Conecte-se conosco

São Paulo

Obra do Metrô desaba e abre cratera na Marginal Tietê

Publicados

em

Não houve feridos. Marginal Tietê está bloqueada no sentido Ayrton Senna. De acordo com o secretário dos Transportes Metropolitanos, José Galli, a galeria de esgoto que passava 3 metros acima da máquina de escavação conhecida como “tatuzão” se rompeu

Uma cratera se abriu na Marginal Tietê após o asfalto ter cedido ao lado da obra do Metrô da Linha 6-Laranja, na Marginal Tietê, na Freguesia do Ó, na Zona Norte de São Paulo, na manhã desta terça-feira, dia 1º. Não houve feridos. Dois funcionários que tiveram contato com a água que jorrou do acidente foram socorridos pelos bombeiros.

O desmoronamento ocorreu por volta das 9h, antes da Ponte do Piqueri, no sentido Ayrton Senna, ao lado de um poço cavado construído entre as futuras estações Santa Marina e Freguesia do Ó. Ao longo da manhã, o buraco aumentou de tamanho.

De acordo com o secretário dos Transportes Metropolitanos, José Galli, o vazamento de uma galeria de esgoto causou o acidente. Segundo Galli, provavelmente o solo não suportou o peso da galeria, que passava 3 metros acima da máquina conhecida como “tatuzão” e acabou se rompendo. Uma auditoria será aberta para investigar as causas do acidente.

Ainda de acordo com o Galli, o “tatuzão” não atingiu a tubulação.

“Houve o rompimento da galeria [de esgoto] que passa no sentido transversal ao túnel e houve o início de vazamento às 8h21. O solo não aguentou. A tuneladora passava a 3 metros dessa galeria, portanto não houve um impacto da tuneladora com a galeria”, afirmou.

Inicialmente, o Corpo de Bombeiros informou que um “tatuzão” havia rompido uma adutora, que alagou a galeria. No entanto, o secretário afirma que o equipamento passava três metros abaixo da galeria e não houve choque com a adutora. “Mas de alguma maneira houve o rompimento e esse problema tem que ser investigado”, disse Galli.

“Estamos providenciando uma auditoria para identificar exatamente o que ocorreu e os responsáveis para que a gente adote as medidas cabíveis”, afirmou o secretário.

Paulo José afirmou que o objetivo será reabrir a Marginal Tietê. “Essa galeria precisa ser reconstruída e a marginal precisa retomar. Toda a equipe da engenharia da Sabesp já está aqui. Já parou de chegar esgoto [na galeria], e está estável”.

Segundo a Sabesp, por meio de nota, a tubulação, chamada Interceptor de Esgotos (ITI-7), é responsável por encaminhar o esgoto coletado para tratamento na ETE Barueri. Técnicos da Companhia trabalham no momento para desviar o esgoto para outros interceptores.

O governador João Doria também defendeu que a prioridade é liberar a Marginal Tietê.

“A prioridade número 1, liberação do trânsito na Marginal Expressa, CET já foi liberada pela Enel que também teve um envolvimento aqui. Agora a pista expressa vai ser liberada para melhorar o conforto e a velocidade média para chegar ao seu destino”. afirmou.

O secretário disse ainda que num primeiro momento “não há riscos” para os imóveis do entorno, mas que será feita uma análise.

Segundo o Departamento de Águas e Energia Elétrica do Estado (DAEE), não foi constatado danos ao leito do Rio Tietê.

A Marginal Tietê é composta por um conjunto de avenidas que margeiam o Rio Tietê e é a principal via expressa de São Paulo. Ela interliga as regiões Oeste, Norte, Central e Leste da cidade. A via também se conecta diretamente às rodovias Castelo Branco, Anhanguera, Bandeirantes, Presidente Dutra, Fernão Dias e Ayrton Senna e ao Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos.

Há registro de congestionamento nas rodovias e todas as linhas do Metrô funcionam normalmente.
O Corpo de Bombeiros informou que todos os trabalhadores conseguiram sair, e os dois funcionários que tiveram contato com a água contaminada foram socorridos pelos bombeiros por precaução.

Fonte: G1

São Paulo

Municípios retiram em São Paulo material da Campanha do Agasalho 2024

Publicados

em

Representantes de Embu das Artes, Ipuã, Jacareí, Jaguariúna e Morro Agudo estiveram no depósito do FUSSP e retiraram o kit da campanha

O Fundo Social de São Paulo segue com a distribuição de caixas da Campanha do Agasalho 2024 para os municípios do Estado. Nesta quarta-feira, 10, estiveram no depósito do FUSSP representantes das cidades de Embu das Artes, Ipuã, Jacareí, Jaguariúna e Morro Agudo para recolher o material de reforço da campanha. 

Cada cidade está recebendo 10 caixas e 10 cartazes da campanha, que serão colocados em locais de maior visibilidade nas ruas, de acordo com o mapa de distribuição traçado pelo próprio município. A distribuição do material vai até o dia 25 de julho.

