Reflexos da pandemia: Culinária oriental ganha força e alavanca negócios

Restaurante de Jaguariúna viu na pandemia oportunidade de crescimento

Sempre foi um prazer de Patricia Hatae fazer yakissoba nos almoços em família e foi aí que a empresária decidiu unir e expandir esse prazer, tornando-o uma fonte de renda extra. Foi então que a Oriental Food, em Jaguariúna, nasceu, despretensiosamente.

O que no começo era algo sem muitas certezas, porém com muita força de vontade, hoje a Oriental Food toma forma e gera novos desafios a cada dia. “Iniciamos em novembro de 2019 com o intuito de trazer em nosso cardápio opções diferentes de yakisoba, porém, com a demanda, sentimos a necessidade de expandir nosso cardápio para outros pratos da linha oriental, o que foi um sucesso”, comemora Patrícia.

Com a pandemia, muitos serviços que antes eram fontes secundárias de compras se tornaram primárias, por exemplo, os serviços de delivery que estão em alta. “Isso nos ajudou a impulsionar o nosso negócio. Vimos a oportunidade de potencializar o fornecimento dos nossos produtos tendo em vista o desejo dos consumidores de continuarem consumindo “comidas de restaurante” no conforto e acima de tudo, na segurança de sua casa”, explica.

Além da oportunidade, o período também permitiu que a empresa fizesse investimentos em infraestrutura para profissionalizar ainda mais o restaurante. “Reformamos nossas estruturas montando uma cozinha industrial e compramos novos equipamentos para auxiliar e agilizar nossos serviços”.

No pós-pandemia, Patrícia acredita que seja um momento crucial para a sua carreira nesse meio. “Queremos expandir nosso negócio cada vez mais para outras cidades e até poder montar um espaço maior e familiar”, almeja.

Atualmente o restaurante oferece pratos quentes e tradicionais da culinária oriental, como Tempurás de diferentes sabores, Karê, Porção de Shimeji (cogumelos), Frango Xadrez, entre outras. Além, é claro, do carro chefe, o Yakisoba.

“O que faz o nosso diferencial é ser altamente criteriosos no momento da escolha de nossos ingredientes, procurando trabalhar com o mais alto padrão de qualidade e frescor, para que a nossa base fundamental para um bom prato esteja sempre intacta”, afirma a empresária.

× Fale com a Gazeta