A VOZ POR TRÁS DAS NOTAS DE FALECIMENTOS

De família tradicional na cidade, Sr. Moacir Mantovanni atualmente toca seu estacionamento junto com o filho no centro de Jaguariúna. Além disso, participa do coral da igreja, é anunciante das notas de falecimento, tem uma oficina mecânica e também cuida do antigo relógio da Igreja. “Tudo isso faz parte do meu dia-a-dia e da minha terapia”, diz Seu Moacir.

Moacir procura manter sempre um bom relacionamento com as pessoas e se orgulha de sua humildade. “A gente não leva nada daqui”, diz. Ele também acredita que Deus não castiga as pessoas, o que castiga são os atos por elas cometidos.

Em sua carreira como cantor procura sempre levar emoção e filosofia de vida em forma de música para as pessoas. Membro do coral da igreja e também cantor solo, ele diz que em cada apresentação, existe uma nova emoção. “Procuro, através da música, colocar para fora todos os meus sentimentos”, comenta.

Mesmo com a idade, Seu Moacir possui diversas atividades, e comenta que procura manter-se sempre ocupado. “A gente também enferruja se parar”, completa. Desde os 15 anos, Moacir tem o costume de andar de motocicleta, e classifica esta atividade como “mototerapia”. “Nós saímos, conhecemos novos lugares…”, diz. Seu Moacir também se preocupa com a segurança durante os passeios motociclísticos e procura não ultrapassar os 90km/h. “De cada momento de nossa vida, devemos fazer um momento de prazer e satisfação”, finaliza.