Conecte-se conosco

Brasil

Anestesista preso por estupro passa a primeira noite em Bangu 8

Quando chegou ao local, na noite de terça (12), detentos começaram a sacudir as grades, vaiar e xingar

Publicados

em

Unidade é destinada a detentos com ensino superior

Anestesista preso por estupro – O médico anestesista Giovanni Quintella Bezerra dormiu a primeira noite em Bangu 8 após passar por audiência de custódia e ter a prisão em flagrante convertida em preventiva. A unidade, cujo nome oficial é Cadeia Pública Pedrolino Werling de Oliveira, é destinada a presos que têm nível superior.

Segundo apurou a TV Globo, por volta das 21h15, quando chegou ao local, detentos começaram a sacudir as grades, vaiar e xingar o anestesista, como forma de protesto.

Seguindo o protocolo, ele passou a primeira noite isolado.

Além de ter sido filmado estuprando uma mulher na mesa de parto, ele é investigado por mais cinco possíveis atos como este cometidos nas unidades em que trabalhou, entre elas o Hospital da Mulher Heloneida Studart, em São João de Meriti.

LEIA TAMBÉM

Outros presos

O Bangu 8 já recebeu outros presos de casos conhecidos, como Jairinho, que aguarda julgamento pelo caso da morte do enteado, Henry Borel. Outro que também passou pelo local é o delegado Marcos Cipriano, preso na Operação Calígula, que mirou a exploração ilegal de jogos de azar pelo bicheiro Rogério de Andrade.

Os presos da operação Lava Jato também já estiveram na unidade. Um deles foi o ex-governador Sérgio Cabral, que cumpriu parte da pena na cadeia, antes de ser transferido para o Batalhão Especial Prisional da PM, em Niterói, em setembro do ano passado.

Prisão preventiva decretada

Giovanni, de 31 anos, teve sua prisão convertida de flagrante para preventiva nesta terça-feira (12). O médico foi preso pelo estupro de uma mulher na hora do parto, e a delegada Bárbara Lomba, da Delegacia de Atendimento à Mulher, investiga se há pelo menos mais cinco vítimas.

“A gravidade da conduta é extremamente acentuada. Tamanha era a ousadia e intenção do custodiado de satisfazer a lascívia, que praticava a conduta dentro de hospital, com a presença de toda a equipe médica, em meio a um procedimento cirúrgico.

Portanto, sequer a presença de outros profissionais foi capaz de demover o preso da repugnante ação, que contou com a absoluta vulnerabilidade da vítima, condição sobre a qual o autor mantinha sob o seu exclusivo controle, já que ministrava sedativos em doses que assegurassem a absoluta incapacidade de resistir”, afirmou a juíza Rachel Assad.

A magistrada destacou ainda o trauma gerado para a vítima.

Anestesista preso por estupro

Anestesista preso por estupro
Anestesista Giovanni Bezerra indo para Bangu 8 — Foto: JN

“Em um parto onde a mulher, além de anestesiada, dava luz ao seu filho – em um dos prováveis momentos mais importantes de sua vida – o custodiado, valendo-se de sua profissão, viola todos os direitos que ela tinha sobre si mesma. Portanto, o dia do nascimento de seu filho será marcado pelo trauma decorrente da brutal conduta por ele praticada, o que será recordado em todos os aniversários”, completou.

Com a mudança do status da prisão, o médico ficará preso por tempo indeterminado, tendo sua situação reavaliada se ultrapassar 90 dias. Neste tempo, o inquérito policial poderá ser concluído e entregue ao Ministério Público que decidirá pela denúncia ou não, e pela manutenção da prisão.

