Conecte-se conosco

Uncategorized

Fórum reúne teoria e prática dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

Evento atraiu lideranças e representantes da sociedade civil; ações serão aprofundadas

Por Viviane Westin

O Fórum ODS 2019, realizado no último dia 23, trouxe para Jaguariúna a oportunidade de diálogo sobre os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU). O evento foi promovido pela Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) Trilhos do Jequitibá e contou com a participação de representantes de municípios da região dos diferentes setores da sociedade civil – governo, empresas privadas e associações sem fins lucrativos.

Numa mescla de teoria e prática das ações que visam contribuir para atingir as metas propostas pelo ODS, o Fórum reuniu palestras e exemplos de iniciativas que estão em andamento na região; trouxe o convite para o engajamento aos projetos; disponibilizou o suporte para a adaptação ou a criação de projetos que atendam particularidades dos diferentes segmentos. (Veja mais fotos do evento)
Os ODS são validados por Estados-membros da ONU, o Brasil é um deles, orientando medidas nas três dimensões do desenvolvimento sustentável: econômica, social e ambiental. As metas globais são readequadas à realidade de cada país e serve como base para se estabelecer as diretrizes, objetivos e metas a serem seguidos pelo governo federal, estadual ou municipal.
A assessora técnica da Subsecretaria de Assuntos Metropolitanos de São Paulo, Eliana Falque, foi uma das palestrantes convidadas e explicou como este processo dos ODS vem se estabelecendo, desde o lançamento do Pacto Global, no ano 2000, suas evoluções e o que almeja alcançar.
“Estamos trazendo para os municípios a importância do engajamento nesse tema com o envolvimento de todos os segmentos da sociedade civil. Atualmente, e felizmente, estamos conseguindo fazer com que a população desperte para a importância dos 17 ODS, para se trabalhar com 360 metas a serem alcançadas. Todos os eixos são de extrema importância”, considerou.
Segundo a assessora, é preciso orientar os gestores públicos sobre a importância da ação e do engajamento nos ODS. “E isso se reforça no fato do Tribunal de Contas do Estado começar a receber seus relatórios, ofícios, documentos e processos dos municípios dentro dos ODS”, observou.
“Quando nós da região metropolitana instalamos os conselhos consultivos nas cidades e nas regiões, a maior preocupação é com o engajamento da sociedade civil. O ODS tem um lema: ninguém pode ficar para trás”, reforçou Eliana.

Mulheres
A presidente da 232º Subseção da OAB de Jaguariúna, Maria do Carmo Santiago Leite, contribuiu com palestra sobre uma das temáticas dos ODS, a de número cinco, que trata da igualdade de oportunidades para as mulheres no trabalho, em cargos de liderança e participação social.
“Independente da área de atuação da mulher, o importante é ser ouvida. Não podemos mais ficar na posição de coadjuvantes. A mulher está conquistando seu espaço, mas ainda falta muito para avançar. Ainda precisamos buscar um lugar ao sol”, observou Maria do Carmo. “O feminismo hoje simplesmente quer a igualdade de gênero, de oportunidades, de emprego, salário… Não se trata de disputar nada com os homens, mas sim de sermos reconhecidas”, complementou.
Durante a palestra ela chamou a atenção para alguns índices divulgados pelo IBGE, e que reforçam as desigualdades em aspectos ligados à educação, remuneração salarial, liderança, mercado de trabalho e assédio. Maria do Carmo também provocou o público para analisar o papel que é desempenhado pelas mulheres com as quais convivem em suas diversas áreas e estimulou uma reflexão sobre o empoderamento do público feminino.

Participantes
O empresário Mauricio Fuzita, que atua no setor de embalagens, ficou sabendo do evento através de um amigo que atua na área ambiental e se motivou a participar. “Na minha empresa aplicamos a reciclagem e o reaproveitamento de materiais. É preciso educar para buscar alternativas e o meio ambiente precisa disso. Também vim para conhecer como é que funciona esse sistema de compostagem e de reaproveitamento de materiais para adubo orgânico. Pretendo levar o conhecimento daqui para a empresa e para a minha casa. As empresas hoje têm muita dificuldade com esse sistema de reciclagem e as grandes empresas estão preocupadas com isso”.
O evento foi sediado no Salão de Convenções do Hotel Matiz e também contou com a participação de dezenas de pessoas, inclusive representantes de gestores do poder público das cidades de Vinhedo, Valinhos, Jaguariúna, Santo Antônio de Posse e Pedreira. Entre as autoridades estavam o prefeito de Pedreira, Hamilton Bernardes, e o vereador Afonso Lopes Silva, da Câmara Jaguariúna.

