Conecte-se conosco

Jaguariúna

Hospitais de Jaguariúna e Mococa recebem obras da CPFL Santa Cruz que vão gerar economia nas contas de energia

Paula Partyka

Publicados

em

Instalação de usinas solares fotovoltaicas e repaginação da iluminação interna com lâmpadas de LED deve ajudar nas finanças dos hospitais e garantir um atendimento melhor para à população

A CPFL Santa Cruz começou, neste mês, as obras de eficiência energética no Hospital Municipal Walter Ferrari, em Jaguariúna, e na Irmandade Santa Casa de Mococa, com um investimento total da companhia de R$1,2 milhão. A empresa instalará usinas solares fotovoltaicas e substituirá as atuais lâmpadas por modelos LED, mais modernos e econômicas.

Em Jaguariúna, a usina solar terá 170kWp de capacidade e pode gerar uma economia anual correspondente ao consumo de 76 casas. A iluminação do hospital vai ganhar 1.268 novas lâmpadas de LED, em um investimento total de R$765 mil.

Em Mococa, a Santa Casa da cidade vai ganhar uma usina com capacidade de geração de 102kWp, uma economia de energia de 159,1 MWh por ano, correspondente ao mesmo que 67 casas consumindo energia durante 12 meses. O investimento nesta obra será de R$459 mil. Ambas as obras serão entregues no segundo semestre deste ano.

“Esse tipo de projeto impacta positivamente a comunidade local e de cidades próximas que dependem desses hospitais. Além de receberem um sistema mais robusto e eficiente de energia, que gera uma imensa cadeia de benefícios econômicos e ambientais, a instituição consegue equilibrar suas finanças e direcionar melhor seus recursos a setores com mais prioridades. É uma esperança a mais para os profissionais de saúde e a população para superarmos da melhor forma possível esse momento de pandemia”, afirma o gerente de Eficiência Energética da CPFL, Felipe Henrique Zaia.

A ação faz parte do pilar Valor Compartilhado do plano de sustentabilidade da empresa, que prevê aplicar até 2024 mais de R$1,8 bilhão para impulsionar a transição para uma forma mais sustentável e inteligente de produzir e consumir energia, maximizando impactos positivos na comunidade e na cadeia de valor, além de reduzir os impactos gerados pela natureza do seu negócio. A iniciativa também está alinhada aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, mais especificamente ao objetivo 3: Saúde e Bem Estar do qual o presidente da companhia, Gustavo Estrella, é embaixador pelo programa Liderança com Impacto.

CPFL nos Hospitais. A CPFL Energia já beneficiou mais de 100 hospitais até março de 2021. Até o final deste ano, a meta é alcançar 200 instituições com investimento de mais R$70 milhões. O programa conta com três frentes de trabalho: ações de eficiência energética, investimento na melhoria dos hospitais e um programa de doação em conta de energia para hospitais.

O primeiro pilar de eficiência energética conta com investimento de até R$150 milhões nas quatro distribuidoras do Grupo CPFL – CPFL Paulista, CPFL Piratininga, CPFL Santa Cruz e RGE – e atenderá até 200 hospitais. Ao final do Programa é esperado que os hospitais economizem aproximadamente R$18 milhões por ano em suas contas de energia.

O segundo pilar desse Programa dará continuidade a uma iniciativa conduzida pelo Instituto CPFL. Por meio do Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (PRONON) e dos Conselhos Municipais do Idoso (CMI), o Instituto CPFL vem investindo na melhoria das condições dos hospitais. O objetivo deste pilar é ampliar a oferta de serviços e expandir a prestação de serviços médico-assistenciais, apoiar a formação, o treinamento e o aperfeiçoamento de recursos humanos em todos os níveis, e realizar pesquisas clínicas, epidemiológicas, experimentais e socioantropológicas.

Desde 2018, estão em andamento investimentos que somam R$ 7,3 milhões e incluem melhorias nos hospitais do Instituto do Câncer (Fortaleza – CE), Hospital Fornecedores Cana Piracicaba (SP), Hospital Infantil Varela Santiago (Natal – RN), Hospital de Caxias do Sul (RS), Hospital do Câncer de Barretos (SP) e Hospital Comunitário São Peregrino Lazziozi de Veranópolis (RS). Desde o início do programa, as ações do Instituto CPFL beneficiaram 84 instituições e 340 mil pessoas.

O terceiro pilar do Programa CPFL nos Hospitais permite aos clientes realizar doações para os hospitais por meio da conta de energia. Isso aumenta a arrecadação dos hospitais e Santas Casas, permitindo investimentos na melhoria das condições de atendimento. A CPFL Total – empresa do Grupo CPFL Energia – oferece esse serviço para 94 hospitais nos estados do Rio Grande do Sul e de São Paulo. Essa iniciativa de doação arrecada, em média, R$ 3,7 milhões por ano, recursos que auxiliam a gestão diária dos hospitais participantes.

