Conecte-se conosco

Jaguariúna

Alea inaugura uma das mais produtivas fábricas de woodframe do mundo

Publicados

em

Com 18 mil metros quadrados e capacidade produtiva de 10 mil unidades por ano, a fábrica em Jaguariúna é dedicada ao modelo de construção off-site e utiliza tecnologia adotada em larga escala na Europa e Estados Unidos

Alea, startup da construtora Tenda dedicada à construção de casas em condomínio fechado, inaugura em Jaguariúna, no interior paulista, uma das mais produtivas fábricas de woodframe do mundo, com capacidade de fabricar uma casa a cada 36 minutos. Com esse modelo de construção off-site, os imóveis são produzidos em ambiente fabril para, em seguida, serem transportados para os canteiros de obra apenas para montagem e acabamento. 

Amplamente adotada em países como Estados Unidos, Alemanha e Japão, a tecnologia woodframe, que foi a escolhida por Alea, consiste na fabricação de painéis formados por multicamadas. O método garante casas com maior conforto térmico e acústico, o que proporciona um menor consumo de energia e mais qualidade de vida para os clientes.

O Brasil tem características únicas que permitem uma fábrica com essa tecnologia superior, com tamanha produtividade, destinada para o público de segmento econômico. “A demografia do Brasil é continental e possibilita a existência de incorporadoras com produção acima de 10 mil unidades por ano. Além disso, tem farta disponibilidade de madeira de reflorestamento, que é a principal matéria-prima do woodframe. A baixa densidade demográfica do país torna “casas” o produto natural para 70% das famílias formadas anualmente,” diz Rodrigo Osmo, CEO da Tenda.

A tecnologia woodframe é inigualável do ponto de vista ambiental, invertendo a alta pegada de carbono da construção civil. Numa casa de parede de concreto os principais componentes são aço e concreto, os dois materiais industriais de maior pegada de carbono. A madeira, por outro lado, é o único material estrutural com pegada de carbono negativa, pois sequestra CO2 do ar para crescer, estocando-o dentro das paredes da casa. “Estimamos que uma casa de woodframe da Alea reduza em 15 toneladas a pegada de carbono de uma casa de parede de concreto” informa Osmo. 

A fábrica tem 18 mil metros quadrados e a previsão é continuar produzindo em escala piloto em 2022, acelerando a produção em 2023 até chegar à capacidade máxima de 10 mil unidades/ano em 2026.

Para atingir esse volume de produção em 2026, a Alea tem o desafio de desenvolver a cadeia de suprimentos de woodframe no Brasil. “Estamos realizando diversos estudos para tropicalizar insumos importados, internalizar a fabricação de alguns materiais e estabelecer parcerias com fornecedores estratégicos”, sinaliza Osmo.

Segundo Osmo, a empresa já realizou 4 projetos piloto usando a tecnologia de woodframe, sendo que 2 deles já foram lançados com a marca oficial da startup Alea. Nos próximos meses está previsto o lançamento de mais um projeto no interior de São Paulo. “Estamos testando o modelo em cidades de tamanhos e rendas diferentes para entender o comportamento do consumidor em relação ao produto. Acreditamos que a proposta dos empreendimentos Alea é única no País e deve revolucionar o mercado de habitação”. 

Um dos maiores desafios da empresa para os próximos anos está no crescimento da operação. Alea está iniciando a construção de seu banco de terrenos e seus projetos precisam passar por um demorado período de aprovação de loteamentos e incorporações. A empresa está, no momento, empenhada na busca de áreas acima de 100 mil m2 próximas às cidades do interior de São Paulo.

A oportunidade que Alea está indo atrás é um mar azul. A maior demanda por moradias no Brasil é por casas. Paradoxalmente, praticamente todas as grandes incorporadoras focam em prédios. A dificuldade em atender esse mercado está na incompatibilidade entre o tamanho dos mercados e o tamanho das obras. As oportunidades estão em cidades médias e pequenas, enquanto as obras precisam ser grandes para que o projeto seja rentável. 

