Tomaz de Aquino Pires*

O Grupo Escolar Cel. Amâncio Bueno oferecia o Curso Primário, isto é, do primeiro ao quarto ano primário.  Este curso representava a terminalidade dos estudos no Distrito de Paz de Jaguariúna. Em 18/09/1952 fora inaugurada a 2ª Escola Primária, em prédio novo e próprio na Zona Rural que se chamou Grupo Escolar da Estação de Guedes, reunindo várias escolas daquele bairro. Na Zona Rural havia diversas Classes de Ensino funcionando em cômodos cedidos pelas Fazendas com denominações de Escolas Isoladas, Mistas. As professoras iam lecionar de charretes e levavam nelas um caldeirão de merenda para os alunos, providenciado pelo Grupo Escolar. Aqui havia apenas três Grupos Escolares: um no centro, outro em Guedes e outro em Holambra. A criança lia e escrevia bem e sabia realizar as quatro operações matemáticas. Sabia de cor e salteadas todas as Tabuadas. No final do 2º ano primário já aprendia a divisão por dois algarismos.  Aqui não havia o Curso Ginasial (5ª a 8ª série). Poucos prosseguiam os estudos. A maioria procurava um trabalho e uma profissão. Os estudantes que prosseguiam os estudos viajavam diariamente com a Companhia Mogiana de Estradas de Ferro para Campinas, Mogi-Mirim, Amparo, Pedreira.   O trem era o poético e eficiente meio de transporte, pois o rodoviário era escasso. Os pais buscavam primeiramente uma Escola Estadual para os seus filhos. Outra opção era colocar as filhas em internatos nos colégios religiosos. O Curso Ginasial só foi instalado em Jaguariúna em 1963, na 2ª gestão do Prefeito Joaquim Pires Sobrinho. Período vespertino, após as aulas do Grupo. E. Cel. Amâncio Bueno, das 17h às 21 horas.  O Prédio próprio para o Ginásio Estadual de Jaguariúna foi inaugurado em 1971, na Rua Mal. Floriano Peixoto, nº 261. Neste ano houve grande reforma no Sistema Educacional pela nova “Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional” Nº 5692/71. Foi unificado Primário e Ginásio em único curso chamado Primeiro Grau. Por isso terminou o Exame de Seleção chamado “Admissão ao Ginásio” em que o aluno prestava exames escritos e orais. O Segundo Grau (Científico, Contabilidade) iniciou, em meados da década de 70. Em 80 e 90, com o advento de grandes indústrias e grande migração, multiplicaram-se as Escolas. Tornaram-se abarrotadas de alunos. Chegaram escolas de Ensino Particular.  O terceiro Grau, Ensino Superior foi implantado no findar do século XX. Coberto de êxito, hoje, com Campus I e Campus II abriga inúmeros cursos.

Tomaz de Aquino Pires* – Coordenador da Casa da Memória Padre Gomes