Conecte-se conosco

Cultura

O Líder junino

Publicados

em

O tão aguardado mês de junho chegou, o mês JUNINO,  momento muito aguardado por todos, já que nos últimos 2 anos (2020 e 2021) não tivemos os festejos juninos no Brasil. Ainda convivemos com o vírus da Covid, utilização em alguns ambientes das máscaras de forma obrigatória e outros de forma opcional, mas cabe ao Líder Junino conscientizar as pessoas sobre os cuidados a serem tomados, como o de seguir a orientação dos protocolos sanitários vigentes e enfatizar aos mesmos sobre a empatia com o próximo.

Em Jaguariúna teremos a volta da tradicional CAVALARIA ANTONIANA, ela que teve a frente grandes líderes como o saudoso Padre Antonio Joaquim Gomes. Começou há mais de 50 anos com o Líder Sr. Anísio Geraldo de Aguiar carinhosamente chamado de Anísio Ferreiro, que por seu amor a um animal de estimação á égua CABANA a qual num momento impensado a vendeu, mas depois fez uma promessa e conseguiu o animal de volta, por isto desfilava com amigos levando uma imagem de Santo Antônio no desfile, muitos amigos estiveram à frente desta tradicional Cavalaria, mas não poderia deixar de destacar o meu querido e inesquecível irmão Antonio Aparecido Rodrigues dos Santos, o Lebrão, que visitava diversas propriedades rurais de MG, com o intuito de convidar os moradores de lá, para virem desfilar e trazerem seus carros de boi, tornando a Cavalaria uma festa que reunia dezena de milhares de pessoas e que leva até o hoje o nome de Jaguariúna como um dos destinos do Turismo Religioso pelo Brasil.

Dia 24 de Junho é o momento de festejar São João, São João Batista aquele que anunciou a BOA NOVA (Boa Notícia), a vinda do Cristo, Filho de Deus, Salvador da humanidade e que renovaria todas as coisas, também coube a João Batista batizar Cristo no Rio Jordão, e como Boa Notícia  sempre é BEM Vinda, tivemos dias atrás o início da Feira Noturna no Parque Santa Maria em Jaguariúna, isto tem possibilitado que mais de 60 empreendedores possam vender seus produtos e assim melhorar sua renda, além de ser local de lazer para a família,  vem atraindo turistas que nos visitam, conhecem a nossa culinária, artesanato, cultura,  comem, bebem e compram movimentando nosso comércio.

Para encerrar o mês (dia 29) o festejo é para São Pedro, apostolo de Jesus, momento de grande celebração religiosa, Pedro que se tornaria o primeiro Papa.

Líderes do mês de junho que devem servir de inspiração para os líderes empresariais do mundo de hoje, eles que tiveram muita fé, e isto é fundamental para que um negócio dê certo, duas características de comportamento empreendedor estudadas no Seminário EMPRETEC são: CCE – PERSISTÊNCIA e CCE – INDEPENDÊNCIA E AUTOCONFIANÇA.

O mês de junho também reserva uma boa notícia para os desenvolvedores de sistemas, vem ai o JAGUARIÚNA TECH, mais de 190 cursos de capacitação gratuitos para você se aperfeiçoar ou se tornar um desenvolvedor de software, um mercado que hoje tem disponível mais de 400 mil vagas e que tem carecido de profissionais, então chegará a nossa cidade este importante projeto, para que você que gosta desta área se desenvolver, e o legal é que não é preciso já ter aprendido nada, você começará a conhecer do Zero, seja em qual trilha (linguagem) você opte em começar a aprender.

Nossa cidade e região possui grandes empresas do setor de tecnologia e também toda empresa hoje em dia precisa de um profissional deste setor, por isto se faz necessário capacitar profissionais para esta área, tanto é que o Governo do Estado de São Paulo, também está com vagas abertas para o programa www.novotec.sp.gov.br, para você fazer um curso técnico e profissionalizante de forma gratuita e online, e se for estudante pode receber ainda o bolsa-auxílio aos estudantes.

Bora festejar Santo Antônio, São João, São Pedro e as Boas Notícias que estão chegando toda semana, confirmando a previsão de que a cidade de Jaguariúna e nossa Região do Circuito das Águas Paulista, serão destaque a nível nacional no desenvolvimento, gerando grandes oportunidades de emprego e melhorando a renda da nossa gente.

Viva os Líderes Juninos e toca a música sanfoneiro!!!  

