Conecte-se conosco

Campinas

Dia das Mães: Ceasa Campinas espera vender 30% a mais de flores que no ano passado

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

O Mercado de Flores e Plantas Ornamentais da Ceasa (Centrais de Abastecimento S. A.) Campinas está a todo vapor com a proximidade do Dia das Mães, que é neste domingo, 09. O chefe de setor do Mercado das Flores da Ceasa, Fábio Fainer, diz que este período conta com 15% a 20% a mais na oferta de produtos. A expectativa é de vender cerca de 30% a mais em relação ao ano passado.

Há flores para todos os tipos e gostos e para orçamentos variados. As mais comercializadas, segundo Fainer, são as rosas, kalanchoe, begônias, crisântemos, antúrios e orquídeas. “Um dos destaques de flores é a orquídea cymbidium, que dá nesta época e sai bastante para o Dia das Mães”, comenta.

O Mercado de Flores conta com mais de 20 mil itens de flores cortadas e em vasos; plantas ornamentais, forrações, mudas diversas, além de outros 5 mil produtos de acessórios para decoração, eventos, paisagismo e acabamento de arranjos e cestas.

O horário do Mercado de Flores funciona para o público em geral às segundas, terças, quartas e sextas-feiras, das 8h às 16h30; quintas-feiras, das 10h às 16h30; e sábados, das 8h às 13h. A Ceasa Campinas fica na Rod. Dom Pedro I, Km 140,5, Pista Norte.

Sobre o Mercado de Flores
O Mercado Permanente de Flores e Plantas Ornamentais da Ceasa Campinas fica numa área de 100 mil metros quadrados e dispõe de infraestrutura completa de carga e descarga, depósitos, câmaras, estacionamento, entre outros. Inaugurado em 1995, o espaço tem 504 pontos de venda (boxes) e cerca de 240 permissionários que comercializam produtos vindos de quase 70 municípios e do Exterior, como Colômbia e Equador.

Continue lendo

Campinas

Sesc Campinas apresenta exposição interativa sobre o cientista Louis Pasteur

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

Louis Pasteur, considerado um dos gênios da ciência, um pesquisador obstinado e mestre na difusão de informações, tem sua vida e obra revisitadas na mostra “Pasteur, o Cientista”, no Sesc Campinas, a partir desta quarta-feira, 23.

A abertura virtual será transmitida pelos canais Sesc SP e Sesc Campinas, às 20h30, com a participação dos pesquisadores Hugo Fernandes e Pedro Hallal, que irão refletir sobre “A importância da ciência para o desenvolvimento de um projeto de saúde”, com mediação da médica sanitarista Sílvia Santiago.

A exposição será aberta ao público no dia 24 de junho, com visitas presenciais gratuitas de terça-feira a sexta-feira, às 10h30, 13h30, 16h, 18h, e aos sábados, às 10h30 e às 12h30, até 31 de julho. Seguindo todas as recomendações de segurança sanitárias e com quantidade limitadas de pessoas, as visitas serão feitas por meio de agendamento no link.

A mostra faz uma permanente contextualização da trajetória de Louis Pasteur, principalmente em relação aos acontecimentos da Europa e às descobertas do chamado século das invenções – em que surgiram o trem, a fotografia e o cinema, os motores a explosão, dirigíveis, telégrafo, telefone, iluminação pública e tantos outros símbolos da modernidade.

Exposição dividida em atos
“Pasteur, o Cientista” celebra vida e obra do gênio através de vídeos, grafismos, animações, projeções, textos e desenhos. A mostra estreou no Palais de la Découvert, em Paris, em dezembro de 2017, ficando em cartaz até agosto de 2018. Ali, o visitante não apenas conhece a ciência do século XIX – época de desenvolvimento e inovações – mas revive as descobertas de Pasteur em experiências interativas.

Estruturada em seis atos, como uma peça de teatro, a exposição apresenta as descobertas de Pasteur em ordem cronológica: da solução de um enigma químico – cristais de ácido do vinho aparentemente iguais reagiam à luz de forma diferente – até a vitória contra a raiva, doença até então incurável.

