Conecte-se conosco

Entretenimento

Espetáculo “Paixão de Cristo” de Jaguariúna é cancelado

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

Devido ao avanço da contaminação pelo novo coronavírus, a Secretaria de Turismo e Cultura (Setuc) de Jaguariúna cancelou o espetáculo “Paixão de Cristo”, que seria realizado nos dias 09 e 10 de abril, no Estádio Municipal de Jaguariúna. Com a medida, a Prefeitura de Jaguariúna reitera seu compromisso com as diretrizes e orientações do Ministério da Saúde e Organização Mundial de Saúde (OMS) que visam evitar aglomerações que facilitem a propagação da Covid-19. 

Neste momento, ações de prevenção são fundamentais para diminuir as chances de contaminação. A peça “Paixão de Cristo” está mantida no calendário de eventos de Jaguariúna e volta a ser realizada no próximo ano.

Continue lendo

Entretenimento

Transcrição de áudio no WhatsApp: quais os benefícios para a comunicação?

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

Por Igor Castro

No Brasil, o WhatsApp é um dos aplicativos de conversação mais utilizados pela população, tanto para fins profissionais quanto pessoais. Em constante busca para aprimorar a comunicação entre os usuários, sua recente proposta de atualização para transformar mensagens de voz em texto, pode trazer benefícios importantes no contato entre as pessoas. Principalmente, diante da clara dualidade de preferências entre texto ou voz na plataforma.

A configuração, segundo o aplicativo, será opcional. Quando permitida, será possível acessar uma tela de “transcrição”, na qual a mensagem de voz será revertida em texto e armazenada localmente. Em uma crescente imersão na população no universo digital, o recurso é uma excelente forma de otimizar o contato entre as pessoas que preferem o online. Ainda mais, diante da grande massa da população que utiliza o aplicativo para diversas finalidades.

O Brasil é o 7º país do mundo que mais utiliza o WhatsApp dentre o público dos 16 aos 64 anos, de acordo com um estudo divulgado pelo Global Web Index’s – quantidade superior até mesmo dos Estados Unidos em números absolutos. Se tratando especificamente do recurso de voz, outra pesquisa feita pela Exame em parceria com a MindMiners, mostrou que 56% das pessoas gostam e preferem mandar áudios, junto com 57% que gostam de recebê-los.

Quando utilizada a nosso favor e de forma adequada, a tecnologia é completamente bem-vinda, especialmente por meio de atualizações e funcionalidades que venham facilitar nossas rotinas. Por mais benéfica que seja, contudo, não há como negar a crescente dependência que gera em nosso dia a dia. Não há prova mais clara disso do que a queda recente do aplicativo, que impactou comércios ao redor de todo o mundo, impossibilitando a comunicação entre as partes.

Cerca de 84% dos empresários no país preferem o WhatsApp para se relacionar com seus clientes, segundo dados divulgados pelo Sebrae. São mais de cinco milhões de contas no WhatsApp Business, contra pouco mais de 20% que utilizam seu próprio site para vendas. O aplicativo já se tornou uma ferramenta essencial para muitas pessoas e, por isso, deve ser investido como maneira de aperfeiçoar a comunicação digital no mundo corporativo.

As empresas devem sempre se munir e oferecer os melhores e diversos recursos de comunicação para seus clientes. Quanto mais próxima for essa relação, maior será o entendimento das necessidades dos consumidores e, como prover as soluções desejadas. Os robôs, como exemplo, são ótimos recursos e cada vez mais investidos pelas companhias, facilitando a comunicação, conquistando uma maior assertividade, aumento da taxa de respostas e, ainda, reduzindo custos com pessoal na primeira triagem do atendimento.

