Conecte-se conosco

Jaguariúna

Comerciantes e forças de segurança de Jaguariúna realizam primeira reunião do Vizinhança Solidária

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

Programa tem como exemplos iniciativas que já acontecem em dois bairros da cidade

Reunião ocorreu na sede da ACI, em Jaguariúna, no último dia 9 de maio

Com a proposta de melhorar a segurança e prevenir os crimes na cidade de Jaguariúna, em atenção especial ao comércio, foi implementado na noite de quinta-feira (9) o Programa Vizinhança Solidária no Comércio, em evento que ocorreu na sede da Associação Comercial e Industrial (ACI) de Jaguariúna, com a presença de comerciantes e representantes da Prefeitura, da Polícia Municipal e da Polícia Militar. O lançamento já havia sido anunciado na semana passada, após reunião que ocorreu no gabinete do prefeito.
Entre as lideranças presentes no evento de implantação estiveram o comandante do Pelotão da Polícia Militar de Jaguariúna, sub-tenente PM Norder; o secretário municipal de Segurança Pública, Renato José de Almeida Chaves Filho; o presidente do Conselho de Segurança (Conseg); o presidente da ACI, João Rodrigues dos Santos.
Tendo como exemplo o Programa Vizinhança Solidária que já está em execução em dois bairros da cidade, o Silvio Rinaldi e o Jardim Europa, desde setembro do ano passado, a ideia é seguir esse mesmo modelo de estratégia preventiva de segurança. Segundo anunciado, os índices de criminalidade nesses bairros foram quase zerados.

Dinâmica
A dinâmica do programa prevê a promoção de reuniões periódicas com o grupo de interesse, com participação de representantes da segurança pública para discutir ações de segurança. Para isso, levam-se em conta as necessidades e os instrumentos disponíveis ou que podem ser utilizados e que se aplicam ao coletivo.
Segundo o presidente da ACI, João Rodrigues, a participação é aberta a todos os comerciantes, independente de sua localização na cidade e não é necessário estar associado à ACI.
“O grande objetivo é trazer para todo o comércio o que já existe nesses bairros. Esperamos alertar a população que, embora a segurança seja um dever do Estado, trata-se de responsabilidade de todos os comerciantes e os cidadãos. Vamos criar esse grupo para dialogar, trocar ideias e passar orientações”, disse João.
A criação de uma rede de contatos entre os comerciantes é um dos instrumentos apontados como necessários ao diálogo da categoria. Seja para denunciar uma atitude de indivíduos suspeitos, orientar a respeito da utilização de mecanismos de segurança, como as câmeras devidamente posicionadas, ou mesmo relatar as ocorrências que possam servir como experiência para o aperfeiçoamento de posturas mais seguras.
Segundo João Rodrigues, o papel das autoridades competentes deve ser potencializado com o programa, na medida em que os canais de comunicação, como o 190 e o 153, por exemplo, serão utilizados de maneira eficiente para informar e solicitar providências para os casos relatados às autoridades representadas na Polícia Militar e Polícia Municipal.
“Esperamos aqui a conscientização das pessoas. A participação do comerciante no Vizinhança Solidária é uma medida preventiva”, reforçou o presidente da ACI. Ainda segundo ele, o registro formal das ocorrências também deve ser entendido como um instrumento necessário para a ação da polícia, sem a qual não é possível quantificar e zelar pela segurança dos comerciantes.
“A comunicação confiável facilita a ação dos policiais que podem agir no lugar certo e na hora certa para efetuar uma prisão, se for o caso, ou pelo menos levar o suspeito a uma averiguação. Felizmente, aqui em Jaguariúna já temos uma comunicação efetiva entre as frentes policiais”, considerou o presidente.

Prevenção primária
Na perspectiva da segurança para que comerciantes de Jaguariúna possam trabalhar com tranquilidade, sem temer assaltos ou furtos, o sub-tenente PM Norder destacou os resultados positivos da experiência que vem sendo aplicada nos bairros da cidade para expor aos comerciantes a importância das estratégias de prevenção ao crime.
Ele ressaltou que o Vizinhança Solidária se trata de um conjunto de ações que busca, por meio da prevenção primária, melhorar a segurança pública local, incentivando a vizinhança a colaborar com o policiamento.
No aspecto da relação interpessoal, o PM Norder destacou a necessidade de aproximação das pessoas do mesmo círculo de convivência, no caso os comerciantes. “É preciso aproximar a sociedade da Polícia Militar e dessa forma formamos uma rede entre os comerciantes para ter mais informações. É preciso que fique bem claro que nessa rede solidária participam os comerciantes de toda cidade, não apenas da área central”.
A dinâmica de ações da rede solidária prevê a realização de palestras para trazer orientações de prevenção primária de segurança, de questões que estão presentes no entorno da vizinhança, de quem conhece e convive no local. Por exemplo, se aplica a um terreno com matagal, na instalação e posicionamento de câmeras de vigilância, entre outros.
A união de forças da Polícia Militar e da Polícia Municipal de Jaguariúna é destacada pelo PM Norder, já que as atuações se complementam. “Temos uma união muito grande e estamos juntos para trabalhar essa questão da segurança em benefício do comércio da cidade. Trata-se de uma questão de segurança do comerciante, dos consumidores, funcionários e das famílias. O aumento na sensação de segurança também reflete no crescimento das vendas”, considerou.