João Rodrigues

Presidente ACI-Jaguariúna

Administrador – Gestor de Negócios – Empreendedor do Bem

Cosmópolis

Sesi Cosmópolis recebe Contação de História sobre lendas celtas

Publicados

em

sSesi Cosmópolis – A Estação Sesi de Cultura de Cosmópolis receberá no dia 30 de junho, quinta-feira, às 14h, a Contação de História “O Caldeirão de Gundestrup e outras Lendas Celtas” da Cia Hespérides. O espetáculo gratuito, com cerca de uma hora de duração, traz o encantamento dessa cultura ancestral, que vem da Escócia, Irlanda e País de Gales.

Com música, brincadeiras e muita interatividade com o público, a Cia vai apresentar a tradição e a magia contidas na mitologia celta, que atravessou séculos e hoje é respeitada em todo mundo.

Quer saber Notícias de Engenheiro Coelho – Clique aqui

Pesquisas revelam que os celtas são um povo que deixou pouca cultura escrita, pois tudo foi mantido pela força da memória de seus druidas. Reside exatamente aí a sua grande magia: o que nasceu com eles veio até o mundo contemporâneo pela força de suas tradições e oralidade. E é para sentir esta magia que a Cia. Hespérides convida todos para se debruçarem nesses encantos e encontros.

Sesi Cosmópolis – Sobre a Cia. Hespérides

Assim como as deusas mitológicas Hespérides, as pesquisadoras e contadoras de histórias Vanessa Meriqui e Drika Nunes, criadoras da Cia. Hespérides, buscam ser instrumentos da arte narrativa e se apresentam com diferentes repertórios em eventos literários, escolas, bibliotecas e centros culturais de todo país. Ambas as contadoras têm formação em Comunicação Social, são atrizes e pós-graduadas em A Arte de Contar Histórias – Abordagens Poética, Literária e Performática. Vanessa Meriqui é também escritora de livros infantis.

Serviço
“O Caldeirão de Gundestrup e outras Lendas Celtas” (Cia Hespérides)
Data: 30 de junho, quinta-feira
Horário: 14h
Local: Estação Sesi de Cultura de Cosmópolis
Avenida da Saudade, 1107 – Parque Residencial Rosamélia
Entrada gratuita e classificação livre
Contatos: (19) 3812 1949 | WhatsApp 19 99907 5575
cosmopolis-cultura.sesisp.org.br

Sesi Cosmópolis
Sesi Cosmópolis

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer fica bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Rua do Bairro Universitário em Engenheiro Coelho
Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui e habilite seu App gratuitamente para receber os principais conteúdos da Gazeta direto em seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado.

Quer saber Mais sobre Notícias de Engenheiro Coelho e Região? Clique aqui

Continue lendo

Mundo

Tom Cruise fará HISTÓRIA com ‘Missão Impossível 8’

O elenco do novo filme conta com o retorno de Tom Cruise, Rebecca Ferguson, Simon Pegg, Ving Rhames, Vanessa Kirby e Angela Bassett.

Publicados

em

O ator veterano Henry Czerny também foi confirmado no longa-metragem e reprisará seu papel como Kittridge, 25 anos depois da última aparição na franquia.

Tom Cruise – Em entrevista ao ScreenRant, o editor Eddie Hamilton aumentou nossas expectativas para o já confirmado oitavo capítulo de ‘Missão Impossível’, revelando que o astro Tom Cruise fará história com acrobacias absolutamente insanas.

Hamilton falou sobre o tempo que passou na África do Sul, onde as filmagens ocorreram, e garantiu que os fãs irão se surpreender mais uma vez com Cruise.

“Estou novamente colaborando com Tom Cruise e Chris McQuarrie todos os dias nessa sequência, para torná-la cada vez melhor e, eu juro, algumas das coisas que ele está fazendo são históricas, cara”, ele disse. “Não estou exagerando. Vocês vão assistir e vão ver. Tom fez isso de novo. Ele fez de novo. E é incrível estar ao lado dele, honestamente”.

Quer saber Notícias de Engenheiro Coelho – Clique aqui

Lembrando que o oitavo capítulo chega aos cinemas em 28 de junho de 2024. O sétimo, intitulado ‘Missão Impossível – Acerto de Contas: Parte 1’, está programado para ser lançado em 14 de julho de 2023.