Continue lendo

Jaguariúna

Jaguariúna volta a vacinar contra Covid quem tem entre 43 e 49 anos nesta sexta

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

A vacinação das pessoas que tem entre 43 e 49 anos contra o coronavírus será retomada nesta sexta-feira, 25, em Jaguariúna. A Secretaria Municipal de Saúde de Jaguariúna deve receber 810 doses da vacina enviadas pelo Governo do Estado de São Paulo e todas elas serão aplicadas exclusivamente na população desse grupo.

Além disso, a equipe da saúde ainda tem outras doses que, nesta sexta-feira, serão usadas para vacinar os seguintes grupos:

Gestantes e puérperas com ou sem comorbidades. (Apresentar o cartão pré-natal ou certidão de nascimento do filho);
Pessoas com comorbidades de 18 a 49 anos (Apresentar comprovante médico);
Deficientes permanentes de 18 a 59 anos. (Necessário apresentar comprovação médica. Não precisa ter BPC, por ser condição permanente não há prazo de validade para o relatório médico);
Pessoas com Síndrome de Down de 18 a 59 anos;
Transplantados de 18 a 59 anos;
Motoristas ou cobradores de ônibus com “QR Code” validado para Jaguariúna;
2ª dose de acordo com o grupo prioritário.

A Campanha de Vacinação contra a Covid-19 em Jaguariúna acontece nesta sexta no Parque Santa Maria das 15h às 19h. Vale destacar que nesta data não serão vacinadas as pessoas que têm mais de 50 anos, profissionais da educação e da saúde.

Para se vacinar
É preciso apresentar documento com foto, comprovante de residência e o Cartão Cidadão. Também é necessário fazer o pré-cadastro no site da Prefeitura no link “Cidadão”.

Continue lendo

Jaguariúna

Fachada do Hospital Walter Ferrari ganha obra de revitalização

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

Doação foi realizada pela empresa Flextronics

A fachada do Hospital Municipal Walter Ferrari começou nesta semana a passar por uma revitalização geral. A obra – que inclui limpeza e pintura – foi doada à Prefeitura de Jaguariúna pela empresa Flextronics, que tem sede na cidade.

Segundo o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Social, Lúcio Tomasiello, que intermediou a doação do serviço, a obra deve durar aproximadamente 15 dias.

Em março deste ano, a Prefeitura lançou uma campanha de arrecadação de recursos para o Hospital Municipal. Desde então, a campanha “Empresa Amiga do Hospital Municipal” já recebeu o apoio de vários empresários locais e conseguiu arrecadar produtos como álcool em gel.

A ação é realizada pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Social. Para participar, o interessado precisa entrar em contato através do telefone (19) 3837-4480 ou pelo e-mail [email protected] Pessoas físicas também podem participar da campanha.

Continue lendo

Jaguariúna

Prefeitura de Jaguariúna adota programa para regularização fiscal

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

A Prefeitura de Jaguariúna irá adotar o Programa de Incentivo à Regularização Fiscal (Refis) para estimular o pagamento de débitos tributários e não tributários no município e a regularização da situação fiscal de contribuintes inadimplentes. O programa prevê descontos em juros e multas nos débitos que variam de 20% a 80%. A lei complementar nº 360, aprovada por unanimidade pela Câmara Municipal, foi sancionada nesta segunda-feira, 21, pelo prefeito Gustavo Reis.

Além dos descontos, a lei prevê que os débitos podem ser pagos em até 120 parcelas e inclui as entidades assistenciais da cidade nos benefícios. A adesão de pessoas físicas e jurídicas ao programa poderá ser feita a partir da publicação da lei complementar até o dia 20 de dezembro de 2024.
“Essa é mais uma medida da Administração que visa ajudar os contribuintes num momento de pandemia, em que muitas pessoas e empresas passam por dificuldades financeiras devido às restrições impostas pelas regras da quarentena do coronavírus”, explica o prefeito Gustavo Reis.

Para a aprovação da lei, foram realizadas diversas reuniões entre parlamentares e representantes da Secretaria de Finanças, num esforço conjunto entre Executivo e Legislativo.

Segundo a proposta, as dívidas com o Município poderão ser pagas à vista com 65% de desconto nas multas e juros ou em parcelas, cujo abatimento nos juros e multas varia de 20% a 30%. Já os contribuintes proprietários de um único imóvel (destinado à sua moradia) poderão pagar débitos à vista com desconto de 80% de multas e juros ou em parcelas com desconto de 50% nas multas e juros.
Neste caso, para poder se beneficiar, o contribuinte deverá atender a um dos seguintes requisitos: a) possuir terreno com área igual e inferior a 250 m² e construção de até 100 m²; ou b) com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos; ou c) aposentado; ou d) portador de doença crônica prevista no artigo 151, da Lei Federal 8.213, de 24 de julho de 1991.

Foto: Ivair Oliveira

Continue lendo
Propaganda

Categorias

Últimas Notícias