LEIA TAMBÉM:

Com o slogan “Todos Precisam de um Manto”, a campanha deste ano busca estabelecer um paralelo entre o manto sagrado do esporte – as camisetas e bandeiras dos times – e o cobertor, item essencial para aquecer quem mais precisa durante o inverno.

A campanha visa mobilizar a população paulista para a doação prioritariamente de cobertores e roupas de inverno, incentivando a solidariedade em todas as regiões do estado. Para dar visibilidade ao trabalho serão realizadas diversas ações de marketing e também nas redes sociais para incentivar as pessoas a participarem. 

Como nos anos anteriores, o Fundo Social também vai adquirir 125 mil cobertores com recursos próprios, que serão distribuídos entre os municípios paulistas, de acordo com índices de famílias em situação de vulnerabilidade social.

Jogadores
Este ano, a campanha conta com a participação de jogadores de futebol dos times paulistas, tanto da primeira quanto da segunda divisão. Vídeos semanais estão sendo lançados nas redes sociais, destacando jogadores falando sobre a importância das doações. Esses vídeos estão sendo divulgados nas redes sociais dos clubes, do Fundo Social (@fundosocialsp) e do Governo do Estado (@governosp). 

Além das publicações online, a Campanha do Agasalho realizará duas ações surpresas durante jogos do Campeonato Brasileiro.

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer ficar bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Deputa Federal Renata Abreu Visita Engenheiro Coelho
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Continue lendo

São Paulo

Governo de SP atinge marca de R$1 bilhão investido em infraestrutura na educação em 18 meses

Publicados

em

Investimento foi realizado em 1.261 construções e reformas nas redes estadual e municipais, mais de 650 mil alunos de 327 municípios foram beneficiados

O Governo do Estado de São Paulo investiu R$1,032 bilhão em obras de infraestrutura na Educação de janeiro de 2023 a junho deste ano. O aporte financeiro foi alcançado em tempo recorde: apenas 18 meses. O montante equivale a aproximadamente o valor total investido entre 2019 e 2022, quando o Estado investiu R$1,055 bilhão em melhorias.

Balanço da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo (Seduc-SP) aponta que foram entregues 1.261 obras em escolas e creches públicas nos 18 meses da atual gestão. Mais de 650 mil alunos de 327 cidades foram beneficiados pelas intervenções. O Estado investiu em reformas completas de escolas estaduais, em melhorias em quadras, cozinhas, refeitórios e sala de aula, revitalização de fachadas, intervenções em telhados e em adequações para acessibilidade, além da entrega de 44 creches municipais.

LEIA TAMBÉM:

Para o secretário Renato Feder, a infraestrutura das escolas reflete diretamente no aprendizado dos alunos. “Estamos 100% empenhados na melhoria do ensino, na recuperação da defasagem e oferecer uma rede mais bem estruturada com quadras, laboratórios e recursos tecnológicos cumpre um papel muito importante de tornar as atividades escolares mais atrativas, as reformas são fundamentais para o sucesso da educação”

Jean Pierre Neto, presidente da Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE), órgão responsável pelas obras da Seduc-SP, conta que para entregar mais com menos sem abrir mão da qualidade do produto final, foi necessário planejamento e revisão de processos com foco na otimização de tempo e recursos. “Nós visitamos as escolas, fizemos um mapeamento prévio dos desafios, conversamos com comunidade escolar, diretores, dirigentes e a Secretaria de Educação para entender quais eram as necessidades da rede. Feito isso, começamos as ações para agir rapidamente. Então, revisamos nossos fluxos de trabalho para que pudéssemos ter licitações mais ágeis. No ano de 2023, fizemos cerca de mil licitações na Fundação. Conseguimos dar muita celeridade para as contratações e através da celeridade, a gente consegue assinar os contratos mais rápido e inicia as obras mais rapidamente”.

O presidente da FDE ressalta também a importância de fazer fiscalizações preventivas para corrigir problemas durante o processo de execução, garantindo que as entregas sigam o padrão FDE de qualidade e evitando, assim, reparos futuros e atrasos. Ele também explica que funciona como uma engrenagem: “Esses são grandes pontos que deram muita celeridade em relação às nossas contratações, consequentemente aumentando o número de contratações e execução das obras. Além de, obviamente, da busca por economia: procuramos revisar nosso catálogo técnico, encontrar redução nos custos das nossas construções, encontrar materiais e metodologias construtivas mais baratos”.

Essas metodologias permitem, segundo Jean reduzir consideravelmente a geração de resíduos e o custo com a destinação desse resíduo e o tempo de execução das obras, gerando uma economia e possibilitando que a gente faça mais contratações entregando mais com menos e primando pela qualidade.

A expectativa da Secretaria da Educação é alcançar, até o fim de 2024, 2.000 obras entregues.