O caso

O médico Giovanni Quintella Bezerra foi levado algemado da Deam de São João de Meriti, na Baixada Fluminense, na manhã de segunda-feira (11) — Foto: Reprodução/ TV Globo
O médico Giovanni Quintella Bezerra foi levado algemado da Deam de São João de Meriti, na Baixada Fluminense, na manhã de segunda-feira (11) — Foto: Reprodução/ TV Globo

Um grupo de funcionários do Hospital da Mulher Heloneida Studart desconfiou do comportamento do médico e decidiu gravar a terceira cesárea para qual o anestesista Giovanni estava escalado no domingo (10) depois de notar, nas duas cirurgias anteriores, um comportamento estranho dele.

Uma das funcionárias relatou à polícia que “Giovanni ficava sempre à frente do pescoço e da cabeça da paciente, obstruindo o campo de visão de qualquer pessoa” na sala de cirurgia.

Ela e outros funcionários pegaram um celular e o posicionaram em um armário com portas de vidro, mas não acompanharam o procedimento e só viram o flagrante quando pegaram o telefone — razão pela qual não puderam interromper o crime.

A funcionária também contou, em depoimento, que o anestesista sedava “de maneira demasiada” e que “as pacientes nem sequer conseguiam segurar os seus bebês” após o parto.

Na segunda operação do domingo, segundo a funcionária, “Giovanni usou um capote aberto nele próprio, alargando sua silhueta, e se posicionou de uma maneira que também impedia que qualquer pessoa pudesse ver a paciente do pescoço para cima”.

“Giovanni, ainda posicionado na direção do pescoço e da cabeça da paciente, iniciou, com o braço esquerdo curvado, movimentos lentos para frente e para trás”, disse a testemunha.

“Pelo movimento e pela curvatura do braço, pareceu que estava segurando a cabeça da paciente em direção à sua região pélvica.”

No vídeo do flagrante, a paciente está deitada na maca, inconsciente. Do lado esquerdo do lençol, a equipe cirúrgica do hospital começa a cesariana. Enquanto isso, do lado direito do lençol, a menos de um metro de distância dos colegas, Giovanni abre o zíper da calça, puxa o pênis para fora e o introduz na boca da grávida.

A violência durou 10 minutos. Enquanto abusa da gestante, o anestesista tenta se movimentar pouco para que ninguém na sala perceba. Quando termina, ele pega um lenço de papel e limpa a vítima para esconder os vestígios do crime.

“As pacientes [do anestesista Giovanni] ficavam complemente fora de si. Quando eram cuidadas por outro anestesista, jamais ficavam dessa maneira”, disse a funcionária.

Quem é o anestesista Giovanni?

Giovanni atuou em pelo menos 10 hospitais públicos e privados, segundo o próprio. O preso tem 31 anos e se formou em 2017 pelo Centro Universitário de Volta Redonda (UniFOA), no Sul Fluminense, . Ele concluiu a especialização em anestesia no início de abril.

Vaidoso, postava fotos com vestimentas das unidades e chegou a publicar um “Vocês ainda vão ouvir falar de mim, esperem”. Em outra postagem, Giovanni afirmou fazer o que gosta: “Estou aqui colhendo os frutos”.

Quem é o anestesista que estuprou paciente durante o parto?

Mas o comportamento estranho do médico chamou a atenção das mulheres da equipe do Hospital da Mulher Heloneida Studart, em Vilar dos Teles. Elas começaram a estranhar a quantidade de sedativo que o anestesista aplicava e a forma como ele se movimentava atrás do lençol que separava a equipe.

O médico demonstrou surpresa ao receber voz de prisão da delegada Bárbara Lomba e ao tomar conhecimento de que tinha sido gravado abusando da paciente. Ele é acusado de estupro de vulnerável, cuja pena varia de 8 a 15 anos de reclusão.

A defesa do anestesista deixou o caso e, até a publicação desta reportagem, não havia contato dos novos advogados.

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer fica bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Anestesista preso por estupro
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular.

Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado.

Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Brasil

Senado aprova fim da “saidinha” de presos

Publicados

em

Projeto terá de analisado novamente pela Câmara dos Deputados

O Senado aprovou nesta terça-feira, 20, o projeto de lei que acaba com as saídas temporárias de presos em feriados e datas comemorativas, mas mantém a autorização para que detentos em regime semiaberto possam estudar fora da prisão. Como os senadores fizeram mudanças, a proposta será analisada novamente pela Câmara dos Deputados, que aprovou o projeto em 2022.

A proposta foi aprovada por 62 votos favoráveis e dois contrários – dos senadores Cid Gomes (PSB-CE) e Rogério Carvalho (PT-SE).

A legislação atual prevê a saída temporária, conhecida como “saidinha”, para condenados no regime semiaberto. Eles podem deixar a prisão cinco vezes ao ano para visitar a família em feriados, estudar fora ou participar de atividades de ressocialização.

Segundo o relator da proposta no Senado, Flávio Bolsonaro (PL-RJ), o projeto de lei aprovado hoje busca extinguir a saída temporária em vista dos recorrentes casos de presos detidos que cometem infrações penais durante o gozo desse benefício. “Ao permitir que presos ainda não reintegrados ao convívio social se beneficiem da saída temporária, o Poder Público coloca toda a população em risco”, argumentou.

A proposta aprovada também prevê a realização de exame criminológico para permitir a progressão de regime de condenados. De acordo com o texto, um apenado só terá direito ao benefício se “ostentar boa conduta carcerária, comprovada pelo diretor do estabelecimento e pelos resultados do exame criminológico”.

“O exame é uma junta médica em que um conjunto de médicos, psiquiatras, psicólogos e assistentes sociais vai determinar de forma técnica a capacidade dessa pessoa ter direito a progressão de regime ou livramento condicional”, explicou o senador.

LEIA TAMBÉM:

Por emenda apresentada pelo senador Sergio Moro (União Brasil-PR) na Comissão de Segurança Pública, fica permitida a saída de presos para frequência a curso profissionalizante, de ensino médio ou superior. Não se enquadram nessa permissão os presos que praticaram crime hediondo ou crime praticado com violência ou grave ameaça contra a pessoa.

O projeto estabelece regras para a monitoração de presos com o uso de tornozeleira eletrônica. Segundo a proposição, o juiz pode determinar a fiscalização eletrônica como requisito para o cumprimento de penas do regime aberto e semiaberto e de presos com restrição de circulação pública e para estabelecer o livramento condicional.

A legislação será chamada de “Lei Sargento PM Dias”, em homenagem ao policial militar de Minas Gerais que foi morto em janeiro deste ano durante uma perseguição na capital mineira. O autor do crime era um beneficiário da saída temporária.

Governo
O líder do governo no Senado, Jaques Wagner (PT-BA), liberou a bancada do governo para votar. Segundo ele, não há ainda nenhuma posição firmada pelo governo sobre a possibilidade de vetar a proposta.

O líder do PT no senado, Fabiano Contarato (PT-ES), se manifestou favorável ao texto-base do projeto e também liberou a bancada para a votação. Ele disse ser contra a saída temporária de presos.

Ressocialização
Especialistas ouvidos pela Agência Brasil avaliam que a extinção do benefício não tem relação com a queda na criminalidade.

O secretário Nacional de Políticas Penais (Senappen), Rafael Velasco, lembra que o cumprimento do benefício da saída temporária não é uma exclusividade do Brasil, que existe em todo o mundo, e que é absolutamente necessário para a retomada da vida fora da prisão após cumprimento da pena.

“É um benefício humanitário, ele serve para reintegração social progressiva do preso, serve dentro dos processos de ressocialização dele, uma aproximação tanto familiar quanto social”, ressalta o secretário.

A diretora-executiva do Instituto de Defesa do Direito de Defesa (IDDD), Marina Dias, avalia que a saída temporária é extremamente importante para o processo de ressocialização, de retomada da vida daquela pessoa que está já cumprindo a pena, mas já está num processo de término da pena, justamente para retomar os seus vínculos na comunidade e com seus familiares.

