O Dia das Crianças se aproxima, e a Igreja Católica comemora, na mesma data, o Dia de Nossa Senhora Aparecida. No dia 12 de outubro, em comemoração a essas datas, a Paróquia de Santa Maria, conhecida pela população como Igreja Matriz Nova, realizará missa para as crianças.

Padre Milton Modesto comenta da importância da data | Foto: Acervo Gazeta

O feriado nacional foi concedido quando, em outubro de 1717, às margens do rio Paraíba, encontrou-se uma pequena imagem de Nossa Senhora de Aparecida. Com isso, criou-se a homenagem a Nossa Senhora, que foi um sinal da graça de Deus naquele lugar.

Para o Padre Milton, congregar esta data ao Dia das Crianças mostra a união das duas comemorações. “As duas coisas são unidas pela essência da manifestação: a imagem, que representa um símbolo sagrado presente na cultura religiosa do Brasil, e a criança com a sua inocência, que é o futuro do Brasil”, comenta. Para o Padre, a inocência da criança também é algo sagrado. “É inviolável. É um direito de respeito”, pontua.

A Igreja possui três orações voltadas às crianças, que serão declamadas durante a missa. Ao final, as catequistas tendem a realizar atividades e brincadeiras com as crianças presentes. “Nenhum ato é maior que a própria missa”, diz o Padre Milton.

No dia 12 de outubro a paróquia de Santa Maria realizará a missa em dois horários: às 9h com benção pelas crianças, e às 19h, com a dedicação do lar à Nossa Senhora. O Padre Milton convida a todos para participarem e dedicarem este tempo para as orações.

PROJETOS SOCIAS

Atualmente, a Paróquia de Santa Maria está privatizando seu estacionamento, e passará a cobrar uma taxa para os motoristas que procurarem estacionar seu carro neste estacionamento. A renda arrecadada com esta privatização será revertida mensalmente para a APAE, creche Santo Antonio e para o lar Raízes da Vida.

Além da doação a essas instituições, o Padre afirma que a Igreja continuará contribuindo e ajudando outras entidades, como os Alcoólicos Anônimos e os Vicentinos.