Conecte-se conosco

Economia

Selic a 2,75% – Como ficam meus investimentos?

Juliana Vilas Boas

Publicados

em

Bom dia meu povo Rico! Semana com novidades no nosso cenário econômico. O Comitê de Política Monetária (Copom) decidiu na quarta feira, 17, elevar a taxa de juros em 0,75% p.p. Com isso a Selic passou de 2,00% para 2,75% a.a.

Este é o primeiro aumento da Selic desde 2015. A alta surpreendeu o mercado que esperava um aumento 0,5% p.p.

Como já estamos vendo, a inflação vem apresentando alta desde maio do ano passado. No acumulado dos últimos 12 meses, a inflação teve um crescimento 5,20% em fevereiro de 2021, valor próximo do teto da meta oficial do governo de 5,25%.

Diversos fatores como alta dos combustíveis e alimentos, desvalorização cambial, aumento do preço das commodities no mercado internacional e incertezas na economia política do País vem pressionando a inflação nos últimos meses. O Copom afirma que o atual cenário econômico não exige políticas de estímulos, como a manutenção de juros mais baixos da história, e que os aumentos dos combustíveis justificam a mudança feita.

Ressalta ainda que este é o início de um processo de normalização parcial, indicando que nas próximas reuniões do Copom que estão marcadas para 04/05 e 05/05 deve ser feito um novo aumento de 0,75p.p. , ressaltando ainda que a não aprovação de reformas e ajustes na trajetória da dívida pública, pode elevar a taxa de juros do País. Ele também prevê uma inflação em torno de 5,0% para 2021.

O Copom atendeu às expectativas do mercado, que já previa um aumento dos juros. É fácil verificar isso pelo retorno dos títulos públicos prefixados e atrelados à inflação (Tesouro Prefixado e Tesouro IPCA+, com ou sem juros semestrais).

Com a alta recente dos juros futuros, as taxas de remuneração prefixadas desses papéis vêm aumentando desde o início do ano, enquanto seus preços vêm recuando, que é o que acontece com os títulos de taxa prefixada sempre que a expectativa é de alta nos juros.

A alta na Selic melhora o retorno das aplicações pós-fixadas, aquelas cuja remuneração está atrelada à própria Selic ou ao CDI. Porém 2,75% ainda é um juro baixo, então não espere grandes retornos naquelas aplicações mais conservadoras, ou mesmo na sua reserva de emergência.

É claro que, com a tendência de alta na Selic, o esperado é que a remuneração desses investimentos vá subindo ao longo do ano, o que não é ruim para quem é mais conservador. Se a Selic de fato chegar perto de 5% no fim do ano, como espera o mercado, isso poderá significar uma volta das aplicações pós-fixadas ao páreo da diversificação, e não só mais como reserva de emergência.

Para os investidores conservadores a expectativa de aumento da Selic, causa um alívio ao verificar seus investimentos e perceber pequena melhora na remuneração. Vale lembrar que a poupança paga 0,70% da Selic mais TR( que atualmente permanece zerada) por tanto procurar outros tipos de investimentos continuam sendo a melhor opção para os conservadores , que mesmo com o pagamento de IR continuam tendo maiores retornos e não sofrem com a desvalorização do dinheiro perante a inflação.
Os Tesouros direto, CDBs, LCIs e LCAs com remuneração acima de 100% do CDI continuam ainda sendo as opções mais recomendadas para este perfil.

Bom final de semana! Até a próxima! Bye

Continue lendo

Economia

Ibovespa um ano após a queda

Juliana Vilas Boas

Publicados

em

Olá meu povo Rico! Há exatamente um ano, em 12/03/2020, os mercados de capitais ficaram marcados na história, o Ibovespa caia 14,78%, o maior tombo deste século, devido à preocupação do novo coronavírus (Covid-19) no País. Naquela quinta, dois circuit breaks traduziam as incertezas do mercado até hoje.

O circuit breaks é o botão que é acionado para que o mercado quando a bolsa cai 10%, e depois 15% foi acionado seis vezes numa sequência de oito pregoes. Naquele dia muitas empresas de representatividade no mercado tiveram desempenho muito negativos, as que sofreram maior impactos foram as companhias aéreas, como Gol e Azul.

