Conecte-se conosco

Campinas

Governo de SP autoriza início das obras em rodovia da Região de Campinas

Publicados

em

Investimentos em serviços na SPA 110/330 somam R$21,3 milhões e beneficiam Paulínia, Sumaré e Hortolândia

Órgão da Secretaria de Logística e Transportes, o DER emitiu nesta segunda-feira, 26, a primeira nota de serviço para início das obras de duplicação na rodovia José Lozano Araújo (SPA 110/330), importante ligação entre a Via Anhanguera e o município de Paulínia, na região de Campinas. O investimento do Governo de SP é de R$21,3 milhões – com financiamento do BID.

A SPA 110/330 será duplicada entre o km 1 e 2,8, beneficiando, além da cidade de Paulínia, municípios adjacentes como Sumaré Hortolândia e Campinas. O projeto de obras também prevê a implantação de passarela e a reformulação de toda a sinalização, com a implantação de equipamentos de segurança – defensas metálicas, barreiras de concreto e tachões refletivos.

“Nosso mapeamento de obras prioritárias aponta gargalos que carecem de investimentos para melhorar a vida das pessoas e a logística de nosso Estado. Essas obras na região de Campinas vão beneficiar o escoamento da produção e o abastecimento de grandes empresas instaladas às margens da rodovia, com forte perfil industrial”, afirma o Vice-governador e secretário de Governo, Rodrigo Garcia.

Início dos serviços
Nos próximos dias, a empresa vencedora do processo licitatório vai montar o canteiro de obras e fazer medições. Em 10 dias, as obras podem ser efetivamente iniciadas com maquinário pesado. A previsão é que a duplicação seja entregue no prazo de 18 meses.

“A região de Campinas é um importante corredor logístico por passa parte considerável da riqueza econômica do interior paulista”, afirmou o secretário de Logística e Transportes, João Octaviano Machado Neto.

Mais empregos
Também nesta segunda-feira, 26, o DER autorizou o início de outras duas obras importantes no Estado – nas rodovias SP 291, região de Ribeirão Preto, e SP 226, no Vale do Ribeira. As três obras juntas somam R$114,2 milhões em investimentos e 772 empregos gerados (entre vagas diretas e indiretas).

No caso da SPA 110/330, são 44 postos gerados , sendo 11 empregos diretos e 33 indiretos na região de Campinas. A orientação é que as empresas vencedoras usem mão de obra local.

Campinas

Na Semana mundial do aleitamento materno, evento em Campinas amplia discussões sobre este ato de amor e saúde

Publicados

em

Chá da Baby, realizado nesta quinta-feira, 04, no Cambuí, reúne médicos, consultoras em amamentação e outros especialistas em torno de um dos mais importantes temas de saúde pública do mundo

A Semana Mundial do Aleitamento Materno, campanha global organizada pela OMS, Unicef e outros organismos que tratam a amamentação como questão de saúde, revela um panorama preocupante. Embora a amamentação reduza em 13% a mortalidade até os cinco anos de idade e proteja as mães contra vários tipos de câncer, apenas 4 entre 10 crianças no mundo são alimentadas exclusivamente com o leite materno nos primeiros seis meses de vida. Diante da relevância do tema, a Baby&Kids, um dos maiores e-commerces do Brasil de produtos de puericultura leve e pesada, realiza nesta quinta, 04, em Campinas, um evento com a proposta de trazer ainda mais informação para mães e gestantes sobre diversos temas da maternidade e a importância da amamentação, um ato de amor, proteção e saúde que merece prioridade na agenda de políticas públicas de todos os países.

Com a proposta de contribuir com ações que estimulem o aleitamento materno, a Baby&Kids realiza em Campinas o Chá da Baby, com uma programação que agrega palestras com médicos de várias especialidades, como ginecologia, obstetrícia, pediatria, neonatologia, psicóloga perinatal e parental e consultoras em aleitamento materno.

O evento destaca também a presença de Ana Lúcia Vilela (@analucia21), uma das mais importantes influencers da atualidade. Ao anunciar a primeira gravidez junto com o ex-BBB Lucas Fernandes, Ana tem sido uma voz entre as mulheres que vivem esta mesma experiência.

Pela imersão no universo materno, a Talu Concept, uma das assessorias em compras de enxoval para bebês mais respeitadas do Brasil, atuando em Orlando, Miami, La Vegas, Nova York, San Diego, São Paulo e também on-line, completa o time de palestrantes no encontro em Campinas.

Para Ana Flávia Ramalho de Souza Gomes, diretora executiva da Baby&Kids, o Chá da Baby “celebra o acolhimento da mulher neste momento único, que é a chegada de um filho”.

Nesta primeira ação em Campinas, a Ana Flávia destaca que a realização do evento não é uma mera coincidência com a Semana Mundial do Aleitamento Materno. A amamentação, segundo a executiva, é um tema especial. Especialistas ao redor do mundo vêm debatendo que o aleitamento materno não é algo instintivo. “Cada vez mais as mulheres reconhecem a importância da informação para exercer com tranquilidade e segurança este ato de amor”, afirma.