Os benefícios com os constantes avanços e atualizações no WhatsApp tendem a proporcionar enormes benefícios para seus usuários, com resultados maiores do que a aproximação presencial dentre as partes. Além de aperfeiçoar toda a experiência do usuário, a maior gama de possibilidades de atendimentos traz uma maior satisfação do usuário, sabendo que poderá escolher a forma de comunicação que prefere. Às empresas, cabe a adequação constante ao estilo preferido dos seus clientes.

Igor Castro é Diretor de Produtos e Tecnologia na Pontaltech, empresa especializada em soluções integradas de voz, SMS, e-mail, chatbots e RCS.

Continue lendo

Entretenimento

Você é único até do ponto de vista científico

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

Por Evandro Tokarski

A afirmação de que “todo ser humano é único” é bastante usada para falar sobre sentimentos, personalidade, e traz em si um viés filosófico indiscutível. Todos somos literalmente únicos: nossas ações, reações, hábitos e costumes são moldados ao longo da vida e, em geral, nos apresentam como diferentes entre si, independentemente das semelhanças que reconhecemos uns nos outros.

Sob o ponto de vista da ciência, nossas diferenças são extremamente importantes. Para além do DNA, há ainda os fatores epigenéticos: é como são chamados os processos que não alteram nosso DNA, mas que se adequam à cadeia e atuam “ligando” ou “desligando” nossos genes. Esses fatores modificam nossas sequências e modulam efeitos biológicos.

Ainda não há uma explicação científica detalhada, mas já se sabe que trata-se de processos extremamente complexos e que fazem com que a mesma sequência de DNA se expresse de forma diferente entre cada um de nós. É isso que faz com que sejamos diferentes em características como altura, idade, tipo de cabelo, cor da pele. Inclusive, pode nos indicar a predisposição para doenças. O teste de DNA é a maneira mais segura de comprovação de uma identidade.

Sendo únicos, nosso corpo reage de forma diferente às mesmas doenças. O processo de cura em cada um também é singular. E, dessa forma, precisamos levar em consideração essas diferenças na hora de procurarmos um tratamento.

A personalização da produção de um remédio ou de um suplemento, por exemplo, precisa levar em consideração a individualidade do ser humano. E fazer isso só é possível a partir da tecnologia, da inovação, do conhecimento técnico e, principalmente, do comprometimento de profissionais na busca pela excelência da qualidade na hora de “construir” um produto específico.

Na Farmácia Artesanal, temos orgulho de nossa visão: somos uma farmácia do futuro nos dias atuais. Não somente pela inovação tecnológica, que faz parte do nosso DNA desde a fundação, há quatro décadas, mas pela paixão que temos em proporcionar propostas terapêuticas que visam melhorar a qualidade de vida das pessoas. Não se pode ver qualidade como um diferencial competitivo. Para nós, é uma obrigação. Nossos profissionais trabalham atentos às novas tecnologias trazidas do Japão, dos Estados Unidos e da Alemanha, de forma integrada à individualização, que precisa ser adequada às necessidades de cada indivíduo

Nosso desafio permanente é surpreender os clientes com atendimento, produtos e serviços exclusivos, sempre atendendo a todas as exigências de segurança e regulação.

Também nos dá a possibilidade de associar duas ou mais substâncias, o que pode reduzir a quantidade de comprimidos ou cápsulas a ser ingeridos por dia. Além disso, podemos preparar remédios sem conservantes, estabilizantes, açúcares ou até lactose.

Outro ponto importante é que a manipulação evita desperdícios, já que a quantidade adquirida será sempre a exata para cada tratamento específico.

Temos ainda de ter diferentes formas de apresentação, como comprimidos, cápsulas, cremes, soluções ou géis, o que facilita o uso — para uma criança, é muito melhor tomar um remédio em forma de xarope, quando na farmácia só existem compridos, por exemplo.

Conhecer a história, as entregas e a eficiência de uma marca de manipulação é o primeiro passo para escolher para quem você entregará suas receitas. Uma reputação sólida, com qualidade reconhecida e a aposta no que há de mais moderno para a produção são as características que devem ser levadas em conta em primeiro lugar na hora dessa escolha. Muito além de um medicamento, é preciso buscar uma empresa que proporcione uma experiência que agregue valor à vida.

