Conecte-se conosco

Jaguariúna

McDonald’s inaugura restaurante em Jaguariúna e chega ao Circuito das Águas

Paula Partyka

Publicados

em

Gerando 60 novos empregos, esse é o 34º restaurante na Região Metropolitana de Campinas (RMC)

Paula Partyka – [email protected]

Após três meses de construção, o restaurante do McDonald’s em Jaguariúna abre as portas e marca a entrada no “Circuito das Águas”. Localizado em uma das principais vias de circulação da região, o McDonald’s tem uma estrutura moderna que alia conveniência e interatividade. O espaço conta com menu board digital e totens de autoatendimento que permitem a customização de pedidos e pagamento direto nos equipamentos, ampla área externa, Drive-Thru e estacionamento com 50 vagas.

A cerimônia de inauguração, que aconteceu às 9h desta sexta-feira, 29, contou com a presença do dono da franquia, José Saltini; prefeito Gustavo Reis, secretárias municipais, vereadores, imprensa e convidados. Logo após a oficialização, 10 pessoas que foram sorteadas nas redes sociais tiveram a oportunidade de serem os primeiros clientes da loja, ainda mesmo antes do horário de funcionamento ao público, que aconteceu às 14h.

Saltini, empresário de Campinas, possui franquias em Campinas, no distrito de Barão Geraldo e em Paulínia. “Já ‘namoramos’ Jaguariúna faz tempo. Nossa questão era achar um ponto ideal e encontramos. A cidade tem um perfil moderno e, apesar de ter uma quantidade de habitantes menor que a média das cidades onde são instalados, achamos que os hábitos de consumo de quem mora aqui, são hábitos de pessoas das grandes cidades”, explica sobre a decisão de instalar a loja no município.

A loja tem cerca de 134 lugares e ainda recebe uma praça com mais 35 lugares. “É uma loja que tem tudo que há de mais moderno, seja na parte interna, de produção, ou externa. Há umas 200 ou 300 lojas nesse modelo, mas não é o padrão. Talvez essa seja uma das lojas mais bonitas da região e que traz a possibilidade incorporar as formas mais modernas de atendimento.”.

Para o seu funcionamento, p empreendimento empregou diretamente 60 pessoas. O prefeito Gustavo Reis, por sua vez, diz que não há como exigir, mas sempre pede que as empresas contratem pessoas da cidade. “Vejo, com muita satisfação, 60 jovens de Jaguariúna empregados, bem treinados e prontos para atender muito bem aqui, conforme os padrões do McDonald’s”, comemora.

De acordo com Saltini, na sua grande maioria, essa é primeira experiência profissional, ou então, primeiro registro em carteira. “Nosso processo de treinamento é bastante capaz de transformar alguém inexperiente e, em 10 ou 15 dias, torná-la apta para operar em qualquer área da loja. Uma característica do McDonald’s é que o treinamento não é uma etapa, ele acontece todos os dias”. Além disso, eles tem a oportunidade de crescimento dentro da loja.

“Estou super feliz. O local que conseguimos é maravilhoso e o que tem sido mais incrível é a recepção da cidade. Gentileza e hospitalidade incrível. Serviços públicos funcionam bem e temos uma equipe que dá muito orgulho. A parte de construção deu um duro danado. Estou feliz e grato por todo o apoio”, finaliza Saltini.

O horário de funcionamento do McDonald’s Jaguariúna é de domingo à quinta-feira, das 8h à meia-noite e de sexta para sábado e sábado para domingo, das 8h às 4h, balcão e Drive-Trhu. Outro diferencial da loja é o café da manhã, que nem todas as lojas tem.

Foto – Ivair Oliveira

Continue lendo

Jaguariúna

Polícia Ambiental autua propriedade de Jaguariúna em R$67 mil por fogo em terrenos

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

De acordo com a corporação, área onde houve queima de substrato da colheita de milho não possuía plano de preservação a incêndios

A Polícia Militar Ambiental autuou em R$67,8 mil uma propriedade de Jaguariúna que teve dois terrenos distintos, somando 67 hectares, destruídos pelo fogo no bairro Roseira. A equipe identificou que houve queima de substratos de colheita de milho. De acordo com a corporação, o local não possuía plano de preservação a incêndios.

A autuação desta quarta-feira, 12, integra parte da Operação Huracan, deflagrada no estado de São Paulo para combater as condutas criminosas ambientais e a pratica de queimadas.

Segundo a Polícia Militar Ambiental, os proprietários da área foram autuados pela desobediência do Artigo 56 da Resolução SIMA 05/21, no qual cobra um valor de R$1 mil por hectare caso seja feito uso de fogo em terras agropastoris sem autorização do órgão competente.

