCORRENSES:  Não pagam nos dias úteis, apresentando o Cartão Cidadão e documento oficial com foto (RG, Passaporte ou CNH)

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO: quartas e quintas-feiras, das 10h às 18h, sextas e sábados, das 10h às 20h e domingos, das 9h às 17h

SITE:   www.centroculturalmovimento.com.br 

Fique de olho na agenda que já tem muita coisa sendo prepara pelo CCM:

– Hard in Help: 3, 4 e 5 de dezembro de 2021;

– Lançamento do Livro Duas Rodas e Uma Nação – 2021/22;

– Documentário ‘Aconteceu em Daytona’: 12 de março de 2022 (Cine Cavaliere Orlandi);

– Enduro da Independência (40 anos): Setembro de 2022;

– Socorro Moto Classic – 2022;

– Lançamento do livro ‘João Bike Mendes’: 2022.

São Paulo

Defesa Civil do Estado de São Paulo alerta toda população para frente fria que atinge o estado a partir desta terça-feira, 17

Publicados

em

A previsão é que as temperaturas mínimas cheguem a 1º C em algumas regiões do estado, inclusive com possibilidade de geada nas áreas mais serranas


A Defesa Civil do Estado de São Paulo alerta toda a população para uma onda de frio que atingirá o estado a partir desta terça-feira, 17. Segundo dados do Centro de Gerenciamento de Emergência (CGE), uma massa de ar frio de origem polar deve avançar por São Paulo derrubando as temperaturas, com mínimas previstas de até 1º C, na Serra da Mantiqueira.

No Capital, as temperaturas mínimas podem chegar a 6º C, menor registro para o mês de maio, desde 1990. Já interior do estado a região norte merece atenção, com mínima prevista de 3º C para Ribeirão Preto e 5ºC para São José do Rio Preto. Já no litoral sul a previsão será de frio intenso, com temperatura mínima de 10º C, além de ventos de até 75 KM/h, o que aumenta a sensação de frio.

Recomendações
A Defesa Civil Estadual recomenda que as defesas civis municipais permaneçam atentas e reforcem a divulgação de informações para alertar a população, visando a adoção de medidas de autoproteção.

Orientações à toda população
A queda abrupta de temperatura intensifica a sensação de frio, aumentando o risco de incidentes e danos à saúde. No frio extremo, as pessoas podem sofrer de hipotermia e, devido à diminuição das chuvas e redução da umidade relativa do ar, doenças que atacam o aparelho respiratório. Crianças e idosos são mais suscetíveis às doenças agravadas pelo frio. Mantenha-os agasalhados.

Em virtude das doenças oportunistas que incidem mais no período do frio (gripe, resfriado, pneumonia e meningite), é essencial tomar medidas simples como evitar locais fechados e de grande circulação de pessoas, além de higienizar frequentemente as mãos.

Também recomendamos especial atenção às pessoas mais vulneráveis, como as em situação de rua. O Governo do Estado e o Fundo Social de São Paulo iniciaram, no dia 10, a Campanha Inverno Solidário 2022, com a arrecadação de cobertores. As doações poderão ser feitas nos pontos de coleta instalados nas estações de trens e metrô, terminais de ônibus da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) e unidades do Poupatempo. A Defesa Civil participa da ação recolhendo doações e auxiliando na distribuição dos itens doados.

Para obter mais orientações sobre o que fazer antes, durante e depois ao período de baixas temperaturas e, também, os demais tipos de desastres, a Defesa Civil mantém o aplicativo Alerta SP, disponível para download nos sistemas Android e IOS.

Para mais informações ou pedidos de entrevista, entre em contato pelo e-mail
[email protected] ou pelo telefone 11-2193-8612/8613

Continue lendo

São Paulo

Rubens Cury é o novo Secretário de Desenvolvimento Regional do Estado de SP

Publicados

em

Fred Guidoni assume a Secretaria Executiva

O Governador Rodrigo Garcia nomeia Rubens Cury como o novo Secretário de Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo. Fred Guidoni assume a Secretaria Executiva da Pasta. Com as indicações, o Governador reforça o compromisso com a gestão municipalista e a importância do diálogo entre os Executivos estadual e municipais para alavancar a qualidade de vida da população.

Rubens Emil Cury é médico cardiologista de formação e possui longa experiência na administração pública, tanto municipal como estadual. Ele foi prefeito de sua cidade natal, Pederneiras, SP, por duas vezes, entre 1997 e 2004. Antes disso, foi Secretário Municipal de Saúde e Vice-prefeito do município. No governo José Serra, exerceu a Subsecretaria da Casa Civil. Entre janeiro de 2019 e maio de 2022, foi o Secretário-Executivo de Desenvolvimento Regional.