A 12 meses o Ibovespa fechava o dia com 72.582 mil pontos, com os investidores monitorando os impactos da doença na economia global, o Brasil registrava 77 novos casos e no ministro Paulo Guedes afirmava que seria uma crise passageira.

Em 2020 o produto interno bruto (PIB) caiu 4,1% a maior retração desde 1996. No cenário da saúde hoje o País está em seu pior momento, batendo recordes sequenciais da media de mortes pela doença.
O mês de março do ano passado não sairá da memória dos investidores tão cedo. Durante aquele período o Ibovespa caiu quase 30% na maior proporção de 1998. Por outro lado, quem entrou na bolsa em abril, não passou por este ambiente critico, e surfou na onda do mercado em linha reta para cima.

O ano passado a Bolsa brasileira praticamente subiu em linha reta, impulsionada pela queda na taxa de juros e alocação da poupança local. Entretanto, agora com a perspectiva de aumento da Selic e menor auxílio emergencial (com desemprego ainda alto), outros aspectos voltam a entrar na análise.
Aqueles que entram em março ganho o Ibovespa quando a mesma fechou em na casa dos 63 mil pontos, obtiveram ótimos resultados até o começo deste ano quando a mesma chegou aos 125 mil pontos, porém recuou novamente diante das incertezas politicas e escalada da pandemia.

E o que esperar neste momento, muitos se perguntam se faz sentido o maior acionário da B3 retornar tudo o que foi perdido, enquanto a economia derrapa e procura atenuar os riscos com o isolamento social?

Segundo Elias Wiggers do escritório EQI, sim “A economia real sempre demora mais para se recuperar do que o mercado de capitais de capitais, pois assim como ocorrem nas quedas , os investidores costumam tentar antecipar os movimentos .Quem compra Bolsa, compra futuro, afirma o especialista.
Embora os esforços do governo para manter o sustento das atividades tenha sido importante, existem entraves macroeconômicos a frente, consequentemente subir a taxa de juros e uma disrupção da estabilidade econômica”.

Segundo um levantamento da XP Investimentos, até esta sexta 54% das empresas que já divulgaram seus resultados do quarto trimestre e que compõem o Ibovespa, superaram as expectativas do mercado. Do restante, 27% veio em linha com o estimado pelos analistas e apenas 19% abaixo das projeções.
Com as dificuldades impostas pela pandemia, os investidores embutem suas expectativas ajustadas às empresas, e mesmo assim boa parte do mercado brasileiro está resiliente.

Vale lembrar que, até o fim do ano passado, o Brasil possuía 19,7 milhões de CNPJs ativos, segundo o Mapa das Empresas. As cerca de 420 companhias listadas na Bolsa são as melhores do País e, em sua maioria, sairão da crise melhores do que entraram

E vamos lá ao que nos espera, este ano de 2021! Fortes emoções e muita saúde para todos nós!

Fonte Suno Notícas

Continue lendo

Economia

Nossas decisões econômicas influenciam em nosso dia-dia

Edilaine Alves

Publicados

em

Edilaine Alves
Especialista em cobrança

(19) 3847-1138

Começamos 2021 com um misto de esperança e prudência. Para trás, deixamos 2020, um ano em que a economia global suportou a sua mais profunda recessão em 74 anos. Diante de tudo isso, muitos brasileiros adquiriram muitas dívidas devido ao desemprego ou a falta de trabalho, para os autônomos e empreendedores. Com isso, o nome acabou ficando na lista de devedores do Serasa.

Segundo o Serasa, cerca de 64 milhões de brasileiros ficaram com o nome sujo, até novembro de 2020. Já a Confederação Nacional do Comércio realizou uma análise e constatou que 25,7% das famílias no Brasil se tornaram devedores, até o mesmo mês. Sabemos ainda que o nível de inadimplência pode ser ainda maior, agora em 2021, do que em crises passadas em função da parada tão súbita e intensa da economia.

Para sair do vermelho restaurando o CPF/CNPJ temos os balcões das associações comerciais com consulta dos seus débitos em várias cidades, além de poder contar com assessorias financeiras e escolher as melhores condições para quitar as dívidas e voltar a ter crédito no mercado em qualquer tempo detentores de serviço diferenciado que pode lhe ajudar sair do vermelho.