Confiança
Para o empresário Vanildo Pereira da Silva o programa traz a união dos comerciantes em prol do bem comum, com uma somatória de esforço para aumentar a segurança. “Precisamos dessa tranquilidade e esse aumento de segurança vai agregar para todos, seja para o comerciante, o cliente ou o consumidor, ou mesmo para aquela pessoa que vai fazer o saque em uma agência bancária. Esse programa vai trazer benefícios para todos, até mesmo para aqueles que visitam a cidade. Todos querem morar numa cidade segura”, disse Vanildo.

Insegurança
Nas últimas semanas, os comerciantes de Jaguariúna se alarmaram com os registros de ocorrências de assaltos envolvendo pelo menos cinco lojas da cidade, inclusive no Centro. Chamou a atenção o perfil da ação que seguiu uma mesma linha de atuação por parte do praticante. Com o uso de uma faca, ou apenas com a promessa de ter a posse do instrumento, o suspeito adentrou nos pontos comerciais e ameaçou as vítimas, causando prejuízos. O PM Norder reforçou que a ação dos policiais rendeu a prisão de um suspeito nessa semana, já reconhecido por quatro vítimas de diferentes estabelecimentos como autor dos crimes.

Como participar
O Programa Vizinhança Solidária no Comércio é aberta à participação de todos os comerciantes da cidade e não tem custo. Os interessados podem entrar em contato através do telefone 3867-7070 (ACI) para obter mais orientação. O presidente da ACI reforçou que não é exigida a associação do interessado junto à instituição. Porém, é feito um cadastro dos participantes. Segundo João, houve a necessidade que uma liderança assumisse a frente da iniciativa e a ACI assumiu esse papel, entendendo o interesse e a urgência da medida para a categoria.

Reportagem e fotos: Viviane Westin

Continue lendo

Jaguariúna

Vestibular: Grupo UniEduK tem inscrições abertas para o segundo semestre de 2021

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

Instituições de ensino superior são reconhecidas com nota máxima (5) pelo MEC em corpo docente, infraestrutura e Projeto Pedagógico do Curso (PPC)

Aos que desejam ingressar no ensino superior ainda este ano, o Grupo UniEduK, está com inscrições abertas para o Vestibular pelo site https://grupounieduk.com.br/ em mais de 25 opções de cursos de graduação nas áreas de Saúde, Humanas, Exatas, Tecnologia e Agronegócio nas modalidades presencial, híbrido e a distância, além de contar com mais de 70 opções de cursos de pós-graduação, MBA e especialização. O início das aulas acontece no dia 02 agosto no sistema presencial.

Os cursos do grupo educacional, composto pelas instituições: Centro Universitário de Jaguariúna – UniFAJ, Centro Universitário Max Planck – UniMAX e Faculdade de Agronegócios de Holambra – FAAGROH, aliam teoria e prática, garantindo o mínimo de 50% de aulas práticas desde o início do curso, corpo docente altamente qualificado e infraestrutura moderna, com salas de aulas e laboratórios equipados de acordo com as necessidades do mercado de trabalho.

Para tanto, dispõe de moderna infraestrutura em 10 campi, equipados com Hospital Veterinário e amplos campos de práticas para os cursos de Medicina e Fisioterapia, como Interclínicas, Centro Clínico de Especialidades Médicas, além do Centro de Pesquisas Ambientais Agropecuárias.

Ensino na prática
Com a missão de promover a educação socialmente responsável, com alto grau de qualidade, propiciando o desenvolvimento dos projetos de vida dos alunos, o Grupo UniEduK tem como foco transformar o futuro das pessoas, na prática.

“Para oferecer uma educação de qualidade que empregue pessoas, o Grupo UniEduK não mede esforços para investir em inovação, pessoas, infraestrutura e tecnologias que façam a diferença na formação profissional. Priorizamos na nossa metodologia de ensino o protagonismo dos estudantes e desta forma, entregamos para o mercado de trabalho profissionais solucionadores de problemas complexos, criativos, aptos para atuarem em diversas áreas dentro de sua formação”, afirma o reitor Ricardo Tannus.