Você é único, assim como todos os indivíduos do planeta. Cada um com suas características, particularidades e todo um organismo repleto de semelhanças que nos tornam completamente diferentes. Em comum, as pessoas precisam buscar a qualidade no que é individualmente melhor para si. Se respeite, se cuide e lembre-se de que é justamente o fato de sermos únicos é o que faz de cada um de nós seres especiais. E se nossas diferenças têm um “quê” de igualdade, é apenas porque todos queremos o que há de melhor para nós em cada momento da vida.

Você é único, não há ninguém igual a você. Nunca se esqueça de que é justamente o fato de sermos únicos que nos faz seres tão especiais. Não há ninguém igual a você. Ainda bem que, graças à ciência e ao comprometimento de profissionais sérios, existem produtos que podem ser feitos especialmente para você — e ninguém mais.

*Evandro Tokarski é presidente do Grupo Artesanal, líder no mercado de farmácias de manipulação no Centro-Oeste e em Minas Gerais

Continue lendo

Entretenimento

100 anos de Paulo Freire: 3 documentários para celebrar o Patrono da Educação Brasileira

Vanderlei Tenório

Publicados

em

Vanderlei Tenório

No domingo, 19 de setembro, o recifense Paulo Reglus Neves Freire (1921-1997) – ou, simplesmente, Paulo Freire – Patrono da Educação Brasileira, completaria 100 anos. Segundo estudiosos, as ideias do educador continuam representando um norte para escolas e universidades que veem a sala de aula como mecanismo de transformação social.

Em seu centenário, Freire foi homenageado por diversas autoridades e personalidades, como o ex-presidente (2003-2011) e ex-deputado federal (1987-1991), Lula, o ex-prefeito de São Paulo (2013-2016) e ex-Ministro da Educação (2005-2012), Fernando Haddad (PT), o ex-candidato à Presidência da República (2018) e à Prefeitura de São Paulo (2020), Guilherme Boulos (PSOL), o professor Silvio Almeida (Mackenzie), entre outros.

‘‘Por vivermos tempos repressivos, o legado dele volta ainda com mais força’’, afirma Walkyria Monte Mór, professora da Universidade de São Paulo (USP) e membro do Projeto Nacional de Letramentos: Linguagem, Cultura, Educação e Tecnologia.

Freire estudou direito na Universidade do Recife (atual Universidade Federal de Pernambuco), apesar disso, nunca exerceu ofício da advocacia, preferiu trabalhar como professor de língua portuguesa, voltando sua atuação profissional à educação. Em 1963, desenvolveu experiência pioneira de alfabetização de adultos em Angicos (RN), mas o programa, que seria ampliado em escala nacional, foi interrompido pela Ditadura Civil Militar (1964-1985).

Preso e exilado, foi para o Chile e depois para os EUA, onde deu aulas na Universidade Harvard. Escreveu seus principais livros no exterior. Voltou para o Brasil com a anistia (Lei nº 6.683, de agosto de 1979) e, em 1989, assumiu a Secretaria Municipal de Educação de São Paulo (1989-1991) (ao lado de seu ilustre discípulo, Mario Sergio Cortella) na gestão Luiza Erundina (1989-1993), então no PT, até 1991.

Em 1991, foi fundado em São Paulo, o Instituto Paulo Freire, para estender e elaborar as ideias de Freire. O instituto mantém até hoje os arquivos do educador, além de realizar numerosas atividades relacionadas com o legado do pensador e a atuação em temas da educação brasileira e mundial.

Paulo morreu de um ataque cardíaco em 2 de maio de 1997, às 6h53, no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, devido a complicações em uma operação de desobstrução de artérias.

