Conecte-se conosco

Jaguariúna

Conquistas e esperança de uma nobre profissão

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

Edmilson Alves

[email protected]

 

Na próxima segunda-feira, 15 de outubro, comemora-se o Dia do Professor. As festividades nas escolas acontecem anteriormente, uma vez que no dia 15 os professores não lecionam em função do ponto facultativo. Atualmente, o professor, no Brasil, não tem mais a valorização, em termos de profissão, que recebia décadas atrás.

No entanto, em algumas cidades o próprio município investe para que a área de Educação se sobressaia, e, assim, garantir qualidade no ensino, reconhecimento ao professor, e alunos satisfeito. É o que tem acontecido em Jaguariúna na atual gestão municipal. Os investimentos provenientes na área resultaram na melhor Educação Municipal da Região Metropolitana de Campinas (RMC), segundo o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) divulgado neste final de agosto pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) do Ministério da Educação. Com nota 6,4, a cidade se destaca sozinha na liderança em qualidade do ensino no Fundamental II que abrange do 6° ao 9°.

Com isso, o resultado já começa a ser colhido. Como é o caso do professor Fernando Aurélio Cunha Figueiredo, que leciona Educação Física na Escola Municipal “Prefeito Joaquim Pires Sobrinho” (Unidade I) e na Escola Municipal “Professora Maria Tereza Piva”, que teve seu projeto de psicomotricidade “Aula em Movimento” premiado na segunda edição do Desafio Diário de Inovações, promovido pela ONG Porvir em parceria com o IBFE (Instituto Brasileiro de Formação de Educadores).

“Foi uma experiência muito rica, para nós, educadores, que participaram desse desafio, pois pudemos exercer nossa criatividade, que se mostrou inovadora e acabou premiada. O reconhecimento pelo trabalho que fazemos por amor me deixa feliz e mostra que estou no caminho certo. Além de ser um grande incentivo profissional, tivemos a oportunidade de expor nossos trabalhos como palestrantes e apresentá-los em algumas rodas de debates. Tenho que agradecer também à equipe gestora das escolas onde trabalho e à supervisora Luciene Mara de Lima, por me apoiarem e acreditarem em meu trabalho”, conta Figueiredo.

O professor Fernando Figueiredo, premiado, ainda comemora a conquista. “É uma sensação indescritível, de reconhecimento de que meu trabalho nestes quase 16 anos que me dedico à área de educação está no caminho certo. Mas o incentivo da Secretaria de Educação de Jaguariúna também foi muito importante, pois foram eles que por conhecerem o meu trabalho, aceitaram por em prática o meu projeto”.

Em função disso, Figueiredo diz que a implantação de projetos nas escolas continua ocorrendo. “Desenvolvo outros projetos, não gosto de dar aulas iguais, cada aula é uma aula, até porque a educação física é uma área muito vasta, onde os alunos podem brincar, jogar, dançar, lutar, se expressar, se movimentar (ginástica), competir, cooperar e socializar”.

 

DIA DO PROFESSOR

Sobre a data (Dia dos Professores), ele considerada muito importante. “Apesar de que no Brasil pouca gente dá valor, pois o professor é pouco valorizado, mas se não fosse o professor não teríamos bons profissionais nas demais áreas”, salienta, que completa dizendo que trata-se de uma das mais importantes profissões praticadas no mundo, a do professor, afinal, sem ela, a transmissão de conhecimentos e a correta apreensão destes pelas pessoas seriam praticamente impossíveis.

Questionado se é possível realizar educação com qualidade somente com a criatividade em sala de aula Fernando Figueiredo diz que somente a criatividade do educador não é suficiente. “É inquestionável que no mundo atual, sobretudo no âmbito educacional, requer professores criativos que formem alunos criativos. O professor inovador, ele tenta passar para os alunos os conteúdos de formas diversas, pois ninguém é igual a ninguém, por isso nem todos aprendem da mesma forma e com isso tornar mais atrativos os conteúdos a serem aprendidos pelos alunos”.

