Conecte-se conosco

Jaguariúna

Jaguariúna reduz mortalidade infantil em 84%, segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde

Publicados

em

Um dos indicadores mais utilizados para se medir a qualidade de vida em qualquer município é o índice de mortalidade infantil, e nesse quesito Jaguariúna vai indo muito bem. De acordo com dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde, no período entre 2016 e março de 2019 a mortalidade infantil na cidade foi reduzida em 84%, entre crianças menores de cinco anos de idade, o que iguala o município a países como Singapura, Islândia e Japão, que ostentam a menor taxa de mortalidade infantil no mundo, segundo o Index Mundi – Cia. World Factbook.

Em dois outros segmentos infantis a ótima notícia se confirma com indicadores bem parecidos: redução de 82% na mortalidade entre crianças menores de um ano e 81% na mortalidade neonatal, ou seja, entre crianças de zero a 27 dias. Para a secretária municipal da Saúde, Maria do Carmo de Oliveira Pelisão, o quadro positivo confirma o trabalho que vem sendo desenvolvido desde 2017 na rede municipal.

“Temos três programas que dão atenção especial à mulher e ao recém-nascido, e os consideramos fundamentais nesse avanço: o ‘Tempo de Cuidar’, voltado para gestantes até o pós-parto/puérpera, o ‘Tempo de Crescer’, para crianças de zero a cinco anos de idade, ou seja, na primeira Infância, e o ‘Tempo de Viver’, para crianças a partir dos cinco anos até a idade adulta”, explica.

Já Carolina Freire, Diretora de Desenvolvimento Sustentável, destaca outro aspecto positivo e não menos importante na realidade vivida por Jaguariúna. “Vale lembrar que estamos trabalhando com o Programa Cidades Sustentáveis e buscamos institucionalizar, através de projetos estratégicos e indicadores, a Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU) como diretriz das políticas públicas municipais”, lembra.

Segundo ela, após dois anos de trabalho constante e com foco na melhoria de indicadores de saúde, educação, causa ambiental, dentre outros, os resultados são robustos e destacam o município, que é referência na Região Metropolitana de Campinas (RMC). “Aliás, temos alguns destaques positivos que vão na contramão de dados nacionais recém-publicados por órgãos nacionais e internacionais”, pontua Carolina Freire, otimista.

Saúde

Uma análise da Fundação Abrinq sobre dados do Ministério da Saúde, portanto, um índice nacional, indica que em 2016 a taxa de mortalidade na infância (de crianças entre zero e cinco anos) registrou piora em todo o país, indo de 14,3 para 14,9 por 1.000 nascidos vivos, ou seja, houve alta de 4,19%. Esses dados de 2016 refletem a projeção do impacto negativo da recessão econômica, do aumento da pobreza e dos cortes em políticas sociais, conforme estudos recentes.

Em Jaguariúna, os resultados dos indicadores na saúde vão na contramão das estatísticas nacionais desde o início de 2017 graças às ações do Programa Construindo um Novo Tempo. O prefeito de Jaguariúna, Gustavo Reis, que no segundo ano de sua primeira gestão (2009-2012) foi a Nova York receber o prêmio da ONU por ter alcançado a taxa zero de mortalidade infantil, fez questão de destacar e enaltecer o trabalho que vem sendo desenvolvido na saúde municipal.

“Essa notícia nos enche de alegria e mostra que estamos conseguindo voltar aos índices altamente positivos já alcançados. Saúde é nossa prioridade e trabalhamos com muita seriedade e responsabilidade, que é para garantir aos nossos moradores um atendimento humano e de qualidade. Sempre digo, com saúde não se brinca, então, parabéns a todos os envolvidos em mais essa conquista, pois ela só reforça a qualidade de vida que buscamos para a população”, disse o prefeito.