Seu trabalho segue reconhecido mundialmente: ele tem títulos em 41 instituições de ensino, como nas universidades de Harvard, Cambridge e Oxford. Em livros como ‘‘Pedagogia do Oprimido’’, o mais famoso deles, o autor defende o papel primordial da educação no processo de conscientizar o povo e levá-lo ao senso crítico.

Paulo Freire via a educação como ferramenta para emancipação individual e social e avaliava que todo processo educacional devia partir da realidade do próprio aluno. Também valorizava a horizontalidade, ou seja, a possibilidade não só de estudantes aprenderem com professores, mas também o contrário.

Para Walter Kohan, professor da UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro) e autor de uma “biografia filosófica”, livro sobre Freire, ele conseguiu condensar diversas tradições de sua época na educação e expressá-las de uma forma poderosa como ninguém havia feito. Seu biógrafo Sérgio Haddad, autor do livro ‘‘O educador: um perfil de Paulo Freire’’, aponta a confluência do seu trabalho com o “espírito do tempo”, propondo uma pedagogia em prol da liberdade num momento de Guerra Fria e ditaduras na América Latina.

Em entrevista à DW Brasil, o sociólogo Abdeljalil Akkari, da Universidade de Genebra, declarou: ‘‘A essência da obra de Freire é totalmente política, no sentido nobre do termo, não no sentido da política partidária. Por isso, em todas as regiões do mundo, sua obra é lembrada como algo muito interessante para refletir sobre o futuro da educação contemporânea’’, analisou.

O professor do curso de pedagogia da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Ítalo Francisco Curcio disse, também à DW Brasil, que os que rejeitam Paulo Freire, em grande parte, nem são especialistas em educação: ‘‘Eles acabam repetindo frases apregoadas por líderes com os quais se identifica. Isso é muito ruim. Quem padece é a própria população, desde a criança até o adulto’’, opinou.

Abaixo, conheça o grande Paulo Freire em 3 documentários imperdíveis:

Paulo Freire – Contemporâneo (2006), de Toni Venturi.

Um tocante documentário para a TV sobre o pensamento e a antropologia do pedagogo Paulo Freire. O filme atualiza Freire, mostrando as experiências educacionais atuais nas mais afastadas regiões do Brasil e como seu revolucionário método de alfabetização vai tirando os excluídos.

Link do documentário: https://www.youtube.com/watch?v=y6_1vRCANLk&t=820s

De Pé no Chão se Aprende a Ler (1961), de Heinz Forthmann.

A campanha foi criada em Natal em fevereiro de 1961, sendo prefeito Djalma Maranhão e Moacyr de Góes secretário de educação, implantou o ensino primário para criança nos bairros pobres, em escolas de chão batido, cobertas de palha e metodologia inovadora. Valorizou as festas, músicas e danças populares e instalou bibliotecas populares, praças de cultura, museus de arte popular. Ampliou-se com a alfabetização de adultos pelo Sistema Paulo Freire e pela campanha De Pé no Chão também se aprende uma profissão.

Link do documentário: https://www.youtube.com/watch?v=QkD6UfRYq9o&t=748s

Paulo Freire, 100 anos (2021), TV Cultura.

Na semana em que se comemoram os cem anos de nascimento do patrono da educação brasileira, Paulo Freire, a TV Cultura exibe um documentário inédito sobre o educador, produzido pelo departamento de jornalismo da emissora. Apresentada pelo jornalista e diretor de jornalismo da TV Cultura, Leão Serva. Paulo Freire, 100 Anos traz os principais estudiosos da obra do educador para explicar a sua importância e, ao mesmo tempo, os motivos dele estar sendo vítima de tantos ataques extremistas.

Link do documentário: https://www.youtube.com/watch?v=tG_pVkhzr1c

* Com informações da DW Brasil, da Agência Senado, do MST e do Jornal do Brasil.

Continue lendo
Propaganda
Propaganda

Categorias

Propaganda

Últimas Notícias