Com a ativa participação do Dr. Rubens Cury como Secretário-Executivo, a SDR lançou ao longo dos últimos três anos mais de 15 programas inovadores de desenvolvimento e elevação da qualidade de vida da população, em todas as regiões do estado. Também modernizou o processo de formalização dos convênios para obras de infraestrutura urbana, edificações e aquisição de máquinas e equipamentos para os 645 municípios paulistas, obtendo assim melhores resultados na efetivação de políticas públicas.

Advogado de formação, Fred Guidoni foi prefeito de Campos do Jordão por dois mandatos, entre 2012 e 2020. Ele acumulou a Prefeitura com ativa participação em associações que visam o desenvolvimento dos municípios em diversas áreas. Exerceu a presidência do Conselho Diretor da Região Metropolitana do Vale do Paraíba e a do Consórcio da Bacia Hidrográfica da Serra da Mantiqueira entre 2013 e 2018). Também é Presidente da Associação Paulista de Municípios (APM). Defensor de soluções regionais que unam a troca de experiências na promoção do desenvolvimento como medida assertiva para as cidades, Fred Guidoni está engajado no projeto que prevê nova regionalização do estado e na criação de plataforma de boas práticas administrativas, para fazer circular pelo País as boas experiências de gestão pública das Prefeituras.

Continue lendo

São Paulo

Quase 3 anos após assassinato do ator Rafael Miguel, Paulo Cupertino é preso; ele era o nº 1 na lista de criminosos mais perigosos de SP

Publicados

em

Empresário fugiu após matar Rafael Miguel e os pais dele em 9 de junho de 2019 na Zona Sul de São Paulo. Ele não aceitava namoro da filha com o artista. Seu nome estava na Difusão Vermelha e aparecia na página de criminosos mais procurados da polícia paulista.

Quase 3 anos depois da morte do ator Rafael Miguel e dos pais dele, o réu Paulo Cupertino Matias foi preso nesta segunda-feira (16), em São Paulo. O crime ocorreu em 9 de junho de 2019.

Policiais da 6ª Seccional fizeram a prisão e encaminharam o preso para o 98º Distrito Policial, no Jardim Miriam, Zona Sul de São Paulo. Cupertino foi levado ao Instituto Médico Legal (IML), onde fez o exame de corpo de delito e depois foi para a Divisão de Capturas, no prédio do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no Centro da capital paulista.

Ele passará a noite no 77º DP e na terça (17) pode ser encaminhado a um Centro de Detenção Provisória (CDP), já que tem prisão preventiva decretada pela Justiça.

o chegar ao prédio do DHPP, Cupertino negou os crimes. “Eu sou inocente. Não matei ninguém”.

Segundo o delegado da 6ª seccional, a equipe de policiais recebeu uma informação de que Cupertino estaria na capital paulista, foram checar e encontraram o procurado.

Incluído na Difusão Vermelha da Interpol, Cupertino era o primeiro nome da lista dos criminosos mais perigosos e procurados de São Paulo.

De acordo com o Ministério Público (MP), o empresário assassinou a família porque não aceitava o namoro de Isabela Tibcherani, a sua filha de 18 anos à época, com o artista. Vídeos gravados por câmeras de segurança mostram o momento em que ele atira 13 vezes em Rafael, que tinha 22 anos, e nos pais do ator: João Alcisio Miguel, de 52, e a mãe Miriam Selma Miguel, 50.

Foto divulgação

Rafael era conhecido na mídia por ter interpretado o personagem Paçoca na novela “Chiquititas”, do SBT, e trabalhado em um famoso comercial em que uma criança pede brócolis à mãe. Ele também atuou em novelas da Globo, como “Pé na Jaca”, “Cama de Gato” e o especial de fim de ano “O Natal do menino imperador”.

Cupertino é acusado de triplo homicídio duplamente qualificado, por motivo fútil e recurso que impossibilitou a defesa das vítimas. Ele, que atualmente tem 50 anos, nunca constituiu um advogado para defendê-lo. Além do empresário, dois amigos dele são réus no mesmo caso por terem ajudado o assassino a fugir.

O assassinato foi cometido na frente da casa onde Isabela morava com a mãe, no bairro da Pedreira, Zona Sul da capital paulista. As duas não foram baleadas por Cupertino e sobreviveram. O empresário fugiu.

Continue lendo
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Últimas Notícias