Fonte: Polícia Ambiental autua propriedade de Jaguariúna em R$ 67 mil por fogo em terrenos | Campinas e Região | G1 (globo.com)

Continue lendo

Jaguariúna

Prefeitura e Construtora Tenda anunciam ‘fábrica de casas’ que deve gerar 220 empregos em Jaguariúna

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

Nova unidade dispõe de mais de 18 mil metros quadrados e deve produzir até 10 mil casas/ano no modelo construtivo off-site

A Prefeitura de Jaguariúna e a Tenda, uma das maiores construtoras e incorporadoras do Brasil voltada para habitação popular, anunciaram nesta terça-feira, 11, o início da instalação da linha de montagem para a fabricação de casas no modelo off-site. Localizada no centro de galpões logísticos Gran Floridian, na Rodovia Governador Adhemar de Barros (SP-340), a nova unidade dispõe de mais de 18 mil m² com alta capacidade produtiva de 10 mil unidades/ano e maquinário importado da empresa sueca Randek, referência global na tecnologia.

Por meio desta abordagem, a companhia passa a produzir parte dos imóveis na fábrica para, em seguida, transportá-los para os canteiros de obra apenas durante o processo de montagem e acabamento. O projeto com proposta de larga escala é pioneiro no País e prevê a geração de pelo menos 220 novos empregos diretos na região. A expectativa da empresa é a de que a unidade esteja em pleno funcionamento operacional no segundo semestre deste ano.

A “fábrica de casas” deve produzir paredes e outras partes da casa baseados na técnica construtiva wood frame, que tem na madeira de reflorestamento o seu principal elemento. O método, cujo uso é muito comum em países da Europa, além de Canadá e Estados Unidos, ainda é pouco utilizado no Brasil. Por meio desta iniciativa, a construtora espera abrir uma nova frente de negócios voltada para cidades do interior paulista.

“É motivo de muita satisfação para nós podermos anunciar mais esse grande empreendimento em nossa cidade. São mais 220 empregos diretos que serão criados, fora os indiretos. Com isso, damos mais um passo no caminho do desenvolvimento de Jaguariúna, gerando emprego e renda para nossa população”, comemora o prefeito Gustavo Reis.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico e Social de Jaguariúna, Lúcio Tomasiello, a Prefeitura já iniciou o recrutamento de pessoas para as novas vagas que serão criadas com a “fábrica de casas” da Tenda.

“A vinda da Tenda para nossa cidade é de grande importância, pois mais uma vez conseguimos atrair empresas de vanguarda para nosso município. Ela irá inaugurar uma nova era na construção civil em nosso país, trazendo uma tecnologia nova, dando muito mais qualidade, agilidade e padronização à construção civil”, avalia o secretário.

“Além disso, vai gerar 220 empregos diretos, fora os indiretos, ajudando nossa economia local a suavizar os efeitos deixados pela pandemia. E é assim que vamos mitigar os estragos, com a busca de mais empregos e geração de renda”, afirma Tomasiello.

Fotos: Ivair Oliveira

Continue lendo

Jaguariúna

Por orientação da Anvisa, vacinação de grávidas contra Covid-19 está suspensa

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

A vacinação das gestantes, que teria início nesta terça-feira, 11, em Jaguariúna, pelo grupo com comorbidades, está suspensa. A decisão foi tomada pela Prefeitura seguindo orientação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que suspendeu a utilização da vacina AstraZeneca/Oxford para gestantes.

Os demais públicos-alvo da vacinação contra a Covid-19 continuam a ser vacinados na cidade. Já a imunização das puérperas com comorbidades, que também tem previsão de início hoje, está em análise pelo Governo do Estado. A vacinação acontece de segunda a sexta-feira, das 15h às 19h, no Parque Santa Maria.

A orientação da Anvisa é para que a indicação da bula da vacina AstraZeneca seja seguida pelo Programa Nacional de Imunização (PNI). A orientação é resultado do monitoramento de eventos adversos feito de forma constante sobre as vacinas Covid em uso no País.

“O uso ‘off label’ de vacinas, ou seja, em situações não previstas na bula, só deve ser feito mediante avaliação individual por um profissional de saúde que considere os riscos e benefícios da vacina para a paciente. A bula atual da vacina contra Covid da AstraZeneca não recomenda o uso da vacina sem orientação médica”, diz a Anvisa em nota.

Continue lendo
Propaganda

Categorias

Últimas Notícias