Covid-19: Campinas atinge lotação máxima de UTIs estaduais e ocupação geral chega a 80% nesta segunda, 28

Metrópole tem 220 vagas reservadas para pacientes sintomáticos do coronavírus, e 176 delas estão ocupadas. SUS estadual está com 100% de ocupação e SUS municipal tem 9 leitos livres

Campinas está com 100% de ocupação nos leitos de terapia intensiva do Sistema Único de Saúde (SUS) do estado para pacientes sintomáticos da Covid-19. O dado foi informado nesta segunda-feira, 28, pela prefeitura. Ao todo, a metrópole tem 220 vagas exclusivas para tratamento de pessoas na pandemia, sendo que 176 delas, ou 80%, estão ocupadas.

São 44 leitos de UTIs vagos na cidade, sendo apenas nove pelo SUS. Comparado ao boletim divulgado pela prefeitura na quarta, 23, houve queda de seis leitos ofertados – todos na rede particular – e menos dois pacientes internados.

Ocupação de leitos de UTI nesta segunda-feira:

SUS Municipal: são 74 leitos, dos quais 65 estão ocupados (87,84%) e há 9 livres;
SUS Estadual (HC da Unicamp): há 17 leitos, sendo 17 em uso (100%);
Particular: total é de 129 leitos, distribuídos entre 94 ocupados (72,87%) e 35 sem uso.

× Fale com a Gazeta