Conecte-se conosco

Jaguariúna

Após dias em casa com febre, homem fica 11 dias na UTI com Covid-19 e pede conscientização

Publicados

em

Apesar de não ser sua área de atuação, Adriano Boreli, de 50 anos, viu uma oportunidade no início da pandemia e começou a vender testes de Covid-19, oxímetro e termômetros. Durante uma viagem de vendas para São Paulo, em abril de 2020, ele pegou Covid-19, mas demorou a ser diagnosticado e tratado.

Adriano conta que ainda em viagem começou a sentir fraqueza e cansaço, mas por estar em uma rotina intensa de trabalho, não estava se alimentando corretamente e associou os sintomas a isso. Ao retornar para Jaguariúna, teve febre.

A febre estendeu-se por quatro dias, momento em que Adriano desconfiou que pudesse ter pegou a Covid-19 e então pagou para fazer o exame de sangue. O resultado deu negativo. Sua esposa, grávida, também fez o exame e teve o mesmo resultado.

Mais três dias se passaram e Adriano voltou a sentir-se muito mal. Neste momento sua esposa já havia perdido o olfato e paladar. Ambos foram para a Unidade de Campanha e para ele foi receitado um remédio.

Diante disto e vendo seu quadro de saúde sem melhora, Adriano procurou seu médico do plano de saúde, em Campinas. Lá, ele fez uma tomografia e o médico afirmou: você tem Covid-19. “Ele identificou que meu pulmão estava comprometido”, conta. Dois dias depois ele fez o teste do cotonete.

Passados mais de sete dias com febre e indo e vindo para lá e para cá, Adriano recebeu a visita de uma amiga da área da saúde em sua casa, onde ela constatou seu estado de saúde e no dia seguinte, sem melhora, ele foi levado para a enfermaria do Hospital municipal com sua esposa. Ela foi liberada logo pela noite e ele lá permaneceu, na UTI, pois sua oxigenação estava baixa.

“Eu saí de lá 11 dias depois”, conta. “Eu tinha noção que era dia e era noite, mas não me lembro de muita coisa”.

Durante este tempo, foi confirmado também que sua esposa pegou Covid-19, mas ela não teve complicações. Ficou apenas em isolamento. Adriano lamenta que ela, mesmo saindo de casa apenas para ir a consultas médicas, contraiu a doença.

Na UTI, devido à falta de oxigenação, Adriano foi submetido a três exames de gasometria por dia. Esse exame é utilizado em situações críticas de insuficiência respiratória e é uma solução importante para análise e para o gerenciamento dessa condição. Durante todo o tempo de internação, foram realizados 35 exames deste.

“O Hospital daqui é excelente. Quando alguém fala mal eu tenho vontade de brigar”, brinca. “Eu sou muito grato pelo Hospital. Já tive dengue três vezes e quando tive na última vez, eu caí quatro vezes de convulsão. Me trataram muito bem e agora não foi diferente”, conta.

Agora, Adriano está bem, recuperado, mas perdeu 11kg durante a internação. Seu filho nasceu de forma prematura, mas toda a família está bem.

No entanto, Adriano preocupa-se com toda a situação pela qual passou. “Eu consegui ser tratado a tempo devido a uma amizade da área da saúde que fez uma visita em minha casa e disse que se eu não melhorasse até o dia seguinte eu precisaria ser internado”, conta.

“Eu fico triste, pois se eu não tivesse o contato dessa pessoa eu tinha morrido. As pessoas não estão sendo medicadas na hora certa”, alerta.

Adriano pratica esportes, foi acometido com a Covid e precisou de um leito de UTI. Por isso, independente da idade ou condição, é preciso cuidar-se. “A doença atinge cada um de um jeito”.

Vacinação
Adriano será imunizado no dia 22 de maio. “Eu tomo de litros se tiver, pois eu sei o que eu passei lá dentro”, brinca.

Campinas

Casos de varíola dos macacos sobem em Campinas e mais 3 cidades registram infectados

Publicados

em

Hortolândia, Amparo e Jaguariúna entraram na lista de municípios com registros. Campinas já acumula 20 moradores que foram infectados pelo vírus monkeypox. Veja mapa com todos os casos na região.

Casos de varíola dos macacos -Subiu para 29 o número de casos de varíola dos macacos na região de Campinas (SP). Nesta sexta-feira (5), o boletim da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo aponta mais dois registros de infectados na metrópole, que soma 20, e outras três cidades entraram para a lista: Hortolândia, Amparo e Jaguariúna.