As pessoas encarceradas que têm direito à saída temporária são aquelas que estão no regime semiaberto, ou seja, que já podem deixar o presídio em algum momento para trabalhar, estudar ou para atividades que possam contribuir para sua reintegração social. Fonte: Agência Brasil

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer ficar bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Deputa Federal Renata Abreu Visita Engenheiro Coelho
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Continue lendo

Brasil

Início da entrega do Imposto de Renda 2024: Prepare-se para declarar seus rendimentos

Publicados

em

Com a chegada do mês de março, tem início mais uma temporada de declaração do Imposto de Renda. O período para entrega das declarações vai de 15 de março a 31 de maio, fiquem atentos para não perder o prazo e deixar para última hora afirma Cristiano Freitas, CEO da Syhus Contabilidade, destaca a importância de iniciar o processo o mais rápido possível para garantir a restituição nos primeiros lotes.

O Imposto de Renda é uma obrigação fiscal anual para a maioria dos brasileiros, e é fundamental preparar-se adequadamente para garantir uma declaração precisa e dentro do prazo estipulado pela Receita Federal. Cristiano Freitas ressalta que quem declara primeiro tem a chance de receber a restituição nos primeiros lotes, o que pode trazer alívio financeiro para muitos contribuintes.

LEIA TAMBÉM:

Segundo Cristiano Freitas, CEO da Syhus Contabilidade, é importante reunir todos os documentos necessários, como comprovantes de rendimentos, despesas dedutíveis e informações sobre bens e direitos, para facilitar o processo de declaração. Além disso, é essencial estar atento às mudanças e atualizações nas regras fiscais para garantir uma declaração precisa e em conformidade com a legislação vigente.

A equipe da Syhus Contabilidade está disponível para oferecer suporte e orientação aos contribuintes que necessitam de assistência na elaboração e entrega da declaração do Imposto de Renda 2024.

Fazer a declaração do Imposto de Renda pode parecer uma tarefa complicada à primeira vista, mas com as orientações corretas e organização prévia, é possível realizar esse processo de forma tranquila e eficiente. Aqui estão algumas orientações para ajudá-lo na hora de fazer a sua declaração de Imposto de Renda:

Organize seus documentos: Antes de iniciar a declaração, reúna todos os documentos necessários, como comprovantes de rendimentos, despesas médicas, recibos de aluguel, informes de bancos e investimentos, entre outros. Organize-os em pastas separadas para facilitar o acesso durante o preenchimento da declaração.

Utilize um programa ou aplicativo oficial: O preenchimento da declaração pode ser feito de forma online, por meio do Programa Gerador da Declaração (PGD) disponibilizado pela Receita Federal, ou através do aplicativo “Meu Imposto de Renda”, disponível para smartphones e tablets. Certifique-se de utilizar sempre os programas ou aplicativos oficiais para evitar problemas com a Receita Federal.

Preencha com atenção: Preencha todos os campos da declaração com atenção e cuidado, conferindo os dados inseridos antes de enviar. Erros ou omissões podem levar à malha fina e resultar em multas e penalidades.

Informe seus rendimentos: Informe todos os seus rendimentos, incluindo salários, pró-labore, aluguéis, pensões, benefícios do INSS, entre outros. Não se esqueça de incluir também rendimentos isentos, como poupança e rendimentos de aplicações financeiras.

Deduza suas despesas: Deduza todas as despesas dedutíveis permitidas pela legislação, como despesas médicas, educação, previdência privada, pensão alimentícia, entre outras. Lembre-se de guardar os comprovantes dessas despesas para eventual comprovação à Receita Federal.

Informe seus bens e direitos: Informe todos os seus bens e direitos, como imóveis, veículos, investimentos, entre outros. Certifique-se de informar o valor correto de aquisição e o valor atualizado, se houver.

