Conecte-se conosco

Jaguariúna

Faz gosto – Lebrão

Publicados

em

De semblante sempre alegre, microfone na mão, câmera fotográfica nos olhos, uma boa história para contar a tira colo, lições de vida e prazer em ajudar. Os feitos dos grandes homens antecedem sua apresentação.

Um filho ilustre de Jaguariúna que dispensou a formalidade do nome de registro, que nem ele mesmo às vezes reconhecia quando era chamado de Antonio, para abraçar o apelido de infância e ser para sempre eternizado como o querido Lebrão.

Neste 28 de abril, completaria 62 anos. Hoje não ouvimos mais o seu “faz gosto“, mas somos nós que fazemos nossas “saudações maiúsculas“.

Talvez, de alguma maneira, ele soubesse que sua passagem por essa vida não seria tão extensa, então tratou de acelerar o passo como uma verdadeira lebre. Viveu de forma intensa e fez acontecer! Os tantos legados deixados são a prova de sua dedicação para o povo.

Contar a história de Jaguariúna sem citar Lebrão é impossível. Contar a história de Lebrão sem citar Jaguariúna também é. São histórias que se fundem. Jaguariúna deu tudo a Lebrão, e Lebrão deu tudo de si a Jaguariúna.

Por 33 anos foi funcionário público, começando como almoxarife e terminando o jogo da vida onde foi o camisa 10, como Secretário de Esportes. Inquieto, proativo, idealista e realizador, contribuía onde fosse chamado e construiu sua trajetória também nas áreas da educação, cultura, turismo e comunicação.

Quem não se lembra da sua animada divulgação do Passeio Ciclístico nas escolas? Do suspense interminável no sorteio das bicicletas? Das matinês dos bailes de carnaval com os concursos de fantasias? Com a emoção e a fé na locução e organização da Cavalaria Antoniana? Das Olimpíadas da Integração que faziam pulsar o Ginásio Azulão?

Os seus feitos foram reconhecidos pelo seu povo, que nele enxergavam um representante digno e o elegeram por duas vezes como vereador.

Um homem que ajuda a construir uma história, jamais permitiria que essa história seja esquecida. Passou então a resgatar jornais e fotografias de tempos anteriores ao seu, somando-os aos que ele mesmo passava a produzir. Dessa maneira, deixou para a eternidade, para todas as gerações da nossa querida terra-mãe Jaguariúna, um acervo com aproxidamente 400 mil fotos, documentos e registros jornalísticos de nossa cidade.

Chama a atenção o zelo e o trabalho meticuloso em armazenar e identificar cada pasta e cada CD com a devida descrição de seu conteúdo, locais, personagens e em que tempo da história os fatos ali registrados aconteceram. Todo esse acervo foi doado pela família para a Casa da Memória, garantido seu objetivo em dedicar tanto empenho e capricho na catalogação de tão vasto conteúdo, que todos conhecessem através da sua sensibilidade a história de sua tão amada Jaguariúna.

Pena dizer que a vida não tenha sido tão generosa com ele, quanto ele foi para os outros. O fez lutar contra o temido câncer. Venceu com louvor a primeira batalha, mas foi acolhido no reino dos céus quando outra luta ousou o desafiar.

Reconhecidamente um altruísta, dedicado em ajudar, reergueu homens, ajudou a realizar sonhos e salvou vidas. Sempre no anonimato. Deixou eterna e absoluta gratidão em muitos corações. E aqui mora o grande legado de um homem que tanto fez. Deixou exemplos e se fez para sempre na memória o amigo leal, que amparou quem o procurou, que desfrutou de seu incansável desejo de realizar e que será lembrado com um sorriso no rosto, mesmo quando o que se deseja é um abraço apertado.

Cássio Rodrigues – Filho

Jaguariúna

Trabalhadores e produtores rurais aprendem técnicas de prevenção e combate de incêndios no campo

Publicados

em

A Prefeitura de Jaguariúna, por meio do Departamento de Agropecuária e Meio Ambiente, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), realizou nos dias 21 e 22 de junho o curso de Técnicas de Prevenção e Combate de Incêndio no Campo. O objetivo é que os trabalhadores e produtores rurais da cidade estejam preparados para enfrentar o período de estiagem, quando as condições climáticas aumentam o risco de ocorrência de incêndios florestais.

Durante o curso todos puderam aprender sobre quais os elementos necessários para o surgimento de incêndios, de que forma ocorre sua propagação no campo, os tipos de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) necessários, os riscos mais comuns de acidentes que uma pessoa pode estar exposta no combate a incêndio, e ainda, uma noção básica sobre primeiros-socorros.