Casos de varíola dos macacos
A coceira da varíola dos macacos passa por diferentes estágios até a formação de lesões de pele — Foto: UKHSA

A principal forma de transmissão tem sido via contato íntimo e sexual. O período de incubação desta doença varia de 5 a 21 dias.

LEIA TAMBÉM:

“O atual surto não tem a participação de macacos na transmissão para seres humanos. O vírus da Monkeypox, que faz parte da mesma família da varíola, é transmitido entre pessoas e o atual surto tem prevalência de transmissão de contato íntimo e sexual”, disse a Saúde de SP, em nota.

Casos de varíola dos macacos estão em 8 cidades da região

  • Campinas: 20
  • Indaiatuba: 2
  • Paulínia: 2
  • Americana: 1
  • Hortolândia: 1
  • Vinhedo: 1
  • Amparo: 1
  • Jaguariúna: 1

Casos de varíola dos macacos

No estado, o total chega a 1.404 casos positivos da doença nesta sexta, que se manifesta por lesões na pele, podendo estar associadas a febre e gânglios inflamados.

O avanço da varíola tem sido classificado como de “crescimento exponencial”, segundo a infectologista da Unicamp e membro da Sociedade Brasileira de Infectologia, Raquel Stucchi, disse.

Até a última quarta-feira (3), a região tinha 22 casos confirmados em cinco cidades, e o estado inteiro computava 1.184, uma diferença de 220 casos a menos em dois dias.

“Continuaremos tendo ainda um crescimento exponencial porque falhamos muito na comunicação com os grupos que têm maior risco de exposição e adoecimento. Falhamos nas orientações para divulgar quem são esses grupos e o que eles devem fazer para diminuir o risco de adoecimento, o que eles devem fazer para não transmitir”, avaliou a infectologista na quarta.

LEIA TAMBÉM:

Casos de varíola dos macacos

20 Casos de varíola dos macacos em Campinas

Após confirmar a segunda mulher com o vírus monkeypox nesta quinta (4), a metrópole contabiliza dois novos casos nesta sexta. O total é de 20 diagnósticos positivos.

Procuramos a Secretaria de Saúde de Campinas para ter mais detalhes dos dois novos infectados, e aguardamos retorno.

Gráfico: g1 Campinas  Fonte: Prefeitura de Campinas e Secretaria de Saúde de SP

1º caso em 3 cidades

A Prefeitura de Jaguariúna informou que o paciente infectado é um homem de 23 anos. Apresentou poucas lesões no rosto, no braço e na palma da mão. Ele havia viajado para o Rio de Janeiro antes do início dos sintomas. O jovem está em isolamento.

A Secretaria de Saúde de Amparo disse que o morador que contraiu o vírus monkeypox é um homem de 29 anos também com histórico de viagem para o Rio de Janeiro. Ele está em isolamento domiciliar e passa bem.

A Prefeitura de Hortolândia ainda não divulgou detalhes do paciente infectado com varíola dos macacos.

Imagem de pessoa infectada pela varíola dos macacos — Foto: Reprodução/TV Anhanguera
Imagem de pessoa infectada pela varíola dos macacos — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Como se dá a verificação de casos suspeitos

  • Paciente deve observar:
  • aparecimento súbito de erupção cutânea única ou múltipla, em qualquer parte do corpo;
  • pode ter ou não febre;
  • pode ter ou não crescimento dos gânglios (linfonodos);
  • apuração de vínculos: contato íntimo ou contato com sintomáticos de monkeypox ou histórico de viagem para país com casos positivos ou contato com pessoas que estiveram em país com infectados.
  • No atendimento médico:
  • procurar quando notar a lesão no corpo;
  • o profissional de saúde deve levantar a suspeita já na triagem;
  • paciente passa por avaliação médica;
  • colhe amostras para exame, enviado ao Instituto Adolfo Lutz em SP;
  • Vigilância Sanitária é comunicada;
  • apuração sobre contatos conhecidos do paciente;
  • paciente recebe orientações sobre isolamento e segue em acompanhamento.
  • Se for necessário, é internado em isolamento.

Além do contato sexual, o Ministério da Saúde informa sobre transmissão do vírus por meio de secreções respiratórias e objetos recentemente contaminados. O período de infecção só termina quando as lesões em forma de crostas desaparecem da pele, que volta a ficar íntegra.

