*Por Vanildo Pereira

Os dias que antecederam o Natal de 2017 foram marcados pela expectativa de faturamento superior, em relação aos anos anteriores. As consultas ao SCPC, banco de dados de clientes adimplentes e inadimplentes, aumentaram em 3,01% e podem indicar que ocorreram crescimento nas vendas em comparação ao mesmo período do ano de 2016, possibilitando um aumento nas vendas, em uma das datas mais importantes para o comércio.

Segundo levantamento da ACIJ, foi registrado um crescimento de 3,1% nas consultas de seus associados, o que pode indicar um aumento nas vendas a prazo no período.

Para a área central segundo comerciantes consultados outro fator no aumento das vendas foram as festividades na Praça Umbelina Bueno.

A ACIJ organizou este evento em parceria com Sicredi, Unimed, Prefeitura Municipal de Jaguariúna e associados com objetivo de atrair a família, pois teve atividades para as crianças, como Papai Noel, infláveis, distribuição de pipocas, pirulitos, balas, bexigas, trenzinho, personagens infantis, e os adultos puderam assistir a shows, e fazerem compras na feira de artesanato e nas lojas que funcionaram em horários especiais no mês de dezembro.

Segundo a diretoria da ACIJ neste ano iniciou-se a retomada econômica, mas ainda há muito que recuperar. Nos dias que antecederam o Natal, pudemos perceber as ruas da área central com muitas pessoas em busca de presentes, consumidores com sacolas e prestigiando o comércio da cidade o que nos deixou bastante motivados e acreditando nas ações que promovemos durante todo o ano.

A Associação Comercial e Industrial de Jaguariúna está satisfeita com o resultado e espera que em 2018 possa comemorar, junto aos associados um crescimento em cada mês, e várias conquistas durante todo o ano.

*Vanildo Pereira é tesoureiro da Associação Comercial e Industrial de Jaguariúna (Acij)

SOBRE A ASSOCIAÇÃO

A Associação Comercial e Industrial de Jaguariúna, entidade de classe sem fins lucrativos, tem o objetivo de defender os interesses do comércio local, além de representar seus associados. O quadro associativo da entidade reúne empresários representantes de todos os setores da economia, tais como: industriais, comerciantes, agropecuaristas, prestadores de serviços e profissionais liberais, de todos os portes.