Após ser passada a teoria, também foi realizada uma aula prática onde os participantes aprenderam a fazer os abafadores, aceiros e apagar princípios de incêndio, além de conhecer os tipos de ferramentas e equipamentos que podem ser utilizados para extinção do fogo, e quais os tipos de incêndios mais comuns que ocorrem.

Os efeitos das queimadas são desastrosos ao meio ambiente, agredindo o solo, poluindo o ar e influenciando diretamente na saúde pública, além de poderem colocar em risco patrimônios naturais e culturais.

Por isso, durante o curso, os alunos também receberam informações importantes que destacam que com a medida preventiva, o produtor rural deve adotar em sua propriedade a construção e a manutenção de aceiros de no mínimo três metros de largura, feito nas cercas de divisas da propriedade e nas cercas internas antes do período de estiagem.

De acordo com a secretaria de Meio Ambiente, o aceiro é ação obrigatória em toda propriedade rural, sendo a principal medida preventiva para se evitar a propagação de incêndios, evitando que as queimadas se propaguem, além de facilitar o acesso das equipes de combate ao foco do incêndio.

Caso uma queimada se inicie em um imóvel rural é dever do proprietário tomar as providências possíveis a fim de se apagar o fogo e evitar a propagação do mesmo causando novas queimadas.

A secretária de Meio Ambiente, Rita Bergamasco, alerta que os efeitos das queimadas são desastrosos ao meio ambiente. “Quando os incêndios ocorrem, o solo é agredido e o ar poluído. Isso influencia diretamente a saúde pública e poder colocar em risco patrimônios naturais e culturais. Por isso esse curso preventivo é muito importante”, disse a secretária.

QUEIMADAS SÃO PROIBIDAS EM JAGUARIÚNA
A prática de queimadas ou a omissão ou a ausência de ações preventivas dentro de uma propriedade rural enquadram-se como Crime Ambiental com possibilidade de reclusão além de multa.

Na área urbana do município as queimadas são proibidas pela Lei Municipal nº 2.223/2014. Pela legislação, é vedada a execução de queimadas parciais ou totais de materiais resultantes de limpeza de terrenos, varrição de passeios ou vias públicas, podas ou extrações ou qualquer outro material na zona urbana do município.

A lei municipal também obriga os proprietários de lotes vagos a mantê-los limpos, evitando a ocorrência de queimadas criminosas e a aglomeração de animais peçonhentos.

Continue lendo

Jaguariúna

Saúde realiza mutirão de oftalmologia no Centro de Especialidades Médicas

Publicados

em

A Secretaria de Saúde de Jaguariúna realiza a partir deste sábado, 25, o primeiro Mutirão para Consultas Oftalmológicas. Ao todo, devem ser atendidos 240 pacientes entre os dias 25 de junho e 30 de julho deste ano.

Segundo a secretaria, os atendimentos acontecerão sempre aos sábados, no Centro de Especialidades Médicas, localizado na Rua Pará, nº 181, no Jardim Fontanella, no período das 7h às 16h.

“É importante ressaltar que serão atendidos pacientes que já estão inseridos e aguardam na lista de espera e os que agendarem as consultas com antecedência. Não haverá atendimento por demanda espontânea”, explica a secretária de Saúde, Maria do Carmo de Oliveira Pelisão.

Essa é mais uma ação da Secretaria de Saúde para dar celeridade aos atendimentos reprimidos em decorrência da pandemia. A Saúde já realizou mutirões para atendimentos ginecológicos e, também neste sábado, realiza mais uma edição do Mutirão da Saúde incluindo atendimentos clínicos e pediátricos na UBS 12 de Setembro.

Continue lendo

Jaguariúna

Prefeitura de Jaguariúna interdita trechos de vias neste domingo

Publicados

em

A Prefeitura de Jaguariúna, por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, vai interditar trechos de vias neste domingo, 26, para a realização do evento Montain Bike Day, das 6h às 13h.

As vias interditadas são: Rua Eduardo Tozzi, no trecho entre a Rua Franco e a Praça Basaglia, e a Praça Gomes, no trecho entre a Rua Amazonas e a Rua Eduardo Tozzi.

A secretaria também informa que nos trechos interditados haverá parcialmente acesso local e pede para que os motoristas evitem transitar na região das vias bloqueadas no domingo.

Continue lendo
Propaganda
Propaganda
Propaganda

Últimas Notícias