Conecte-se conosco

Jaguariúna

CNA Turbo “acelera” a proficiência em inglês e espanhol

Publicados

em

Aquela viagem internacional, a tão sonhada promoção ou, de repente, morar e estudar num outro país. Oportunidades como estas podem aparecer a qualquer momento, mas será que todos estão preparados para agarrar essas chances? Porque nessas horas quem estiver no exterior vai ter que (quase que por obrigação) falar outro idioma.

E falar outro idioma também é uma vantagem competitiva no âmbito profissional. De acordo com pesquisa da Catho, mais de 50% das vagas atualmente no mercado brasileiro já exigem domínio de inglês, e ter proficiência no idioma pode aumentar o salário em até 60%.

Os dados apontam que, em até dez anos, ser fluente em inglês deixará de ser um diferencial para se tornar um dos requisitos básicos de emprego – independentemente da profissão. A tendência, apontada pela empresa de recrutamento Page Personnel em 2017, deve se acelerar ainda mais após a pandemia, devido à migração de negociações e reuniões entre fornecedores e clientes de diversos países para o ambiente on-line.

E se o objetivo for turismo, a proficiência em outro idioma também é requisito primordial. Com o avanço da vacinação no Brasil e a diminuição dos casos de Covid tem ocorrido a abertura das fronteiras, possibilitando a realização de viagens internacionais, aí mais uma vez será necessário o uso de uma segunda língua. E o inglês e o espanhol são os mais exigidos, pois são os idiomas falados nos destinos mais procurados atualmente, segundo empresas de turismo: Orlando (EUA), Cancún (México), Nova York (EUA), Paris (França), Miami (EUA), Punta Cana (República Dominicana), Lisboa (Portuga) e Buenos Aires (Argentina).

Nesses momentos alguns cursos podem ajudar a alcançar a proficiência em menos tempo. Um bom exemplo é o CNA Turbo – lançado recentemente pela rede de idiomas. Nesse formato, a pessoa poderá cursar 4 estágios em um ano (1 estágio a cada 3 meses) e acelerar o aprendizado. O CNA Turbo acontece exclusivamente na modalidade on-line ao vivo, ou seja, dentro do já conhecido sistema CNA LIVE CLASS, pela plataforma Zoom.

“Em 1 ano você poderá alcançar, por exemplo, o nível avançado de espanhol, tirar seus projetos do papel e ainda conquistar o SIELE, o certificado internacional de espanhol, sem custo adicional”, cita Silvia Azevedo, diretora do CNA Jaguariúna. Isso corresponde à carga horária de 160 horas distribuídas entre os níveis básico, pré-intermediário, intermediário e avançado de espanhol.

Já no curso de inglês, o aluno poderá, por exemplo, cursar todos os módulos do Básico 1 ao Intermediário 2, em um ano, que corresponde à metade do tempo previsto em um curso regular, com carga horária de 160 horas/aula.

“Mais informações sobre o conteúdo programático, nível de compreensão e fluência no idioma, disponibilidade de vagas, turmas, horários, dias das aulas, valores e formas de pagamento, consulte o CNA Jaguariúna (contatos abaixo)”, informa Fernando Azevedo, diretor da unidade jaguariunense.

SERVIÇO
CNA Jaguariúna
Rua Amapá, 23, Galeria Ramos – Jaguariúna
Telefone: (19) 3837 1322
WhatsApp: (19) 98924 3907
E-mail: jaguariú[email protected]
www.cna.com.br/jaguariuna

Jaguariúna

Crianças têm oportunidade de praticar culinária e inglês em ‘Oficina de pancake’

Publicados

em

Já imaginou ser um chef e preparar panquecas deliciosas? Essa é a experiência que crianças de 5 a 12 anos terão em um verdadeiro dia de chef. Conhecida como “Kids Cooking Class”, a Oficina de Pancake vai acontecer no CNA Jaguariúna, neste sábado, 24, das 10h às 12h, com culinária de forma prática e segura.

Na aula, as crianças vão aprender a preparar uma receita simples e ainda terem contato com o idioma inglês para nomear os ingredientes utilizados nas panquecas (as pancakes em inglês), tudo sob a orientação de instrutores especializados.

LEIA TAMBÉM:

A Oficina de Pancake faz parte da programação alusiva ao aniversário de 15 anos do CNA Jaguariúna. “Mesmo durante o período de férias, movimentamos a escola com muitas atividades para nossos alunos e convidados”, informa Silvia Azevedo, diretora do CNA Jaguariúna.

“Além dessa oficina faremos outras atividades ao longo do semestre, como ‘Welcome Students’, ‘Saint Patrick’s day’, Páscoa e outros, por exemplo. Enfim, todos os meses teremos comemorações com nossos alunos”, complementa Silvia.

As inscrições para a Oficina de Pancake estão abertas e tem vagas limitadas. Podem participar crianças de 5 a 12, alunos e não alunos, mediante pagamento de R$ 20,00. Para se inscrever entre em contato pelo whatsApp 19 99723 6313.

