Conecte-se conosco

Holambra

Banco do Povo disponibiliza linhas de crédito emergenciais para setores vulneráveis

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

O Banco do Povo Paulista, uma parceria entre Governo do Estado e municípios, disponibiliza desde a segunda-feira, 12, linhas de crédito emergenciais para setores vulneráveis da economia. O montante total liberado é de até R$50 milhões para empreendedores de todo o território paulista. Finalizado o saldo, a linha será suspensa. Microempresários individuais (MEI), Microempresas (ME), Empresas de Pequeno Porte (EPP), Sociedades de Responsabilidade Limitada (LTDA) e Empresas Individuais de Responsabilidade Limitada (EIRELLI) podem pleitear o empréstimo variando entre R$200 a R$10 mil, de acordo com o tamanho do negócio e o setor de atuação.

Entre as atividades econômicas consideradas vulneráveis estão bares e restaurantes, academias, setor de beleza, comércio, atividades imobiliárias, cultura e economia criativa, hotéis e turismo, além de artesanato. Todas as modalidades têm 180 dias de carência e número de prestações máximas que varia entre 30 e 36 meses, de acordo com o negócio.

O prefeito de Holambra, Fernando Capato, comemorou o anúncio da nova linha de crédito. “Nesse momento de dificuldades econômicas, cada ação que pode proporcionar um certo alívio para nossos empreendedores é importante. Temos que nos valer de nossa parceria com o Governo do Estado e colaborar para que essa ajuda chegue aos negócios que precisam”, diz.

A diretora municipal de Turismo e Cultura, Alessandra Caratti, salientou que além da linha de crédito, outros serviços estão sendo elaborados para dar apoio à economia no município. “Estamos trabalhando para dar todo amparo possível a nosso setor produtivo, seja na qualificação de mão de obra, seja no apoio a empreendedores e comerciantes. Teremos vários serviços integrados na Sala do Empreendedor, que será aberta em breve, como o Sebrae Aqui e o Via Rápida”, conta.

Os interessados podem acessar diretamente o site https://www.bancodopovo.sp.gov.br/, solicitar informações através do e-mail [email protected] ou procurar o Banco do Povo no Paço Municipal.

Continue lendo

Holambra

Feira de Artesanato de Holambra completa cinco anos

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

A Feira de Artesanato de Holambra completou cinco anos neste domingo, 09. Criada no Dia das Mães de 2016, a feira é composta por 34 artesãos e funciona aos sábados, domingos e feriados, das 9h às 17h, no Centro de Cultura e Eventos Jan Heijdra, ao lado do Moinho Povos Unidos. O projeto conta desde o início com apoio da Prefeitura de Holambra e tem como objetivo geração de renda e valorização do artista local. Estima-se que 55% dos participantes têm o artesanato como principal fonte de renda.

“A Feira de Artesanato tem dois propósitos principais que se completam: ao mesmo tempo que gera renda para seus integrantes e fomenta a economia local, se consolida como mais um atrativo turístico para os visitantes, aumentando o apelo turístico no entorno do Moinho Povos Unidos”, explica a diretora municipal de Turismo e Cultura, Alessandra Caratti. Segundo ela, os trabalhos produzidos pelo grupo refletem de forma direta a essência cultural de Holambra. “Os trabalhos apresentados são artísticos e originais. Os artesãos traduzem em seus produtos manuais todo carinho que Holambra tem a oferecer”, comentou.

A artesã Silvanira de Paula participa da feira desde 2016 utilizando a técnica do crochê para confeccionar suas peças. “Trabalhava com artesanato há muito tempo, mas só depois da feira meu trabalho foi reconhecido”, disse. Ela conta que além do auxílio na renda dos artesãos, a feira já se tornou conhecida dos turistas e os produtos são muito elogiados. “Minha renda vem especificamente da Feira de Artesanato, por isso é muito importante para mim. Quando a feira fechou por causa da pandemia, muitas pessoas ligavam para saber quando retornaríamos. É muito gratificante ver o quanto as pessoas, inclusive de fora do país, reconhecem nosso trabalho”, conclui.

O artesão Hamilton Vergel trabalha com colares de pedras brutas e polidas, além de pulseiras de couro. Participa da feira desde o início das atividades e brinca ao falar do contato com os turistas. “Somos meio artesãos e meio guias turísticos. Eu perdi a conta de quantas vezes indiquei lugares de Holambra pra eles. Mas faço isso com o maior prazer pois sempre penso: e se fosse eu o turista? Gostaria de ser bem atendido”, conta.

Segundo ele, o período de pandemia foi difícil, com suspensão das atividades de março a setembro de 2020 e fevereiro a abril de 2021, mas o grupo não ficou desamparado. “Recebemos da Prefeitura cursos de capacitação gratuitos e cesta básica. Foi um apoio importante”, avaliou. Ao falar sobre o retorno às atividades, o artesão demostra o otimismo que representa o grupo. “Sinto que essa pandemia veio pra nos unir mais, mostrar que a arte aproxima as pessoas de uma maneira quase imperceptível. Queremos que a feira seja cada vez mais reconhecida, não só pelos holambrenses mas por todos que visitam nossa cidade. Dizem que o coronavírus nos ensinou a sorrir com os olhos. Vamos acreditar!”