Próximos passos vão reforçar o engajamento aos ODS

Segundo o diretor presidente da Oscip Trilhos do Jequitibá, Hilário Argemiro, a finalidade do encontro entre empresários, governo e sociedade é incentivar a execução de uma agenda de trabalho voltada para o crescimento e desenvolvimento social e econômico. Os idealizadores destacam que “é preciso compreender que o equilíbrio da biodiversidade é o futuro das nações para que possam alcançar gestões eficientes e de grande visibilidade”.
Para a coordenadora do projeto de ODS na Trilhos, Mariana Padilla, o Fórum ODS exerce um papel motivador para os empreendedores, os gestores públicos e a sociedade. “Um dos nossos próximos passos é trazer isso para a sociedade, já que os ODS funcionam quando se une esses três pilares.”
As próximas etapas de engajamento aos ODS inclui a própria certificação da Oscip ao Pacto Global, o que deve ocorrer já no próximo mês. Além disso, será feito o convite para que as empresa façam essa adesão seguida de uma capacitação que deve ocorrer até o mês de novembro. Além disso, estão previstas palestras, fóruns e oficinas para orientar os gestores que tiverem o interesse de adesão aos ODS para que sejam implementados na empresa.
“Cada objetivo trabalha uma série de metas, mas é preciso saber quais metas o gestor tem interesse de desenvolver e como quer trabalhar. Pode-se, inclusive, implementar dentro da empresa e trazer a sociedade para junto dela, de acordo com a filosofia de trabalho”, finalizou.

Projeto de compostagem de resíduos orgânicos é exemplo na adesão aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

O projeto de compostagem de resíduos orgânicos, desenvolvido por meio de uma parceria entre a Oscip Trilhos do Jequitibá, a ONG Associação Carisma de Educação, Cultura, Recuperação e Integração Social de Jaguariúna e a empresa Mudavisão em Compostagem, foi apresentado durante o fórum para exemplificar uma das iniciativas de engajamento aos ODS. Para tanto, houve a participação do coordenador técnico do projeto, Cassio Henrique da Silva.
A alternativa ecológica para os resíduos orgânicos, atrelada a questões sociais é um dos destaques da proposta. O coordenador abordou os aspectos técnicos do projeto, os certificados obtidos e o impacto da ação no meio ambiente, na sociedade, nas empresas e instituições públicas e sociais.
“Esse projeto da Mudavisão atende a proposta dos 17 ODS. Trata-se de um exemplo que se aplica ao ODS 12, que diz respeito ao consumo e produção sustentáveis, mas abrange outros. A proposta vem a casar com todo esse desenvolvimento da própria ONU para minimizar os impactos ambientais que estão acontecendo no planeta. O projeto é difuso, de interesse de toda uma sociedade. Afinal, não vivemos no planeta de forma isolada”, considerou Cássio.

Produto
O produto gerado no processo de compostagem é o composto orgânico para a fertilização do solo, obtido a partir do processo de degradação biológica de resíduos orgânicos, incluindo restos de alimentos coletados em restaurantes de empresas e escolas e restos de podas de árvores. A produção é regulamentada por órgãos federais, estaduais e municipais, em conformidade com a lei que trata sobre a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS).
A obtenção do laudo técnico do composto orgânico já permite sua comercialização para uso na fertilização do solo. Parte da receita obtida com a comercialização do composto será destinada a projetos sociais. A primeira delas é a Associação Carisma, que já está engajada na proposta. A ideia é cadastrar outras instituições para receberem o projeto, conforme sua expansão.
O projeto de compostagem possibilita o apoio das empresas por meio do recebimento de doações, através da lei de incentivo fiscal. O apoio também engloba o voluntariado, a doação sem fins dedutíveis, além da doação de bens ou serviços.
O projeto teve a unidade piloto inaugurada em dezembro do ano passado e está instalada no bairro Colmeia, próximo ao km 138,5 da Rod. Adhemar Pereira de Barros (SP-340). Segundo o coordenador, deve-se expandir com a instalação de uma segunda unidade até o final deste ano, em município da região.

Reportagem e fotos: Viviane Westin

Continue lendo

Uncategorized

Com novas regras de agendamento e acesso, Holambra recebe 49 excursões durante feriado

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

Holambra recebeu entre os dias 04 e 07 de setembro 49 ônibus de fretamento turístico – todos eles devidamente identificados e com agendamento prévio confirmado através de plataforma eletrônica implementada pelo Departamento Municipal de Turismo e Cultura. O sistema põe em prática as novas regras de acesso e permanência de excursões na cidade, estabelecidas por meio de Decreto no dia 26 de agosto.