Serviços
Oficina de Pancake
Sábado dia 24 de fevereiro, das 10h às 12h
Para crianças de 5 a 12 anos
Vagas limitadas
Valor R$ 20,00

CNA Jaguariúna: Rua Amapá, 23, Galeria Ramos – Jaguariúna/SP
Telefone: (19) 3837 1322
WhatsApp: (19) 98924 3907
E-mail: jaguariú[email protected]
www.cna.com.br/jaguariuna

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer ficar bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Deputa Federal Renata Abreu Visita Engenheiro Coelho
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Continue lendo

Jaguariúna

CPFL Santa Cruz recupera 360 MWh na região de Jaguariúna

Publicados

em

A energia recuperada daria para abastecer o equivalente a 180 residências durante um ano

Em ações de combate a fraudes e furtos, a CPFL Santa Cruz recuperou cerca de 360 Megawatts (MWh) desviados ilegalmente em 2023 na região de Jaguariúna, com o uso de tecnologia e apoio das autoridades policiais em operações especiais. O resultado ressalta o compromisso da CPFL em garantir um fornecimento justo e confiável para toda a sociedade. Além de ilegal, fraudar instalações ou furtar energia representam sérios riscos à segurança das pessoas, podendo causar instabilidade no fornecimento e pode ter reflexo da tarifa dos demais clientes.

Na região de Jaguariúna, equipes da distribuidora realizaram inspeções em residências, comércios e indústrias e regularizaram 17 instalações. A cidade com mais instalações regularizadas foi Jaguariúna com 11 unidades. Pedreira, outra importante cidade da região também passou por inspeções da CPFL Santa Cruz.

LEIA TAMBÉM:

Segundo Rafael Lazzaretti, diretor Comercial da CPFL Energia, a quantidade expressiva de energia recuperada é resultado de inspeções mais assertivas, impulsionadas pela aplicação de inteligência artificial no processo. “O uso da tecnologia possibilita o acompanhamento do consumo e a detecção remota de irregularidades, contribuindo para a redução da reincidência e a diminuição do número de inspeções necessárias”, explica.

“Outra tecnologia que empregamos no combate às fraudes é a blindagem das medições, inclusive nos grandes clientes, como indústrias e comércios. Os medidores com essa tecnologia são acessíveis apenas aos técnicos da empresa e proporcionam acompanhamento do consumo em tempo real, permitindo que a leitura e faturamento sejam realizados à distância. Só em 2023 blindamos cerca de 37.000 estabelecimentos das quatro distribuidoras da CPFL Energia”, conta Lazzaretti.

Em toda a área de concessão da CPFL Santa Cruz, as ações resultaram, no total, em 3.384 MWh recuperados e 396 instalações identificadas como fraudadoras, que foram autuadas e regularizadas em 2023.

Denuncie
A CPFL Santa Cruz reforça que furto de energia é crime, pode trazer riscos à segurança das pessoas e prejudica diretamente a população com instabilidade no fornecimento de energia, pois ligações clandestinas sobrecarregam a rede, deixando o sistema de distribuição mais suscetível às interrupções. Quem for flagrado cometendo a irregularidade terá cobrados os valores retroativos referentes ao período em que deixou de pagar pelo fornecimento.

Além disso, as fraudes e furtos podem encarecer a conta de energia para todos. A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) distribui parte dos prejuízos causados pelas “perdas comerciais”, como são denominadas as irregularidades, para a tarifa da distribuidora detentora da concessão da área, no momento das revisões tarifárias.

Clientes da CPFL Santa Cruz podem contribuir de forma sigilosa para o combate ao furto de energia, por meio dos canais disponibilizados pela concessionária. Denúncias podem ser realizadas pelo aplicativo “CPFL Energia”, disponível para todas as plataformas de dispositivos móveis, pelo site www.cpfl.com.br/fraude. Essa ação contribui para que a tarifa seja mais justa para todos os clientes.

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer ficar bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Deputa Federal Renata Abreu Visita Engenheiro Coelho
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Continue lendo

Jaguariúna

É possível reduzir o consumo e baixar o valor da conta de energia?

Publicados

em

Engenheiro Eletricista da UniFAJ aponta os aparelhos ‘gastões’, fatores que corroboram para isso, e como simples ações evitam desperdícios

Reduzir o consumo e baixar o valor da conta de energia é um grande desafio para a maioria das famílias brasileiras. Ainda mais este ano, cuja previsão de reajuste em todo o Brasil é em média de 7,61%. Mas, com algumas estratégias no dia a dia, é possível ter um consumo mais consciente e, consequentemente, uma conta de energia com valores que não comprometam tanto o orçamento familiar.

O primeiro passo é entender quais aparelhos utilizados com maior frequência e presentes nas casas dos brasileiros costumam consumir mais. Nesse ranking, destacam-se geladeira e refrigerador, ar-condicionado, forno elétrico, máquina de lavar e secar roupa, máquina de lavar louça e micro-ondas.