Alea busca solucionar esse paradoxo por meio da industrialização da construção civil, utilizando o modelo de fabricar as casas e somente montá-las no canteiro, conseguindo assim rentabilizar projetos menores. 

“A Tenda acredita que a industrialização seja a força de maior potencial transformador da construção civil e somos os líderes indiscutíveis desse movimento. Apostar em um modelo de negócio tão transformacional quanto Alea, requer uma empresa com um DNA na abordagem industrial como a nossa”, conclui Osmo.

Sobre Alea 
Alea é a marca da construtora Tenda dedicada à construção de casas em condomínio fechado. Com tecnologia e cuidado urbanístico únicos, os condomínios Alea têm uma proposta diferenciada de habitação, buscando a integração com a natureza, por meio de alamedas arborizadas e espaços de convivência para toda a família.  

Sobre a Tenda
A Tenda (B3: TEND3) é uma das principais construtoras do Brasil e está listada no Novo Mercado, o mais alto nível de governança corporativa da B3. Com foco em habitação econômica, atua em dez regiões metropolitanas do Brasil, com empreendimentos voltados para o grupo 2 do Programa Casa Verde e Amarela. Ao longo de sua bem-sucedida trajetória, a companhia já propiciou a mais de 120 mil famílias a conquista da casa própria. 

Jaguariúna

Jaguariúna recebe 1ª Copa de Marcha no mês de junho

Publicados

em

Etapa da raça mangalarga marchador vai acontecer nos dias 10 e 11 no Campus V da UniFAJ

A cidade de Jaguariúna, no interior de São Paulo, vai receber a 1ª Copa de Marcha, evento oficial da raça mangalarga marchador realizado pelo Núcleo Bandeirantes em parceria com a Meio Rural. As provas vão acontecer no Campus V da UniFAJ (Centro Universitário de Jaguariúna) nos dias 10 e 11 de junho (sexta e sábado), com início às 8h e término somente quando todas as categorias forem julgadas.

A programação do evento reserva um dia dedicado exclusivamente ao andamento da marcha picada e o outro ao andamento dos animais de marcha batida. “Estão aptos a participar da Copa de Marcha de Jaguariúna apenas os animais montados que tenham acima de 36 meses e um dia e estejam devidamente registrados no definitivo junto à ABCCMM (Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Mangalarga Marchador)”, informa Gabriel Köhn Passos, gerente executivo do Núcleo dos Criadores do Cavalo Mangalarga Marchador de Jundiaí, Região e Circuito das Águas.

Segundo Gabriel, o evento deve receber, em média, em torno de 150 animais. “Um dos destaques é que a Copa será julgada pelo experiente árbitro José Renato Costa Caiado”, comenta.

CAMPEÃO DOS CAMPEÕES

A competição, conforme explica Gabriel Köhn, começa com os mais novos, indo até os mais velhos. “Ao final, temos os grandes campeonatos onde há a disputa do Campeão dos Campeões de Marcha, que reúne somente aqueles cavalos que foram campeões em suas respectivas categorias”, diz. Aos vencedores é entregue um troféu e uma faixa, pois não há premiação em dinheiro, apenas a valorização dos animais.

A Copa de Marcha de Jaguariúna é uma etapa do Circuito Bandeirantes de Copas de Marcha que conta com um ranking próprio e, ao final, vai premiar os melhores cavalos deste ranking com motos e outros prêmios.

Jaguariúna foi escolhida para sediar a etapa por estar inserida em uma região onde a cultura da criação de equinos, especialmente Mangalarga Marchador, é muito forte. Além disso, a cidade possui infraestrutura e localização estratégica para receber os participantes e público. No local haverá praça de alimentação, estandes de diversos segmentos, selarias e toda a estrutura para receber o público.

