Conecte-se conosco

Santo Antônio de Posse

Saúde de Santo Antônio de Posse retoma os serviços de laboratório de análises clínicas no município

Paula Partyka

Publicados

em

O laboratório funciona 24 horas por dia, 30 dias por mês

Nesta semana foram retomados os serviços de laboratório de análises clínicas em Santo Antônio de Posse, unidade que estava desativada desde 2017 e que agora conta com todos os serviços. O retorno, implementado pela nova gestão, tem como principal objetivo agilizar o resultado dos exames e auxiliar os médicos nos diagnósticos dos pacientes do Pronto Socorro e PSFs, dando melhor qualidade, agilidade, eficiência e precisão no atendimento aos munícipes.

O serviço é realizado por empresa pertencente ao consórcio Cismetro, da mesma forma que era feito anteriormente, mas em Mogi Mirim. Os valores pagos pelos exames são os mesmos que vinham sendo pagos para a empresa anterior e segue tabela de preços unificada.

A novidade reduz gasto de R$600 mil reais aos cofres do município, cerca de R$2,5 milhões de reais nos quatros anos de governo dessa gestão. Esse valor era gasto com o deslocamento dos veículos para levar os exames no laboratório na cidade de Mogi Mirim (cerca de 15 mil KM/mês).

Santo Antônio de Posse

Santo Antônio de Posse chega ao 110º dia de racionamento de água

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

Não há prazo para fim do racionamento na cidade, segundo o DAE. Interrupção no fornecimento de água está em 8 horas por dia e pode passar para 12 horas se represas não voltarem a encher

Os moradores de Santo Antônio de Posse completaram nesta quarta-feira, 25, 110 dias de racionamento de água por conta do período de estiagem severa. A cidade adotou a medida no dia 7 de maio, mais cedo do que em anos anteriores, com aplicação de multa – que pode passar de R$1,6 mil por desperdício – e suspensão no fornecimento de água por 8 horas, entre 6h e 18h, todos os dias.

O município foi o primeiro na região de Campinas (SP) a decretar racionamento de água este ano. Com menos chuvas desde o início de 2021, a prefeitura decidiu tomar a medida para tentar garantir água aos cerca de 23,5 mil moradores até o fim da estiagem. No entanto, não há um prazo definido para a duração da restrição.

Em entrevista ao G1, o diretor do Departamento de Água e Esgoto (DAE), Elias Fernandes de Carvalho, informou que a cidade está em busca de novas captações em poços artesianos e nascentes para não ter que ampliar o período de interrupção no abastecimento. Esses projetos estão em andamento. A cidade também conta com a previsão de chuva para o fim da semana.

“Nessa estiagem agora assustou um pouco, as represas estão abaixando um pouco mais. A gente está fazendo o possível para não desperdiçar água e controlar o máximo. A previsão de chuva no fim de semana está agradando muito. Como são várias represas, uma chuva boa ajuda muito”, afirmou.

“Caso não venha chuva a gente vai passar pra 12 horas o racionamento: 12 horas ligado e 12 horas desligado. O racionamento vale para todos, mas escolas e hospitais têm sido abastecidos com caminhão-pipa”, completa o diretor do DAE.

Longe de Posse, a 53km da cidade, Valinhos pode ser a segunda cidade da região a racionar água. A prefeitura divulgou as regras do escalonamento entre os bairros, mas ainda aguarda o resultado de manobras na rede para decidir se a medida se fará necessária.

Represas abastecem córregos
Posse é abastecida pela captação em dois córregos, Camanducaia Mirim e Benfica. Nos períodos de estiagem, conta também com 16 represas que estão localizadas em fazendas. Elas liberam água gradativamente para o curso dos mananciais e, assim, viabilizam a captação.

“São represas que cada fazenda tem, para suprir criação, mas são muito úeis pra gente. Não pode deixar a represa deles secar. A gente usa, mas sem sacrificar a propriedade. As represas estão no curso do córrego, é um acordo”, explica Carvalho.

Além dos projetos sobre os poços e nascentes, a prefeitura informou que “já foi realizada a limpeza em barragens existentes com o intuito de melhorar as captações nas próximas chuvas”.

“Temos feito um racionamento de média de 8 horas a 12 horas. Se for necessário, a gente para 12 horas, mas desde o início do decreto estamos aplicando 8 horas. Pedimos para a população parar de lavar carros, calçadas. A população tem colaborado. Podem fotografar e denunciar”.