Ele lembra que a educação no Brasil no geral não está bem, e, segundo Figueiredo, isso passa por diversos fatores: estruturais – a escola é a identidade que menos mudou neste tempo que existe, na maioria dos casos é uma sala, com uma lousa e giz, com crianças sentadas em filas. “É necessária boa formação e capacitação dos professores, promover a valorização profissional (financeira e reconhecimento), melhorar o currículo escolar (matérias e conteúdos pouco atrativos para os dias de hoje) e boa gestão escolar (politicas educacionais).

Em relação ao seu trabalho, como professor de educação física, Figueiredo vê no esporte uma saída social para que se formem cidadãos de bem. “É necessário o incentivo à atividade física, pois no mundo em que vivemos as crianças de hoje quase não brincam por vários motivos, os produtos eletrônicos, a falta de tempo dos pais, a falta de espaço e a violência urbana”, explica. Segundo ele, isso está trazendo várias doenças que eram imagináveis anos atrás, tais como o sedentarismo desenvolve obesidade, depressão, ansiedade, hipertensão e diabetes.

Para Figueiredo, o esporte, além de ser uma forma de manter e melhorar a saúde, é capaz de trazer alegria, de aliviar a ansiedade, de formar um bom caráter, ensinar valores fundamentais como respeito, amizade, perseverança, determinação e superação. “Em outros casos, existe uma possibilidade de mudança na qualidade de vida, através do esporte como profissão” , finaliza.

 

Foto: Samuel Oliveira/PMJ

Continue lendo

Jaguariúna

Prefeitura de Jaguariúna faz serviços de roçagem e cata-entulho

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

A Prefeitura de Jaguariúna, por meio da Secretaria Municipal de Obras e Serviços, realiza nesta quinta-feira, 25, serviços de manutenção e limpeza em áreas públicas da cidade. Pela manhã, os trabalhos de roçagem se concentraram na região da Rodovia João Beira e ruas nas proximidades.

Também estão sendo realizados serviços de remoção de entulho, bagulho e galhos nos seguintes bairros: Nassif, Miguel Martini, Chácaras Panorama, Chácaras Primavera, Vila Guilherme e Dona Irma.
Os serviços de manutenção de vias públicas atendem ao cronograma da Secretaria de Obras, cujos trabalhos estão previstos para serem executados em toda a cidade.

Fotos: Ivair Oliveira

Continue lendo

Jaguariúna

Saúde aplica primeira dose da vacina contra o coronavírus em adolescentes de 12 anos

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

A Prefeitura de Jaguariúna aplica nesta quinta-feira, 25, a primeira dose da vacina contra a Covid-19 nas pessoas que têm 12 anos. Além disso, também são aplicadas a segunda e a terceira dose do imunizante na população conforme o calendário de vacinação.

Para ser vacinado é preciso apresentar o Cartão Cidadão, um documento com foto e o comprovante de residência.

No caso dos adolescentes é necessário estar acompanhado de um adulto responsável ou apresentar o Termo de Assentimento preenchido e assinado pelo responsável.

Quem for tomar a segunda ou a terceira dose deve apresentar a carteirinha de vacinação contra o coronavírus.

A Campanha de Vacinação acontece de segunda a sexta-feira, das 15h às 19h, no Parque Santa Maria.

Dose de reforço
A Secretaria Municipal de Saúde de Jaguariúna está aplicando a terceira dose da vacina contra a covid-19 nas pessoas que têm 18 anos ou mais, que tenham tomado a segunda dose há pelo menos cinco meses e nos imunossuprimidos, vacinados com a segunda dose há 28 dias.

Continue lendo

Jaguariúna

Primeiro rei da história do Rodeio de Jaguariúna, jovem promete churrasco para quem o ajudou a se eleger: ‘A casa está aberta’

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

Antonio Diniz chamou a atenção desde o vídeo de inscrição, quando apareceu com uma galinha de estimação nas mãos

Antonio Diniz, de 20 anos, esbanja para qualquer pessoa o bom humor, carisma e simpatia que levaram ele ao título de rei do Rodeio de Jaguariúna, o primeiro da história do evento. Estudante de Direito, o jovem prova ser dono da “simplicidade sertaneja” que os jurados tanto buscaram, desde o vídeo de inscrição, quando apareceu com uma galinha de estimação, até a revelação do que pretende fazer com o prêmio de R$ 3 mil: um grande churrasco para agradecer quem o elegeu.