SOBRE O NÚCLEO BANDEIRANTES

O Núcleo Bandeirantes foi fundado no ano de 2010 através da união de criadores paulistas do cavalo Mangalarga Marchador com o intuito de fomentar a raça no âmbito regional, trazendo a realização de

exposições especializadas, copas de marcha, cavalgadas, provas esportivas e cursos técnicos de aperfeiçoamento da criação e de mão de obra. O Núcleo é uma entidade devidamente credenciada pela Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Mangalarga Marchador (ABCCMM) para a realização de tais eventos.

Além disso, a entidade possui uma estrutura de diretoria ramificada, porém unida no mesmo propósito, comprometida com a ética e seriedade na organização das atividades.

Ao todo, atualmente, são mais de 50 núcleos regionais existentes e atuantes em todo país, e o Núcleo Bandeirantes se mantém como o 2º melhor junto ao Ranking de Núcleos que a ABCCMM mantém a fim de promover uma “competição” sadia pelo fomento em prol da raça.

SOBRE A MEIO RURAL

Meio Rural é um portal feito com exclusividade para quem ama a vida sertaneja, e que traz várias seções para quem é apaixonado pela vida no campo!

Sua equipe está constantemente conectada com as últimas tendências e novidades dentro do Meio Rural. No portal, o público vai encontrar uma variedade de notícias, artigos e informes dos principais eventos do cavalo Mangalarga Marchador. Contando com grandes e inspiradores parceiros, está continuamente comprometido em trazer inovação, informação e facilidades ao leitor.

SERVIÇO

1ª Copa de Marcha de Jaguariúna 2022

Data: Dias 10 e 11 de junho de 2022

Local: Campus V da UniFAJ

Endereço: Haras Jaguary, s/n, Jaguariúna (SP)

Entrada franca.

Continue lendo

Jaguariúna

Domingo tem espetáculo infantil no Teatro de Jaguariúna

Publicados

em

O espetáculo “A noite mágica de Bob” encherá a tarde da criançada de encanto neste domingo, dia 29. A apresentação que aconteceria no último fim de semana foi remarcada e acontece no Teatro Dona Zenaide, em Jaguariúna.

A Secretaria Municipal de Turismo e Cultura informa que as pessoas que já haviam retirado os ingressos na semana passada poderão usar os mesmos para conferir a peça no domingo.
Quem ainda não garantiu o seu, pode retirar gratuitamente na bilheteria do teatro com uma hora de antecedência. Serão entregues dois ingressos por pessoa.

“A noite mágica de Bob” conta a história de um adulto que ama contos infantis e em uma noite é levado até esse mundo especial. Lá ele conhece personagens encantadores e fica maravilhado com toda a magia que existe no lugar. De uma forma bastante divertida a apresentação deixa no ar a pergunta: “Será que Bob foi até o mundo do conto de fadas ou tudo não passou de um sonho?”.
O teatro de Jaguariúna fica na rua Alfredo Bueno, 1151 – Centro.

Continue lendo

Jaguariúna

Vacinação dos rebanhos contra a febre aftosa termina na próxima semana

Publicados

em

A vacinação dos rebanhos contra a febre aftosa termina na próxima terça-feira, 31. Até lá a Prefeitura de Jaguariúna, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, irá vacinar todos os bovídeos (bovinos e bubalinos) com até 24 meses de idade

Após o encerramento deste prazo, o produtor rural deverá declarar a vacinação até o dia 7 de junho pelo sistema informatizado Gestão de Defesa Animal e Vegetal (Gedave) ou pelo site: www.defesa.agricultura.sp.gov.br.

Neste caso, após preencher a declaração na internet, o produtor deverá encaminhá-la por e-mail ou entregar pessoalmente na Unidade de Defesa Agropecuária.

De acordo com a secretaria de Meio Ambiente, a multa para o produtor que não vacinar os seus animais varia de 3 a 5 Ufesps (unidades fiscais do Estado de São Paulo) por animal. O valor atual de cada Ufesp é de R$31,97.

Continue lendo
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Últimas Notícias