O Modelo de Ensino Educar, adotado pelo Grupo UniEduK utiliza de metodologias ativas, onde o aluno é o protagonista de sua jornada de aprendizagem e tem a possibilidade de escolher as disciplinas que fazem sentido ao seu aprendizado, seguindo os requisitos de carga horária mínima e máxima previstas no semestre do curso.

O foco é garantir que cada aluno tenha uma formação única que possibilite o desenvolvimento de suas competências e de seus projetos de vida, por isso em todos os cursos de graduação existem as disciplinas eletivas com foco em competências socioemocionais e de projetos de vida.

Certificações intermediárias
Para auxiliar na empregabilidade dos alunos durante o curso, o Grupo UniEduK oferece ainda a possibilidade da obtenção de certificações intermediárias que podem ser incluídas no currículo, LinkedIn e até mesmo em uma entrevista de emprego. “As certificações intermediárias indicam as competências descritas no projeto pedagógico de cada curso e foram desenvolvidas para valorizar a trajetória acadêmica e maximizar as chances de empregabilidade”, finaliza o reitor Ricardo Tannus.

Continue lendo

Jaguariúna

Saúde de Jaguariúna começa a vacinar quem tem 28 anos ou mais

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

A Campanha de vacinação de Jaguariúna contra o coronavírus entra em uma nova fase nesta sexta-feira, 30. A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, começará a vacinar as pessoas que têm 28 anos ou mais.

Para ser imunizado basta ir até o Parque Santa Maria de segunda a sexta-feira, das 15h às 19h.

É importante ressaltar que todos devem apresentar o Cartão Cidadão, comprovante de residência e documento com foto. Para o atendimento ser agilizado, é necessário fazer o pré-cadastro no site da Prefeitura (www.jaguariuna.sp.gov.br).

Os demais grupos prioritários e as pessoas que têm datas marcadas para receber a segunda dose da vacina seguem sendo imunizados normalmente.

Continue lendo

Jaguariúna

CNA Jaguariúna doa alimentos à Casa de Acolhimento Irmã Antônia

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

Arrecadação foi feita durante campanha de matrículas da escola de idiomas em junho, quando os novos alunos que levaram 2kg de alimentos ganharam o material didático

Os alimentos arrecadados durante a campanha de novas matrículas do CNA Jaguariúna, no mês de junho, foram doados à Casa de Acolhimento Irmã Antônia. A entrega foi feita pelos diretores do CNA Jaguariúna, Fernando e Silvia Azevedo, acompanhados dos representantes do Rotary Club, Leandro e Rita Falcirolli, e que foram recepcionados pelos responsáveis pela entidade, o casal Douglas (presidente) e Beatriz Granghelli e a colaboradora Joana D’Arc.

Fernando Azevedo reforça que a campanha foi planejada para oferecer benefícios aos novos alunos e também ajudar os que necessitam. “Para o aluno é uma forma de ajudar quem necessita, e por isso ganhou o material didático com 100% de desconto, em troca dos 2kg de alimentos”.

A escolha da Casa Irmã Antônia partiu de uma indicação do Rotary Club de Jaguariúna, que também apoia esta entidade.

O diretor do CNA Jaguariúna enalteceu a atuação da Casa Irmã Antonia, que está estabelecida há pouco tempo na cidade, e que promove a integração de pessoas em condição de vulnerabilidade social, principalmente moradores de rua.

“Recebemos a indicação desta Casa pelo Rotary para doação dos alimentos arrecadados; todos os trabalhos sociais são importantes, têm seu mérito; porém, o que vocês fazem aqui tem um degrau a mais, é um pouco mais complicado, pelo perfil do público atendido; daí nossa escolha de trazer o que arrecadamos aqui para a Casa Irmã Antônia, e vamos trazer mais”, comenta Fernando Azevedo.

“As novas matrículas agora em julho e agosto terão 10% de desconto no material didático (MD) em troca da doação de 1kg de alimento não perecível, que vamos entregar também à Casa Irmã Antonia”, informa Silvia Azevedo.

O CNA Jaguariúna, que oferece cursos de inglês e espanhol (esse somente online), atende a alunos de Serra Negra, Amparo, Pedreira, Jaguariúna, Santo Antônio de Posse e Holambra. A unidade de Jaguariúna foi escolhida a melhor da rede CNA (que tem mais de 600 unidades espalhadas pelo Brasil), em todo o interior do estado de São Paulo em 2019.

Continue lendo
Propaganda

Categorias

Propaganda

Últimas Notícias