Prefeitos de Amparo, Monte Alegre do Sul, Serra Negra, Lindoia e Águas de Lindoia defendem a criação da sub-região no Plano SP

Objetivo é que a região fique na Fase Laranja, mantendo os comércios abertos

Os prefeitos das cidades de Amparo, Monte Alegre do Sul, Águas de Lindoia, Lindoia e Serra Negra defendem que as cidades sejam inclusas como sub-região, no Plano São Paulo.  O objetivo do pleito que deve ser apresentado para o Governo do Estado de São Paulo no meio de semana é manter as cidades na Fase Laranja, não fechando comércios, imobiliárias, lojas de venda de automóveis, devido a mudança da classificação da Região de Campinas, para a Fase Vermelha, que ocorreu na sexta-feira, 03.

Na mesma noite de sexta, os prefeitos Luiz Oscar Vitale Jacob, de Amparo, Edson Rodrigo da Cunha, de Monte Alegre do Sul, Sidney Ferraresso, de Serra Negra, Carlinhos Zamboim, de Lindoia e Gil Helou, de Águas de Lindoia iniciaram as tratativas.

“Tal pleito se faz necessário, uma vez que os números de tal sub-região, referente à COVID-19, demonstram que sua capacidade em permanecer na Fase 2 do Plano São Paulo, o qual determina a retomada consciente da atividade econômica. É de se destacar que, muito embora tenhamos números positivos, pertencemos à região de Campinas, e estaríamos obrigados a regredir á Fase 1 do Plano São Paulo, o que não é justo com uma região que vem trabalhando com total dedicação e transparência no combate e enfrentamento a pandemia”, reforça a justificativa dos prefeitos.

Os prefeitos estão articulando a reunião com o vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, Rodrigo Garcia, para a apresentação do estudo técnico. Hoje, a Santa Casa Anna Cintra, hospital de referência para as cidades da região tem 43% de taxa de ocupação de UTI.

× Fale com a Gazeta