A Prefeitura de Jaguariúna, por meio do Departamento de Agropecuária e Meio Ambiente, cedeu uma Área de Preservação Permanente (APP) para o plantio de 300 mudas de árvores, nesta quinta-feira.  A ação foi realizada por alunos e professores da Escola Estadual Professor Celso Henrique Tozzi, resultado de um projeto chamado Carbono Zero – Tozzi Sustentável, de autoria de duas alunas do primeiro ano do Ensino Médio.

Prefeitura cedeu espaço e ação foi realizada por alunos do Ensino Médio que idealizaram o projeto Carbono Zero

“Nós desenvolvemos um projeto, junto com o professor de biologia, para retirar da atmosfera o gás carbônico emitido pela nossa escola nos últimos dois anos. Pelos nossos cálculos, são necessárias 300 árvores e por isso, pedimos o apoio da prefeitura, que nos cedeu o espaço”, explicou a estudante Beatriz Alvares, que desenvolveu o projeto junto com Ana Carolina Barbosa.

De acordo com a diretora do Departamento de Agropecuária e Meio Ambiente, Aline Granghelli Catão, além de ceder o espaço, que fica no Jardim Europa, a Prefeitura irá fazer a manutenção das mudas. “A escola nos apresentou o projeto e apoiamos completamente e esperamos que sirva de exemplo para outras escolas.  O meio ambiente é uma das maiores preocupações da administração”, afirmou a diretora.

O prefeito de Jaguariúna Gustavo Reis acompanhou os alunos e também plantou uma muda. “Eu parabenizo a atitude desses jovens e fico muito orgulhoso em saber que eles são o futuro da nossa cidade e do nosso país. Jaguariúna recebeu o selo de Município Verde Azul graças a políticas de sustentabilidade, que visam o desenvolvimento econômico e social da nossa cidade”, orgulhou-se o prefeito.

Segundo Renato de Souza Mariano, professor de Biologia e orientador do projeto, as mudas foram doadas pelo Florestal Cantareira, que fica em Amparo. “Essas árvores irão sequestrar 75 toneladas de gás carbônico, mas levarão 20 anos para fazer isso. Esse cálculo dá uma ideia de como o processo de retirada de carbono do planeta é demorado”, disse o professor.