Continue lendo

Holambra

Holambra é escolhida como Ponto MIS pelo Museu da Imagem e do Som

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

Holambra foi contemplada pelo Museu da Imagem e do Som de São Paulo como Ponto MIS 2021, garantindo participação no projeto de formação e difusão cultural que leva sessões de cinema e oficinas audiovisuais para cidades do interior paulista. É o terceiro ano que a cidade é escolhida para fazer parte do projeto. Assim como em 2020, as atividades permanecem seguindo o modelo à distância, ao menos até o início do segundo semestre, quando a situação deve ser reavaliada pelos organizadores, com possibilidade da retomada de atividades presenciais. 

A programação tem início ainda este mês com sessões online. Durante os próximos dias, os filmes serão dedicados ao cineasta argentino radicado no Brasil, Hector Babenco. Após cada sessão, haverá um bate-papo online no canal do MIS no Youtube, contando com convidados como Bárbara Paz, que dirigiu um documentário sobre a vida de Babenco, Dráuzio Varela, entre outros. Duas oficinas culturais online e gratuitas, com inscrições limitadas, já estão confirmadas: introdução à linguagem fotográfica e introdução a roteiro de cinema.

O prefeito Fernando Capato espera que todos os holambrenses aproveitem a oportunidade e lamenta que o ambiente cultural tenha sido um dos que mais sofreu com as restrições da pandemia. “Esse prejuízo é de todos nós. A cultura é essencial para o desenvolvimento do indivíduo e para o fortalecimento de uma sociedade saudável. Espero que todos aproveitem”, disse.

A diretora do Departamento Municipal de Turismo e Cultura, Alessandra Caratti, por sua vez, comenta que o município se destaca pela boa participação popular em todos os eventos propostos por entidades culturais e educacionais. “Há uma percepção de que somos um município diferenciado e isso nos auxilia a ampliar a gama de cursos, eventos e oficinas oferecidos de forma gratuita através de parcerias com o Estado e com outros importantes geradores culturais”, conta. 

Confira a programação até o momento
Filmes – Mostra Babenco
Às 11h, de 13 a 15 de maio* O Beijo da Mulher Aranha
Bate-papo às 18h de 15 de maio
Inscrição: https://forms.gle/VyWciDv1coAh7bk98
Às 11h de 20 a 22 de maio* – Carandiru
Bate-papo às 18h de 22 de maio
Inscrição: https://forms.gle/VHwti41hyQ1JMHpt5
Às 21h de 28 a 29 de maio*- Alguém tem que ouvir o coração e dizer: Parou
Bate-papo às 18h de 29 de maio
Inscrições: https://forms.gle/A8f3z3b5QZpmDs8K6
*Período em que ocorrem as sessões do título

Oficinas culturais
20 vagas por cidade Ponto MIS
Inscrições na Biblioteca Municipal José Maria Homem de Montes
– Introdução à Linguagem Fotográfica, com Melissa Szymanski (17 a 21 de maio)
– Introdução a Roteiro de Cinema, com Daniela Smith (24 a 28 de maio)
2 horas de duração, sempre a partir das 14h
O participante deverá escolher uma entre as datas disponíveis.
Para mais informações, ligue (19) 3802-4423.

Continue lendo

Holambra

Dia D de vacinação contra vírus da gripe é neste sábado, 08, em Holambra

Redação Gazeta Regional

Publicados

em

O Departamento Municipal de Saúde de Holambra realiza neste sábado, 08, o Dia D de vacinação contra o vírus Influenza, causador da gripe, exclusivamente para crianças, gestantes, puérperas (mulheres que deram à luz há até 45 dias) e profissionais da saúde. A ação acontece das 8h às 15h30 nos PSF Santa Margarida e Imigrantes e tem por objetivo ampliar a vacinação desse grupo, que no município atingiu 35% da meta até o momento. Idosos com 60 anos ou mais poderão ser imunizados contra a gripe a partir do dia 11 de maio.

“Será a última oportunidade para que as pessoas que fazem parte do grupo prioritário sejam imunizadas contra gripe. Todos estão preocupados com a Covid-19, mas é necessário atingir a cobertura esperada para as outras vacinas. Isso é prevenção”, explica o diretor do Departamento Municipal de Saúde, Valmir Marcelo Iglecias. “Além disso, os sintomas da gripe são parecidos com os da Covid-19 e essa imunização vai auxiliar os médicos no momento do diagnóstico”.

Os holambrenses com 60 anos ou mais e os professores da rede pública e privada poderão se vacinar contra gripe, a partir do dia 11, de segunda a sexta, das 8h às 12h e das 13h às 16h; no PSF Palmeiras às terças e quintas-feiras, das 8h às 11h30; e no PSF Fundão às terças-feiras, das 13h às 15h30.

As pessoas já vacinadas contra o novo coronavírus precisam ficar atentas ao intervalo necessário para se vacinar contra a gripe: os que tomaram CoronaVac devem aguardar 14 dias após a segunda dose. Já os que tomaram Astrazeneca devem guardar um intervalo de 14 dias antes e depois de uma das doses.

Continue lendo
Propaganda

Categorias

Últimas Notícias