Docente do curso de Engenharia Elétrica do Centro Universitário de Jaguariúna (UniFAJ), do Grupo UniEduK, o engenheiro eletricista Fábio Carvasan explica que o gasto maior por parte desses aparelhos pode ser atribuído a diversos fatores relacionados a design, funcionalidade e uso com frequência.

LEIA TAMBÉM:

“Eletrodomésticos como geladeiras, fornos e ar-condicionado geralmente possuem motores, compressores ou elementos de aquecimento que demandam uma quantidade significativa de energia para operar. Eletroeletrônicos, como TVs de tela grande e sistemas de som potentes, muitas vezes têm componentes que consomem mais energia devido ao tamanho e a complexidade”, explica o docente. “A frequência e a duração do uso de um aparelho também afetam o consumo de energia. Por exemplo, máquinas de lavar e secar roupa consomem mais se forem usados constantemente.”

Outro fator que também pode levar ao alto consumo de energia é se o aparelho está funcionando com 100% de sua capacidade. Nesse caso, o docente da UniFAJ alerta que é preciso estar atento a sinais de aquecimento excessivo, ruídos incomuns, desligamentos frequentes, mau desempenho e cheiros estranhos, falhas no display ou indicadores, tempo de resposta lento e aumento repentino na conta de energia.

O tempo de vida útil do aparelho é ainda um fator importante e que pode estar fazendo a diferença na conta de energia. Carvasan alerta que aparelhos antigos podem não ser tão eficientes quanto os dispositivos mais modernos, principalmente por possuírem tecnologia ultrapassada, falta de recursos de economia, isolamento térmico inadequado, bem como ineficiência de motores, compressores e outros componentes internos.
Nesse caso, dependendo do tempo de uso, a substituição dos aparelhos pode trazer inúmeros benefícios. “A decisão de substituir aparelhos deve ser avaliada caso a caso, levando em consideração fatores econômicos, ambientais e de eficiência energética. Em muitos casos, a substituição de aparelhos mais antigos por modelos mais eficientes pode resultar em economia a longo prazo e ainda benefícios ambientais”, salienta o engenheiro eletricista.

Como utilizar os aparelhos ‘gastões’ de forma correta?
Atualmente, há diversas que os usuários podem adotar para otimizar o uso de eletrodomésticos e eletroeletrônicos, reduzindo assim o consumo de energia.

Geladeira/Refrigerador: mantenha a temperatura do aparelho ajustada para os níveis recomendados e evite abrir a porta com frequência e por longos períodos. Limpe regularmente as serpentinas na parte de trás para garantir a eficiência do condensador.

Ar-condicionado: portas e janelas devem estar fechadas quando o ar-condicionado estiver ligado, sendo importante regular a temperatura para um nível confortável, não muito baixo. Em busca de eficiência, mantenha os filtros de ar sempre limpos.

Forno elétrico: aproveite ao máximo cada uso, cozinhando várias porções de uma vez e use para pré-aquecer apenas quando necessário. Se disponível, utilize a função de convecção.

Máquina de lavar/secar roupa: utilize a capacidade máxima de carga e opte por ciclos de lavagem com água fria sempre que possível. Limpe sempre o filtro da secadora após o uso.

Máquina de lavar louça: de preferência por ciclos de lavagem econômicos e com carga completa. Seque a louça ao ar livre ou desligue a secagem aquecida. Não deixe de remover os resíduos de alimentos antes de carregar a máquina.

Micro-ondas: ajuste a potência do micro-ondas de acordo com a necessidade, pois nem todos os alimentos precisam ser cozidos na potência máxima. Alguns pratos podem ser cozidos de maneira eficiente em potências mais baixas, economizando energia. Desconecte o micro-ondas da tomada quando não estiver em uso.

4 Dicas para evitar desperdícios de energia
Adotar hábitos conscientes pode levar a uma significativa economia na conta de energia. Sendo assim, o docente da UniFAJ traz quatro dicas importantes para ser aplicadas no dia a dia e evitar desperdícios:

  • Dica 1 – Utilize lâmpadas LED, que são mais eficientes; apague as luzes quando não estiverem em uso e, sempre que possível, aproveite a luz natural durante o dia sempre que possível.
  • Dica 2 – Desligue os eletrodomésticos da tomada quando não estiverem em uso, especialmente carregadores, TVs, eletroeletrônicos etc.
  • Dica 3 – regule termostatos para níveis adequados e isole janelas e portas para evitar perda de calor ou entrada de ar fio. Utilize cortinas para controlar a temperatura da casa;
  • Dica 4 – Reduza a temperatura do aquecedor de água e utilize chuveiros de baixo consumo e torneiras com aeradores. Fique atento aos possíveis vazamentos de água quente.

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer ficar bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Deputa Federal Renata Abreu Visita Engenheiro Coelho
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Continue lendo
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Últimas Notícias