A retomada é, sim, plenamente possível, afinal, permanecem o ambiente de juros baixos, a inflação ancorada, a pressão do mercado por novas reformas e prudência. Temos que ir adequando medidas e soluções mediante ao cenário que vemos.

Planejamento estratégico e ferramentas adequadas são diferencial. Por isso, é importante analisar as tarefas do dia, o tempo que está sendo gasto com cada uma delas e se você não está procrastinando (deixando para amanhã o que deveria fazer hoje).

Saber fazer uma correta gestão de tempo é essencial para qualquer atividade dentro de uma empresa ou sua vida financeira, para que seja pautada com sabedoria e você possa realizar negociações com tranquilidade. Um planejamento anual, fazer uma reserva de emergência, previsão de gastos sazonais, se preparar para este gastos priorizar pagamentos à vista ter investimentos a longo prazo.

Para tomar as melhores decisões de investimentos e escolher os melhores investimentos para formar sua reserva de emergência e para outros objetivos financeiros em qualquer tempo, você pode contar com a ajuda de uma corretora por meio da plataforma digital é possível ter acesso a produtos de diversos bancos e contar com toda a expertise de mais de 35 anos em investimentos e gestão de recursos que só os bancos de investimentos pode lhe oferecer.

Somar juros, cortar gastos, rever as compensações, os contratos assinados e até mesmo contas e cotas contratadas com seu gerente bancário, avaliar pagamentos à vista ou parcelado no caso se parcelado não houver juros é uma boa saída para manter outras contas reduzindo o valor pagando à vista muitas das contas prioritárias como IPTU, IPVA, material escolar, matriculas e muitas outras chegam para serem pagas logo nos primeiros dias do ano. Esses pagamentos não precisa se tornar um pesadelo pelo consumidor anualmente.

Você ainda pode ter uma renda extra para passar 2021 no azul realizando algumas atividades adicionais e complementar os seus ganhos regulares. Sugerimos opções que podem render um bom dinheiro são:

  • Trabalhar em eventos comerciais;
  • Passear e/ou cuidar de animais de outras pessoas;
  • Ser motorista de aplicativo;
  • Vender roupas e objetos que você não usa mais;
  • Fazer artesanato;
    -Digitador;
  • Comercializar alimentos (marmitas, bolos etc.);
  • Alugar um quarto/cômodo de sua casa de vez em quando;
  • Cuidar de crianças eventualmente;
    -Aulas particulares entre outras pedidas pós pandemia.

Ainda achamos que os mercados podem esperar a aprovação de algum tipo de pacote de estímulo nas próximas semanas, mas, caso isso ocorra, o valor será menor em comparação com as expectativas que estavam presentes antes das eleições. Se os esforços em direção a uma vacina caminharem como esperado (nosso cenário base), acreditamos que na segunda metade do ano o mundo estará muito mais próximo da normalidade. Um crescimento robusto e a ainda presente ampla liquidez serão capazes de elevar a economia.

Continue lendo

Economia

Praticas para ter segurança financeira

Juliana Vilas Boas

Publicados

em

Juliana Vilas Boas
Consultora financeira
Planejamento pessoal e empresarial

[email protected]

Oi meu povo rico!!! Hoje eu te pergunto: como você lida com o seu dinheiro?

Lidar com dinheiro é um grande desafio para muitas pessoas. Ter uma reserva de emergência para gastos inesperados como, um carro que quebra, uma doença, é um assunto que deixa muita gente em pânico.

Porém, se criarmos o hábito de reservarmos parte de nossa renda mensal, as rendas extras como 13º salário, adicional de férias ou mesmo um extra que veio de algum trabalho de freelancer, podemos enfrentar mais sossegadamente as dificuldades que aparecem no meio do caminho. Além de ter uma reserva de emergência, é importante saber onde colocar suas reservas, pois as tradicionais aplicações como poupança, que um dia já foram investimentos bem interessantes hoje em dia já não são mais.
Recentemente vi esta matéria da Carol Paiffer, CEO da ATOM Educacional, para o Portal Administradores, onde ela dá algumas dicas para ter mais segurança financeira. “São dicas que servem para todo mundo, seja para investirem R$ 50 ou R$ 10 mil”, afirma Carol.