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer ficar bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Deputa Federal Renata Abreu Visita Engenheiro Coelho
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Continue lendo

São Paulo

Governador Tarcísio de Freitas entrega obra da rodovia Perimetral de Itatiba (SPI 081/360)

Publicados

em

Concessionária Rota das Bandeiras investiu R$167,9 milhões para execução da obra. Nova rodovia tem 8,2 km de extensão e conta com duas faixas de rolamento por sentido, além de uma base do Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU) e duas balanças móveis

O governador Tarcísio de Freitas esteve em Itatiba na tarde desta quarta-feira, 3 de julho, para acompanhar a entrega das obras e liberação ao tráfego da rodovia Perimetral (SPI 081/360), nova rodovia com 8,2 km de extensão que garantirá a conexão da rodovia D. Pedro I (SP-065) com as rodovias Eng. Constâncio Cintra (SP-360) e Romildo Prado (SP-063). O evento também contou com as presenças do secretário estadual de Parcerias em Investimentos, Rafael Benini, e do prefeito de Itatiba, Thomás Capeletto.

“Esta é uma obra muito importante para a logística de toda a região e não beneficia apenas Itatiba. São Paulo é o estado mais rico do país e que concentra 22% da população. Por isso, demanda muitos investimentos em infraestrutura, que trazem empregos e desenvolvimento. A conexão entre o sistema Anhanguera/Bandeirantes com a D. Pedro I (SP-065) facilita toda a cadeia produtiva. É um grande contorno que é criado”, destacou o governador.

LEIA TAMBÉM:

Executada pela Concessionária Rota das Bandeiras, a obra teve investimento de R$167,9 milhões e gerou 940 postos de trabalho (310 diretos e 630 indiretos). A nova rodovia deverá atender a uma demanda inicial de 5,6 mil veículos/dia e irá contribuir para a retirada do tráfego de veículos pesados do sistema viário municipal de Itatiba, melhorando a mobilidade e a segurança viária. A região também se beneficiará com ganhos logísticos para escoamento da produção na nova rodovia, que foi liberada ao tráfego por volta das 18h desta quarta-feira, dia 3.

“A entrega da Perimetral representa o atendimento a uma antiga demanda de toda comunidade de Itatiba e reforça o comprometimento da Rota das Bandeiras em potencializar a economia da região, oferecer viagens mais seguras aos motoristas e contribuir para a melhoria de vida das pessoas. Desde o início da concessão, em 2009, os investimentos da Concessionária têm resultado na redução de acidentes no Corredor Dom Pedro de rodovias e a conexão com outras importantes vias tem contribuído para o desenvolvimento logístico, o que atrai a instalação de novas empresas”, destaca o diretor-presidente da Rota das Bandeiras, Douglas Longhi.

Construída em uma região montanhosa, a nova rodovia exigiu o uso de modernas técnicas de compactação do solo e estruturas de contenção. Ao longo dos 8,2 km de pistas duplas, foram construídas sete obras de artes especiais (OAEs), com destaque para o trevo de conexão com a rodovia Luciano Consoline (SP-063) e as rotatórias que dão acesso ao bairro Pinheirinho, no km 6+450.

O motorista que utilizar a via terá à disposição uma base do Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU), construído no km 1+900, sentido Romildo Prado (SP-063) e Eng. Constâncio Cintra (SP-360). As bases SAU foram criadas para que o motorista tenha uma pausa em sua viagem. No local, é possível tomar água e usar banheiros limpos e higienizados e há um fraldário. O local permanece aberto de forma ininterrupta, 24 horas por dia, sete dias por semana e conta com atendimento remoto para que o usuário tire dúvidas sobre a sua viagem com o Centro de Controle Operacional (CCO) da Concessionária. A base também é um ponto estratégico para deslocamento das equipes de guincho, ambulância e de inspeção -, que farão o atendimento aos motoristas da região.

A Perimetral conta, ainda, com quatro câmeras de monitoramento conectadas ao CCO da Rota das Bandeiras e mais nove call boxes à disposição do usuário em situações de emergência, além de duas balanças móveis para pesagem de veículos pesados.

O projeto da Perimetral também reforça a preocupação e cuidado da Concessionária com a fauna. Cinco passagens de fauna foram construídas, sendo três passagens subterrâneas e duas aéreas, para a travessia de animais arborícolas, como macacos, preguiças e ouriços.

Duplicação da rodovia Luciano Consoline (SP-063)
Após a entrega das obras de implantação da Perimetral, a Rota das Bandeiras concentra as atenções para o projeto de duplicação do trecho de 1,8km de extensão da rodovia Luciano Consoline, entre a Perimetral e a rodovia D. Pedro I. Neste momento, as equipes da Concessionária trabalham com os processos de remanejamento de interferências e desapropriação das áreas necessárias à execução da obra.

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer ficar bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Deputa Federal Renata Abreu Visita Engenheiro Coelho
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Continue lendo
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Últimas Notícias