Guarde os comprovantes: Após enviar a declaração, guarde todos os comprovantes e documentos utilizados na sua elaboração por, no mínimo, cinco anos. Esses documentos podem ser solicitados pela Receita Federal em caso de eventual fiscalização.

Consulte um profissional: Se tiver dúvidas ou dificuldades na hora de fazer a declaração, não hesite em procurar a ajuda de um profissional especializado, como um contador ou advogado tributarista. Eles podem oferecer orientações personalizadas e garantir que sua declaração esteja em conformidade com a legislação vigente.

Seguindo essas orientações, você estará preparado para fazer a sua declaração de Imposto de Renda de forma correta e eficiente. “Lembre-se sempre de manter a organização e a atenção aos detalhes para evitar problemas futuros com a Receita Federal”, finaliza Cristiano Freitas.

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer ficar bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Deputa Federal Renata Abreu Visita Engenheiro Coelho
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Continue lendo

Brasil

Sonho da casa própria: Aquisição de imóveis por leilões crescem no Brasil

Publicados

em

A compra de imóveis feita através de leilão tem sido uma prática que cresce mais a cada ano por conta de um dos seus maiores atrativos: o preço baixo. Um dos motivos do aumento da quantidade de ofertas de imóveis em leilão é o crescente número de inadimplência daqueles que não conseguem efetuar o pagamento das prestações de financiamento imobiliário, o que acaba gerando a perda dos imóveis, que serão levados a leilão para o pagamento das dívidas.

A maior vantagem de comprar um imóvel em leilão é a economia, pois existe a possibilidade de conseguir adquirir uma residência a um valor abaixo do que é praticado no mercado. Em alguns casos, o comprador consegue descontos de até 50% Outro benefício dessa modalidade de compra é a transparência.

LEIA TAMBÉM:

Segundo o especialista no setor o Leiloeiro Oficial, da Silveira Leilões, Marcelo Silveira, a compra de um imóvel requer muita procura, pesquisa e apuração de inúmeros fatores. E dentro das diversas negociações possíveis para adquirir um imóvel, o leilão de imóveis vem se destacando e ganhando cada vez mais adeptos. “Os leilões são excelentes oportunidades para adquirir uma propriedade por conta dos benefícios financeiros que eles oferecem aos compradores”.

Mas, é preciso ter atenção, pois, caso você nunca tenha participado de um leilão, é indicado que você obtenha alguns conhecimentos antes de tentar arrematar um bem. Caso você tenha interesse em conhecer o mundo dos leilões de imóveis antes de tomar qualquer decisão, existem empresas especializadas no assunto, que disponibilizam todas as informações que você precisa e qualquer um pode participar dos eventos.

Como funciona um leilão de imóveis?
Um leilão de imóveis é uma forma diferente de vender bens para o público interessado. Geralmente, o leiloeiro faz um anúncio dos imóveis que serão leiloados, estabelecendo um valor mínimo para sua aquisição, que acontecerá por meio de uma disputa entre os possíveis compradores. Assim, os concorrentes fazem o lance e vence quem fizer a oferta mais alta.

Nessa conjuntura, surge a figura do arrematante do imóvel. Normalmente, o leilão se desenvolve a partir de ações de execução judicial nas quais o juiz determina a venda da propriedade para pagar uma dívida para um ou mais credores. Outra situação bastante comum envolve os financiamentos imobiliários, porém, nesse caso, os bancos é que organizam e efetuam o procedimento.

Qual o passo a passo para participar de um leilão de imóveis?

  1. Leia atentamente o edital

Marcelo explica que o primeiro passo da lista de dicas é que você comece lendo o edital com bastante cuidado e atenção para ter certeza de que fará um bom negócio. Neste documento estarão registrados todos os dados mais importantes dos imóveis, como a forma e as condições de pagamento, o estado de conservação do bem, os critérios de venda, o lance inicial, a comissão do leiloeiro, o modelo de contrato, os impostos e as taxas que serão pagas pelo comprador.