  1. Invista em conhecimento
    “Quando se fala em investimento, sugiro que as pessoas façam dois tipos de investimento: um é o investimento em conhecimento e outro é o investimento em dinheiro.
    Para investir com sabedoria e segurança é necessário investir tempo e dinheiro para adquirir conhecimento. Só o conhecimento é capaz de proporcionar autonomia financeira. E como “conhecimento” não me refiro apenas ao conhecimento sobre investimentos. Quando uma pessoa entende todas as áreas de sua vida, ela consegue ter relacionamentos profissionais e pessoais em equilíbrio e percorre, por exemplo, uma trilha financeira com mais segurança. Só esse conhecimento nos liberta para o sucesso.
    Há muito conhecimento online e gratuito sobre qual a melhor forma de investir dinheiro, seja R$50,00 ou R$10.000,00. Existem boas opções para todos bolsos e hoje em dia não dá para deixar dinheiro parado porque, com a taxa Selic baixa do jeito que está, um capital desvaloriza muito rápido”.
  2. Diversifique seus investimentos
    “O primeiro ponto, é aprender que é necessário diversificar investimentos, independente da quantia que tenha para aplicar. A dica é avaliar as possibilidades e escolher primeiro sempre uma opção de investimento de renda fixa – ou seja, curto prazo e menos risco, e outra como por exemplo investimentos em ações, também chamado de renda variável, de longo prazo e que envolvem riscos. Ou seja, é muito importante ter um “pé de meia” em renda fixa, antes de se envolver com investimentos de renda variável.
    A grande dificuldade das pessoas em geral é fazer investimentos de longo prazo para viabilizar grandes despesas futuras que são previsíveis como, por exemplo, a faculdade dos filhos ou mesmo uma aposentadoria tranquila”.
  3. Crie bons hábitos financeiros
    “Investimentos de longo prazo devem ser iniciados o antes possível, pois leva-se um tempo considerável para acumular o valor desejado. A minha dica que é se crie o hábito de separar toda e qualquer renda extra que se consiga, seja uma pequena quantia oriunda da venda de trufas de chocolate ou de um job freela ou um 13º salário. E essa renda extra é que deve ser aplicada a longo prazo, assim literalmente sai de circulação e torna-se a realização de algum sonho planejado.”
  4. Estude muito antes de investir
    “Um dos investimentos a longo prazo que estão mais em alta é comprar ações de empresas listadas na Bolsa de Valores (B3). Dentro deste tipo de investimento também há operações de longo prazo, que são mais complexas e é necessário ter quantias mais altas na mão.
    Mas há também o daytrade, em que operações são abertas e encerradas no mesmo dia. Para aprender a atuar como daytrader, o ponto de partida é fazer bons cursos para aprender a parte prática da operação, mas também é vital adquirir conhecimento sobre o mercado para saber avaliar qual empresa está ou não bem posicionada.
    Vale muito a pena investir em treinamentos e cursos específicos, antes de investir dinheiro próprio como daytrader. Em geral, as pessoas abrem primeiro uma conta numa corretora para então começar a aprender. E é justamente nesse momento que as pessoas acabam perdendo dinheiro.”
  5. Não arrisque logo de cara
    “Fazendo um paralelo, investir na Bolsa de Valores é como comprar um imóvel. Todo mundo quando vai comprar um imóvel tentar encontrar uma opção com o menor valor de investimento possível e na hora de vender, anos depois, sempre tenta vender por um valor superior, não é isso? Então, investir na Bolsa é exatamente isso: ter conhecimento de mercado (economia, política etc) para fazer escolha inteligentes no momento certo.
    A dica para aprender a investir com segurança na Bolsa é não começar operando o próprio dinheiro. Hoje já é possível aprender a atuar como daytrader por meio de simuladores virtuais e começar a operar com dinheiro das empresas que ensinam a profissão.
    E, para fechar, quando se começa a ganhar dinheiro com daytrade é já reservar também a quantia ganha para fazer novos investimentos e assim por diante. Parece complicado, mas quando se pega o jeito é bem interessante e dá muita autonomia a quem investe dessa maneira.”

Espero que estas dicas possam ajuda-los. Tenha uma ótima semana! Bye!

Continue lendo

Últimas Notícias