Jaguariúna registra queda nos índices de criminalidade no 1º semestre

Os crimes violentos na cidade de Jaguariúna caíram consideravelmente no primeiro semestre deste ano, em comparação com igual período de 2019. Segundo o Índice de Exposição a Crimes Violentos (IECV), elaborado pelo Instituto Sou da Paz e divulgado nesta semana, os roubos caíram 63,6% e os roubos de veículos, 61%. Os casos de homicídios na cidade também registraram queda de 50% e os de roubo de cargas, 33%. Esses números resultaram numa queda geral de 14,7% no IECV geral de Jaguariúna neste ano.

O secretário de Segurança Pública de Jaguariúna, Renato José de Almeida Chaves Filho, o Tenente Renato, comemora o bom resultado e destaca os investimentos realizados pela Administração na segurança pública da cidade nos últimos anos. “Criamos o Centro de Operações de Inteligência, o COI, com a instalação de 40 câmeras interligadas. Além disso, criamos a ROMU, Rondas Ostensivas Municipais, a Patrulha Maria da Penha e reforçamos a atuação ostensiva da nossa Polícia Municipal”, afirma.

O secretário também ressalta o trabalho integrado entre as polícias Civil, Militar e Municipal. “A união das forças de paz em Jaguariúna é fundamental para a redução dos índices de criminalidade”, disse. “Nós também mapeamos as áreas mais críticas da cidade e intensificamos o patrulhamento”, destaca.

O IECV geral de Jaguariúna no primeiro semestre deste ano foi de 2,66, contra 3,12 registrado no mesmo período de 2019. O único quesito que teve alta no levantamento foi o de estupros (39,6%).

Levantamento

O IECV foi lançado em 2018 pelo Instituto Sou da Paz e traça um panorama sobre a criminalidade violenta nas cidades paulistas com mais de 50 mil habitantes. O índice é calculado a partir da média ponderada de três subíndices de crimes: letais (homicídio e latrocínio), contra a dignidade sexual (estupro) e contra o patrimônio (roubo em geral, de veículo e de carga). O índice, ao agregar várias dimensões da violência e da segurança pública, permite avaliar diferentes tendências criminais.

Quanto maior o IECV de um município, maior a exposição aos crimes violentos naquele local. Um IECV de 100 indica que o município teve as taxas mais altas de cada crime entre todos os municípios da amostra.

× Fale com a Gazeta