Canal do MPF para denúncias de fraude eleitoral recebe 190 reclamações

Um site do MPF (Ministério Público Federal) para denúncias de fraude eleitoral recebeu 190 reclamações em menos de um mês. A plataforma, lançada em parceria com a SaferNet Brasil, tenta combater a desinformação durante as eleições municipais.

Os dados foram compilados a partir do dia 18 de outubro até esta sexta-feira, 13. Segundo o MPF, as principais denúncias são relacionadas a empresas que vendem serviço de disparo em massa pelo WhatsApp, pesquisas eleitorais falsas ou irregulares (sem registro na Justiça Eleitoral) e conteúdos enganosos sobre a segurança das urnas eletrônicas.

As informações reportadas pelos eleitores também devem ajudar na atuação dos membros do Ministério Público Eleitoral (MPE), que cuidam da fiscalização do pleito municipal. Além disso, o MPE tem acesso direto às informações registradas na plataforma e pode analisá-las, para avaliar se há indícios suficientes para abertura de investigações, ou para subsidiar apurações em andamento.

De acordo com o MPF, foram denunciados 96 casos diferentes. A maioria das reclamações foram feitas em São Paulo (59, de 40 casos distintos), Paraná (com 58 representações relativas a 4 casos) e Rio de Janeiro (16 denúncias referentes a 10 casos).

× Fale com a Gazeta