Ainda não há previsão para vacinação contra a varíola dos macacos.

Fonte: G1

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer ficar bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Gazeta Regional o seu jornal Online

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado. Quer saber mais sobre Notícias de Campinas e Região? Clique aqui

Continue lendo

Jaguariúna

DAE faz interrupção temporária no fornecimento de água do Núcleo Urbano Ana Helena

Publicados

em

O Departamento de Água e Esgoto (DAE) de Jaguariúna informa que nos dias 08 e 09 de agosto, próximas segunda e terça-feira, ocorrerá interrupção temporária no fornecimento de água do Núcleo Urbano Ana Helena. Durante este período, o abastecimento do bairro ocorrerá durante 12 horas por dia.

Segundo o DAE, a diminuição no fornecimento de água ocorrerá devido à realização de manutenção na estação de tratamento de água que abastece a região. Estes serviços visam garantir a conservação adequada das instalações e a qualidade da água tratada e distribuída.

O abastecimento será normalizado gradativamente assim que os serviços forem concluídos. O DAE recomenda que a água nas caixas d’água das residências seja reservada para usos essenciais.

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer fica bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Luta contra as Hepatites
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado.

Continue lendo

Jaguariúna

Com a presença de Rodrigo Garcia, RMC lança plataforma Infra Tech em Jaguariúna

Publicados

em

Evento promovido pelo Instituto Cidades Inteligentes e Conselho da RMC será realizado no dia 12 de agosto e contará com a presença do governador de São Paulo

O Instituto Movimento Cidades Inteligentes e o Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Campinas (RMC) lançam no dia 12 de agosto, às 9h, na sede da Motorola do Brasil, em Jaguariúna, a plataforma de projetos Infra Tech – Gestão Pública Inteligente. O evento contará com a presença do governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, e do prefeito de Jaguariúna e presidente do Conselho da RMC, Gustavo Reis.

No mesmo dia e local, o Conselho realiza sua reunião ordinária, com representantes dos 20 municípios da RMC e do Governo do Estado. Garcia também participará do encontro do colegiado e receberá o Título de Cidadão Jaguariunense, concedido pela Câmara Municipal de Jaguariúna.

“Será uma grande honra para Jaguariúna e para o Conselho de Desenvolvimento receber o governador Rodrigo Garcia. Será uma grande oportunidade de contato direto do governador com os prefeitos da região”, disse Gustavo Reis.

Segundo Luigi Longo, presidente do Instituto Movimento Cidades Inteligentes, o Infra Tech visa o desenvolvimento regionalizado de cidades inteligentes com foco em inovação, economia, eficiência e transparência e conta com o apoio da Motorola e da Lenovo.

“Vamos fazer uma exposição conceitual sobre cidades inteligentes e quais caminhos os municípios devem seguir para se prepararem para esta mudança de era”, explica Longo. “Essa iniciativa pretende auxiliar prefeituras, aglomerações urbanas, regiões metropolitanas e consórcios a solucionarem suas prioridades, sempre de forma idônea e transparente”, afirma.

Ainda de acordo com Longo, durante o evento as prefeituras também poderão indicar um representante do município para participar de um curso de capacitação, com duração de 45 dias, que terá início no dia 26 de agosto e será ministrado pelo Instituto Cidades Inteligentes em área cedida pela Motorola.

SERVIÇO:
Lançamento do Infra Tech – Gestão Pública Inteligente
Data: 12/08/2022
Horário: 9h
Local: Motorola – Recepção Vip
Endereço: Rodovia SP-340, Km 128, s/n – Bairro Tanquinho – Jaguariúna
Inscrições devem ser feitas pelo link: https://imci.org.br/infratech/

Siga a Gazeta Regional por meio das Redes Sociais

Acompanhe o Facebook da Gazeta, Clique aqui!

Quer fica bem informado sobre o que acontece na sua cidade, bairro ou região? Então, siga as redes sociais da Gazeta Regional e fique por dentro das principais informações de sua região, Brasil e do mundo.

Luta contra as Hepatites
Jornal Gazeta Regional

Gazeta Regional trazendo sempre o melhor conteúdo para você.

Gostou da novidade? Então, clique aqui para receber gratuitamente os principais conteúdos da Gazeta Regional no seu celular. Tudo no conforto de suas mãos, em apenas um toque, você ficará muito bem informado.

Continue lendo
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Últimas Notícias