O elenco do novo filme conta com o retorno de Tom CruiseRebecca FergusonSimon Pegg, Ving Rhames, Vanessa Kirby e Angela Bassett. Klementieff e Hayley Atwell fazem parte das novas adições, ao lado de Rob Delaney (‘Deadpool 2’), Charles Parnell (‘Top Gun: Maverick’), Indira Varma (‘Game of Thrones’), Mark Gatiss (‘Sherlock’) e Cary Elwes (‘Stranger Things’).

O ator veterano Henry Czerny também foi confirmado no longa-metragem e reprisará seu papel como Kittridge, 25 anos depois da última aparição na franquia.

Tom Cruise

Tom Cruise fará HISTÓRIA com ‘Missão Impossível 8’
Tom Cruise fará HISTÓRIA com ‘Missão Impossível 8’

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer fica bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Rua do Bairro Universitário em Engenheiro Coelho
Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui e habilite seu App gratuitamente para receber os principais conteúdos da Gazeta direto em seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado.

Quer saber Mais sobre Notícias de Engenheiro Coelho e Região? Clique aqui

Continue lendo

Brasil

Lei Rouanet x cachê de prefeituras: especialistas explicam diferenças

Publicados

em

Especialistas esclarecem dúvidas sobre o gerenciamento do dinheiro público destinado à Cultura no Brasil

Lei Rouanet – O uso do dinheiro público na contratação de artistas, realização de shows e outros eventos que dizem respeito à cultura e ao entretenimento no Brasil é discussão antiga, mas cercada de informações pela metade ou mal compreendidas. Nas últimas semanas, sobretudo, o tema voltou a ganhar proporção nacional devido a má fiscalização dos órgãos competentes sobre como esses recursos são utilizados.

Quer saber Notícias de Engenheiro Coelho – Clique aqui

Mas afinal, quem está errando, os artistas ou as prefeituras? No combate à desinformação, o colunista Leo Dias, do portal Metrópoles, conversou com dois especialistas na área, os empresários Sérgio Henrique Muller e Dirce Abreu, e detalha, em tópicos, todos os lados mais importantes desse imbróglio, descomplicando o entendimento sobre dinheiro público, dinheiro das prefeituras e a Lei Rouanet. Entenda de onde vem e para que serve esse dinheiro.

Lei Rouanet – O que é dinheiro público?

Dinheiro público é um dinheiro que o governo tem e que dispõe, em geral, da arrecadação de impostos, tributos, taxas e outros, para conseguir fazer ações pela população, pagar bens e serviços. É um conjunto de recursos arrecadados para este fim, unicamente. Ou seja, dinheiro da prefeitura é sim dinheiro público.

Dinheiro da Lei Rouanet é dinheiro público?

Dirce Abreu – “A Lei Rouanet foi mudada no governo Bolsonaro para nome de Lei Federal de Incentivo à Cultura: é uma lei que permite que os artistas e produtores culturais obtenham patrocínio através da isenção fiscal do imposto de renda (IR).

Sertanejo faz live e chora ao falar de dinheiro público- clique aqui e leia mais

No caso, você propõe o projeto junto à Secretaria Especial da Cultura, hoje sob guarda-chuva do Ministério do Turismo. Esse projeto passa por uma comissão e ele é aprovado (ou não), e você pode ir ao mercado captar recursos da iniciativa privada, até o teto de 4% do imposto à pagar. Ou seja, uma parte é imposto e outra parte, não necessariamente.

Na prática, significa que todo projeto incentivado, seja através do artista ou de uma produtora, tem que buscar no mercado, na iniciativa privada, o patrocínio para seu projeto. Isso é a lei de incentivo federal, estadual ou municipal. Busca-se no patrocinador a isenção fiscal. Que fique claro: Pela Lei Rouanet, o artista nunca pega dinheiro direto do governo, mas sim, o dinheiro vem da iniciativa privada através da isenção fiscal”.

Sertanejo invade live de cantor e o diz para se calar – clique aqui e leia mais

O artista na rédea curta pela Lei Rouanet

Dirce Abreu – “Atualmente, o governo permite essa isenção fiscal. Ele analisa o projeto proposto, que passa por três etapas dentro dessa secretaria. Por outro lado, nos últimos anos tem sido muito mais difícil para os artistas, já que o tempo de avaliação dos projetos – que sempre foi muito rápido e prático -, agora mudou bastante”.

E se o projeto do artista for aprovado e não conseguir patrocínio, isso pode acontecer?