Como ação social, o Chá da Baby vai destinar parte dos lucros obtidos com as vendas no evento à Casa da Gestante Campinas. “Nós queremos que todas as participantes do evento, gestantes ou não, sintam-se muito especiais”, finaliza Ana Flávia Gomes.

SERVIÇO

Chá da Baby

Data: hoje (04/08), das 16h às 21h

Local: Casa Cambuí

           Rua Maria Monteiro, 1.742, Cambuí – Campinas (SP)

Conteúdo: palestras e workshops com especialistas

Comodidades: showroom de produtos com descontos especiais

                          espaço instagramável

                          buffet

                          serviço de vallet

Participação: fotógrafa especializada em partos

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer fica bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Taça Guaiquíca fase semifinal
Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular.

Continue lendo

Campinas

Casos de varíola dos macacos sobem em Campinas e mais 3 cidades registram infectados

Publicados

em

Hortolândia, Amparo e Jaguariúna entraram na lista de municípios com registros. Campinas já acumula 20 moradores que foram infectados pelo vírus monkeypox. Veja mapa com todos os casos na região.

Casos de varíola dos macacos -Subiu para 29 o número de casos de varíola dos macacos na região de Campinas (SP). Nesta sexta-feira (5), o boletim da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo aponta mais dois registros de infectados na metrópole, que soma 20, e outras três cidades entraram para a lista: Hortolândia, Amparo e Jaguariúna.

Casos de varíola dos macacos
A coceira da varíola dos macacos passa por diferentes estágios até a formação de lesões de pele — Foto: UKHSA

A principal forma de transmissão tem sido via contato íntimo e sexual. O período de incubação desta doença varia de 5 a 21 dias.

LEIA TAMBÉM:

“O atual surto não tem a participação de macacos na transmissão para seres humanos. O vírus da Monkeypox, que faz parte da mesma família da varíola, é transmitido entre pessoas e o atual surto tem prevalência de transmissão de contato íntimo e sexual”, disse a Saúde de SP, em nota.

Casos de varíola dos macacos estão em 8 cidades da região

  • Campinas: 20
  • Indaiatuba: 2
  • Paulínia: 2
  • Americana: 1
  • Hortolândia: 1
  • Vinhedo: 1
  • Amparo: 1
  • Jaguariúna: 1

Casos de varíola dos macacos

No estado, o total chega a 1.404 casos positivos da doença nesta sexta, que se manifesta por lesões na pele, podendo estar associadas a febre e gânglios inflamados.

O avanço da varíola tem sido classificado como de “crescimento exponencial”, segundo a infectologista da Unicamp e membro da Sociedade Brasileira de Infectologia, Raquel Stucchi, disse.

Até a última quarta-feira (3), a região tinha 22 casos confirmados em cinco cidades, e o estado inteiro computava 1.184, uma diferença de 220 casos a menos em dois dias.

“Continuaremos tendo ainda um crescimento exponencial porque falhamos muito na comunicação com os grupos que têm maior risco de exposição e adoecimento. Falhamos nas orientações para divulgar quem são esses grupos e o que eles devem fazer para diminuir o risco de adoecimento, o que eles devem fazer para não transmitir”, avaliou a infectologista na quarta.

LEIA TAMBÉM:

Casos de varíola dos macacos

20 Casos de varíola dos macacos em Campinas

Após confirmar a segunda mulher com o vírus monkeypox nesta quinta (4), a metrópole contabiliza dois novos casos nesta sexta. O total é de 20 diagnósticos positivos.

Procuramos a Secretaria de Saúde de Campinas para ter mais detalhes dos dois novos infectados, e aguardamos retorno.

Gráfico: g1 Campinas  Fonte: Prefeitura de Campinas e Secretaria de Saúde de SP

1º caso em 3 cidades

A Prefeitura de Jaguariúna informou que o paciente infectado é um homem de 23 anos. Apresentou poucas lesões no rosto, no braço e na palma da mão. Ele havia viajado para o Rio de Janeiro antes do início dos sintomas. O jovem está em isolamento.

A Secretaria de Saúde de Amparo disse que o morador que contraiu o vírus monkeypox é um homem de 29 anos também com histórico de viagem para o Rio de Janeiro. Ele está em isolamento domiciliar e passa bem.

A Prefeitura de Hortolândia ainda não divulgou detalhes do paciente infectado com varíola dos macacos.