O documento, que revoga a proibição instituída em junho de 2021 em função da pandemia, determina que esses veículos passem a ser cadastrados pelo Portal do Governo, em www.holambra.sp.gov.br, na aba de Serviços, Cadastro para Excursões.

Apenas os 20 primeiros ônibus inscritos têm, desde então, o ingresso liberado mediante autorização prévia, que deve ser impressa e afixada nos veículos em local visível para possibilitar o serviço de fiscalização. Ainda de acordo com a nova normativa, cadastros adicionais serão aceitos em caráter excepcional com apresentação de reservas de hotéis ou pousadas em Holambra ou em um raio de 70 km.

No sábado, 04, 12 excursões passaram pela Capital Nacional das Flores, com crescimento gradual no domingo, 17, e na terça-feira, 20.

De acordo com a diretora da pasta, Alessandra Caratti, a avaliação dos primeiros dias com nova normativa é positiva. “Acompanhamos de perto a chegada das excursões agendadas e o cumprimento das novas regras de circulação desses veículos. Foi um trabalho de muito êxito, sem qualquer ocorrência durante todo o feriado”, diz.

Segundo ela, a liberação restrita a ônibus previamente inscritos e autorizados tem por objetivo organizar o crescente fluxo de visitantes, assegurando experiências turísticas que sejam boas e adequadas à estrutura da cidade. “Queremos receber bem as pessoas que escolhem Holambra como destino. Pra isso, é preciso conduzir com muita organização o esquema de excursões de acesso coletivo”, explica.

Continue lendo

Uncategorized

Pré-candidata a deputada estadual, Taís Souza, se reúne com vice-prefeito de Pedreira, Fábio Polidoro

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

A pré-candidata a deputada estadual Taís Souza e o presidente nacional do Partido da Mobilização Nacional (PMN), João Garcia, visitaram na semana passada o vice-prefeito de Pedreira, Fábio Polidoro. Na reunião, realizada nas dependências do Paço Municipal, Polidoro, Taís e João Garcia, conversaram sobre projetos futuros e estreitaram laços.

“Eu sempre fui muito bem recebida pelo Polidoro e acho que essa proximidade entre quem está no governo e a sociedade civil é sempre importante. Agradeço muito pela conversa”, diz na ocasião Taís Souza.

Continue lendo

Uncategorized

Rede municipal de ensino de Holambra amplia retorno presencial a partir desta segunda, 02

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

As escolas estão preparadas para receber os alunos com segurança, respeitando todos os cuidados sanitários preventivos

A partir desta segunda-feira, 02, a rede municipal de ensino de Holambra amplia o retorno presencial dos alunos nas escolas, acompanhando diretrizes do Decreto Estadual nº 65.849, publicado no início desse mês. Desde a retomada das aulas presenciais, em 28 de junho, a capacidade das salas estava limitada a 35% do número de alunos.

A normativa, reforçada pela Resolução nº 65/2021 da Secretaria de Educação do Governo Paulista, autoriza até 100% da capacidade de ocupação nas salas de aula, desde que respeitado o distanciamento mínimo de um metro entre os alunos. O percentual de ocupação é definido de acordo com o espaço físico de cada escola. Apesar da ampliação, o retorno permanece opcional e o conteúdo continua disponível de modo híbrido – em sala de aula e por meio da plataforma online.

Com o retorno ampliado, o horário das creches municipais entre 02 e 06 de agosto é das 6h45 às 11h30. A partir do dia 09 o horário de saída é às 17h. Os turnos escolares para os demais alunos continuam os mesmos: das 7h às 12h no período da manhã, das 12h40 às 17h40 no período da tarde e das 19h às 23h para o Ensino de Jovens e Adultos (EJA).

A diretora interina do Departamento Municipal de Educação, Claudicir Pícolo, detalha como será determinada a quantidade de alunos por sala de aula: “Em escolas onde as classes têm menor número de alunos podemos convocar até 100% deles, respeitando o distanciamento de 1 metro. Em outras, onde não é possível atender esse distanciamento, trabalharemos com dois grupos de alunos, intercalando os dias de presença”, explica.

A diretora observa ainda que o retorno presencial não é obrigatório, mas o cumprimento de todas as atividades pedagógicas, sim. “Mesmo de maneira remota, as tarefas fazem parte da rotina da criança, são obrigatórias e devem ser monitoradas pelos pais ou responsáveis”, conclui.

Continue lendo
Propaganda
Propaganda

Categorias

Propaganda

Últimas Notícias