Turismo: região de Campinas recebeu R$ 7,3 milhões em setembro

O valor é para obras e melhorias que estão em execução em 19 cidades

A Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo liberou em setembro R$33,3 milhões para obras e melhorias na infraestrutura turística de 74 cidades, o maior valor mensal de 2020. O repasse é feito pelo Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos (Dadetur).

Na região de Campinas, o valor repassado foi de R$7,3 milhões, dividido em 19 cidades: Águas da Prata, Águas de Lindóia, Águas de São Pedro, Amparo, Atibaia, Bragança Paulista, Brotas, Caconde, Divinolândia, Espírito Santo do Pinhal, Estiva Gerbi, Holambra, Limeira, Monte Alegre do Sul, Morungaba, Nazaré Paulista, Pedreira, Socorro e Tambaú.

Para a liberação a Secretaria optou pelas obras em andamento — ou seja, sem a necessidade de novas licitações, o que poderia atrasar o processo nesse momento delicado de queda nas atividades produtivas por causa da covid-19. “Os investimentos em turismo têm essa capacidade de ativação e reação econômica. Ajudam a manter os empregos locais, nas cidades, como na construção civil, na indústria local e no comércio em geral e, no pós-pandemia, deixam os destinos preparados para receber os turistas de volta”, afirma Vinicius Lummertz, secretário estadual de Turismo.

Com o resultado de setembro os repasses do Dadetur chegaram a 170 cidades em 2020 e somam R$ 163,2 milhões, 37,4% a mais que 2019 e o dobro de 2018. O estado tem 70 estâncias e 140 municípios de interesse turístico.

× Fale com a Gazeta