Imagem de pessoa infectada pela varíola dos macacos — Foto: Reprodução/TV Anhanguera
Imagem de pessoa infectada pela varíola dos macacos — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Como se dá a verificação de casos suspeitos

  • Paciente deve observar:
  • aparecimento súbito de erupção cutânea única ou múltipla, em qualquer parte do corpo;
  • pode ter ou não febre;
  • pode ter ou não crescimento dos gânglios (linfonodos);
  • apuração de vínculos: contato íntimo ou contato com sintomáticos de monkeypox ou histórico de viagem para país com casos positivos ou contato com pessoas que estiveram em país com infectados.
  • No atendimento médico:
  • procurar quando notar a lesão no corpo;
  • o profissional de saúde deve levantar a suspeita já na triagem;
  • paciente passa por avaliação médica;
  • colhe amostras para exame, enviado ao Instituto Adolfo Lutz em SP;
  • Vigilância Sanitária é comunicada;
  • apuração sobre contatos conhecidos do paciente;
  • paciente recebe orientações sobre isolamento e segue em acompanhamento.
  • Se for necessário, é internado em isolamento.

Além do contato sexual, o Ministério da Saúde informa sobre transmissão do vírus por meio de secreções respiratórias e objetos recentemente contaminados. O período de infecção só termina quando as lesões em forma de crostas desaparecem da pele, que volta a ficar íntegra.

Ainda não há previsão para vacinação contra a varíola dos macacos.

Fonte: G1

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer ficar bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Gazeta Regional o seu jornal Online

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Continue lendo

Campinas

Criança de 4 anos esquecida em ônibus escolar é encontrada

Publicados

em

Motorista e monitora não notaram que menina permaneceu no ônibus, diz família. Caso ocorreu na tarde desta quinta-feira (4) e menina foi encontrada por moradora do bairro Canaã I.

Criança de 4 anos esquecida em ônibus escolar – Uma criança de 4 anos vagou sozinha pelo bairro Canaã I, em Mogi Guaçu (SP), após ser esquecida em um ônibus escolar conveniado com a prefeitura na tarde desta quinta-feira (4).

Ela foi encontrada pelos familiares após uma moradora da região encontrar a menina e publicar um post em rede social.

De acordo com o advogado da família, Nathan Covas, a criança deveria ser transportada para a Escola Municipal de Educação Infantil Oscar Passani, no Jardim Edy, por volta das 13h, mas ela não desceu do veículo para entrada.

LEIA TAMBÉM

Duas horas depois, um colega da menina relatou sobre a falta à professora e contou que a menina estava no ônibus junto com os demais durante a ida até a unidade de ensino.

Criança de 4 anos esquecida em ônibus escolar

“Ao pular da janela, ela caiu em uma avenida e acabou encontrando uma senhora, graças a Deus, muito boa pessoa, que começou a divulgar a foto da criança numa rede social, onde a família da menor ficou sabendo que ela não encontrava-se na escola e foram até a residência dessa senhora buscar a criança. Ela [menina] não se machucou, ela saiu andando pela avenida, encontrou essa senhora, inclusive chamando-a de avó, confundindo”, explicou.

Ao saber sobre o desaparecimento, a tia da menina foi comunicada que fotos da sobrinha estavam circulando nas redes sociais e foram publicadas por uma moradora que encontrou a menina perdida.

Os familiares, depois disso, foram ao local e encontraram a criança. A menina, segundo eles, disse que precisou pular da janela do ônibus, quando o veículo estacionou, para sair dele. Depois disso, ela começou a vagar e pediu ajuda para uma moradora.

Em depoimento à polícia, os familiares relataram também que a motorista e a monitora não teriam notado que a menina deixou de entrar na unidade de ensino e que, por isso, ela ficou no coletivo.

A família registrou um boletim de ocorrência contra a prefeitura por suposto abandono de incapaz e o caso deve ser investigado pela Polícia Civil em Mogi Guaçu. Ela relatou ainda à EPTV, afiliada da TV Globo, que a motorista e a monitora não foram ouvidas sobre o caso até esta publicação.

Criança de 4 anos esquecida em ônibus escolar
Post no Facebook informou sobre criança encontrada em Mogi Guaçu — Foto: Reprodução/Facebook

O que diz a prefeitura?

Em nota, a Secretaria Municipal de Educação lamentou o caso, destacou suporte aos familiares da criança e informou que abrirá um processo administrativo para apuração.

A assessoria da pasta ainda ressaltou que o transporte de estudantes da rede municipal observa as exigências legais, “com motoristas e monitores devidamente qualificados” em todas as linhas.

“A Secretaria Municipal de Educação lamenta o incidente, informa que a direção da escola ofereceu, de imediato, todo suporte aos familiares e que acionou a empresa terceirizada, responsável pelo transporte escolar, tão logo tomou conhecimento dos fatos.

Informa ainda que, a partir do boletim de ocorrência feito pela família, abrirá processo administrativo para apuração do caso e para garantir que todas as medidas necessárias sejam tomadas a fim de que a situação, ainda que pontual, não se repita.”

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer fica bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

COMO VENDER PARA O PODER PÚBLICO
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Continue lendo
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Últimas Notícias