Segundo o diretor do DAE, a população mais vulnerável que não tiver caixa d’ água pode ligar no Centro de Referência da Assistência Social (Cras) e fazer a solicitação. O Departamento informou que garante o abastecimento de todos. Os telefones do Cras são: 19 3896-2884 e Whatsapp 19 99861-0493 ou 19 99627-6895.

Desperdício x multas
De acordo com o decreto municipal, publicado no Jornal Oficial da cidade, está terminantemente proibido há 110 dias o uso irracional e o desperdício de água tratada, seja do sistema público ou de fontes privadas, conforme as regras abaixo:

  • desperdício e uso irracional da água;
  • irrigar gramados ou jardins;
  • manter abertos ou ligados indevidamente torneiras, caixas d’água, reservatórios ou mangueiras que desperdicem água de forma contínua;
  • lavagem de calçadas, ruas, varandas, pátios ou quintais, assim como a lavagem de veículos em domicílio ou em vias públicas, exceto os lava-jatos, devendo este último possuir sistema que reduza o consumo de água tratada ou que permita sua reutilização;
  • obras em vias públicas podem usar água e limpeza de veículos a seco ou com água comprovada de reuso estão permitidos.

As multas aumentam de acordo com a reincidência em imóveis residenciais e comerciais. O valor inicial parte de R$200 na primeira infração, passa a R$800 na segunda notificação e sobe para R$1,6 mil a partir da terceira vez em que o infrator for flagrado descumprindo as medidas de restrição.

“Para a falta de pagamento de qualquer penalidade de multa prevista nesta lei, no prazo superior a 30(trinta) dias: pena de limitação no fornecimento de água”, destaca o decreto.

O G1 solicitou ao DAE um balanço das denúncias recebidas e multas aplicadas, mas não teve retorno do Departamento.

Fonte: https://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/2021/08/25/santo-antonio-de-posse-chega-ao-110o-dia-de-racionamento-de-agua-e-busca-novas-captacoes-em-pocos-e-nascentes.ghtml

Continue lendo

Santo Antônio de Posse

Saúde de S. A. de Posse aumenta quantidade de especialidades médicas no Ambulatório Municipal

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

Com o objetivo de melhorar a qualidade da saúde pública de Santo Antônio de Posse, a Secretaria Municipal da Saúde aumentou a oferta de especialidades médicas no Ambulatório Municipal. Neste primeiro semestre, foram iniciados os atendimentos de hematologia, proctologia, endocrinologia, medicina ocupacional, além de terem sido ampliados os exames cardiológicos e contratado mais um profissional médico de ortopedia.

Ao todo, a unidade conta com 16 especialidades médicas, que somaram apenas no primeiro semestre de 2021, 41.836 atendimentos. A ampliação da oferta de especialidades tem auxiliado em muito a rede de atenção básica e consequentemente representa um salto de qualidade na prestação e oferta de serviços para a população.

BOX

Especialidades Médicas ofertadas no Ambulatório Municipal
Oftalmologia
Hematologia
Nutrição
Ortopedia
Proctologia
Ultrassonografia
Urologia
Endocrinologia
Cardiologia
Medicina Ocupacional
Psiquiatria
Psicologia
Otorrinolaringologia
Dermatologia
Gastroenterologia
Neurologia

Foto – Anderson Oliveira

Continue lendo

Santo Antônio de Posse

1º Festival de Sabores de Santo Antônio de Posse está com inscrições abertas

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

As inscrições são gratuitas e serão aceitas até o dia 31 de julho


Para fomentar o comércio local, a Prefeitura Municipal de Santo Antônio de Posse, por meio da Diretoria de Cultura e Turismo e em parceria com Associação Comercial lança o 1º Festival de Sabores de Santo Antônio de Posse. Quem tem comércio gastronômico pode participar gratuitamente do festival e divulgar um prato do seu estabelecimento.

Para participar basta fazer a sua inscrição na Secretaria de Educação ou na Associação comercial, ou pelo WhatsApp (19) 9 8108 – 6411. As inscrições são gratuitas e serão aceitas até o dia 31 de julho.

Para maiores informações entrar em contato pelo WhatsApp ou pelo e-mail: [email protected]

Continue lendo
Propaganda

Categorias

Propaganda

Últimas Notícias