  1. Realize seu cadastro

“É essencial que você realize seu cadastro no site, caso o leilão seja online, e aceite os termos e condições preestabelecidos. Porém, primeiro é importante que você confirme que a página é oficial, se o endereço eletrônico está correto e oferece segurança”, ressalta o especialista.

Não esqueça, ainda, de verificar a reputação do leiloeiro responsável através de uma pesquisa em redes sociais e sites de reclamação. Outra dica é: não faça pagamentos adiantados!

  1. Avalie o preço das propriedades

Geralmente, os imóveis oferecidos em leilão são comercializados com um preço abaixo do valor de mercado. Porém, uma boa dica é fazer uma comparação dos valores deles com as oportunidades oferecidas pelos corretores ou imobiliárias. Em caso de dúvidas, procure conversar com alguém que entenda do assunto para evitar arrependimentos.

  1. Confira se o imóvel tem dívidas

Fique atento e observe as informações relacionadas a débitos pendentes que deverão ser quitados pós-compra. O próprio edital indica se há dívidas de Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU), de taxas condominiais em atraso e outras pendências que não impedem o leilão do imóvel. Ao tomar conhecimento das dívidas, o arrematante pode se preparar para despesas extras.

  1. Participe dos pregões

Os pregões ou anúncios, são realizados em duas modalidades: leilão presencial ou vendas online. Os imóveis são oferecidos com descontos sobre o valor da avaliação, porém, não existe um percentual fixo. Os leilões ocorrem por falta de pagamento do financiamento imobiliário, por ordem judicial ou são feitos por empresas ou pessoas que desejam vender propriedades.

Vantagens de comprar um imóvel em leilão

  1. Mais economia

Caso você esteja procurando economizar recursos financeiros na hora de comprar um imóvel, o leilão pode ser a sua melhor solução. Você conseguirá economizar comprando um imóvel em leilão porque esses bens sofrem uma redução considerável no preço para que sejam vendidos com mais agilidade. Por exemplo, é possível encontrar imóveis com valores abaixo da média e até 70% de economia.

  1. Menos tempo de espera

A aquisição de um imóvel através de leilão gera menos tempo de espera para quem deseja entrar logo no seu imóvel novo. Se for necessária a compra de um terreno e a construção de uma casa, por exemplo, pode demorar bem mais para você entrar na casa nova, além de trazer também vários transtornos. Os leilões oferecem imóveis prontos, com preço competitivo e do jeito que você precisa.

  1. Oportunidade de obter lucros

Sabemos que em momentos de crise os índices de inadimplência sobem bastante no nosso país. Isso porque muitas pessoas deixam de pagar seus financiamentos imobiliários, empresas quebram e surgem ótimas oportunidades para a arrematação de imóveis em todas as regiões e de todos os padrões. Essas são as oportunidades mais propícias para obter lucros através de leilões imobiliários.

  1. Condições de pagamento

Ao participar de um leilão de imóveis online, o arrematante pode usar diversas formas de pagamento. Não é sempre que você precisa ter todo o dinheiro para quitar o imóvel à vista, há situações que é permitido fazer o parcelamento com o auxílio de uma instituição financeira ou através de depósitos em juízo, caso a compra tenha surgido em virtude de ação judicial.

  1. Chance de realizar um sonho

Comprar a casa própria é o sonho de todo brasileiro e caso você tenha reservado uma determinada quantia para comprar seu próprio imóvel, um leilão de imóveis é a melhor chance de realizar seu sonho. Utilize sua reserva financeira para pagar o bem à vista ou para dar de entrada e verifique a possibilidade de financiar o restante. Além disso, procure conversar antecipadamente com o leiloeiro sobre as possibilidades.

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer ficar bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Deputa Federal Renata Abreu Visita Engenheiro Coelho
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Continue lendo
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Últimas Notícias