Fonte : Prefeitura Municipal de Jaguariúna – Por Aluízio Santana /Foto: divulgação/SMS

Jaguariúna

Bolsa Trabalho dá oportunidades aos jaguariunenses

Publicados

em

A Prefeitura de Jaguariúna, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Social, realizou nesta quinta-feira, 30, a assinatura dos contratos do programa Bolsa Trabalho, do Governo do Estado de São Paulo, que promove qualificação profissional com pagamento de bolsa-auxílio de R$535 por cinco meses. Ao todo 60 jaguariunenses que estavam desempregados estiveram presentes e devem começar a trabalhar na Prefeitura de Jaguariúna no dia 18 de julho.

O contrato de trabalho é de cinco meses e durante esse período os profissionais devem cumprir quatro horas diárias de serviço, quatro vezes por semana em algum órgão da Prefeitura. Além disso, uma vez por semana também farão um curso de qualificação oferecido gratuitamente. 

Essa é a terceira edição do programa Bolsa Trabalho realizada em Jaguariúna. Na primeira, no início do ano passado, foram oferecidas 20 vagas. Agora são 40 a mais.

Bolsa Trabalho
O Bolsa Trabalho tem como objetivo gerar renda, ocupação, qualificação e empregabilidade para a população mais vulnerável, com apoio das prefeituras.

Continue lendo

Jaguariúna

Balões irão colorir o céu de Jaguariúna na abertura do Festival de Férias

Publicados

em

O céu de Jaguariúna fica mais colorido neste fim de semana. No sábado, 02, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Turismo e Cultura, fará abertura do Festival de Férias de Julho com balões que irão sobrevoar a cidade e DJs que devem colocar todo mundo para dançar.

Os balões ficarão reunidos no gramado do Boulevard, ao lado do Centro Cultural, antes de levantar vôo. No local, o público pode conferir de perto cada balão, como eles funcionam e tirar muitas fotos.

O agito musical começa às 15h com a apresentação da DJ Desirée Lais. No fim da tarde, às 16h30, os balões vão decolar juntos e dar uma volta por cima da cidade.

Em seguida, ás 18h, será a vez da DJ Anna Glam se apresentar e às 19h, os balões serão inflados novamente no gramado do Boulevard.

O evento é totalmente gratuito.

Continue lendo

Jaguariúna

Meio Ambiente realiza plantão gratuito para tirar dúvidas sobre cadastro

Publicados

em

A Secretaria de Meio Ambiente de Jaguariúna, por meio do Departamento de Agropecuária e Meio Ambiente, inicia na próxima terça-feira, 05, um plantão de atendimento ao produtor rural. O objetivo é ajudar e tirar dúvidas sobre a regularização do Cadastro Ambiental Rural (CAR).

O trabalho será feito gratuitamente graças a uma parceria entre a Prefeitura e o Escritório de Desenvolvimento Rural (EDR) de Mogi Mirim. Serão passadas informações especificamente aos pequenos produtores rurais do município que tenham propriedades de até 40 hectares.

Durante todo o mês de julho os atendimentos serão realizados às terças-feiras, das 08h30 às 11h30 e das 13h às 16h. É necessário fazer agendamento prévio pelo telefone: (19) 3867-3073.

A secretária de Meio Ambiente, Rita Bergamasco, ressalta a importância desta regularização. “Nesse plantão, toda terça-feira o produtor rural receberá a ajuda necessária para entender o passo a passo do que deve ser feito. Assim, saberá quais providências devem ser tomadas para que a propriedade avance no processo de regularização ambiental”, explicou a secretária. 

PROGRAMA DE REGULARIZAÇÃO AMBIENTAL
O Programa de Regularização Ambiental garante ao produtor os benefícios previstos no Novo Código Florestal, para os casos com passivo ambiental.

Para ter acesso ao Programa, o produtor deve realizar as atualizações necessárias em seu cadastro, via sistema (car.agricultura.sp.gov.br), até o dia 31/12/2022.

Continue lendo
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Últimas Notícias