Dirce Abreu – “Pode acontecer! A maioria dos projetos propostos pelo Ministério da Cultura não são captados, eles só são aprovados e o artista não recebe esse dinheiro, nunca, porque ele não vai conseguir captar. Pouquíssimo são os artistas ou produtores que conseguem captar recursos hoje”.

Fundos da Itaipu pagaram show de Gusttavo Lima – Leia mais clicando aqui

Prefeituras excedem na contratação de artistas? Existe fiscalização nisso?

Sergio Henrique Muller – “No processo da lei de incentivo, a partir do momento em que um projeto foi aprovado e foi captado, só pode existir irregularidade na parte de quem vai fazer a gestão do projeto, mas não do governo. O governo apenas aprova ou reprova o projeto. O erro dele acontece na hora que ele ou a comissão está analisando o projeto. Quem quer ser corrupto, arma sempre um lugar para que essa corrupção aconteça.

A diferença é que o incentivo à cultura efetivo, não tem com medir. A fiscalização de projetos vinculadas à Lei Rouanet é limitada a execução do projeto que já foi pré-aprovado, tem que fazer uma prestação de contas do projeto aprovado. Por vezes, isso pode ser utilizado para fins particulares, como gravação de DVD ou outra coisa assim, o que gera mais benefícios individuais que benefícios direto à cultura, esse é um dos problemas da Lei Rouanet, é difícil fiscalizar”.

Contratação de artistas pelas prefeituras

Sergio Henrique Muller – “Por outo lado, a contratação direta de prefeituras, estados, secretarias ou departamentos de cultura, é uma modalidade que está prevista na lei de licitações, que regula essa formas de contratações públicas.

Leia mais: Prefeitura cancela show de sertanejo – clique aqui

Nesses casos em específico, a lei estabelece no artigo dela que, se forem artistas de notoriedade em território nacional, você pode dispensar um procedimento de concorrência, você não dispensa a licitação em si. Existe todo um procedimento interno. A prefeitura, por exemplo, elabora um termo de referência, onde ela vai dizer que artista ela quer contratar, por quais motivos, o que vai acontecer, qual vai ser o show, para que data, se é uma data comemorativa da cidade ou não.

Lei Rouanet
Lei Rouanet

Estabelecem os critérios para a contratação e ela solicita aos artistas que apresentem propostas para execução daquele show, naquele determinado dia. E a partir disso a prefeitura dá prosseguimento. Caso todas estejam com todas as certidões regulares e tudo mais, aprova-se, então, e é realizada a contratação. Mas daí, é a contratação de um serviço em específico.

Existe uma prestação direta de serviço, o artista tem que ir lá, fazer o show naquela data que foi contratado. Obviamente existe a fiscalização dos órgãos internos de controle de municípios, estados e também tem uma fiscalização acentuada por parte do Ministério Público e também e tribunais de contas”.

Prefeituras podem pagar o cachê exigido pelo artista?

Sergio Henrique Muller – “É feita uma avaliação de variação de cachê para que se mantenha algo próximo daquilo que o artista realmente costuma vender e é óbvio que existe muita variação de artistas, o valor de cachê muda muito e de época em época também. Há nisso, uma forma mais objetiva de fiscalização: se contratou o show tem que acontecer. Se não acontecer, o artista pode ser punido. Tem uma série de consequências.

Na Lei Rouanet, você aprova um projeto e executa ele: você pode fazer com portões abertos, sem cobrança de ingresso ou pode captar com cobrança de ingresso, só que esse dinheiro não volta mais para a administração pública, já que ele foi usado para a execução do projeto”.

Já na lei de licitações, se a prefeitura contratar um determinado show de um determinado artista, ela pode capitalizar em cima disso, ela pode cobrar ingressos, pode vender patrocínio, ela pode capitalizar em cima desse show que ela está contratando e, obviamente ela tem a restituição disso para os cofres dela. Essa é uma diferença que existe entre a captação pela Lei Rouanet e o recebimento receptivo por licitação”.

Fonte: Metrópoles

Fique por dentro!

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer fica bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Além disso, a Gazeta tem uma super novidade para você! Que tal receber as receber as principais notícias que são veiculadas no Portal da Gazeta Regional direto no seu WhatsApp, totalmente gratuito?

xangai, covid-19
Gazeta Regional

Gostou da novidade? Então, clique aqui e habilite seu App gratuitamente para receber os principais conteúdos da Gazeta direto em seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado.

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Quer saber Mais sobre Notícias de Engenheiro Coelho e Região? Clique aqui

Continue lendo
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Últimas Notícias