“Quem votou em mim, está com a consciência limpa que me ajudou nisso, a casa está aberta. Foi uma emoção muito boa vencer, começamos a pular, foi uma loucura ”, disse.

A segunda fase e a final do concurso foram disputadas por meio de enquetes no G1. Na decisão, com outros quatro finalistas, Diniz venceu com 41,99% dos votos. Agora, ele se prepara para honrar o título de primeiro rei do rodeio durante os quatro dias de evento, que começa nesta sexta-feira, 26, no complexo da Red Eventos.

Natural de Aparecida (SP), onde mora em um sítio na zona rural, o jovem carrega o amor ao campo e a história de uma família que sempre viveu no universo country. Tanto que a estrela de penas que fez companhia a ele no vídeo de inscrição tem até nome. “A gente cria aqui em casa, ela chama Filó Diniz, carrega o sobrenome da família. É querida, mansinha, mansinha”, conta. Relembre o vídeo.

A alegria da conquista ainda ecoa na voz do garoto, que se inscreveu sem a pretensão de avançar na competição. “Eu estava com uma amiga em casa e a gente gravou sem pretensão alguma. Imaginei o tanto de candidato que ia ter e eu sendo do Vale do Paraíba ainda, não ia ter chance. Eu sou um cara bobo, brinco bastante. Minha mãe, às vezes, fica até brava comigo”, revela.

Devoto da Padroeira
O novo rei não nega as origens de onde mora. Devoto de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil e de todos os peões de rodeio, o estudante vai levar a imagem da santa em todos os dias de evento e, durante o concurso, recebeu o apoio de uma página no Facebook que divulga curiosidades e acontecimentos da Basílica.

“Pra mim significa muito trazer essa faixa para Aparecida porque a Nossa Senhora é a padroeira dos peões, dos rodeios. Romeiros de tudo quanto é canto de Brasil me ligaram, mandaram mensagem que tinham votado. Foi uma doideira. Teve um alcance incrível. Eu nem vou conseguir responder a todos os comentários”, comenta.

Depois de se inscrever para a competição, demorou algumas horas para que o jovem soubesse era, de fato, um dos escolhidos para seguir à segunda fase. Ele pensou que tinha passado no concurso de escrevente para o Tribunal de Justiça (TJ-SP), o que veio a acontecer dias depois.

“Quando me mandaram a mensagem, coincidiu de ser no mesmo dia que eu tinha prestado um concurso público, então achei que fosse do TJ. Na hora que eu vi direito o conteúdo, nem acreditei. Aí, mudou tudo. Ficou sério o negócio”, conta o estudante, que cursa o terceiro ano de Direito.

Simplicidade sertaneja
O campeão do concurso preencheu quase todos os requisitos que o júri buscava, já que Maria Paula Maia e Amália Barros chegaram a afirmar que buscavam a simplicidade sertaneja nos candidatos. Já a destreza com Filó chamou a atenção de mais um jurado, Caio Afiune, ex-participante do Big Brother Brasil (BBB) 21.

“Eu conheço muita gente da área que não pega uma galinha, segura firme. Ele foi esperto. Falou do jeitão dele, sem lero lero, sem procurar estúdio, cenário, edição de vídeo. Gostei dele”, explica o jurado, antes da segunda fase começar.

Trinca do reinado
Em segundo lugar no concurso de rei do rodeio de Jaguariúna ficou Erick Gustavo, que foi eleito príncipe da festa com 21,35%. Já Júlio César Marconato teve 14,55%, ficou na terceira colocação e recebeu o título de mister. No total, a enquete final teve 89.976 votos. Os outros dois candidatos que disputaram o título de rei foram Marcos Roberto e Diego Corrêa, que tiveram 12,17% e 9,94% dos votos, respectivamente.

As inscrições foram feitas pelo WhatsApp da EPTV, afiliada da TV Globo. Os selecionados para a segunda fase foram escolhidos por cinco influenciadores e divulgados no dia 4 de novembro.

Na segunda fase, as eliminatórias aconteceram entre os dias 13 e 17 de novembro. No total, somando as cinco enquetes classificatórias do concurso de rei e as cinco de rainha, foram 815,6 mil votos.

Continue lendo
Propaganda
Propaganda

Categorias

Propaganda

Últimas Notícias