Organizada e concebida pela Universcience – órgão do Ministério da Cultura da França, é uma realização no Brasil do Sesc SP, com patrocínio do Magazine Luiza e apoio da Embaixada da França no Brasil, da Fiocruz e do Instituto Butantan.

Continue lendo

Campinas

Crea-SP faz força-tarefa em seis municípios da região de Campinas

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

Foco da ação é fiscalizar exercício da atividade profissional

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo (Crea-SP) mobiliza agentes fiscais para força-tarefa nos municípios de Campinas, Indaiatuba, Jaguariúna, Paulínia, Valinhos e Vinhedo. Com foco na fiscalização do exercício das atividades profissionais, a operação começou em no dia 09 de junho e teve fim nesta sexta-feira, 18. Ao todo, foram realizadas 201 ações de fiscalização.

As principais infrações encontradas correspondem à ausência de profissional habilitado em obras, empresas sem responsável técnico e sem registro no Crea-SP.

Na atual etapa, os agentes fiscais realizam diligências “in loco” para apurar informações e caracterização da infração. Em seguida, o fiscal responsável pelo município encaminhará os autos de infração às empresas sem registro e notificações às empresas sem responsável técnico.

O presidente do Conselho, Eng. Vinicius Marchese, destaca os esforços para superar as metas de fiscalização. “Nossa expectativa é alcançar 200 mil ações de fiscalização em 2021. Somente no primeiro trimestre deste ano, chegamos a quase 55 mil”.

O gerente regional Eng. Valdir Zarpelon explica que os procedimentos e métodos utilizados em forças-tarefas regionais permitem a melhor utilização do trabalho dos agentes fiscais e dos recursos do Crea-SP. “Além disso, executar pontualmente todas as atividades em uma mesma localidade, ao mesmo tempo, impacta e gera visibilidade no município sobre a fiscalização, evidenciando a segurança proporcionada à sociedade local”, avalia.

Sobre o Crea-SP
Instalada há 87 anos, a autarquia federal é responsável pela fiscalização, controle, orientação e aprimoramento do exercício e das atividades profissionais nas áreas da Engenharia, Agronomia e Geociências. O Crea-SP está presente nos 645 municípios do Estado, conta com cerca de 350 mil profissionais registrados e 75 mil empresas registradas.

Continue lendo

Campinas

Campinas anuncia toque de recolher das 19h às 5h a partir de segunda-feira

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

O consumo de bebidas alcoólicas em vias públicas está proibido a partir deste sábado, 19

Em live realizada nesta sexta-feira, 18, a prefeitura anunciou o fechamento de serviços, comércios e atividades das 19h às 5h, a partir da próxima segunda-feira, 21, e com validade até 30 de junho. A fiscalização será intensificada para evitar aglomerações e festas clandestinas.

A prefeitura proibiu também o consumo de bebidas alcoólicas em vias e espaços públicos, e também em dependências de postos de combustíveis, entre 19h e 5h, com multa de R$1.515,44 (400 UFICs) para quem for flagrado em desacordo com as regras. A regra começa a valer a partir deste sábado, 19.

No caso dos postos de combustíveis, o estabelecimento flagrado com pessoas consumindo bebidas em suas dependências no período do toque de recolher será multado em R$3.030,88 (800 UFICs). Em caso de reincidência, a multa dobra para R$6.061,76 (1,6 mil UFICs) e o local será lacrado por 30 dias.

Fecham às 19h a partir de segunda, 21:
Atividades comerciais (comércio de rua, shoppings, galerias);
Mercados, supermercados, padarias;
Atividades religiosas (atividades presenciais individuais e coletivas);
Restaurantes (bares permanecem proibidos);
Salões de beleza, barbearias, clínicas de estética;
Clubes, academias, áreas comuns de condomínios e hotéis;
Eventos culturais, museus, cinemas;
Parques e bosques públicos (funcionam até 18h);
Toque de recolher de 19h às 5h.
Não há alterações nas regras de funcionamento no período diurno, como capacidade de atendimento de 40% e regras sanitárias.

Continue lendo
Propaganda

Categorias

Últimas Notícias