Observatório PUC-Campinas lança painel interativo com indicadores diários do Covid-19 na RMC

Plataforma, que conta com gráficos e mapas, mostra variação de casos e mortes por município

O Observatório PUC-Campinas, visando facilitar o acompanhamento da pandemia nos municípios da Região Metropolitana de Campinas (RMC), criou um painel interativo, já disponível, que permite a obtenção de indicadores diários do Covid-19. A plataforma mostra a variação de casos e mortes em tempo real, além das taxas de mortalidade e letalidade, com o auxílio de recursos visuais como mapas e gráficos, desenvolvidos por estudantes da Universidade.

De acordo com o professor extensionista que coordena o projeto, a ferramenta oferece informações mais simples e rápidas sobre a evolução da doença nas cidades que integram a RMC, uma vez que as plataformas oficiais disponibilizam os dados por estado ou município. O painel interativo, que utiliza as estatísticas fornecidas pelo Seade, permite a filtragem por cidade da região, dos Departamentos Regionais de Saúde, e também do Estado de São Paulo.

Com a iniciativa, o Observatório PUC-Campinas espera favorecer o trabalho das autoridades públicas locais e contribuir à proposição de políticas conjuntas de combate à pandemia no âmbito regional. A plataforma se soma às notas técnicas semanais produzidas pelo economista Paulo Oliveira, voltadas à análise crítica da evolução do coronavírus na RMC, bem como sua consequência para a economia e para a saúde.

“Essa nova ferramenta vem ao encontro do objetivo do Observatório PUC-Campinas, que é fornecer meios para subsidiar o aprimoramento do processo de planejamento, criação e execução de ações e políticas públicas nos municípios da RMC. Em um momento tão importante como esse, que requer o esforço conjunto das prefeituras e da sociedade, a plataforma busca ser um mecanismo facilitador à tomada de decisões”, destaca Oliveira.

Observatório PUC-Campinas
O Observatório PUC-Campinas, lançado no dia 12 de junho de 2018, nasceu com o propósito de atender às três atividades-fim da Universidade: a pesquisa, por meio da coleta e sistematização de dados socioeconômicos da Região Metropolitana de Campinas; o ensino, impactado pelos resultados obtidos, que são transformados em conteúdo disciplinar; e a extensão, que divide o conhecimento com a comunidade.

A plataforma, de modo simplificado, se destina à divulgação de estudos temáticos regionais e promove a discussão sobre o desenvolvimento econômico e social da RMC. As informações, que englobam indicadores sobre renda, trabalho, emprego, setores econômicos, educação, sustentabilidade e saúde, são de interesse da comunidade acadêmica, de gestores públicos e de todos os cidadãos.

× Fale com a Gazeta